Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Taks

Higienização em Trilhas

Posts Recomendados

Olá pessoal!

 

 

... acampamos para estar com a natureza, e não com nossos equipamentos.

 

Nem com fezes ou com seu fedor!

 

Por isso, como já foi dito aqui, insistentemente: enterre seus dejetos e faça suas necessidades a pelo menos 50 metros de córregos ou nascentes de água.

 

Jordano, quem é que está falando aqui de equipamentos? É só questão de atitude, bom senso e respeito. Até alguns animais (felinos) fazem isso.

 

Se não dispor de uma pazinha ou não quiser carregar uma, use sua faca ou canivete para "cortar" uma camada de capim/raízes e cave o terreno logo abaixo para fazer um pequeno buraco, com cerca de 15-20 cm de profundidade (o seu "alvo" pro bombardeio) e depois use o material extraído dele para tapá-lo.

 

Abraço!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

É isso mesmo gvogetta, sábado passado na minha primeira trilha pude comprovar que a técnica que você descreve é simples de executar e não toma muito mais tempo que simplesmente se abaixar mandar ver.

 

Saudações,

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Acho que me expressei mal, na minha infância até os dias de hoje, venho de uma família que sempre teve muito contato com o mato, campos, plantações, caçadas, portanto sempre estive no meio de quem vive da terra, agricultores, capatazes, peões e etc e aprendi que as leis da natureza se aplicam a nós também, não somos o fruto divino como achamos, somos animais iguais do que qualquer outro. A diferença é que temos raciocínio e com isso nos tornamos uma espécie dominante. Onde quero chegar, é que onde tu vais fazer tuas necessidades é o de menos, se tu parar para analisar e ecossistema em geral, a maioria dos animais enterra, ou joga terra sobre seus dejetos somente por causa do cheiro, aquele cocozinho não vai prejudicar uma nascente, ou muito menos as "plantinhas" ao redor, isso é papo de ambientalista alienado. Os animais nasceram e vivem na natureza em perfeita harmonia desde que judas perdeu as botas, porque não aprender com eles a forma correta de lidar com ela, (que funciona a algum tempo, diga-se de passagem). E não esqueçam, por mais que queiramos mudar isso, somos animais também, e pertencemos a mesma natureza, que aplica as mesmas regras a todos. Portanto em um aspecto evolutivo, estamos saindo do contexto de preservação do mundo (da natureza) ao criar métodos de higiene, limpeza, fogareiros de alumínio, titânio, barracas, lonas especiais, facas de adamantium e etc, para preservar-mos a nós mesmos, esquecendo que somos passageiros neste mundo mais velho que todos nós juntos.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Jordano, este teu pensamento serviu até o século passado, hoje somos um trilhão de pessoas no mundo.

As suas fezes vão contaminar a água sim, se você não observar a distância de 50m. Se voce está num local que tenha criação de boi (por exemplo) a água certamente estará contaminada com coliformes fecais mesmo sem a presença humana, pois os animais (como você observou) não raciocinam e fazem suas necessidades em qualquer lugar.

As pessoas do interior tem um modo de vida diferente do nosso, mas elas também utilizam métodos para manter sua água limpa. Pode notar que mesmo quem não tem fossa séptica faz a latrina longe da fonte d'água.

Agora voltando ao tópico, higienização em trilhas: hoje em dia o trekking e montanhismo está muito difundido, tendo algumas trilhas (por exemplo Petropolis-Teresopolis) em que dezenas de pessoas compartilham o mesmo espaço. Já imaginou se cada um fizesse suas necessidades de qualquer maneira, aonde bem entendesse?

Então peço a todos que gostam de ambientes naturais, que tentem mantê-lo o mais intocado possível. Já postei este link no forum, mas vai de novo; algumas regras de mínimo impacto, que se forem seguidas manterão nossas trilhas limpas e disponíveis.

:arrow:http://www.pegaleve.org.br/

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Jordano, este teu pensamento serviu até o século passado, hoje somos um trilhão de pessoas no mundo.

As suas fezes vão contaminar a água sim, se você não observar a distância de 50m. Se voce está num local que tenha criação de boi (por exemplo) a água certamente estará contaminada com coliformes fecais mesmo sem a presença humana, pois os animais (como você observou) não raciocinam e fazem suas necessidades em qualquer lugar.

As pessoas do interior tem um modo de vida diferente do nosso, mas elas também utilizam métodos para manter sua água limpa. Pode notar que mesmo quem não tem fossa séptica faz a latrina longe da fonte d'água.

Agora voltando ao tópico, higienização em trilhas: hoje em dia o trekking e montanhismo está muito difundido, tendo algumas trilhas (por exemplo Petropolis-Teresopolis) em que dezenas de pessoas compartilham o mesmo espaço. Já imaginou se cada um fizesse suas necessidades de qualquer maneira, aonde bem entendesse?

Então peço a todos que gostam de ambientes naturais, que tentem mantê-lo o mais intocado possível. Já postei este link no forum, mas vai de novo; algumas regras de mínimo impacto, que se forem seguidas manterão nossas trilhas limpas e disponíveis.

:arrow:http://www.pegaleve.org.br/

 

Caro amigo, tu realmente acha que não tomando esse agua com cocozinho de bicho tu vai estar deixando de tomar agua com coco, ou agua suja? vá criar anti-corpos, fortalecer a defesa do teu organismo, ao invés de ficar com medo de uma diarréia!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

 

Caro amigo, tu realmente acha que não tomando esse agua com cocozinho de bicho tu vai estar deixando de tomar agua com coco, ou agua suja? vá criar anti-corpos, fortalecer a defesa do teu organismo, ao invés de ficar com medo de uma diarréia!

 

Olá Jordano,

 

Respeito sua posição mas registro minha discordância acerca do que disse. Obviamente se formos testar em laboratório a água tratada de muitas cidades veremos que ela é muitas vezes mais suja do que a que encontramos em algumas nascentes que já sofreram algum tipo de contaminação. No entanto, se o cocô que contaminar a água for de uma pessoa doente, fatalmente não será apenas uma diarréia o problema. Não esqueça que a peste bubônica que dizimou a Europa na idade média foi em grande parte devida às péssimas condições sanitárias nas vilas e povoados na época.

 

Outrossim os animais, lembro, possuem anticorpos que nós humanos não desenvolvemos. Se tu pretende ficar imune ao desenvolver anticorpos bebendo água contaminada é uma opção sua, mas peço que o faça em sua casa, de forma controlada e apenas para você, eu prefiro água limpa. Meu avô já dizia: teu "direito" termina onde começa o meu e vice versa. Também prefiro andar nas trilhas sentindo o cheiro de capim ou de terra a sentir aquele odor fecal típico de latrinas ou pisar numa "mina". Claro que é uma opção pessoal minha. ::lol4::

 

Só para constar, também convivo com populações rurais desde muito cedo, meu avô e muitos tios viveram anos em fazendas e sítios no interior, mas essa de defecar em qualquer lugar nunca me foi ensinado, pelo contrário, eram muito mais conscientes ambientalmente do que muita gente da cidade e muito ambientalista alienado, como disse você.

 

Saudações,

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Penso eu que: Nem tanto, nem tao pouco. Podemos tentar seguir o caminho do meio nessa questao.

De certa forma, o irmao Jordano está correto na forma em que ele observa a natureza e o comportamento dos outros seres vivos ao seu redor. No meu entendimento, essa é uma grande forma de aprendizado que pode nós conduzir a uma sabedoria maior.

Penso também que nao podemos desprezar o fato de que a nossa especie está "infestando" o planeta e se numa determinada trilha/travessia onde constante passam grupos todo mundo resolve cagar a ceu aberto provavelmente esse ambiente recebera um impacto vindo de nossas atitudes. Fezes nao tem somente odor, como também atraem alguns seres vivos.

Nao vejo problema nenhum em fazer um buraco e enterrar nossas fezes. E também nao precisamos de equipamentos nenhum para isso.

Podemos facilmente fazer um buraco com nossas proprias maos ou com auxilio de pedacos de madeira ou galhos que sempre encontramos facilmente nesses ambientes selvagens. É dessa forma que faco.

Também nao utilizo nenhum tipo de sabonete, pasta de dente, shampoo ou detergente em rios. Algumas vezes passar um pouco de terra e areia ajuda a limpar por exemplo pratos e panelas, de forma bem suave.

Penso que podemos tambem minimizar os impactos de nossa passagem pelo planeta, já que hoje em dia por onde nós humanos passamos custumamos fazer um grande estrago.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Boa Olavo!

 

Nem ao oito e nem ao oitenta!!! ::otemo::::otemo::::otemo::

 

Quando discordei da posição do Jordano me referi à questão do impacto causado pelo homem mesmo, especialmente nos lugares onde sua presença é mais intensa. Uma [email protected] num local pouco frequentado realmente não irá "estragar" o planeta...

 

Abraços!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Concordo com os dois acima, chegamos a consenso!

 

Entendo a situação que o homem leva consigo e com sua merda, toda a poluição dos grandes centros urbanos, e que só alguém que nunca foi influenciado de maneira alguma por eles poderia cagar na terra e não contamina-la, mas é aquela velha história, podemos até um certo ponto, mas não vamos colocar um banheiro químico no meio do mato, ou seja, ao invés de oito, ou oitenta, que seja uns 40! Também não custa nada enterrar o sub-marino!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Concordo com os dois acima, chegamos a consenso!

 

Entendo a situação que o homem leva consigo e com sua merda, toda a poluição dos grandes centros urbanos, e que só alguém que nunca foi influenciado de maneira alguma por eles poderia cagar na terra e não contamina-la, mas é aquela velha história, podemos até um certo ponto, mas não vamos colocar um banheiro químico no meio do mato, ou seja, ao invés de oito, ou oitenta, que seja uns 40! Também não custa nada enterrar o sub-marino!

::otemo::::otemo::::otemo::::otemo::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa!

Você pode ajudar esse viajante agora e se cadastrar depois. Se você tem uma conta,clique aqui para fazer o login.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emoticons no total são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.




×
×
  • Criar Novo...