Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

D FABIANO

Argentina :Depois do desgoverno vem o sofrimento

Posts Recomendados

Las Grutas

Cidadezinha que pertence a vizinha San Antônio muito famosa no sul de Chile que tem águas geladas na região patagonico,mas também lotada de argentinos no verão. Os hotéis aqui,além de poucos,não trabalham com sites de reservas, por isso suas diárias são mais  baratas que em outras partes do país e reservam toda a sua pequena estrutura a receberem excursões. 

Dito isso,fui sem saber aonde e se ficaria, mas era uma parte do país que pretendia conhecer. Um taxista indicou me o hotel em que fiquei, quebra um bom galho,mas a gerente Valéria é simplesmente sensacional, a quem agradeço toda a paciência que teve com o miqueiro nas 4 noites em que passei por aqui.

De passeio,o principal é o caminho de las grutas,que posto a foto abaixo,na Beira mar,aonde só é autorizado chegar de 4x4 de agência. Uma geringonca que você olha e pergunta,isso anda?Mas fique tranquilo,pois é dirigido pelo dono da agência há anos,que conhece o local muito bem.O passeio chama-se El Fuente argentino, que seria o seu final.Um lugar muito bonito que abrigou os soldados que conquistaram para o país a região patagonica, em especial essa.Mas há metade do passeio também, em certos dias,em que só se vai a metade do caminho,chama se El cañadon de las ostras,foi o que fiz avisando o forte ao longe.Esse cañadon ,nada mais é que ostras petrificados há milhões de anos a Beira mar em um lugar em que há grande variação de maré,como em todo o golfo aonde a cidade está localizada. 

Outros passeios?Só a San Antônio que conto abaixo,o demais é praia,que está dividida em bajadas,uma vez que a cidade não é a beira mar,há que descer escadas para se chegar lá.Depois das 20h é uma loucura andar pela peatonal,temporada perto do mar é gente que não acaba mais em toda Argentina.

20200214_131149.jpg

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

San Antônio Este

San Antônio é a cidade principal da região dividida em Este e Oeste.A parte oeste tem o porto,grande exportador de frutas da região e de pescado,como Mar del Plata.Há um passeio de mergulho perto dele que não tenho condições físicas de fazer.A arte Este ou leste em português,consiste em uma área mais residencial,mas saindo da cidade,há o símbolo da região.No tópico acima contei que temos altitude aqui.Pois bem,saindo de Las Grutas,passando San Antônio,começa a descer ara a casa do capeta.E sai na grande salina de gualicho,capeta ou senhor do mal,giria porteña.

Principal passeio da região é feito a noite,vale 3000 pesos,porém cada peso investido é retorno certo para tanta história e beleza.Dei sorte de pegar uma guia linda e falante que contou muitas hisórias de lendas e bruxarias do lugar.A principal delas é a cueva de la salamanfdra,um buraco feito de sal,aonde queria muito ir e colocar o nome de pastores lá.Mas isso é outra história,o que importa é que a tradição diz que neste lugar é a casa do capeta por ser o ponto mais baixo do bajo a mais de 250m sob o nível do mar,que belo lugar para fazer mal a essa gentinha,mas estou em férias.Esqueci disso pelo ódio que mantenho comigo dos inimigos pessoais.

O passeio tem incluso a visita a salina com seus equipamentos muito antigos,o sal estraga se comprar novos rapidamente,o entardecer maravilhoso em cima de uma duna e o pequeno,orem incomum,museu do sal.Contando a origem da salina,desde os tempos remotos de outras eras,quando o mineral foi depositado ali.Lembrando sempre que esse sal é como o do Salar de Atacama,Chile,sal gema ou industrial,usado para fabricação de baterias ou siderurgia,não servindo para consumo como o sal marinho.

Sal já ensacado para a industria.jpg

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Santa Rosa

Estado agrícola aonde se planta quase tudo,junto com Santa Fé,produzido no país.Transição entre o frio patagônico  as regiões mais quentes e populosas do país, é só para descansar,pois o turismo aqui só há no começo do outono,quando há a avistagem de Ciervos Dama em uma reserva rovincial há 20 km da cidade.Aproveitando a visita,na cidade não tem muito a ver, é uma típica cidade do interior aonde há 2 museus,um de historia natural que pertence a universidade e outro de ares,fechado no verão,e nada mais.

Neuquén

Também ponto de parada no caminho do sul,há anos parei aqui e fui no yacimiento arqueológico de el Chocon aonde dizem ter encontrado o maior esqueleto de dinossauro do mundo,o Argentinosauro.Fica distante cerca de 1h da cidade,tem um museu de sitio e tem coisas interessantes na trilha dos pesquisadores para ver.

Além disso,por ser maior,a cidade apresenta outros museus e preços altos nos hotéis,por ser região de extração de petróleo e de executivos de negócios.Ligada por uma ponte a Cipoletti,ali tem hospedagem mais barata,por ser uma cidade menor e dormitório de Neuquén.

San Martin e seu cavalo libertador.jpg

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Córdoba

Longa estrada, predominantemente reta, leva de Santa Rosa a Córdba.Super cansativo,arrependi-me de ter feito Bahia Blanca na ida.Devia ter deixado para a volta,já estava próximo ao carnaval e ia passa-lo em Villa Carlos Paz e região,relembrando os meus bons e velhos tempos de Santiago.Mas cheguei quase 4h da manhã a Rio Cuarto.

Cidade agrícola como toda a província de La Pampa e sem atrações turísticas,só descansei um pouco e estava de volta a estrada para chegar a cidade tão conhecida,na qual ficaria 1 noite,antes de partir para o Carnaval que é época de argentino passear.

Nesse dia relembrei das luzes e da Manzana Jesuitica,Patrimonio da Humanidade,1 universidade da América funcionou aqui,sendo que a Faculdade de Direito ainda funciona.No passado,pensei em estudar aqui de tão bem tratado pelos argentinos que sou,mas acabei optando por Chile.Porem quem sabe 1 dia chegará essa oportunidade,pois como em toda a Argentina,universidade é grátis.

Fiz o novo city tour que não havia pelos pontos turísticos do centro da cidade.Conheci as belíssimas construções de De la Sota,o governador Paulo Maluf argentino,roubava,mas fazia.O novo terminal de bus vi construindo,agora funciona plenamente,o de trens ée novo,mas novíssimos são as sedes dos poderes.O Palácio de Governo inaugurado há poucos meses e a Casa Legislativa ainda não entregue são belíssimos,assim como,a Ponte do Terceiro Milenio,esses últimos realizados pelo governo atual,pois De La Sota morreu sem conseguir ser presidente.

Anoite fui a exibição do planetário que fica em um Museu,a Plaza Cielo-Terra,outra inauguração recente e de entrada gratuita.Basta chegar antes das 20h e pegar uma senha que é distribuída pelas funcionária-guias na entrada.O planetário foi doado por uma universidade francesa a prefeitura,dei azar no dia,pois achei fraca a exibição.

Puentes 2010.jpg

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Villa Carlos Paz

O que pensa quando ouve falar em vila? Uma cidade pequena, não é?Pois essa vila era mini quando da fundação, perto de Cordoba,ligada a essa grande cidade por um caminho fantástico, que se mantém até hoje,a cidade cresceu e,hoje,conta com mais de 100 mil habitantes fixos. O lugar é típico de verão, quando concentra o turismo ao norte do país pelo seu clima fresco ao contrário do resto do Norte do país. 

A Villa tem um passeio obrigatório, o teleférico, não tão bom como o de Los cocos,mas muito movimentado após as 15h até o fim da tarde.O lago artificial é o outro grande passeio da cidade ,tem vários horários do catamarã que o percorre.O lago é artificial,foi construído por Cordoba ser muito seco,então era para abastecer de água o lugar,a capital e gerar energia em uma pequena usina,em pleno funcionamento e com um museu.Anexo ao teleférico há um aquário que eu não recomendo,conheço de 2014,e sei que só há preço e mais nada.

Por aqui é imprescindível tomar o city tour,mas é diferente de outros lugares. Não há lugares para fazerem paradas,então ele faz uma única,no próprio teleférico, que é o proprietário. A cidade tem uma zona turística bem pequena é do lago ao centro que concentram lojas de guloseimas, hotéis e restaurantes de todos os tipos e para todos os bolsos,além de tudo que há em uma Cidade bem estruturada.

Os passeios que cito que há na região saem todos de Carlos Paz.Se saem 4 de Cordoba, daqui sempre tem mais,por exemplo,Los Tuneles que é o mais caro,cansativo e distante da região. É belíssimo até as cidades de Mina Cravero e Cura Brochero há estrada e ônibus a toda hora,mas depois, só em tour mesmo quando entra nas Sierras Grandes,caminho de ripio até os túneis propriamente ditos,um dos lugares mais bonitos que já vi.O último túnel marca a divisa com San Luís, fim da estrada.Dizem que o projeto era fazer um corredor turístico a Merlo,mas o dinheiro sumiu,e o projeto ficou incompleto. 

Dique San Roque.jpg

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Interior de Córdoba

Como não há carnaval no país,somente no litoral o que contarei depois,os argentinos sempre aproveitaram os feriados(lá são dias de festivos) para viajar.Recomendo para quem não gosta da folia ou queira descansar e conhecer coisas novas.Para mim é ruim,pois Córdoba enche de brasileiros que só falam português e não entendem da vida na Argentina,com exceções,claro.

Uma dessas exceções tornou-se uma grande amiga.Fiz vários tours com ela,sua mãe,irmã e cunhado.Enfim,virei da família por 4 dias,são baianos,então '"falam" a mesma língua que eu.Nesses dias,foi ela quem me falou da chegada do vírus a SP.Eles iriam embora no fim de semana,mas eu no outro,ainda teria 7 dias para torcer o não fechamento de nada.

Mas fizemos juntos,o passeio do vinho,muito boa descoberta,inclusive para mim,que conhecia Alta Gracia e Colonia Caroya(aonde fica),mas no temo em que fui lá,não havia a entrada nas vinícolas. É um tour para você ,que não conhece,apreender como é produzido o vinho argentino,totalmente diferente dos tours de vinho chilenos,que conheço tão bem.Cada vinícola tem sua peculiaridade em seu tour.

Também fui rever a estancia jesuítica de Alta Gracia,um lugar único,do tempo dos jesuítas,era a sede deles e os indígenas viviam em igualdade ao redor.Um regime socialista em 1600,mais de 200 anos antes da aparição das teorias.A diferença era a teocracia e o domínio das mentes pelos padres.Há um museu tombado como monumento nacional e gratuito.

Também há aqui a casa em que meu ídolo,Ernesto Che Guevara,passou grande parte da infância.Ele nasceu com problemas pulmonares e a família mudou-se para cá atrás da cura daquele que seria o maior latino americano de todos os tempos.Há cobrança de ingresso e caro,não entrei,pois já conhecia e sei que não há muito para ver,só a replicada moto em que El Che andou pela América conhecendo a pobreza,que infelizmente,cresce a cada dia ,como vejo em minhas andanças atuais.

Há também a Casa de Manuel de Falla,um musico espanhol e a gruta de Lourdes(outra)de Alta Gracia,por isso o nome da cidade,despreziveis.

Também ,em outro passeio,o das Serras,há um hotel que dizem ter sido moradia de nazistas,a cara de paulistas.kkkkkkkk,porém esse passeio começa em Dique San Roque já falado acima,com parada nessa ponte,depois uma outra parada em Cosquin para ver o palco do festival do folclore.Conhecia como palco do festival de rock,ali estive há cerca de 10 anos,mas nem sabia dessa troca de nome.A partir daqui vamos a La Falda ver as tais ruinas do hotel dos nazis,para depois ir a Los Cocos,aonde há um teleferico,cuja saudade da Lulu foi muito grande,já que ai estive no tempo dela.Para a minha nova amiga,novidades,para mim só recordação.

Por do sol na ponte.jpg

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Santa Fé

Capital de estado que conheço muito.Não tem turismo,só um passeio de barco muito bom que era realizado aos domingos pelo rio Paraná e um shopping pequeno acoplado a um cassino.Hoje,o estado tem sua cidade principal,Rosário,dominada por quadrilhas, que impuseram a violência.Ocorreu o assassinato de um rival em frente ao tal cassino no começo do ano.Disputa entre traficantes,houve intervenção da gendarmeria nacional,motivos pelo qual não visite dessa vez.

Paraná

Localizada em frente a Santa Fé,mas do outro lado do rio.A capital de Entre Rios parece com o interior.Embora tenha crescido um pouco nos últimos anos,não sei se melhorou em pontos turísticos,pois no passado a maior atração que tinha,era o tunel sub fluvial do Paraná e um museu da história de sua construção localizado ao sair dele.Abaixo,a foto do túnel.

20200228_180203.jpg

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Gualeguaychu

Capital do carnaval argentino que é bem diferente do modo de fazer brasileiro. Na verdade é um espetáculo, várias crianças, muita gente bonita e quase sem álcool,visto que,não vão ver desfile com garrafas de vinho,a bebida nacional. 

O desfile é um espetáculo familiar que conta inclusive com sambas anti religiosos,o que adorei, mostrando que nada tem a ver família e religião como querem fazer crer certas "pessoas ".Tem todas as noites de sábado do mês de fevereiro, sendo a do feriado de carnaval mais concorrida, pois a cidade fica relativamente perto de BsAs,fazendo com que muito porteños vão passar o feriado ali.

Como sempre falo aqui,ingressos se compra na hora.Aqui também, compras antecipadas tem que pagar 10%a mais da empresa que vende pela net e brasileiros serem roubados pelo IOF.Tem lugar sobrando, o sambódromo é muito grande só lotando justamente no fim de semana feriado de carnaval. 

Club náutico.jpg

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Lujan

Voltei a BsAs para vir ao Brasil e daqui seguir a Punta Cana, mas a fronteira estava para fechar.Faltavam 3 dias para o vôo, tinha que contar com a sorte,pois o vírus tinha acabado de chegar da Itália e os argentinos pressionavam pelo fechamento da fronteira.Não tinha consciência de que minhas férias tinham acabado no carnaval de Gualeguaychu,só pensava que tinha de continuar. 

Era uma segunda-feira, tudo fechado,mas vi na net que o Zoo de Lujan estava aberto. Fui a Plaza Itália tomar o bus Atlântica para ir,mas fui informado pelo motorista de que estava fechado. Já que o belíssimo zoo Teimaken, que não vou há anos,também não abre as 2 feiras,não tive opção. 

Tive que seguir a basílica de Lujan, localizada no centrinho da cidade.Eu,que odeio igreja, fui até o terminal da cidade que fica em frente. 

Basilica de Lujan.jpg

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa!

Você pode ajudar esse viajante agora e se cadastrar depois. Se você tem uma conta,clique aqui para fazer o login.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emoticons no total são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.




×
×
  • Criar Novo...