Ir para conteúdo

Pesquisar na Comunidade

Mostrando resultados para as tags ''cidade''.



Mais opções de pesquisa

  • Pesquisar por Tags

    Digite tags separadas por vírgulas
  • Pesquisar por Autor

Tipo de Conteúdo


Mochileiros.com

  • Perguntas e Respostas
    • Perguntas Rápidas
    • Perguntas e Respostas & Roteiros
    • Cupons de Desconto
  • Relatos de Viagem
    • Relatos de Viagem
  • Companhia para Viajar
  • Equipamentos
  • Trilhas e Travessias
  • Nomadismo e Mochilão roots
  • Outras Formas de Viajar
  • Outros Fóruns

Encontrar resultados em...

Encontrar resultados que...


Data de Criação

  • Início

    FIM


Data de Atualização

  • Início

    FIM


Filtrar pelo número de...

Data de Registro

  • Início

    FIM


Grupo


Sobre mim


Ocupação


Próximo Destino

Encontrado 4 registros

  1. Planejo uma viagem para o Paraná e estou aceitando sugestões de qual a primeira cidade a visitar lá? Se puderem me ajudar agradesço 😁😘
  2. Olá galera, sou novo nesse meio e estou precisando comprar uma bota nova, eu estudo o dia inteiro e costumo me aventurar mais aos finais de semana, e eis que após pesquisar um bocado, entrei em um impasse entre uma Bull Terrier Alpina ou uma Airstep 8820-1... Elas valem a pena? Qual seria a melhor? Há outras para se considerar nessa mesma faixa de preço? (Ps: como iniciante, ainda sou leigo e meus passeios não são tão pesados, tenho apenas 16 anos e muito interesse no mundo do sobrevivesialismo).
  3. Ela é técnica de radiologia, perfecionista, exigente, ansiosa com o desconhecido e o futuro, desconfia de surpresas, gosta de ligar aos amigos e espera que eles também lhe liguem. Tem mais de 30 e deixou de fazer fretes, de fazer sala aos que são só conhecidos e de trabalhar por dinheiro, se não lhe trouxer prazer. Ela tem colite ulcerosa e trouxe mais de dois quilos de medicamentos. Ele é engenheiro civil, perfecionista, exigente, focado, aventureiro, mão de vaca, gosta dos amigos mas não de lhes ligar. Caminha para os 30 ainda devagar e não se deixa levar pelos julgamentos e opiniões dos outros. Ele acha que não tem doenças mas passa a vida a espirrar. A ideia e o orçamento da viagem são dele. Discordam em muita coisa mas juntos formam a dupla do 365 dias no mundo. Um escreve, o outro corrige. Um fotografa e edita, o outro fixa as paisagens com o olhar e as texturas com os dedos. Um odeia mosquitos, o outro lembra que o mosquiteiro é essencial. São os dois boa boca e experimentam tudo. Quando ela não gosta do que experimenta, ele sacrifica-se e come o resto. Ela quase não come açúcar e ele está sempre pronto para a livrar desse fardo. Viajam de mãos dadas mas cada um carrega o peso que decidiu trazer. Viajámos durante 5 meses pela América do Sul e Central, e criámos este blog para contar a nossa experiência, as coisas boas e as menos boas, os gastos previstos e os inesperados e tudo o que vemos por esse mundo fora. Somos portugueses, mas pertencemos ao mundo e queremos conhecer mais. https://365diasnomundo.com/
  4. Post original com fotos aqui: http://www.queroirla.com.br/banespao-sao-paulo-do-alto/ Um dos lugares clássicos de São Paulo é o Edifício Altino Arantes, mais conhecido como Banespão, aquele icônico prédio branco inspirado no Empire State Building que um dia já foi a maior construção da capital paulista. Embora hoje tenha perdido esse título, ainda é um dos elementos principais do skyline paulistano e oferece uma vista linda da cidade! O prédio foi erguido originalmente para abrigar a sede do Banco do Estado de São Paulo, sua construção começou em 1939, com a pedra fundamental e foi inaugurado pelo governador Ademar de Barros em 1947, com 35 andares e pouco mais de 160 metros de altura. Mais tarde, na década de 60, foi batizado com o nome atual, Altino Arantes, em homenagem ao primeiro presidente do banco. A visita é bastante restrita, (imagino que esse seja o motivo de tantos paulistanos não conhecerem o lugar) acontece de segunda a sexta, das 10h às 15h e não tem custo. No saguão de entrada é possível ver móveis e objetos antigos como o cofre e o magnifico lustre. É necessário pegar o elevador e depois subir alguns lances de escada até chegar a uma salinha com alguns objetos históricos e notícias da época de fundação do prédio. Ao chegar na espremida varanda 360º no topo do prédio, um funcionário avisa que você terá 5 minutos contados no relógio para apreciar a vista, é bem pouco, mas vale a pena! Lá de cima nossa selva de concreto ganha charme, atrás de uma infinidade de edifícios vê-se as montanhas da Serra da Cantareira e o Pico do Jaraguá. Já num plano mais próximo é possível avistar a Catedral da Sé, o Mercado Municipal, o prédio todo colorido das Galerias Pajé (o que parece feito de lego, não tem erro!), o Viaduto do Chá, o Páteo do Colégio entre outros pontos turísticos de São Paulo. São Paulo vista de cima do edifício Altino Arantes, o Banespão São Paulo vista de cima do edifício Altino Arantes, o Banespão São Paulo vista de cima do edifício Altino Arantes, o Banespão O centro é uma das regiões mais interessantes de São Paulo, aproveite sua visita pra andar um pouco por ali e talvez tomar uma cerveja no Salve Jorge, um bar delicioso bem na saída do Banespão. Muita gente tem medo de andar por lá, mas com um pouquinho de atenção é bem tranquilo e proveitoso. Obs. No momento a visita ao mirante está interditada por causa de obras no local, o ideal é ligar antes de planejar a visita para saber se estará aberto: 2196-3730. Informações práticas: Edifício Altino Arantes (Banespão) Endereço: Rua João Brícola, 24 – Centro | Metrô São Bento Horários: De segunda à sexta-feira das 10h às 15h Entrada gratuita
×
×
  • Criar Novo...