Ir para conteúdo

Atacama, Salar de Uyuni, La Paz, Lago Titicaca, Cuzco, Machu Picchu, Lima, Bogotá


Posts Recomendados

  • Membros

4o dia 24/abr (ter/mar) – Deserto do Atacama (Geysers del Tatio / Valle de La Luna)

 

Nesse dia acordei de madrugada, pois o primeiro passeio do dia seria para os Geysers del Tatio.

Muita gente não gosta muito desse passeio por ter que levantar de madrugada e enfrentar um frio "de morrer" pra nós brasileiros... rs

Mas é justamente esse frio que torna os geysers mais bonitos, afinal eles se formam do encontro entre o vapor quente que sai da terra e o ar gelado.

O micro-ônibus da Maxim passou no hotel no horário marcado, às 4h30.

Chegando próximo, cerca de 4800m de altitude, é preciso pagar a entrada de 5.000 pesos e também há banheiros disponíveis para uso.

Esse foi um dos momentos mais frios, literalmente, da viagem, peguei 4 graus negativos.

Nesse dia levei, além da mochila de ataque, a mochila cargueira com várias roupas para enfrentar o frio (luvas, blusas, meias, calças, etc.).

 

Mais um pouco de trajeto de micro-ônibus e chegamos aos geysers, com o dia quase amanhecendo.

Outra paisagem impressionante, com toda aquela água e fumaça saindo, o Vulcão Tatio e outros picos nevados ao fundo.

Os geysers são demarcados com pedras por questões de segurança. Segundo o guia já morreram algumas pessoas e vários se queimaram. Mas é só usar o bom senso que não tem problema nenhum.

Fiquei lá, entre os geysers por um bom tempo, admirando e tirando fotos, até o dia amanhecer.

O duro de viajar sozinho é que a gente acaba não saindo na maioria das fotos, mas é só pedir que sempre há alguma "alma caridosa" pra tirar uma foto da gente... rs

 

Tomamos um café bem parecido com o do dia anterior com o acréscimo de leite e ovos, cozidos nos próprios geysers. Mas eu preferi não arriscar pra não ter nenhum tipo de "indisposição estomacal", ainda mais no início da viagem... rs

Logo após o café partimos para o local onde ficam as águas termales, onde é possível tomar banho.

A temperatura da água, segundo disseram era ótima, mas não era recomendado permanecer por mais de 20 minutos devido aos minerais presentes na água.

Teve brasileiro que entrou, mas nem sequer passou pela minha cabeça entrar com o frio que estava. Na minha lógica esses 20 minutos não compensavam alguns "segundos" de frio para tirar a roupa e depois para se enxugar e colocá-la de novo... rs

 

Aproveitei então para tirar mais fotos e conhecer um brasileiro que estava vindo de outras cidades menos conhecidas, mas não menos bonitas segundo ele. Infelizmente acabei me esquecendo do nome dele, mas o encontraria novamente no passeio para as Lagunas Altiplânicas.

 

Depois mais uma parada para banheiro onde havíamos pago as entradas e fomos para um povoado (Pueblo de Machuca), onde comi pela primeira vez carne de llama.

Desconfiado, porque não senti muita diferença na carne, perguntei pro guia que me garantiu que era llama mesmo... rs

Explicou também que a carne praticamente não tem colesterol e que llamas e alpacas são domésticas, criadas para utilização da carne, leite, lã, etc.

Já vicunhas e guanacos eram selvagens e, se não me engano, não podiam ser caçados.

Realmente vimos algumas soltas durante o trajeto.

Nesse povoado, além das comidas locais que são vendidas não há muita coisa interessante, além de uma igrejinha.

 

Após isso voltamos pra San Pedro, aonde chegamos por volta de 12h.

Cansado, aproveitei para dar uma relaxada antes do passeio da tarde, que sairia às 16h na frente da Maxim, para o Valle de La Luna.

 

No horário marcado estava lá novamente o Víctor pra buscar a gente.

Dessa vez havia um casal de portugueses, um de brasileiros e um, acho que, de franceses, apenas eu estava sozinho.

Fomos até a entrada, onde paga-se 2.000 pesos, e seguimos rumo às atrações.

 

A primeira parada é na Cordillera de la Sal, um local que, como o próprio nome diz, é repleto de sal.

São diversas formas que o sal assume e é muito bonito o mesclado do vermelho da terra com o branco do sal.

A gente entra em uma espécie de caverna, não muito extensa, é verdade. O guia leva lanterna nesse trecho,

mas se alguém levar também ajuda.

Saindo subimos as colinas numa "pequena escalada", com visual também muito bonito e descemos de novo em direção ao ônibus.

 

A próxima parada é para uma caminhada no local que é o cartão-postal do Valle de La Luna, onde fica o Anfiteatro. De lá é possível compor umas fotos muito boas com o próprio Anfiteatro e o Vulcão Licancabur (pra variar... rs) ao fundo.

Depois disso seguimos para a formação rochosa Las tres Marias.

O pôr-do-sol era visto próximo a esse local (Anfiteatro / Las tres Marias), mas por causa das chuvas a "duna do pôr-do-sol" ficou interditada por segurança, então partimos para o Valle de La Muerte.

 

Achei o Valle de La Muerte bonito, mas confesso que estava esperando mais desse local.

Talvez o "incidente" com a minha câmera tenha abalado um pouco a minha interpretação de lá.

É que estava ventando muito, mas muito forte, então a tampinha da objetiva da câmera acabou caindo e, como era redonda e ventava muito, foi "rolando em alta velocidade" até cair morro abaixo... rs

Mas tudo bem, pensei, antes isso do que algo realmente importante.

 

Voltamos ao ônibus e teríamos que ir embora rápido para não perder o pôr-do-sol, mas o casal de franceses não voltava, então achamos que o passeio não ia dar certo.

Depois de alguns minutos de "indignação" eis que aparecem os dois, então partimos para o local de onde eu veria o pôr-do-sol mais bonito de toda a viagem.

Fica num local que não tem nome, mas onde tem a "pedra do coiote" que, segundo o guia, é devido à semelhança das pedras que sempre caiam em cima do coiote no desenho do Papa Léguas... rs

Realmente a tal pedra é legal e ninguém resiste às fotos com ela.

Após alguns minutos o sol começou a se por e aí é um "corre-corre" pra um lado e pra outro na busca do melhor visual: Licancabur, deserto, sol, etc.

 

Chegamos de volta a San Pedro por volta de 19h30 e já fui direto pro escritório da Space Obs ver se haveria o Tour astronômico, pois já estava de olho nas nuvens e achei que não iria ser possível novamente.

Informaram novamente que não era possível saber naquele horário, que eu teria que voltar mais tarde.

Fui para o hotel novamente desanimado com isso, mas feliz com tudo que tinha visto no Atacama até então.

 

Quando foi por volta de 21h voltei à Space Obs e informaram que o tour estava confirmado.

Saí então correndo para o hotel para pegar o dinheiro e confirmar a reserva. Sorte que o hotel ficava bem próximo de lá.

Fiz o pagamento e voltei para o hotel para tomar banho e me preparar, pois o ônibus sairia de San Pedro somente às 23h30.

 

No horário e local marcados saímos para o tour, pois a casa (na verdade uma espécie de sítio) do francês que tinha os telescópios e fazia o tour era um pouco afastado de San Pedro para que a observação não sofresse interferência das luzes da cidade.

Chegando lá, numa escuridão total, fomos recebidos pela esposa do francês, uma chilena que fazia os tours em espanhol.

Primeiramente ela dá uma aula "teórica", que é feita diretamente sob as próprias estrelas, num frio de rachar. Mas oferecem mantas pra quem não foi com roupa suficiente. Aliás, quase todo mundo aceitou uma. Só não peguei porque já estava começando a me acostumar com isso, depois do frio que foi durante os geysers... rs

Eu achei que a teoria valeu bastante à pena, pois explicam muitos conceitos complexos de forma simples. Inclusive eles tem uma laser (uma espécie de espada jedi, do Guerra nas Estrelas), que apontam pra uma estrela e a luz dá impressão de chegar até lá.

 

A segunda parte é prática, de observação nos telescópios. No dia que eu fui o grupo era de nove pessoas e eles tinham oito telescópios disponíveis, mas não foi problema, porque cada um aponta para um local diferente, então todo mundo acaba passando por todos eles.

Um apontava para Saturno, outro para Marte, outro pra alguma constelação específica, outro era preparado para mostrar diferenças de cores, etc.

 

Depois da observação nos telescópios rola um bate-papo, já dentro da casa, onde servem um chocolate quente, que segundo um dos guias de passeios pelo Atacama era o melhor da região.

Eu, como continuava firme no meu propósito de não tomar leite, acabei optando por chá de coca novamente. Mas não, não fiquei "viciado", era apenas para não ter problema com a altitude mesmo... rs

 

Uma das coisas que me arrependi depois, maníaco por fotos que sou, foi de não ter pedido pra tirar fotos com os telescópios.

Achei que não poderia, mas na volta uma moça estava mostrando umas fotos que fez com ajuda do francês.

Fazer o quê, fica pra uma próxima... rs

 

Gastos do dia:

Entrada - Geysers del Tatio: 5.000 pesos chilenos

Churrasco de llama: 2.000 pesos chilenos

Entrada - Valle de La Luna: 2.000 pesos chilenos

Suco: 600 pesos chilenos

Tour astronômico: 18.000 pesos chilenos

 

 

[picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20120527122127.JPG 333.333333333 500 Geysers del Tatio]Geysers del Tatio[/picturethis]

 

[picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20120527122215.JPG 500 333.333333333 Geysers del Tatio]Geysers del Tatio[/picturethis]

 

[picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20120527122246.JPG 500 333.333333333 Caminho entre Geysers del Tatio e Pueblo de Machuca]Caminho entre Geysers del Tatio e Pueblo de Machuca[/picturethis]

 

[picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20120527122413.JPG 333.333333333 500 Cordillera de la Sal]Cordillera de la Sal[/picturethis]

 

[picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20120527122513.JPG 500 333.333333333 Valle de La Luna]Valle de La Luna[/picturethis]

 

[picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20120527122608.JPG 500 333.333333333 Las tres Marias]Las tres Marias[/picturethis]

 

[picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20120527122651.JPG 500 333.333333333 Pedra do Coiote]Pedra do Coiote[/picturethis]

 

[picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20120527122731.JPG 500 333.333333333 Pôr-do-sol próximo ao Valle de La Luna]Pôr-do-sol próximo ao Valle de La Luna[/picturethis]

Editado por Visitante
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Colaboradores

Oi, Marla!

 

A Grado 10 também foi, no início do meu planejamento, a agência que mais me agradou.

Só não fiz com eles porque não tinham os passeios da forma que eu estava procurando (eles não fazem o Salar de Tara e no passeio das Lagunas Altiplânicas não passam pelo Salar de Talar).

Aliás, acabei não conseguindo ir para o Salar de Talar, mas isso é outra história, deixo pra relatar depois, no post do meu último dia no Atacama... rs

Mas voltando à Grado 10, eu passei pelo escritório deles quando fiz minha pesquisa de preços por San Pedro e, durante os passeios que fiz, vi o caminhão e o grupo deles.

Tive uma boa impressão sim. Fui com a Maxim, mas se precisasse teria ido com eles numa boa.

 

Abs!

 

Oi Iderley, obrigada pela resposta! Vc tem o contato dessa agencia Maxim? os preços batem com os da Grado 10? pode ser uma opção na hora, caso algo nao saia como planejado.

abs!

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros

Oi, Marla!

 

A Grado 10 também foi, no início do meu planejamento, a agência que mais me agradou.

Só não fiz com eles porque não tinham os passeios da forma que eu estava procurando (eles não fazem o Salar de Tara e no passeio das Lagunas Altiplânicas não passam pelo Salar de Talar).

Aliás, acabei não conseguindo ir para o Salar de Talar, mas isso é outra história, deixo pra relatar depois, no post do meu último dia no Atacama... rs

Mas voltando à Grado 10, eu passei pelo escritório deles quando fiz minha pesquisa de preços por San Pedro e, durante os passeios que fiz, vi o caminhão e o grupo deles.

Tive uma boa impressão sim. Fui com a Maxim, mas se precisasse teria ido com eles numa boa.

 

Abs!

 

Oi Iderley, obrigada pela resposta! Vc tem o contato dessa agencia Maxim? os preços batem com os da Grado 10? pode ser uma opção na hora, caso algo nao saia como planejado.

abs!

 

Oi, Marla!

 

Seguem as informações do folheto que peguei na Maxim quando estive por lá.

Só não sei se eles respondem e-mail, pois não havia entrado em contato com eles antes de chegar a San Pedro.

Ah! E vale sempre pedir um desconto, principalmente se for fechar vários passeios, independente da agência (Grado 10 ou Maxim).

 

TOURS REGULARES

Geisers del Tatio: 04:30-12:00 $ 20.000 pesos (incluye desayuno)

Valle de la Luna: 16:00-20:30 $ 8.000 pesos (no incluye entrada)

Lagunas Altiplánicas: 07:00-15:00 $ 28.000 pesos (incluye desayuno)

 

TOURS EXCLUSIVOS

Salar de Tara: 07:00-15:30 $ 50.000 pesos (incluye desayuno y almuerzo)

Valle del Arcoiris - Petroglifos: 08:00-14:00 / 14:00-20:00 $ 25.000 pesos

Geysers - Pueblos: 04:30-17:00 (incluye almuerzo) $ 45.000 pesos

Ojos del Salar - Cejar: 08:00-14:00 / 16:00-20:30 $ 12.000 pesos (no incluye entradas)

 

ASCENSO VOLCANES

Lascar: 05:00-17:00 $ 90.000 pesos (incluye desayuno y almuerzo)

Licancabur: 2 días $ 140.000 (incluye desayuno y almuerzo)

Sairecabur: 05:00-17:00 $ 90.000 pesos

Cerro Toco: 07:00-17:00 $ 70.000 pesos

 

CABALGATAS

2hrs. Mínimo valor hora $ 7.000 pesos

 

SANDBOARD

3hrs. con instructor y tabla $ 12.000 pesos

 

Calle Caracoles # 174 - C

Fonos: (56) (55) 424724

(09) 2134560

maximexperience.cl

[email protected]

 

Abs!

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros
Obrigada Iderley!!! To curtindo muito seu relato! E estou surpresa que vc realmente nao comeu nada nesse tempo em Atacama menino! kkkk

 

Por nada, Marla!

Tudo que eu tiver de informação estou repassando... rs

 

E quanto às refeições, acho que é mais porque estou acostumado com uma só por dia. Aqui no Brasil não costumo jantar...

Mas recomendo a todo mundo fazer as duas, senão daqui a pouco estou sendo processado por conselhos imprudentes... kkk

 

Abs!

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa

Você pode postar agora e se cadastrar mais tarde. Se você tem uma conta, faça o login para postar com sua conta.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emojis são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.

×
×
  • Criar Novo...