Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Atacama, Salar de Uyuni, La Paz, Lago Titicaca, Cuzco, Machu Picchu, Lima, Bogotá


Posts Recomendados

  • Membros

Nao vou levar passaporte nao. Vou de RG mesmo, até pq sou chilena e vivo no Brasil a 34 anos. Tenho rg chileno tb, entao acredito que nessa parte da viagem nao terei problemas rsrsrs

Qto ao email, era isso mesmo. Pensei que de repente tivesse salvo teu relato completo em algum arquivo. E estivesse postando aqui com mais detalhes, nao sei. Foi só uma idéia...mas está tranquilo olhar por aqui tb. Achei que fosse ficar mais difícil rsrsrsrs mas aqui ao menos vejo as fotos e coloco no meu roteiro a minha opiniao...rsrsrs

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Respostas 206
  • Criado
  • Última resposta

Mais Ativos no Tópico

Mais Ativos no Tópico

Postagens Populares

1o dia 21/abr (sáb) - Brasil   Neste dia pela manhã aproveitei para verificar os últimos detalhes: limpar os cartões de memória e carregar as baterias da câmera, verificar se os vôos estavam ok (poi

  • Membros
Oi Iderley, agora montando meu roteiro com mais detalhes, estou vendo teu relato e anotando rsrsrs.

Qual site vc tentou fazer a compra dos ingressos aqui no Brasil de Machu Picchu e Huayna Picchu?

 

Oi, Norma!

 

Tentei fazer a compra pelo site http://www.machupicchu.gob.pe, mas não consegui por causa do cartão não ser verified by visa.

Acabei comprando através de uma agência (Machu Picchu Brasil), mas parece que esta agência não está mais vendendo o ingresso separado, somente pacotes.

Já no site da PeruRail consegui comprar as passagens de trem com o cartão sem nenhum problema.

 

Abs!

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros
Nao vou levar passaporte nao. Vou de RG mesmo, até pq sou chilena e vivo no Brasil a 34 anos. Tenho rg chileno tb, entao acredito que nessa parte da viagem nao terei problemas rsrsrs

Qto ao email, era isso mesmo. Pensei que de repente tivesse salvo teu relato completo em algum arquivo. E estivesse postando aqui com mais detalhes, nao sei. Foi só uma idéia...mas está tranquilo olhar por aqui tb. Achei que fosse ficar mais difícil rsrsrsrs mas aqui ao menos vejo as fotos e coloco no meu roteiro a minha opiniao...rsrsrs

 

Ah! Entendi... rs

O que eu tenho completo é a parte dos custos (pelo menos todos que anotei... rs).

Se quiser posso te enviar ou postar por aqui.

Abs!

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros
Opa, eu quero. Você diz parte dos custos dos passeios que vc fez né? Quero sim, pq estou colocando isso td em uma lista, conforme tua opinião sobre o que é bom visitarmos ou não...rrsrsrs meu email [email protected]

E continuo no aguardo dos teus próximos posts...ansiosaaaa...

Muitíssimo obrigada pela ajuda!

 

Norma,

Mandei para o seu e-mail, mas vou deixar aqui também, pois pode ser útil pra mais alguém, antes que eu termine o relato.

Abs!

 

 

22/abr

- Gastos:

Transfer Licancabur Calama / San Pedro de Atacama: 30 dólares (900 pesos chilenos de troco)

Água 1,6L: 950 pesos chilenos

Tour Lagunas Altiplânicas + Salar de Talar: 40.000 pesos chilenos (Cosmo Andino)

Tour Salar de Uyuni: 65.000 pesos chilenos (Colque Tours)

Tours Atacama: 78.000 pesos chilenos (Maxim Experience)

Entrada - Laguna Cejar: 2.000 pesos chilenos

- Câmbios:

500 dólares por 242.500 pesos chilenos

45 dólares por 242 bolivianos

 

23/abr

- Gastos:

Lan house (impressão de cópia da carteirinha internacional de vacinação): 800 pesos chilenos

Água 6L: 1.700 pesos chilenos

 

24/abr

- Gastos:

Entrada - Geysers del Tatio: 5.000 pesos chilenos

Churrasco de llama: 2.000 pesos chilenos

Entrada - Valle de La Luna: 2.000 pesos chilenos

Suco: 600 pesos chilenos

Tour astronômico: 18.000 pesos chilenos

 

25/abr

- Gastos:

Entrada - Salar de Atacama: 2.500 pesos chilenos

Hostal Sonchek: 44.000 pesos chilenos (4 diárias)

Telefonema - Brasil: 850 pesos chilenos

- Devolução:

Tour Lagunas Altiplânicas + Salar de Talar: 20.000 pesos chilenos

 

26/abr

- Gastos:

Entrada - Reserva Nacional Eduardo Avaroa: 150 bolivianos

- Câmbios:

300 dólares por 2.061 bolivianos

 

27/abr

- Gastos:

Ônibus Uyuni / La Paz: 230 bolivianos

 

28/abr

- Gastos:

Caixinha - Motorista do tour do Salar de Uyuni: 50 bolivianos

Banheiro - hotel de sal no Salar de Uyuni: 5 bolivianos

Lan house: 4 bolivianos

Pizza, refrigerante: 70 bolivianos

 

29/abr

- Gastos:

Táxi Todo Turismo / Hostal Copacabana: 12 bolivianos

Tour Chacaltaya / Valle de La Luna: 60 bolivianos (Buho's Tours)

Entrada - Valle de La Luna: 15 bolivianos

Caixinha - Guia do tour do Chacaltaya: 20 bolivianos

Tour Tiwanaku: 60 bolivianos (Buho's Tours)

Estátua - Monólito de Tiwanaku: 20 bolivianos

Porta-moedas: 10 bolivianos

Empanadas: 4 bolivianos

Refrigerante: 4,5 bolivianos

 

30/abr

- Gastos:

Hostal Copacabana: 90 bolivianos

Entrada - Tiwanaku: 80 bolivianos

Almoço - Tiwanaku: 30 bolivianos

Ônibus La Paz / Copacabana: 20 bolivianos

Balsa (Estreito de Tiquina): 1,5 bolivianos

 

01/mai

- Gastos:

Hotel Utama: 120 bolivianos

Barco - Isla del Sol (ida e volta): 35 bolivianos

Ônibus Copacabana / Puno: 35 bolivianos

Água 2L: 10 bolivianos

Entrada - Isla del Sol: 10 bolivianos

Caixinha - Guia do tour da Isla del Sol: 5 bolivianos

Pedágio Comunidade Challapampa: 15 bolivianos

Pedágio Comunidade Yumani: 5 bolivianos

Telefonema - Brasil: 34,80 bolivianos

Jantar (Truta, refrigerante): 30 bolivianos

Ônibus Puno / Cuzco: 30 soles

Taxa de embarque - rodoviária de Puno: 1 sole

- Câmbios:

960 bolivianos por 340 soles

 

02/mai

- Gastos:

Táxi Rodoviária de Puno / Hostal Quechua: 6 soles

Boleto turístico (Cuzco): 130 soles

City Tour + Vale Sagrado (com almoço): 70 soles

Balas: 0,40 soles

Empanadas: 1 sole

Inka Cola: 1,80 soles

Empanadas: 1,20 soles

Porta-moedas: 12 soles

Inka Cola: 4,50 soles

Balas: 2 soles

Miniatura de Machu Picchu: 18 soles

Entrada - Qorikancha: 10 soles

Presentes diversos: 20 soles

Chicha Morada (supermercado): 1,10 soles

- Câmbios:

200 dólares por 516 soles

 

03/mai

- Gastos:

Presentes diversos: 25 soles

Empanadas, chicha morada: 7 soles

Inka Cola: 4 soles

Gorjeta (músico do restaurante): 0,5 soles

Táxi Ollantaytambo / Cuzco: 20 soles

Telefonema - Brasil: 4 soles

 

04/mai

- Gastos:

Hostal Intiquilla: 66 soles

Inka Cola: 3 soles

Ônibus Águas Calientes / Machu Picchu (ida e volta): 45 soles

Telefonema - Brasil: 5 soles

Parilla (Alpaca, papas, refrigerante, salada): 10 soles

Inka Cola: 2,5 soles

Souvenir - Imã de geladeira (Machu Picchu): 10 soles

Hostal Quechua: 120 soles (2 diárias)

 

05/mai

- Gastos:

Táxi Hostal Quechua / Aeroporto de Cuzco: 10 soles

Táxi Aeroporto de Lima / Plaza San Martin: 20 dólares

Táxi Plaza de Armas / Huaca Pucllana: 12 soles

Entrada - Huaca Pucllana: 12 soles

Ônibus Huaca Pucllana / Shopping Larcomar: 1 sole

Lanche - Combo Bembos: 31,30 soles

Supermercado: 9 soles

Táxi Miraflores / Aeroporto de Lima: 45 soles

Guarda-volumes (aeroporto de Lima): 24 soles

Telefonema - Brasil: 6 soles

- Câmbios:

5,50 soles por 2 dólares

 

06/mai

- Gastos:

Táxi Aeroporto de Bogotá / Plaza Bolívar: 23.000 pesos colombianos

Táxi Centro / Cerro Monserrate: 5.000 pesos colombianos

Refrigerante: 2.500 pesos colombianos

Bolinho: 1.000 pesos colombianos

Almorabana: 2.000 pesos colombianos

Teleférico - Cerro Monserrate (ida e volta): 9.000 pesos colombianos

Réplica de peça do Museu do Ouro: 12.000 pesos colombianos

Imã de geladeira (Bogotá): 5.000 pesos colombianos

Táxi Cerro Monserrate / Aeroporto de Bogotá: 25.000 pesos colombianos

Doce (queijo, doce de leite, geléia): 2.000 pesos colombianos

Suco: 2.300 pesos colombianos

Croissant, suco: 5.100 pesos colombianos

Telefonema - Brasil: 1.600 pesos colombianos

- Câmbios:

100 dólares por 170.000 pesos colombianos

35.000 pesos colombianos por 19 dólares

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

9o dia 29/abr (dom) - Chacaltaya (La Paz)

 

Chegamos a La Paz por volta de 6h, pegamos as mochilas e me despedi do Sander, pois ele iria ficar na casa de um amigo em La Paz e eu ainda tinha a difícil tarefa de conseguir algum passeio para o mesmo dia.

Peguei então um táxi pra me levar ao Hostal Copacabana. Onde os ônibus páram já fica uma fila de táxis esperando o pessoal que desembarca.

 

Chegando ao Copacabana, estava tudo fechado, mas mesmo assim desci do táxi e fiquei procurando alguma campainha.

Depois de alguns segundos tensos encontrei, toquei e logo saiu um recepcionista, que devia estar dormindo, mas que me recebeu muito bem e já me deixou subir para o quarto, apesar de ainda não ser horário de checkin.

Achei o hotel bem legal, algo equivalente a um hotel 3 estrelas aqui no Brasil. Fiquei num quarto individual com banheiro privativo por 90 bolivianos a diária.

 

Deixei minhas coisas no quarto e parti para encontrar alguma agência para fazer um passeio para o Chacaltaya ou para Tiwanaku no mesmo dia, pois não podia perder tempo.

Desci (ou será que subi? rs) a Llampu até chegar à Sagarnaga, mas estava tudo fechado.

Conforme o funcionário do hotel havia me falado, só abririam lá pelas 8h, que segundo o que eu tinha pesquisado, era o mesmo horário em que saiam os passeios.

Desci a Sagarnaga e só encontrei uma agência aberta. Perguntei logo pelo passeio do Chacaltaya, que seria o mais difícil de conseguir. A funcionária falou que eles não faziam, mas que iria tentar conseguir pra mim. Fez algumas ligações, mas ninguém atendia, então falou pra eu voltar em alguns minutos.

Continuei na Sagarnaga até a igreja de San Francisco e não encontrei mais nada aberto, já estava ficando preocupado, mas voltei na agência e falei com a moça novamente. Mais uma vez ninguém atendia às ligações dela, mas ela pediu pra que eu descesse um pouco e fosse numa agência ali perto. Como eu já tinha passado por ali e estava tudo fechado, desanimei na hora, mas pra minha surpresa, quando desci novamente a tal agência estava aberta.

 

A agência se chamava Buho's Tours (Sagárnaga, Nro 242) e a moça que me atendeu disse que eles tinham um tour pro Chacaltaya programado para o dia e que tentaria me encaixar.

Depois de alguns minutos conseguiu falar com a guia que passou pra me pegar ali mesmo, pois eu já estava com tudo preparado (mochila, roupa e tudo mais).

Foi uma sorte tremenda, pois senão já estava pronto pra desembolsar uma boa grana pra não perder o dia e fazer um tour privado (um táxi ou algo assim).

Fechei o Chacaltaya com eles por 60 bolivianos.

 

Da agência a van saiu percorrendo os hotéis de La Paz pra buscar o restante das pessoas que também fariam o tour. Depois de recolher todo mundo partimos para El Alto, onde param para algumas fotos de La Paz.

Formam um contraste as montanhas e picos nevados ao fundo com as casas, que mais parece uma favela, de La Paz. Na verdade as casas são assim devido ao incentivo fiscal que as pessoas têm por não ter a construção da casa concluída. O problema é que, por causa disso, algumas passam "a eternidade" em construção... rs

 

Logo após isso uma parada em um mercadinho para comprar água e alguma coisa para lanche e seguimos em direção ao Chacaltaya.

Na estrada, uma parada providencial para fotos. Dali já se avista o Huayna Potosi, pico que, segundo a guia, serviu de inspiração para o logo da Parnamont Pictures.

O trecho final de subida é tenso, melhor nem olhar pro lado, pois o espaço da estrada só cabe a van e a alguns centímetros (que parecem milímetros), um precipício... rs

 

A van nos deixa a 5.300m de altura e só temos que andar os 100m finais, mas nessa altitude qualquer centímetro dá um bom trabalho... rs

Novamente fiquei preocupado em ter algum problema com a altitude, mas ainda bem que não senti nada, além da taquicardia, comum nestes casos.

 

Durante a subida, além do próprio Chacaltaya e do Huayna Potosi foi possível avistar, como o tempo estava bom, várias lagoas nas proximidades, cada uma com uma cor (vermelha, verde, azul, etc.) e bem longe o Lago Titicaca, meu destino dali a dois dias.

Havia um pouco de neve no Chacaltaya e neste caso significava sorte, diferente do Altiplano Andino no Atacama, pois não era bastante ao ponto de atrapalhar a subida.

O trajeto é de subida até um ponto onde podemos ir até uma antena que há lá em cima, de onde se tem uma vista ainda melhor do Huayna Potosi. Depois voltamos este trecho e fazemos a última investida até o topo do Chacaltaya, que nos recompensa com mais uma vista extraordinária.

 

Voltamos então para a van e, depois de já estarmos a caminho de La Paz, me dei conta que não havia pago a entrada, que deveria ser de 15 bolivianos, no Chacaltaya.

Como eu não havia feito por mal, acho que estava no banheiro nesse momento, deixei por isso mesmo, pois duvido que se eu entregasse o dinheiro para o guia ele iria fazer o pagamento mais tarde... rs

 

A van voltou para La Paz e deixou, na Igreja de São Francisco, um casal que não tinha interesse em ir para o próximo local, o Valle de La Luna.

Já havia lido que não era um passeio muito interessante, mas como sou de "ver para crer", decidi continuar.

Realmente não é nada "de outro mundo", como o nome diz, mas achei que valeu a pena sim ter ido até lá.

De lá também é possível avistar um pico que, segundo a guia, é o ponto mais alto de La Paz.

A guia também citou os outros "vales da lua" que existem por aí, inclusive os nossos (da Chapada dos Veadeiros e Diamantina) e o do Atacama, onde eu tinha ido alguns dias atrás.

 

Na volta a van nos deixou novamente na igreja de San Francisco e subi, com a guia, até a agência, pois iria fechar com eles também o passeio para Tiwanaku para o dia seguinte.

Fiz o pagamento de 60 bolivianos e combinei com eles de ir num micro-ônibus, pois como eu iria descer em El Alto (economizando um pouco do caminho para Copacabana), precisaria de espaço para levar a mochila cargueira. A moça da agência me falou que o guia do passeio a Tiwanaku me informaria o local onde deveria pegar o ônibus para Copacabana.

 

Cheguei ao hotel por volta de 16h. Perguntei pro pessoal da recepção e informaram que as lojas fechariam por volta de 17h a 18h.

Tomei um banho e saí pra dar uma olhada nas lojinhas e no famoso Mercado das Bruxas, onde tem os fetos de llama. Andei bastante por lá e acabei comprando, além de algumas lembrancinhas, algumas "empanadas de queso" e um refrigerante pra jantar numa lanchonete em frente ao hotel.

Voltei lá pelas 19h e já estava eu, novamente, arrumando minha mochila para partir no dia seguinte.

Antes de dormir fui usar a internet no computador do hotel, pois já não aguentava "caçar letra" usando wi-fi no celular... rs

 

Gastos do dia:

Táxi Todo Turismo / Hostal Copacabana: 12 bolivianos

Tour Chacaltaya / Valle de La Luna: 60 bolivianos (Buho's Tours)

Entrada - Valle de La Luna: 15 bolivianos

Caixinha - Guia do tour do Chacaltaya: 20 bolivianos

Tour Tiwanaku: 60 bolivianos (Buho's Tours)

Estátua - Monólito de Tiwanaku: 20 bolivianos

Porta-moedas: 10 bolivianos

Empanadas: 4 bolivianos

Refrigerante: 4,5 bolivianos

 

 

[picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20120604114950.JPG 500 333.333333333 La Paz (vista de El Alto)]La Paz (vista de El Alto)[/picturethis]

 

[picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20120604115005.JPG 500 333.333333333 Huayna Potosi (caminho para o Chacaltaya)]Huayna Potosi (caminho para o Chacaltaya)[/picturethis]

 

[picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20120604115034.JPG 333.333333333 500 Chacaltaya]Chacaltaya[/picturethis]

 

[picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20120604115055.JPG 500 333.333333333 Vista do Chacaltaya]Vista do Chacaltaya[/picturethis]

 

[picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20120604115117.JPG 500 333.333333333 Huayna Potosi visto do Chacaltaya]Huayna Potosi visto do Chacaltaya[/picturethis]

 

[picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20120604115145.JPG 500 333.333333333 Huayna Potosi visto do Chacaltaya]Huayna Potosi visto do Chacaltaya[/picturethis]

 

[picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20120604115220.JPG 500 333.333333333 Topo do Chacaltaya]Topo do Chacaltaya[/picturethis]

 

[picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20120604115240.JPG 333.333333333 500 Valle de La Luna]Valle de La Luna[/picturethis]

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

Oi Iderley!

Pelo que entendi vc deixou sua mochila na van e depois pegou na volta para El Alto (onde já pegou o onibus para Copacabana), foi isso mesmo? Tem onibus saindo a toda hora pra Copa?

O Mercado de las Brujas, vc sabe que horas começa e termina?

Valeu

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Colaboradores

Iderley, vc precisou de 'férias das férias" depois? Vc fez tudo super vapt-vupt! Eu adoro bater perna descompromissadamente nos lugares q to visitando, achar coisas que nenhum guia fala, conversar com o povo...

Vc ja conhecia La Paz antes dessa passagem?

 

Finalmente terminei de editar um videozinho do Mochilão que fiz com 3 amigas ano passado na Bolivia. Deu saudade....

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

×
×
  • Criar Novo...