Ir para conteúdo

Roteiro 10 dias no Chile [Com fotos] - 4 dias na Patagônia (Lagos Andinos) e 6 dias em Santiago


Posts Recomendados

  • Membros

Olá pessoal !

Muitas das minhas aventuras teve como base as dicas dos viajantes do Mochileiros.com. Chegou a minha vez de dividir minha experiência e ajudar alguém que tenha vontade de fazer uma viagem inesquecível como a minha.

 

Pois bem, tudo começou 4 meses antes. O 'namoro' com o destino, a pesquisa das passagens, os passeios, as hospedagens e etc. Depois que vi as fotos de uma amiga, tive certeza de que era lá que queria ir nas próximas férias. Escolhi ficar por 10 dias, para não ter que 'correr' pelas cidades...odeio isso! hihi

Fomos eu e Rafaela, minha prima e companheira de viagem. Decidimos conhecer primeiro o Sul, pois lá era certo que veríamos neve. Deixamos Santiago por ultimo com uma fé enorme de que encontraríamos Valle Nevado aberto, pois quanto mais perto de julho, melhor.

 

Vamos ao que interessa! Vou colocar aqui todos os meus gastos, portanto, o total apresentado será POR PESSOA! :D

 

Dicas Iniciais:

1) Façam tudo o que for possível por conta. Super fácil e bem mais barato.

2) Melhor negócio foi sacar dinheiro diretamente no Chile. Ah para os saques, há uma taxa de R$ 10,00. Então, o legal é já sacar uma quantidade boa.

3) Caso prefiram cambiar, a melhor cotação era da Afex, espalhadas aos montes pelas cidades.

4) Pra chegar em Santiago, se quiser ver a Cordilheira branquinha de neve, dizem que o ideal é sentar do lado DIREITO na ida e no lado ESQUERDO na volta.

5) A taxa que utilizei como base foi CLP 240,00 para R$ 1,00.

6) Peçam água sem sódio. No normal a água é salgada pra caramba !

 

Passagens:

LAN (SP - SCL) : R$ 580,00

LAN (SCL - PMC) : R$ 332,76

 

Hospedagens

Puerto Varas: Casa Kalfu (http://www.casakalfu.cl/) : US$ 69 por habitação em temporada baixa (Como estávamos em 2, US$ 34,5 para cada.) R$ 271,00

Santiago: Vegas Apartamentos (http://www.hotelvegas.net/): US$ 69 por habitação em temporada baixa (Como estávamos em 2, US$ 34,5 para cada.). R$ 371,00

Existe o Hotel Vegas e o Apart Vegas, que são da mesma rede, mas oferecem serviços distintos. Eu me hospedei no APART !

 

Custo na Viagem

___TOTAL: CLP 259.239,00

___TOTAL :R$ 1.080,00

 

TOTAL GERAL: R$ 2.634,00

 

***ROTEIRO***

 

1 DIA (12/06/2012)

Nosso vôo estava marcado para as 09:10h. Como compramos uma passagem de MASTER promoção na LAN, nao dava o direito de marcar assento com antecedência. Por isso fomos bem cedo para o Aeroporto de Guarulhos, em SP. Fizemos o checkin e ficamos esperando cerca de 2 horas e meia. Estava um neblina sem fim e eu estava tensa, pois nossa previsão de chegada era as 12:40h e nosso vôo com destino a Puerto Montt sairia de Santiago as 14:40h, ou seja, horários apertadérrimos e se houvesse algum atraso, colocaria em risco todo o planejamento. Mas Deus estava a nosso favor, logo vocês entenderão o que eu tô dizendo! ::mmm:

Embarque perfeito e no horário, decolagem com 2 minutos de atraso. Começa o vôo e nossa primeira barreira: NA LAN, SÓ FALAM EM ESPANHOL !! Foi bom que ja fomos treinando os ouvidos. O serviço de bordo não era o melhor do mundo, mas não era ruim também. Serviram um sanduiche de queijo e presunto, uma porção de frutas (AZEDASSS), as bebidas tradicionais de todas as companhias aéreas e um chocolate com "manjar", o doce de leite chileno. O entretenimento é bem bacaninha também, tem jogos, filmes e músicas para todos os gostos. O vôo foi tranquilo, até chegarmos em Santiago. A descida é meio tensa, o avião parece que acelera ao invés de diminuir velocidade, tava tudo nublado e não conseguimos enxergar a coxrdilheira branquinha (ou seja, de naaada adiantou chegar tão cedo ao aeroporto e pedir pra sentar na janelinha). Deu tudo certo, chegamos, passamos pela imigração (e pelo Duty Free, porque ninguém é de ferro) e já fomos para a fila do checkin novamente, desta vez com destino Puerto Montt. O Aeroporto é uma organização só. Os tótens de atendimento para o Checkin espalhados aos montes. Depois de um pequeno atraso (uns 30 minutos), iniciou-se o embarque finalmente íamos para a Pagatonia. O serviço de bordo da LAN nesse trecho (que chamam de LAN Express) é exatamente igual ao que estamos acostumados: Refri ou suco + bolinho + amendoim. Na verdade, nem me importo, pois numa viagem de 1h30min tudo o que menos preciso é de um banquete !! Custo benefício, galera. Sei que este trecho também pode ser feito pela Sky Airline, mas seus horários não 'casavam' com os meus. Chegamos em Puerto Montt e aí já dava pra perceber que o frio não era de brincadeira. Pra ajudar, chovia muito. Desembarcamos, pegamos nossas bagagens e na saída passamos batido dos 875837501353 taxistas que tentam te convencer a todo custo que o serviço deles é o melhor e mais barato. Na área externa, há algumas vans que fazem o transporte até Puerto Varas. Se negociar, dá pra fazer um precinho legal. Tivemos "sorte" de ir só Rafa e eu, o motorista super agradável, arriscando um portunhol elegante em 25 minutos de viagem, depois rodou com a gente por mais uns 15 minutos já em Puerto Varas mostrando vários restaurantes, cafés, bares, bancos...chegamos à Casa Kalfu as 19h, muito...mas muito cansadas afinal saimos de casa as antes das 5 da matina !!! Fomos recepcionados com tanta educação e presteza, que me sentia em casa. Sairiamos para jantar, mas ganhamos uma tábua de frios e vinho de "boas vindas". Cancelamos o jantar e ficamos por ali mesmo, curtindo aquele pedacinho de céu, com a lareira acesa e bom papo. Precisa de mais? Depois disso, cama !! O corpo pedia !

 

** Gastos

- Traslado: CLP 6000,00

 

20120715233842.jpg

 

2 DIA (13/06/2012)

Acordamos cedo, fomos tomar o café da manhã. Para a nossa alegria, não chovia (ok, mas tb não tinha sol!)Em seguida na recepção, encontramos o Horácio que é o proprietário da Casa Kalfu. É um argentino, que mora no Chile fala português melhor do que muitos brasileiros (isso foi uma ajuda e tanto). Disseram que nesse dia, fazia 2 ou 3 graus. Eu não duvido ! rs. Batemos muito papo com ele e pacientemente, com um mapa nas mãos nos orientou quanto aos melhores passeios e a melhor forma de aproveitar os 3 dias que teríamos pela frente. Quando disse que Deus estava a nosso favor, ELE REALMENTE ESTAVA. Puerto Varas é uma cidade que de 365 dias do ano, 250 é de chuva. É uma região muito úmida e já estava feliz por amanhecer tudo 'seco'. Estava tudo decidido: Na quinta iríamos para Saltos del Petrohué e Peulla e na sexta, a subida ao Volcán Osorno ver a neve. Com omapinha da cidade, saímos sem destino. Na boa, aí que mora o perigo !! Os mapas não são os nossos mehores amigos !! hahaha. Caminhamos à beira do Lago Llanquihue até chegarmos ao centro. Lá, fomos direto à Turistour contratar os passeios. Sim, eu disse no inicio que o melhor é fazer tudo por conta e de fato é. Mas alguns passeios é inevitável fazer com as agências, são pessoas experientes e que te darão todo o suporte necessário. A Turistour é a melhor agência indiscutivelmente. Há quem aluga carro e faz por conta. Achamos uma economia desnecessária, mas cada um, cada um. Pois bem, passeamos um pouquinho pelo centro fazendo o 'reconhecimento' básico do local e a cada minuto pensava: Cara, Puerto Varas é lindíssima !! Pegamos um ônibus de linha (Sim, comum mesmo!) com destino a Frutillar, uma cidadezinha também à beira do Llanquihue, toda alemã, casinhas de madeira, lindas igrejas, monumentos...e muitos cachorros ! Nunca vi coisa igual. Durante a tarde, tivemos 6 nos seguindo. A impressão que dava é que saíam convocando todos os 'perros' da cidade e o número aumentava cada vez mais. O curioso é que os cachorros de rua do Chile não são como os nossos...são cães de raça, bem tratados. Dizem que essa cidade no verão é linda, que as praias ficam cheias. Ahh tem muitos festivais de música. O maior número de pessoas que vimos foi no horário de saída de uma escola municipal...hehe. Tudo bem calmo. Ah dizem também que a vista de Frutillar para os vulcões é privilegiadíssima, mas o tempo tava meio fechado e não vimos quase nada. Só bem no final da tarde, o Calbuco deu o ar da graça e o Osorno mostrou só o cume, mas ainda assim, entre as nuvens. Paramos em uma casinha linda para tomar um chocolate quente e provar o famoso kuchen, um bolo-torta muito bom bastante típico na região. Já era beeeem fim do dia, pegamos o ônibus de volta a Puerto Varas, passamos em um restaurante bem bonitinho e comemos uma pizza de mussarela com cebola caramelada (????). Boa. Ou com fome, sei lá! hehe. Passamos no mercado para comprar água, pegamos um táxi e fomos pro hotel.

 

** Gastos

- Passeios na Turistour: CLP 46.000,00

- Ônibus para Frutillar: CLP 900,00

- Kuchen + Coca Cola: CLP 3.100,00

- Ônibus para Puerto Varas: CLP 900,00

- Pizza + Coca Cola: CLP 4.150,00

- Água: CLP 419,00

- Táxi: CLP 500,00

 

20120715233904.jpg

 

20120715233935.jpg

 

3 DIA (14/06/2012)

Acordamos, tomamos café e já fomos para a rua. Super atencioso, o Horácio pediu para que um funcionário do hotel nos levasse até a Turistour, no centrinho. Eram 8h e estava -2 graus. Frio?? Bobagem ! Lá, encontramos mais algumas pessoas (grande maioria brasileiros) e embarcamos em direção aos Saltos Del Petrohué. Neste dia, amanheceu com um sol lindo (Deus sendo generoso !!!!) e já dava para avistar o Vulcão Osorno inteiro, sem nenhuma nuvem para atrapalhar. Ao chegarmos no Parque Nacional Vicente Pérez Rosáles, tive a impressão de ia congelar, sério !! rs. O lugar era proporcionalmente frio e lindo. O rio de água verde esmeralda, com quedas lindíssimas e o Vulcão Osorno ao fundo, nada que eu explique dará para compreender e acreditem: Nenhuma foto é capaz de demonstrar o que de fato é. Depois de um tempo de admiração e fotos, seguimos de volta ao ônibus que agora nos levaria até o porto e lá, com um catamarã seguimos até Peulla. A navegação dura aproximadamente 2 horas, com vista para os vulcões Osorno e Pontiagudo e a Cordilheira dos Andes com os topos cobertos de neve. A água verde esmeralda também segue na viagem toda. Peulla é um povoado com 140 habitantes e que faz fronteira com Bariloche. Escolhemos fazer um passeio 4X4 onde nos aproximamos na Cordilheira, de cachoeiras, das fazendas e conhecer mais de perto a vida dos moradores. Sinceramente, achei que essa parte foi dinheiro jogado fora. Poderia ter passeado à pé sem investir uma grana razoável. Mas ok, já passou...rsrs. O almoço foi no Hotel Peulla, uma comidinha bacana. Experimentei o famoso Pisco Sour e gostei ‘médio’. Navegamos de volta, ônibus de Petrohué à Puerto Varas e hotel. Uma dica importantíssima: Usem todas as roupas possíveis neste passeio. O frio é inexplicável !!Os termômetros até podiam marcar -2, mas a sensação devia ser muuuuiiito mais baixa.

** Gastos

- Entrada no Parque Nacional Vicente Pérez Rosáles: CLP 1.500,00

- Passeio 4X4: CLP 18.000,00

- Coca Cola: CLP 1.500,00

- Almoço Hotel Peulla: CLP 11.200,00

 

20120715234055.jpg

 

20120715234440.jpg

 

 

4 DIA (15/06/2012)

Acordamos, tomamos café e pela primeira vez não tínhamos destino certo. Ficamos divididas entre passear pelo centrinho de Puerto Varas ou ir conhecer melhor Puerto Montt. Fazia 3 graus. Frio pra burro e tinha um sol lindo. Cármen, esposa do Horácio, nos deu algumas dicas e decidimos ir à Puerto Montt, uma cidadezinha portuária e paraquem gosta de artesanato, vai amar Angelmó. Bem, pegamos o ônibus comum de linha e “simbora”. Em meia hora já estávamos lá. Passeamos, entramos nas lojinhas e tivemos nosso primeiro contato com o Oceano Pacífico. Puerto Montt não é bonita como Puerto Varas, mas tem suas particularidades. Enxergar láááá no Horizonte onde as águas não parecem ter fim, as montanhas com picos cobertos de neve já valem o passeio. Caminhamos até a Rodoviária e pegamos o bus de linha novamente. Não podíamos demorar muito, pois as 14h já tínhamos compromisso marcadíssimo (Coisa de paulista neurótica com horário!! Haha) com o grande Osorno, de 2.652 metros de altura. Bem, chegamos em Puerto Varas e paramos para um lanche. Resolvemos experimentar o famoso cachorro quente com “palta” (que nada mais é que creme de abacate). E quer saber?? É gostoso !! Voltamos caminhando até o hotel admirando, fotografando, conversando e as 14h em ponto a Van da Turistour chegou para nos apanhar. O caminho por si só já é bem bonito e quanto mais subimos, melhor fica. Admirando pela janelinha, às vezes, custava a acreditar que tudo aquilo estava diante dos meus olhos. Chegamos na base da Esqui (ainda fechada para a prática de esqui, mas aberta para passeio), tratamos de alugar uma bota apropriada (porque realmente não dá conta uma boa de couro comum), comprei uma luva impermeável para poder brincar com a neve e comprar o ticket para o passeio de teleférico. De verdade, eu tava tão feliz. Ver a neve era um grande sonho. Subimos com o teleférico, brincamos, deitamos, experimentamos, jogamos para o alto, fizemos castelinho e etc. Sim, parecíamos criança...hehe. Aahh de frente para o Osorno está o Calbuco, com pouco mais de 2 mil metros. Lá do alto é ainda mais lindo de ver. No horário marcado, retornamos à base para devolver os equipamentos alugados e era hora de retornar a Puerto Varas. A descida deve acontecer até as 17h pois dizem que mais tarde torna-se perigoso, a pista fica escorregadia e etc. Voltei mais do que feliz. Era mais do que sonhei. Deus realmente tinha sido generoso demais por me presentear com 3 dias lindos na região dos Lagos Andinos. Eu ia reclamar do que?? Chegamos, fomos tomar um chocolatinho quente com duas pernambucanas que fizemos amizade, conversamos um pouco e seguimos para o hotel. Neste dia, deitei pra dormir completamente realizada! :)

 

** GASTOS

- Ônibus para Puerto Montt – CLP 800,00

- Lanchinho (Cachorro Quente com Palta): CLP 3.000,00

- Ticket Teleférico Osorno: CLP 9.000,00

- Luva: 5.000,00

- Aluguel da Bota: CLP 5.000,00

- Água: CLP 1.200,00

- Chocolate quente + Kuchen: CLP 2.950,00

- Ônibus para Puerto Varas: CLP 800,00

 

20120715234639.jpg

 

20120715234700.jpg

 

20120715234721.jpg

 

5 DIA (16/06/2012)

Dia de ir embora ! Amei tanto tudo o que vi, que a partida estava dolorida mesmo. Tomamos café da manhã, pedimos o táxi, nos despedimos dos amáveis funcionários do hotel do Horácio e seguimos para o aeroporto. Tudo tranquilo, decolagem no horário e por incrível que pareça, chovia em Puerto Varas e Puerto Montt ! Deus não tinha sido perfeito com a gente??? :)

Desembarcamos em Santiago com um sol bem tímido. A temperatura bem mais amena. Não chovia, mas já tinha chovido. No desembarque, os taxistas ficam frenéticos atrás quase te levando no colo !!! rs. Minha ideia inicial era pegar um transfer de ônibus até a estação Pajaritos e depois, ir de metrô até a estação Universidade de Chile, onde ficamos hospedadas. No final, cai na conversa do taxista e achei que foi mais negócio. Achei que seria um desconforto sem fim carregar mala de um lado pro outro. Chegamos, fizemos o contrato do aluguel do apartamento e saímos para o mercado. A ideia de alugar um apart era de fazer as refeições possíveis “em casa” e assim, gastar menos dinheiro. Não é uma questão de ser “mão de vaca”, mas de escolher no que gastar o $$$, afinal o Chile não é um país tããããão barato. Passamos rapidamente pelo Palácio de La Moneda, pelo Paseo Ahumada, caminhamos pela Paris Londres (onde ficava nosso apart) e terminamos no Cerro Santa Lucía. Quase morremos pra subir todos os degraus, mas a vista é linda ! Voltamos para nossa casa chilena e fomos para a cama. Era merececido !

 

** GASTOS

- Transfer ao Aeroporto de Puerto Montt: CLP 6.000,00

- Transfer do Aeroporto de Santiago ao Apart: CLP 6.000,00

- Comprinhas no Mercado: CLP 14.000,00

 

20120715234933.jpg

 

20120715235001.jpg

 

6 DIA (17/06/2012)

Esse dia foi uma derrota !! Muuuuiiita chuva em Santiago. Era dia da troca da guarda no Palácio de La Moneda, mas por conta dda chuva, estava cancelado. Realmente não havia o que fazer, então fomos para os mais paulista dos passeios: Shopping ! Fomos conhecer o Parque Arauco, que sinceramente, não achei nada diferente do que já vemos aqui. Demos uma voltinha, almoçamos e como não havia o que fazer, voltamos pra casa. Ahh nesse dia, havia um jogo do Colo Colo...como eles são fanáticos por futebol também. Cantavam pelas ruas e passavam nos carros com metade do corpo para o lado de fora. Parecia Corinthians x Palmeiras em final de Campeonato...rsrs.

 

** GASTOS

- Metrô ida e volta: CLP 1.160,00

- MC Donald’s: CLP 3.300,00

 

20120715235118.jpg

 

7 DIA (18/06/2012)

Foi a maior alegria acordar e ver que tinha sol. Outro dia com chuva eu não suportaria...rsrs. Tomamos nosso café no ap, e fomos aproveitar o dia. Nosso primeiro destino foi o Mercado Central na estação Puente Cal y Canto, na Linha Amarela. Possui frutas lindas e uma variedade de peixe inacreditável. Aaahh um detalhe surpreendente, no Mercado encontrei um casal que havia conhecido nos Saltos Del Petrohué, em Puerto Varas. Super coincidência. Carol e Rafa são super legais. Depois, seguimos de metrô para a estação Baquedano, onde fica o Cerro San Cristobal. Subimos de funicular e soube que a descida pode acontecer de Teleférico, se não estivesse em manutenção. Lá do alto, parece que para tocar a montanha, basta esticar os braços. É impressionante como é lindo vê-la toda branquinha, tão grande, tão imponente. Também no Cerro, fica a imagem da Imaculada Concepción, padroeira de Santiago, de braços abertos como nosso Cristo Redentor. O Santuário é uma fonte de paz indescritível. Passamos um tempo com a calma que nenhuma cidade grande tem, admirando a paisagem, a Cordilheira e etc. Descemos com o funicular, fomos até La Chascona, a casa de Pablo Neruda em Santiago, mas às segundas-feiras não funciona ! :(

Rodamos até encontrar algum lugar para comer, “almojantamos” e voltamos pra casa, pois já era noite e o cansaço batia.

** GASTOS

- Metrô até Mercado Central: CLP 580,00

- Metrô até Cerro San Cristobal: CLP 580,00

- Pepsi 600 ml: CLP 490,00

- Funicular ida e volta: CLP 1.800,00

- Almoço: CLP 6.100,00

- Metrô de volta pra casa: CLP 580,00

 

20120715235151.jpg

 

20120715235235.jpg

 

20120715235527.jpg

 

8 DIA (19/06/2012)

Acordamos, café da manhã e rua !! Neste dia, decidimos ir à Viña Del Mar e Valparaiso. Então, seguimos para a rodoviária que fica na estação Universidade de Santiago para comprar as passagens do busão. Fomos abordados por alguns profissionais de turismo, que vendem um serviço com guia para conhecer os melhores pontos das duas cidades bem bacana. Se negociar, dá pra chegar num preço bom e até acho uma boa, pois não achei tãããão simples andar em Valparaiso. Acontece que caminhando pela rodoviária encontramos de novo a Carol e o Rafa, os mesmos do Mercado Central e Saltos Del Petrohué. Desta vez, não deixamos passar batido a chance de consolidar a amizade e resolvemos passar o dia juntos. Com o Rafa era um expert em mapas, não contratamos os guias e fomos com a cara e a coragem. Mas que fique claro, se não os encontrasse contrataria SIM o serviço dos guias. Bem, chegamos na rodô de Viña, fomos comer qualquer coisinha (Viagem gastronomicamente muquirana! Rsrs) e seguimos para o metrô, para ir ver o Pacífico. O metrô de lá é muito novo, com estações e trens modernos. A única coisa que não é legal é que o usuário é obrigado a adquirir um cartão por CLP 2000 e carregar com créditos. Não existe a opção de utilizar bilhetes individuais e ´pra quem dificilmente irá voltar, é um dinheiro jogado fora. Enfim, faz parte. Chegamos ao Relógio das Flores (turistíssimo, lindíssimo, super bem cuidado). Depois já fomos para a orla e eu juro que queria molhar os pés no pacífico, mas não tinha condições !haha...me limitei a molhar a mão mesmo !! :)

Caminhamos até o Cassino, vimos uma infinidade de espécie de pássaros, vimos o Castillo Wulff e decidimos partir para Valparaíso. Já era meio da tarde e corríamos o risco de não conseguir visitar La Sebastiana, de Pablo Neruda. Pegamos um bus (velho, mal conservado e que corria horrores!) e descemos no centrinho de Valpo. Para subir, preferimos um táxi, pois precisávamos chegar o quanto antes. La Sebastiana é linda e cheia de história. Neruda era detalhista e cada item de decoração tinha um motivo de ser ou estar. Ele era apaixonado pelo mar e suas casas tinham sempre um “Q” de peças de barcos e navios. A vista de seu quarto era privilegiadíssima e ao abrir a cortina, o Pacífico lhe desejava bom dia. O que achei bem legal neste museu é que ao entrar, o visitante recebe um aparelho semelhante a um telefone celular e escuta as narrações de cada cômodo no idioma que fala. Vale mesmo a pena visitar. Já era quase fim de tarde e tínhamos que ser rápidos para subir no Ascensor Artilleria, lááá no final da cidade. Pegamos um bus e me senti num parque de diversões. A velocidade que o motorista faz as curvas nas pistas íngremes é impressionante. Seguuuuura peão...ahaha. Chegamos vivos lá embaixo, essa foi a parte boa. Subimos com o funicular de segurança duvidosa quase anoitecendo. Chegando lá, tive a certeza de que toda a adrenalina valeu a pena...aaaahhh que vista !! Muito lindo ! Há o Museu Naval, mas acabamos não entrando pois já era tarde. Ficamos lá um tempinho, compramos umas coisinhas na feirinha de artesanatos, descemos, caminhamos pela cidade, passamos por monumentos e prédios públicos, e fomos em direção a rodoviária para pegarmos o bus de volta a Santiago. O retorno foi em total silênciio, mortos de cansaço. Dessa vez, trocamos emails com a Carol e o Rafa. Passamos um dia tão agradável que realmente não dava pra deixar passar batido.

Chegamos no apart, banho e cama !

 

** GASTOS

- Metrô para a rodô: CLP 580,00

- Ônibus para Viña: CLP 2.400,00

- Almoço: CLP 2.700,00

- Metrô Viña + Cartão: CLP 700,00

- Ônibus para Valpo: CLP 250,00

- Táxi: CLP 750,00

- Museu La Sebastiana: CLP 3.500,00

- Ônibus de La Sebastiana à Ascensor Artilleria: CLP 300,00

- Ascensor Artilleria: CLP 600,00

- Ônibus para o Centrinho de Valpo: CLP 220,00

- Ônibus para Santiago: CLP 3.000,00

- Metrô para casa: CLP 580,00

 

20120715235600.jpg

 

20120715235628.jpg

 

20120715235656.jpg

 

20120715235737.jpg

 

9 DIA (20/06/2012)

E chega o grande dia !!! Amanheceu nublado em Santiago e a previsão era de chuva. Isso é ótimo para quem quer subir à montanha, sinal de neve por lá. O único dia que contratamos alguma empresa de turismo em Santiago. Escolhemos a Ski Total, pois tinham os melhores preços. Às 08h já estávamos lá (fica na estação Escuela Militar, na Avenida Apoquindo). Durante os últimos dias, quase que diariamente víamos boatos que as estações de esqui abririam para a prática do esporte e no final era sempre “alarme falso”. Assim que chegamos, a loja já lotaaaada de brasileiros, nos informaram que no dia seguinte a estação El Colorado iniciaria suas atividades na temporada 2012. Decidi não acreditar desta vez e contratar o passeio para conhecer (Sim, apenas conhecer!) as 4 estações: Valle Nevado, Farellones, El Colorado e La Parva. E se não abrisse? Já era meu penúltimo dia na cidade e eu não queria correr risco algum. O pacote contratado incluía além de ir às estações, o aluguel de botas, luvas e calças (Muito necessário!!). passei em um mercado e comprei água e guloseimas para enganar o estômago. Ouvi dizer que TUDO na montanha eram os “olhos da cara”. Enchemos uma van e seguimos rumo a Cordilheira. De fato as curvas são acentuadas e a subida muito íngreme, mas tudo muito calmo até que o carro começa a patinar por conta do gelo e é necessário parar e colocar as correntes nos pneus. Momentos de pânico, pois mesmo com o freio de mão puxado, o carro descia em direção à ribanceira. Todo mundo gritava e eu, gargalhava (sinal de nervoso, no limite!!!)...haha. Chega a ser engraçado esses meus acessos de risos em situações extremas. Correntes colocadas, continuamos a subida. Cada vez mais frio. Cada vez mais branquinho. A primeira estação foi Valle Nevado e para a nossa maior alegria, nevava. Ver os grãos caírem do céu...aaahhh meu Deus, que coisa mais linda. Sonho mais que realizado. Ficamos em Valle por 2 horas, brincando com a neve. Lá não pudemos passear nos teleféricos e sinceramente não sei se conseguiria. Fazia muuuiiito frio, por volta de -7 graus mas com muito vento e a sensação térmica deveria estar a “menos se lá quanto”. ::Cold:: As únicas pessoas que utilizavam as pistas era uns “Salva Vidas” da estação, que possivelmente fazem os testes eu acho...sei lá. Mas que era encantador vê-los esquiando, praticando manobras, isso era ! Não pudemos conhecer a área do resort, tomamos um chocolate quente e seguimos em direção a Farellones. Chegamos lá, tava nevando muuuiiitooo. Lindo, lindo, lindo ! Almoçamos na base da estação, uma comidinha bem boa. Passeamos um pouco e vimos que El Colorado além de estação de esqui, é um povoado no meio da montanha. No horário marcado, voltamos para a van e seguiríamos para La Parva, mas estava tão forte a nevasca que mal conseguíamos enxergar um palmo a frente do nariz. Resolvemos (Em comum acordo!) retornar a Santiago. A descida foi bem demorada e tensa...tudo mto branco. Mas é tão lindo os caracóis da estrada !! Eu realmente estava muito feliz !

Chegamos a Ski Total, devolvemos os equipamentos, pegamos o metrô e voltamos pra casa. Já não chovia mais e fazia bem menos frio do que lá no alto !! :)

 

** GASTOS

- Metrô até Estação Escuela Militar: CLP 640,00

- Lanchinho no mercado: CLP 2.800,00

- Visita nas 4 estações de esqui: CLP 30.000,00

- Chocolate Quente em Valle Nevado: CLP 2.700,00

- Metrô até Estação Los Leones: CLP 640,00

- Metrô até Estação Universidade de Chile: CLP 640,00

 

20120715235842.jpg

 

20120715235908.jpg

 

20120715235933.jpg

 

 

10 DIA (21/06/2012)

Não poderíamos ir embora sem ver a troca da guarda no Palácio de La Moneda, então acordamos, tomamos café em casa e fomos. Sorte que estávamos hospedadas super perto! :)

A apresentação é realmente linda, a praça fica cheia e acontece “dia sim/dia não”, pontualmente as 10h e dura cerca de 1h. Depois, fomos novamente ao museu La Chascona, de Neruda já que não tínhamos conseguido entrar na outra vez. Como ficamos encantados com a La Sebastiana, de Valparaiso não quisemos perder por nada. Lá, era a casa oficial de Neruda e está montada com objetos originais. Nesta casa, o passeio é limitado e com horário marcado, com guia o que lhe permite fazer perguntas se necessário for. Diferente da casa de Valpo. Ah eu gostei dos dois museus, cada um com sua particularidade. Pablo Neruda é rei no Chile. Suas obras são conhecidíssimas e existe uma Fundação que leva seu nome. De lá, fomos almoçar no Restaurante Giratório (sim, fomos sem reservar e conseguimos almoçar numa boa!). Foi o dia da extravagância gastronômica...rsrs...mas valeu a pena. O restaurante é ótimo, o atendimento espetacular, a comida divina. Conhecemos um casal simpático do interior de Minas Gerais na entrada e gentilmente nos convidaram para sentarmos com eles. Logicamente aceitamos. Uma das coisas que mais aprecio nas viagens é conhecer pessoas, trocar experiências. Foi muito, muito agradável. Aproveitei para experimentar o famoso Ceviche e pedi um salmão de dar água na boca. Ainda era cedo, mas tínhamos marcado para o fim da tarde a visita na Vinícola Concha y Toro. Arriscamos chegar cedo e tentar antecipar nosso horário. Bom, definitivamente não tem menor necessidade de contratar tour para este passeio. Dá para ir tranquilamente de metrô e ônibus. Seguinte, é preciso pegar a linha azul do metrô com direção à Plaza de Puente Alto. De lá, é preciso pegar um MetrôBus (linhas 71, 72, 81 e mais alguma que não me lembro), mas não tem erro. Os micro-ônibus são azuis claro, e possuem o mesmo símbolo do metrô. É só perguntar para qual lado fica Pirque, pedir o motorista para avisar quando se aproximar a Vinícola e em menos de 15 minutos já chegou. O motorista parou na porta, mesmo sem existir ponto. Conseguimos antecipar nosso tour e tivemos a maior sorte com o guia. Um rapaz animadíssimo, super afiado no portunhol e explicou cada canto da fazenda desde a casa-sede, as plantações, a particularidade de cada tipo de uva, o armazenamento e o famoso Casillero Del Diablo. Contratamos o tour de aproximadamente 45 minutos e degustamos 2 vinhos. Há outras opções disponíveis no site e o agendamento é indispensável. Super interessante. Adorei o passeio e voltei menos “leiga” no assunto” ! hehe. Na lojinha da vinícola é inúmeras opções de vinhos e com preços de até 40% de diferença de preços em relação ao Brasil.

O retorno foi bem tranquilo...caminhamos até um ponto de ônibus, pegamos o mesmo MetrôBus, pedi para que o motorista me avisasse quando estivesse perto a estação Plaza de Puente Alto, segui até Estação Plaza das Armas. É uma pena não ter tido tempo de visitar esse lugar tão lindo durante o dia. Palácios, Igrejas, Catedral Metropolitana...tudo tão lindo. Seguimos caminhando pelo Paseo Ahumada, passamos em uma Pizza Hut para garantir jantar (detalhe que o preço mega camarada era somente para viagem. E qual o problema de caminhar por Santiago com uma caixa de pizza nas mãos!? Hahaha ) e pra finalizar, nosso ap ! Era hora de organizar as coisas, arrumar a mala e voltar para casa.

** GASTOS

- Metrô até Etação Baquedano (La Chascona): CLP 610,00

- La Chascona: CLP 3.500,00

- Metrô até Estação Los Leones: CLP 610,00

- Restaurante Giratório: CLP 23.190,00

- Metrô até Plaza de Puente Alto: CLP 610,00

- MetrôBus: CLP 300,00

- Tour Concha y Toro: CLP 8.000,00

- MetrôBus: CLP 300,00

- Metrô até Universidade de Chile: CLP 610,00

- Pizza Hut: CLP 4.000,00

 

20120716000032.jpg

 

20120716000053.jpg

 

20120716000132.jpg

 

 

11 DIA (22/06/2012)

Dia de ir embora !! Viajar é muito bom, mas voltar pra casa também é ! Logo pela manhã, entregamos a chave do ap e seguimos em direção ao aeroporto. O Chile é um encanto. É um país acolhedor, com pessoas educadíssimas e que são donos de uma gentileza ímpar. Às vezes custo a acreditar que meus olhos viram de fato tanta beleza. Eu volto. Ahh se volto.

 

** GASTOS

- Transfer ao aeroporto: CLP 7.000,00

 

Bem, é isso. Espero que meu relato seja útil. Espero que possa ser guia de ouras pessoas, assim como muitos aqui foram meus em algum dia !

Beijos e abraços!

Ju

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Respostas 21
  • Criado
  • Última resposta

Mais Ativos no Tópico

  • Colaboradores

Olá Ju,

 

Também estou indo a Santiago em agosto com mulher e filhos pequenos (5 e 9). Tenho umas perguntas:

 

1) Onde comprou a "Tarjeta BIP"? Custou CLP 2.000?

2) Estava querendo alugar um carro para ir a Valparaiso e Vina. Você iria de carro sozinha hoje?

3) O que não devo perder lá em Vina e Valpo?

 

Antonio

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros

Oi Antônio, boa noite !

 

Vamos lá...

 

Respostas:

 

1) Não utilizei o BIP em Santiago. Como só utilizei o metrô, comprava os bilhetes individuais de papel sempre que tinha necessidade mesmo. O Cartão do metrô de Viña e Valparaiso é utilizado apenas nestas duas cidades. Custa em torno de CLP 2000 e é comprado na própria estação.

 

2) É muito simples ir pra Viña e Valparaiso de ônibus. Eu não iria de carro porque tenho sérios problemas com os mapas! rs. Mas com um bom GPS, acho que dá pra andar tranquilo. E tem também os guias que comentei no post. Não são caros e te levam em vans aos lugares mais distantes.

 

3) O que eu não perderia :

VIÑA = Relógio das Flores, Reñaca (Praia mais famosa!), Castillo Wulff, Cassino (se vc gostar de ver ou jogar, é um luxo só!).

VALPARAISO = La Sebastiana (Casa de Pablo Neruda), Ascensor Artilleria, Museu Naval (A vista de lá é lindaaaa). Tem muitos desses funiculares por lá, já que a cidade é meio verticalizada. Como é portuária, não é tão bonita quanto Viña, mas tem suas particularidades. Eu gostei bastante de ambas ! :)

 

Espero ter ajudado! Qualquer pergunta, só mandar! :)

 

Abraço

Ju

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Colaboradores

Oi Jú,

 

Obrigado pelas dicas. Ouvi dizer que tem um passeio de lancha que dá para ver uns leões marinhos. Você sabe se existe esse passeio?

Vou fazer Viña e Valpo bem simples mesmo e apreciar os locais.

Ah, vou ver o Museo Fonck e visitar o Moai da Ilha de Páscoa!

 

Antonio

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa

Você pode postar agora e se cadastrar mais tarde. Se você tem uma conta, faça o login para postar com sua conta.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emojis são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.


×
×
  • Criar Novo...