Ir para conteúdo

roteiro europa janeiro 2013


Posts Recomendados

  • Membros

pessoal!!! apos muitas pesquisas aqui no mochileiros, finalmente comprei minhas passagens para europa: meus destinos sao roma, veneza, barcelona e paris!!!

estou agora planejando meus roteiros pelas cidades em que estarei... e gostaria da opiniao de voces...

jah fiz os roteiros de paris e barcelona, e depois coloco o de roma e veneza!!

coloquei os horarios, mas apenas para uma pré-organizacao, mas nao pretendo segui-los rigorosamente

 

paris:

quinta-feira

- 11h25: chegada no aeroporto

- 14h30: Hotel des invalides

- 16h30: champs de mars

- 15h30: torre eiffel

- 19h30: musée d´orsay

sexta-feira

- 8h: place d´alma

- 9h: champs elysées

- 10h: arco do triunfo

- 11h30: champs elysees

- 13h30: petit palais

- 14h: ponte alexandre III

- 14h30: place concorde

- 15h30: igreja maria madalena

- 16h: jardins de tuleiries

- 17h: museu do louvre

sabado

- 9h: saint chapelle

- 10h30: catedral notre dame

- 13h: pantheon

- 14h: jardins de luxemburgo

- 16h: saint sulpice

- 17h: opera garnier (apenas por fora)

- 17h30: galeria lafayette

domingo

- 8h: versailles

- 16h30: trocadeiro

segunda-feira

- 8h: sacre coeur

- 10h: place du tertre, monrmartre, moulin rouge

- 14h: eglyse saint eustache

- 15h: palais royal

- 16h: rue de rivoli

- 17h: place vendome

terça-feira

- 8h: place bastille

- 8h30: place des vosges

- 10h30: catacumbas de denfert rochereau

- resto do dia livre (visitar o que nao deu tempo, voltar ao que mais gostou, etc.....)

 

duvidas...

- dá tempo de fazer esses roteiros?

- pretendo comprar apenas o paris museum. E o paris visit? compensa?

- chegarei pelo orly, acho que o melhor transporte mais barato seria o orlybus e depois metro até a regiao da bastille, onde ficarei. Alguma sugestao?

- na volta, terei que estar no charles de gaulle as 7h15, acho que a melhor e solucao é um shuttle, certo? (pensei em dormir no aeroporto, mas já descartei essa ideia)

 

valeu galera!!! abraços []

Link para o comentário
  • Respostas 36
  • Criado
  • Última resposta

Mais Ativos no Tópico

  • Membros

continuando...

lembrando, que os horarios que coloquei, foi apenas para uma pré-organizacao, nao pretendo segui-los rigorosamente...

 

barcelona

domingo:

- 8h: plaza catalynua

- 8h30: las ramblas até la boqueria

- 9h30: catedral de barcelona - gotic

- 11h: igreja la merce

- 12h: barceloneta

- 14h: aquarium

- 16h30: camp nou

- 19h: fonte magica de montjuic

 

segunda-feira:

- 8h: sagrada familia

- 12h: parc guell

- 14h: museu casa de gaudi

- 15h30: passeig de gracia

- 16h: casa mila (apenas por fora)

- 17h: casa batlo

 

terça-feira:

- 8h: montjuic

- 12h: estatua colombo

- 14h: palacio guell

- 15h: grand teatro liceu (apenas por fora)

- 15h20: praça real

- 16h: onibus para la rocca village outlet

 

quarta-feira:

dia livre

Link para o comentário
  • Membros de Honra

Olhei o roteiro de Paris, achei que está muito cronometrado, tenho até um post sobre roteiros assim: http://www.mochileiros.com/roteiros-europa-dicas-baseadas-em-duvidas-recorrentes-t69621.html#p719122

 

Tem partes que estão corridas e seria interessante revê-las.

1) Se você vai chegar Às 11:25, não vai conseguir visitar nada três horas depois. Tem que pegar mala, trem, metrô, chegar no local de hospedagem para se registrar, almoçar, etc.

2) Visitar museus no fim do dia costuma ser uma furada para a maioria das pessoas: devido ao cansaço, a paciência para a visita diminui e acaba que a gente corre para ver as coisas.

3) O Trocadéro é ao lado da Torre Eiffel, o ideal é ir nos dois no mesmo dia.

4) Versailles é uma pequena viagem, destine o dia apenas a essa visita que é bela, mas cansa devido à extensão do palácio e dos jardins. Quando voltar, decida o que fazer de acordo como o tempo disponível e sua animação.

5) Não é necessário reservar um tempo específico para a place da Bastille que nada mais é que uma rotatória com um obelisco no meio. Como você vai estar na região, deve passar por lá no caminho de alguma outra atração.

6) Compensa comprar o Paris Museum Pass por que te poupa das filas para comprar ingresso em cada local. Ganha-se tempo.

7) Se pretende subir na torre de Notra Dame, chegue bem cedo, que as filas são grandes.

8) Andar a toa em Paris é uma das melhores coisas a se fazer por lá, foque em menos atrações específicas e passeie para conhecer a cidade, ver gente, tomar um café, enfim, ver a vida da cidade. Passear nas margens do Sena, uma voltinha na Ile de Sanit-Louis. Passear ao cair da tarde por Monmartre e ver o vai e vem.

9) O Moulin Rouge é um cabaré, vá lá depois de escurecer para ver o edifício aceso. De dia, com as luzes apagdas, não tem graça nenhuma.

Link para o comentário
  • Colaboradores

Bom, sobre Paris o paulorco ja falou tudo. Só vou enfatizar a fila de Notredame, eu fui no inverno e não tive como subir. Fui lá 3 dias seguids e a fila tava enorme nos 3, entao realmente vá bem cedo.

Ah, sobre o Moulin Rouge, se quiser assistir um espetaculo custa cerca de 100 euros.

Eu acho que nos seus roteiros você também vai precisar priorizar o que quer muito ver. É provavel q vc nao consiga ver tudo porque se gostar mais de um lugar vai querer ficar mais, então deixa as coisas que deixaria passar por último.

 

Sobre Barcelona, duas coisas. Uma é que não sei se vale a pena ir pras Ramblas tão cedo assim, não vai ter bastante gente e nem os artistas que ficam lá. É um lugar legal de visitar a noite também. E sobre a Casa Museu Gaudi, você não precisa de 1,5h lá, MESMO, é muito pequena.

=]

Link para o comentário
  • Membros

valeu pelas dicas paulo...

a principio coloquei os horarios apenas para me organizar, pra saber mais ou menos qto tempo vou levar em cada lugar... mas com certeza nao vou seguir os horarios a risca, eh mais para ter uma base mesmo...

qto as outras dicas... vou rever e ajustar algumas coisas de acordo com o que disse!!!

em relacao a notre dame, vi que lá abre as 10h, qual horario vc acha que tenho que estar lá na fila?

 

valeu!!! abraços []

 

 

Olhei o roteiro de Paris, achei que está muito cronometrado, tenho até um post sobre roteiros assim: http://www.mochileiros.com/roteiros-europa-dicas-baseadas-em-duvidas-recorrentes-t69621.html#p719122

 

Tem partes que estão corridas e seria interessante revê-las.

1) Se você vai chegar Às 11:25, não vai conseguir visitar nada três horas depois. Tem que pegar mala, trem, metrô, chegar no local de hospedagem para se registrar, almoçar, etc.

2) Visitar museus no fim do dia costuma ser uma furada para a maioria das pessoas: devido ao cansaço, a paciência para a visita diminui e acaba que a gente corre para ver as coisas.

3) O Trocadéro é ao lado da Torre Eiffel, o ideal é ir nos dois no mesmo dia.

4) Versailles é uma pequena viagem, destine o dia apenas a essa visita que é bela, mas cansa devido à extensão do palácio e dos jardins. Quando voltar, decida o que fazer de acordo como o tempo disponível e sua animação.

5) Não é necessário reservar um tempo específico para a place da Bastille que nada mais é que uma rotatória com um obelisco no meio. Como você vai estar na região, deve passar por lá no caminho de alguma outra atração.

6) Compensa comprar o Paris Museum Pass por que te poupa das filas para comprar ingresso em cada local. Ganha-se tempo.

7) Se pretende subir na torre de Notra Dame, chegue bem cedo, que as filas são grandes.

8) Andar a toa em Paris é uma das melhores coisas a se fazer por lá, foque em menos atrações específicas e passeie para conhecer a cidade, ver gente, tomar um café, enfim, ver a vida da cidade. Passear nas margens do Sena, uma voltinha na Ile de Sanit-Louis. Passear ao cair da tarde por Monmartre e ver o vai e vem.

9) O Moulin Rouge é um cabaré, vá lá depois de escurecer para ver o edifício aceso. De dia, com as luzes apagdas, não tem graça nenhuma.

Link para o comentário
  • Membros
Bom, sobre Paris o paulorco ja falou tudo. Só vou enfatizar a fila de Notredame, eu fui no inverno e não tive como subir. Fui lá 3 dias seguids e a fila tava enorme nos 3, entao realmente vá bem cedo.

Ah, sobre o Moulin Rouge, se quiser assistir um espetaculo custa cerca de 100 euros.

Eu acho que nos seus roteiros você também vai precisar priorizar o que quer muito ver. É provavel q vc nao consiga ver tudo porque se gostar mais de um lugar vai querer ficar mais, então deixa as coisas que deixaria passar por último.

 

Sobre Barcelona, duas coisas. Uma é que não sei se vale a pena ir pras Ramblas tão cedo assim, não vai ter bastante gente e nem os artistas que ficam lá. É um lugar legal de visitar a noite também. E sobre a Casa Museu Gaudi, você não precisa de 1,5h lá, MESMO, é muito pequena.

=]

 

valeu lucas...

que horas que vc chegou la no notre dame?

nao pretendo assistir nada no moulin rouge nao, apenas para passar em frente mesmo... vou seguir a dica do paulo, e dar uma passada lah a noite!!!

qto a barcelona, nao pretendia ficar lah 1h30 nao, eh que coloquei esse tempo, pensando no transporte para chegar até passeig de gracia, mas o bom, eh que vai sobrar mais tempo entao hehehe

vou seguir suas dicas sobre a ramblas tbm!!!

obrigado... abraço []

Link para o comentário
  • Membros de Honra

Eu chegaria em Notre Dame, pelo menos próximo do horário de abertura. Depois do almoço, desiste que a fila fica impossível. A fila grande é para subir na torre. Só pra ver a igreja por dentro é tranquilo.

 

Em Barcelona, achei que não compensou o Museu Casa de Gaudi. Esse museu não é uma casa projetada por Gaudi, mas um imóvel que ele ocupou durante um tempo, a edificação em si não possui tanta relevância arquitetônica e dentro do museu há alguns objetos antigos, mas nada demais. Mellhor seria gastar seus euros para visitar alguma outra obra que seja mesmo de autoria de Gaudi, essas sim valem a pena.

Link para o comentário
  • Membros de Honra

Fala, cara. Além do que já falaram, penso o seguinte:

 

- dia da chegada não é para programar nada importante. É inevitável sentir algum efeito do jet lag somado a uma possível noite mal dormida (ou em claro) do dia anterior. Nesse dia, tem que ser no esquema "o que vier é lucro", ou seja, aberto. Se na hora estiver tudo bem, você faz algo, se não estiver, não faz, se recolha mais cedo e vá descansar. Se forçar, teu corpo vai cobrar o preço um dia e pode ser justamente no dia que tinha mais coisas interessantes pra se fazer.

 

- sexta: como o Paulo disse, faça o Louvre logo pela manhã. Aí você vai fazendo numa sequência geográfica, bote os pontos no Google Maps para entender. Depois do Louvre, eu faria tudo numa reta (na verdade foi exatamente o que eu fiz e deu certinho): Louvre, Tuileries, Concorde, Champs-Elysées, Petit e Grand Palais (só por fora), arco. Foi o meu roteiro aqui:

 

http://luademochila.com/2011/11/11/paris-dia-4-louvre-champs-elysees-e-o-arco/

 

Já te adianto que por mais curto que pareça no papel, cansa, mas cansa muito. Você anda horrores no Louvre sem perceber. Mesmo parando para um descanso nos jardins e nas fontes, andamos a Champs-Elysées toda e ficamos muito detonados. Chegamos ao arco, vimos e nos mandamos, só a ideia de subir já assustou. Então se quiser ver o arco, recomendo poupar as pernas, pois parece que você sobe escadas por lá. Em vez de percorrer a champs-elysées, pegue um ônibus, ou metrô, sei lá. Vá direto ao arco, aproveite. Saindo do arco, se estiver tudo bem, aí sim, você volta a avenida a pé. Não é algo imperdível ao menos para homens, é uma avenida repleta de lojas absurdamente caras. Tem um certo charme, sim, mas não é mais importante do que o resto do seu roteiro. Ah, quanto À Madeleine, há algum motivo especial para visitá-la ? Se é pela arquitetura romana, você já vai ver o Pantheón. Não são exatamente a mesma coisa, mas pra efeito de uma viagem apertada como a sua, eu não sairia da rota só para vê-la. E a ponte Alexandre III você poderia ver no caminho para o L'invalides. Não está no seu roteiro ? Dê um jeito de colocá-lo. Pra mim, é o melhor complexo de museus que já vi até agora na Europa, muito à frente do Louvre.

 

- sábado: roteiro está mais ou menos ok. Ópera Garnier é bem bonita, mas acho que poderia ser vista na segunda, dia de Montmartre, pois fica um pouco mais próxima de lá. Foi o que eu fiz. Veja meu roteiro para esse seu dia de sábado:

 

http://luademochila.com/2011/11/11/paris-dia-3-notre-dame-saint-chapelle-e-marais/

 

Galerias Lafayette são basicamente um shopping center com preços estratosféricos. Com 5 dias em Paris, acho que há coisas muito mais importantes para ver. Eu mesmo com 8 dias lá ignorei.

 

- domingo: duas coisas que podem ser bem combinadas com Versalhes: Torre Eiffel e passeio de barco pelo Sena. Talvez dê para fazer os 3 juntos. Pois o passeio de barco não cansa, você fica sentado apreciando a paisagem, vale muito a pena pelo preço. E Torre pode cansar se você enfrentar filas, mas tem que ir, né. Símbolo de Paris. Uns amam, outros odeiam a subida, mas quando é assim, tem que ver com os próprios olhos. O Trocadero, como o Paulo falou, você faz junto com a Torre, assim como o Campo de Marte.

 

- segunda: a parte da manhã está ok. O lance de Notre Damme é que sobem poucos por vez, então é melhor chegar lá até mesmo antes de abrir, para não pegar filas imensas. Espere pegar filas também na Saint Chapelle, mas em Notre Damme é mais problemático.

 

A parte da tarde do roteiro poderia ser feita em outro lugar, você já terá coberto um pouco dessa vizinhança no dia do Louvre, havendo outras que não fez. Sugestão aqui é encaixar a Madeleine e a Opera Garnier. Foi mais ou menos o que fiz:

 

http://luademochila.com/2011/11/15/paris-dois-dias-em-um-amboise-compras-opera-e-montmartre/

 

- terça: roteiro meio espalhado. Não vale tantos deslocamentos só para ver uma praça. Veja apenas se estiver perto de outras coisas que você já ficou de ver. A Place des Vosges também tem um charme, mas é dispensável no seu roteiro. A Vendôme é mais dispensável ainda, veja lá a foto dela no post anterior. A Bastille praticamente não tem nada para ver lá, hoje só tem uma coluna, a antiga prisão foi destruída. As Catacumbas ficam lá do outro lado da cidade. Nesse dia, você poderia fazer o L'invalides, ver a Ponte Alexandre III ou visitar o D'orsay, que havia planejado para o primeiro dia.

 

Ordem das coisas: as atrações de segunda não estão cobertas no passe. Ou seja, essas deveriam ser as atrações do último dia. Aí vocÊ compra o Paris Museum Pass de 4 dias e usa nos 4 primeiros. Paris Visite não deve valer a pena, só se você gastar muito nos caros lugares listados com desconto e se deslocar muito por transporte público. Duas opções que não recomendo em Paris. O transporte público é excelente, mas é andando que você conhece as coisas. Deixe-o para quando for estritamente necessário.

 

Veja que com tudo isso está sobrando pouco tempo para fazer o mais legal da cidade, que é caminhar pelas redondezas, mais ou menos o que disse o Paulo. Não é à toa quando falamos que 4 ou 5 dias para Paris não é muito, tem muito o que fazer por lá.

 

A diferença entre Orlybus ou Orlyval + RER me lembro de ser pequena. Use o meio de transporte que te deixe mais próximo de onde você vai ficar. Se ambos forem equivalentes, prefira o Orlybus, é melhor para transportar as malas. Quanto à volta, olha, eu dormi no aeroporto. O que acontece é que taxi é caro e transporte público não é uma boa opção porque só os ônibus comuns circulam de madrugada. E o aeroporto acho que é fechado, ao menos o Orly fecha. Shuttle eu vi inúmeras reclamações no tripadvisor com relação a atraso, falta de compromisso, grosseria, enfim, não quis arriscar. Por isso dormi lá. Foi tenso, viu. Muito tempo esperando e não tem nada no aeroporto de noite, fica tudo fechado. Só uma meia dúzia de loucos como nós lá dormindo nas cadeiras. Se optar por essa ideia, leve um bom lanche para não passar fome, nem sede. Outra opção é na noite anterior reservar um hotel ali perto do aeroporto e ir para lá de noite. Se eu não dormisse de novo no aeroporto (bem, não morri), acho que hoje eu faria isso.

Link para o comentário
  • Colaboradores

Uma observação sobre os arredores do Moulin Rouge de noite: prepare-se pra ser atacado por todas as mulheres que você vir. Nos entorno existem diversas casas de "cabaré" (if you know what i mean...), eu caí na besteira de falar que não sabia falar francês, nem ingles, nem italiano e a mulher (que tava segurando meu braço com força) perguntou o que eu falava então e eu falei "portugues", pra quê! Ela só começou a gritar o nome de uma brasileira que trabalhava lá (isso tudo pra me convencer a entrar) foi engraçado, mas são tantas vezes que fica chato (a menos que você queira entrar).

 

E sobre a Casa Museu Gaudí, eu discordo completamente do paulorco. Eu achei a casa linda e ela tem relevância histórica porque foi construída por Francesc Berenguer que é um puta arquiteto também... de qualquer maneira o que eu mais gostei foram dos móveis muito loucos que o cara criada pra própria casa, mas gosto é gosto. =]

 

Sobre o horário, eu nao me lembro exatmente que horas eu chegava, mas com certeza tared demais. Acho que se você seguir o que o paulorco falou, tá tranquilo. Se você chegar lá e tiver mt cheio vc volta mais cedo no outro dia, é melhor do que esperar.

Link para o comentário
  • Membros de Honra

É bom explicar mais um pouco, não disse que não tem nenhuma relevância histórica. Eu disse que a casa não possui tanta relevância arquitetônica,

já que é apenas uma casa eclética como várias outras daquela época. A relevância histórica dela não provém de suas qualidades arquitetônicas mas do fato de Gaudi a ter habitado. Os móveis projetados por Gaudi podem ser vistos em exemplares mais belos e conservados na Casa MIlá ou na Casa Batlló.

Link para o comentário

Participe da conversa

Você pode postar agora e se cadastrar mais tarde. Se você tem uma conta, faça o login para postar com sua conta.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emojis são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.


×
×
  • Criar Novo...