Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Primeiro Mochilão: 29 dias sozinha na Bolívia e Peru


Posts Recomendados

  • Membros de Honra

Mari, eu to pensando em ficar nesse Puma’s Inn em aguas calientes esse ano. esses preços fixados não contam nada, na hora eles fazem outro valor, isso é só pra pegar gringo desavisado.

 

mas me conta uma coisa, dá pra ouvir o rio urubamba desse Puma’s Inn? Pq ir pra aguas calientes e não dormir com o som do urubamba não tem graça.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Respostas 196
  • Criado
  • Última resposta

Mais Ativos no Tópico

  • Membros

Oi Mari,

 

Adoro seus relatos...montei praticamente meu roteiro inteiro com ele!!! heheh...

Então vou estar em Cusco dia 31/12...e estou tentando reservar o Wild Rover pelo site...mas não estou conseguindo....vc tem um contato de email deles?

Sabe de outro hostel legal por lá?

Tentei no Loki...mas tbm sem vagas!!!

 

 

Obrigadaaaaaa por todas as informações!!!!! ::otemo::

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros
Mari, eu to pensando em ficar nesse Puma’s Inn em aguas calientes esse ano. esses preços fixados não contam nada, na hora eles fazem outro valor, isso é só pra pegar gringo desavisado.

 

mas me conta uma coisa, dá pra ouvir o rio urubamba desse Puma’s Inn? Pq ir pra aguas calientes e não dormir com o som do urubamba não tem graça.

 

Olha, não me lembro bem, mas acho que dava pra ouvir o Urubamba sim.

 

Oi Mari,

 

Adoro seus relatos...montei praticamente meu roteiro inteiro com ele!!! heheh...

Então vou estar em Cusco dia 31/12...e estou tentando reservar o Wild Rover pelo site...mas não estou conseguindo....vc tem um contato de email deles?

Sabe de outro hostel legal por lá?

Tentei no Loki...mas tbm sem vagas!!!

 

 

Obrigadaaaaaa por todas as informações!!!!! ::otemo::

 

 

Oi Ka,

Pois é, a data que vc quer deve ser bem concorrida por lá.

O e-mail deles é [email protected]

Se não conseguir lá, tem o Milhouse e o Pariwana ali pertinho. Sei que o pessoal do Pariwana tava sempre ali no bar do Wild Rover tb.

Pra conseguir vaga no Loki em datas assim, só com muuuita antecedência. E, pra ser sincera, pra chegar lá tem uma subidinha cretina hehehehe

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

DIA 17 – Aguas Calientes – Machu Picchu

 

Deixei a TV e várias luzes ligadas antes de dormir, caso meu despertador não tocasse e ninguém me ligasse da recepção pra me acordar (porque, eventualmente, eu poderia acordar com o som da TV). Eu sempre fico com medo de que tudo dê errado e eu não acorde na hora, acho que o meu corpo entende o nervosismo e acaba acordando na hora certa hahahaha. Às 4h eu já estava acordada, meu despertador não tocou e ninguém me ligou da recepção.

 

Fiquei um tempo ainda assistindo um filme muitoooo bizarro, que acaba no estilo Carrie, a Estranha hahahahaha. O filme acabou era quase 5h, eu levantei e fui abrir a janela pra ver como estava o clima na rua e... TAVA DESABANDO O MUNDO. Eu pensava que era só o barulho do Urubamba, mas era chuva mesmo. Daí pensei: PQP, escolhi justo julho porque é época de seca e aí eu chego aqui e chove, sendo que um dia antes tava um calor do inferno. Mas ok, recolhi minhas coisas, deixei a mochila de ataque na recepção e fui só com a bolsa da câmera. No caminho, parei pra comprar uma capa de chuva (S/. 10), porque a minha eu esqueci no mochilão que ficou em Cusco ¬¬ . O ponto de onde saem os ônibus fica lá embaixo, na Avenida Hermanos Ayar. Quando eu cheguei já tinha uma fila bem grande e era recém 5h. Os ônibus começaram a sair perto das 5:30 e chegamos na entrada de MP perto das 6h, só dava pra ver as lanternas subindo as escadas no meio do caminho. Eu fiquei esperando o meu guia, ele disse que nos encontraríamos lá em cima, ele estaria com uma bandeira azul. Juntamos o grupo, eu expliquei pra ele que eu iria subir o Huayna Picchu às 7h e ele me falou pra voltar até a entrada às 11:30 pra fazer a visita guiada.

 

Passei pela catraca, eles olham o passaporte e o ingresso pra verificar os dados. Logo ali na entrada tem um guarda volumes, acho que custa 4 ou 5 soles. Fui entrando no parque e, sem palavras, é muita emoção. Eu sonhava em conhecer o Machu Picchu há muito tempo, meu pai é fascinado por MP e sempre me contava histórias sobre o lugar e, assim, o sonho passou de pai pra filha. Ele nunca teve a oportunidade de ir, e eu só olhava praquela beleza toda e pensava em como eu queria que ele estivesse ali. Da próxima vez, vou levar ele e a minha mãe junto.

 

Aguas_Calientes_MP_23072013-DSC_4723.jpg.860e3ec94a7f185dcb3e92da8cfa0184.jpg

Aguas_Calientes_MP_23072013-DSC_4727.jpg.e044a4300b202feef554bf0106fc10c5.jpg

Aguas_Calientes_MP_23072013-DSC_4733.jpg.75eb3ac5a49d531f159a325be36a7a0f.jpg

Eu nem sei como explicar direito, as fotos não fazem justiça ao lugar, Machu Picchu é mágico, tem uma energia incrível. Eu fiquei alguns minutos admirando tudo aquilo, emocionada. Tinha muita neblina, mas isso não tirava a beleza toda. Atravessei o parque até a entrada do Huayna Picchu, já tinha uma pequena fila esperando. Pra variar, sempre tem brasileiros por tudo né hehehehe, conheci as duas Julianas, de São Paulo. Elas também estavam esperando pra subir o HP, o portão abriu e o pessoal começou a entrar. Registrei meu nome e meu passaporte no livro e, às 7:10 iniciei minha subida. Choveu, parou, choveu de novo. E fomos subindo, nós 3, uma dando apoio pra outra hehehehe. Fizemos várias paradas pra tirar fotos, o que fez a nossa subida ser um pouco mais demorada, mas em um lugar lindo daqueles, eu é que não tinha pressa alguma.

 

Aguas_Calientes_MP_23072013-DSC_4742.jpg.269b637d4c4681bd288fa6657a18e7d6.jpg

Aguas_Calientes_MP_23072013-DSC_4779.jpg.2598f0e92e371736807bc13658fee7ac.jpg

Aguas_Calientes_MP_23072013-DSC_4786.jpg.d2eecd0eb7a5bdfc3306857854483dd5.jpg

Chegamos no topo perto das 9h, sentamos pra apreciar a vista e as nossas conquistas pessoais. Por um lado, foi bom ter chovido, assim não sentimos tanto calor na subida hehehehe. Eu tava muito feliz lá em cima, mal conseguindo acreditar que estava ali. Descansadas, começamos a descida, que foi bem demorada, uma das Julianas estava com medo de cair, então descemos bem devagar. Eu sei que eu vou pro inferno por rir da desgraça alheia, mas tinha um casal de italianos que estava descendo junto conosco, deviam estar na faixa dos 60 anos, e o senhor olhou pra gente e disse: “É só ir descendo de lado, segurando nos degraus com uma das mãos. Façam como eu, eu sei bem isso porque sou alpino”. Meu, não deu 15 minutos e ele tava esburrachado no chão hahahahahahahahaha. Ele escorregou e foi descendo. Mas logo levantou e disse que tava tudo bem, mas foi engraçado demaaaaais hehehehehehe.

 

Aguas_Calientes_MP_23072013-DSC_4808.jpg.db8530149d954b4ca536328e5e9a62c6.jpg

Aguas_Calientes_MP_23072013-DSC_4825.jpg.01f0a539ab3746d3c89c770fd68197b7.jpg

Às 10:50 estávamos de volta ao controle de entrada do Huayna Picchu, assinei minha saída no livro e fomos de volta à entrada de MP, nossas águas haviam terminado e estávamos morreeendo de fome. O ingresso é válido pro dia todo, então dá entrar e sair do parque quantas vezes quiser.

 

OBS: levem comida e bebida, mas deixem na mochila/bolsa, porque teoricamente só se pode comer lá fora.

 

Eu comprei uma água nas máquinas que tem lá fora, por OITOOOO SOLES! E o que aconteceu? A máquina engoliu meu dinheiro e não me deu a água ::vapapu:: hahahaha. Fui até o restaurante reclamar e o atendente abriu a máquina pra mim e pegou a água. Comprei um cachorro quente (nada parecido com os nossos) por 15 soles (pagos no cartão). Me despedi das meninas, deixei meu casaco no guarda-volumes e entrei novamente em MP pra fazer a visita guiada e logo encontrei o grupo da bandeira azul. Sinceramente, não achei grande coisa a visita guiada. Ok, algumas informações interessantes, mas eu poderia ter lido em um livro. O que eles fazem é levar o grupo até os setores, todo mundo dá uma olhada e depois sentamos todos em algum lugar pra ouvir o guia. Sei lá, eu gosto de estar olhando pras coisas enquanto me explicam pra que elas servem, mas ok.

 

Aguas_Calientes_MP_23072013-DSC_4854.jpg.5589c90e19dd94a250568f3843db7849.jpg

Aguas_Calientes_HDR2.jpg.60ae71bfb47fa78de237be462990bd23.jpg

Aguas_Calientes_MP_23072013-DSC_4911.jpg.52be7e0e8cd7ed89dbd077aba67cdcd0.jpg

A visita guiada terminou às 13h30, e aí eu fui desbravar o Machu Picchu sozinha. Fiquei perseguindo lhamas por um bom tempo (adoro lhamas ::love:: hehehehe) e encontrei os dois argentinos do dia anterior, o Lucas e o Santiago, sentados na praça central de MP, exaustos; eles tinham acabado de descer do Huayna Picchu e, a essa altura do dia, o sol já brilhava (thanks God) e o calor reinava hehehehe. Conversei um pouco com eles e segui desbravando a velha cidade inca. Fui subindo, pra encontrar o lugar ideal pra tirar a foto clássica. VEEEESH! Foram várias as tentativas, nenhuma bem sucedida hahahahah. Acho que as pessoas tem medo de câmeras grandes =/

Subi até a casa de vigia, a vista de lá é beeeeem legal. Tinha um espanhol, o Fernando, e ele começou do nada a tirar muitas fotos com iPhone, perguntou se não nos importávamos em aparecer. Enfim, todos ali ficaram curiosos, ele tava fazendo uma foto 360° muito foda, com um aplicativo. Começamos a conversar, já me enturmei com um alemão que está morando no Equador e que eu não sei pronunciar e muito menos escrever o nome, nem por decreto; o Alan, americano amigo do alemão de nome difícil, e a Teresa, espanhola. Sentamos ali nos andenes perto da casa de vigia e ficamos um tempo, tirando muitas fotos e conversando.

 

Aguas_Calientes_MP_23072013-DSC_4907.jpg.de250de1c61b6c11282bf14c3b3ec8d7.jpg

Aguas_Calientes_MP_23072013-DSC_5039.jpg.80d0d88018dd339fd14eec007f60b0fe.jpg

Saímos de Machu Picchu às 16h30 (fecha às 17h), o Alan e o Alemão iriam descer de volta a Aguas Calientes a pé e depois caminhar até a Hidrelétrica, onde pegariam um táxi ou uma van. O alemão contou que mora com a namorada no Equador, mas que que o visto dele expirou, então precisava matar um tempo no Perú e na Bolívia. Falei pra ele sobre Uyuni, e sobre a Estrada da Morte, ele curtiu a ideia. Nos despedimos, eles seguiram pela escada e eu peguei meu super confortável ônibus de volta a Aguas Calientes.

 

Eu fiquei em Machu Picchu das 6h30 às 16:30, foram 10 horas super incríveis e no final eu tava simplesmente exausta. Mas foi ótimo eu ter ficado todo esse tempo, a neblina durou até quase meio-dia e o sol só apareceu à tarde. Valeu MUITO a pena.

 

MP_Panorama2_2.jpg.6b6d4dc626eac0d15656e4bcbcfb2e77.jpg

Chegando em Aguas Calientes fui direto pro hotel pegar minha mochila, passei em uma dessas lojinhas perto das termais e comprei um chinelo por 5 soles (ainda tenho ele hahahaha). Eu precisava MUITO de uma banho e resolvi ir nas termais. Ok, muita gente pode pensar que é nojento, mas foi a melhor decisão que eu tomei, fiquei novinha com aquela água quentinha e as pedrinhas no fundo da piscina massageando os pés. Delícia. A mochila eu deixei em um armário que eles tem lá e cobram 1 sol pra guardar e o ingresso pras termais custa 10 soles.

 

Aguas_Calientes_MP_23072013-DSC_5062.jpg.4b1bac9980b85a259bd64be421514977.jpg

Acho que fiquei 1h de molho hehehehe, saí de lá às 19h e fui procurar um lugar pra comer (STARVINGGGGG!!!). Parei em um restaurante na Av Pachacutec e pedi o menu turístico: Sopa Criolla (OMG MELHOR SOPA FOREVER TE AMO!), suco de abacaxi e o segundo prato que era arroz, carne de alpaca, saladinha e, claro, papas hehehehehe. Também pedi uma Cusqueña porque ninguém é de ferro hehehehe. O menu foi S/. 15 e a cerveja foi S/. 7. Depois de comer passei em um mercadinho e comprei água e mais umas besteiras pra comer na viagem de volta.

 

Aguas_Calientes_MP_23072013-DSC_5065.jpg.e62cee3c0448097b41b22b19aed843bd.jpg

Aguas_Calientes_MP_23072013-DSC_5066.jpg.a20fedce5fd0eb80160e0e42e078c328.jpg

Fui andando até a estação, e fiquei esperando o trem (que estava programado pra sair às 21h30), a sala estava lotaaada de gente. Quando abriram as portas pra plataforma aquilo lá parecia uma visão do apocalipse, gente correndo pra todo lado, empurrando. Sério, calma pessoal, o trem não vai fugir e o assento é marcado. Pra variar, eu dormi a viagem toda, não vi nem o serviço de bordo hahahahaha. Só acordei quando chegamos em Ollanta, devia ser umas 23h30. Alguém deveria estar lá esperando com uma van pra me levar de volta a Cusco. Procurei todas as pessoas segurando plaquinhas, pra ver se alguma tinha o meu nome. E nada. Olhei todas, nenhuma tinha o meu nome. Até que eu ouvi alguém gritar: “MARIA TERTOLE!!!!”. Velho, já erraram o meu nome de muitas maneiras, mas nunca assim são escrotamente hahahahaha. Bom, como as minhas passagens também vieram com o meu nome errado (cada uma de um jeito diferente – é, vai entender...), assumi que essa Maria Tertole poderia ser eu HAHAHAHAHAHA. Entrei na van, capotei e só acordei em Cusco, quando paramos na Plaza San Francisco à 1h da manhã. Fui caminhando até o Wild Rover, fiz o check-in (dessa vez em dormitório de 10 camas) e, alguém adivinha? Isso mesmo, fui pro bar. Encontrei a Tamires no caminho, e depois as outras meninas lá dentro. Elas disseram que a trilha Inca é linda, mas foi super puxada. Buenas, bebi e fui dormir porque tava o bagaço da laranja hahahahaha.

 

Aguas_Calientes_MP_23072013-DSC_5073.jpg.1a8cb74dfb1b050707c337b149e5e913.jpg

- Gastos e endereços:

Capa de Chuva: S/.10

Garrafa de água 500ml em MP: S/.8

Cachorro-quente em MP: S/.15

Chinelo de eva: S/.5

Ingresso piscinas termais: S/.10

Menú turístico: S/.15

Cusqueña long neck: S/.7

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros de Honra

15 soles, vc disse 15 soles num cachorro quente daqueles americanos horríveis??? noussa, pão duro do jeito que eu sou acho que eu comia grama mas não pagava isso num cachorro quente, kkkkk.

Mari, mas brincadeiras a parte, Machu Picchu é indescritível mesmo e vale ser revisitada. No começo desse ano, quando comecei a programar as férias de dezembro com a esposa, nós combinamos que esse ano não iríamos pra Machu Picchu, já que em 2011 e 2012 a gente tinha ido. então 2013 a gente ia pular. mas ai, uma amiga nossa que sempre quis ir pra MP disse que se a gente fosse nesse ano ela ia tbm. ai meu, vamos de novo e pior, eu não vejo a hora de voltar lá. aquele lugar é realmente incrível. o ar, a natureza, as ruinas, tudo, só que foi consegue entender.

 

Aguardo a continuação do seu relato, deixando um puxão de orelhas pq tá demorando demais pra terminar. kkkk

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros
15 soles, vc disse 15 soles num cachorro quente daqueles americanos horríveis??? noussa, pão duro do jeito que eu sou acho que eu comia grama mas não pagava isso num cachorro quente, kkkkk.

Mari, mas brincadeiras a parte, Machu Picchu é indescritível mesmo e vale ser revisitada. No começo desse ano, quando comecei a programar as férias de dezembro com a esposa, nós combinamos que esse ano não iríamos pra Machu Picchu, já que em 2011 e 2012 a gente tinha ido. então 2013 a gente ia pular. mas ai, uma amiga nossa que sempre quis ir pra MP disse que se a gente fosse nesse ano ela ia tbm. ai meu, vamos de novo e pior, eu não vejo a hora de voltar lá. aquele lugar é realmente incrível. o ar, a natureza, as ruinas, tudo, só que foi consegue entender.

 

Aguardo a continuação do seu relato, deixando um puxão de orelhas pq tá demorando demais pra terminar. kkkk

 

 

Isso mesmo, estilo cachorro-quente americano. Foi foda, mas a anta aqui esqueceu de comprar coisas pra comer antes.

 

Vou me esforçar pra terminar logo, mas to trabalhando direto e tem a faculdade também. Mas vou fazer o esforço pra ir mais rápido ::quilpish:: hehehehehe

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

×
×
  • Criar Novo...