Ir para conteúdo

Samaipata, Potosí, Sucre, mais cidades maiores e menores - 10 dias


Posts Recomendados

  • Membros de Honra

Coloquei no título apenas aqueles 3 monumentos de Patrimônio de Humanidade UNESCO que serviram como motivação maior para minha 3-a viagem à Bolívia.

A 1-a (La Paz - Tiuanaco - Copacabana - Isla del Sol) ocorreu há 9 anos, viajamos em dois com a minha esposa;

A 2-a (Missões de Chiquitânia, sozinho) em abril deste ano - http://www.mochileiros.com/batismo-boliviano-chiquitania-em-4-dias-t81331.html.

Esclareço desde já que Salar de Uyuni ficará para 4-a, junto com Tarija, de novo em dois.

 

Nesta vez fui só, visitei 10 outros locais, com pernoite em 8 desses.

Cheguei a Santa Cruz de avião, fiz uma rota terrestre até Sucre e de lá retornei de avião via Santa Cruz.

Evitei ônibus noturnos, fiz todos trechos de dia e tirei muitas fotos nestes quase 1300 km:

 

Santa Cruz (A) - Samaipata (B) - Mairana © - Punata (D) - Cliza - Tarata - Cochabamba (E) - Oruro (F) - Potosí (G) - Sucre (H)

 

1309-BOL.jpg

 

As letras indicam cidades de pernoite (uma de A a F, duas em G e H)

Simplifiquei neste mapa algumas detalhes:

"А" representa aeroporto Viru-Viru VVI e cidade de Santa Cruz;

"Н" respectivamente Sucre e seu aeroporto;

Desvios para El Fuerte e dentro de Valle Alto ignorados.

 

Cronograma logístico (haverá mais detalhes em reportagens locais):

 

28.09.2013. Chegada em VVI (A), bus 135 até cidade - 20 km 40 min, "trufi" até Samaipata - 120 km 2h30m, noite e pernoite em Samaipata (В)

29.09.2013. Pela manhã Samaipata, de dia El Fuerte, à tarde "trufi" até Mairana - 20 km 30 min, noite e pernoite em Mairana (С)

30.09.2013. Das 8:30 até 17:30 no ônibus até Punata (Valle Alto) - 320 km, 9 h, noite e pernoite em Punata (D)

01.10.2013. Pela manhã Punata, de dia Cliza e Tarata (de táxis coletivos), à tarde "trufi" até Cochabamba (60 km no total), fim de tarde, noite e pernoite em Cochabamba (E)

02.10.2013. Cochabamba até almoço, depois ônibus até Oruro (220 km, 4 h), noite e pernoite em Oruro (F)

03.10.2013. Das 8:45 até 14 h no ônibus até Potosí (320 km, 5 h), tarde, noite e pernoite em Potosí (G)

04.10.2013. Dia inteiro em Potosí: excursões pela cidade e para mina; pernoite em Potosí (G)

05.10.2013. Pela manhã ônibus até Sucre (150 km, 3h), tarde, noite e pernoite em Sucre (Н)

06.10.2013. Dia inteiro em Sucre: excursões pela cidade; pernoite em Sucre (Н)

07.10.2013. Pela manhã táxi, aeroporto, atraso 4 h, voo, chegada em VVI, fim de tarde, noite e pernoite em Santa Cruz (A)

08.10.2013. Pela manhã Santa Cruz, de dia embarque em VVI (A)

 

Custo total de buses, trufis, táxis coletivos, taxas de terminais - B$ 224

Passagem aérea Sucre - Santa Cruz, com taxa e táxi - B$ 432

Total de despesas com transporte - B$ 656

 

10 pernoites em 8 locais somaram B$ 955

Nas maiores cidades escolhi hotéis mais completos, nada de chique, mas "firmes" - com bom café de manhã, ducha e wi-fi de verdade, pagando B$ 120 em Cochabamba, B$ 150 em Oruro e B$ 180 em Santa Cruz. Mas parei mais em quartos mais simples, porém com banheiro privado: Samaipata (1), Potosí (2) e Sucre (2) - 5 noites por B$ 80 cada (em Potosí até com micro café de manhã). Em Mairana quarto com banheiro ficou em B$ 60, em Punata sem banheiro mas com wi-fi em B$ 45.

 

Completando o orçamento:

comida-bebida-utilidades B$ 645

excursões e conribuições B$ 496

compras B$ 135

 

Total de B$ 2887 em 10 dias e noites na Bolívia.

 

Na primeira parte do relato haverá um esboço de tutorial logístico deste roteiro que posa ser útil em algumas partes de outros roteiros pela Bolívia;

E na segunda - apresentações sobre locais visitados.

 

Encerrando este resumo, apenas um aperitivo com cartões de visita.

 

El Fuerte de Samaipata:

IMG_0350%2520pic.JPG

 

Centro de Mairana:

IMG_0441%2520pic.JPG

 

Plaza de Punata:

IMG_0629%2520pic.JPG

 

Centro de Cliza:

IMG_0650%2520pic.JPG

 

Centro de Tarata:

IMG_0710%2520pic.JPG

 

Centro de Cochabamba:

IMG_0876%2520pic.JPG

 

Panorama de Oruro:

IMG_1142%2520pic.JPG

 

Centro de Potosí:

IMG_1503%2520pic.JPG

 

Panorama de Sucre:

IMG_2071%2520pic.JPG

 

Centro de Santa Cruz de la Sierra:

IMG_2283%2520pic.JPG

Editado por Visitante
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Respostas 57
  • Criado
  • Última resposta

Mais Ativos no Tópico

  • Membros

Bacana esse roteiro com alumas cidades fugindo de um roteiro "tradicional", (Acredito, pois pelo nome das cidades não serem tão citados no fórum).

 

Poderia descrever melhor as atrações dessas cidades, pois tenho interesse em conhecer também esse lado menos "famoso" da Bolívia.

Editado por Visitante
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros de Honra

O aeroporto Viru-Viru fica a norte da cidade Santa Cruz de la Sierra, um pouco longe pelos padrões bolivianos, mas de fato não muito.

Sem bagagem, com uma mochila compacta, deu para ir de ônibus, pagando apenas B$ 6.

 

Esta linha 135 é assim:

http://goo.gl/maps/4ksnO

 

chega ao 1-o Anel, vira nele e contorna o Centro do lado oeste.

 

De dia no aeroporto quase sempre há um ônibus esperando passageiros, são bem apertados, há assentos dobráveis no corredor tb.:

 

131008-pic%2520Aero%2520%2528103%2529.JPG

 

Para ir ao aeroporto é possível pegar este ônibus em algumas paradas no 1-o Anel, mas no ponto inicial é mais seguro.

 

pic-BOL%2520BUS%2520%2528116%2529.JPG

 

A construção do lado direito é o "Ex-Terminal del Buses" que agora abriga outros serviços públicos.

Esta é Rua La Riva, transversal ao 1-o Anel, do lado de dentro, exatamente aqui: http://wikimapia.org/#lang=pt&lat=-17.792116&lon=-63.186654&z=19&m=b

 

Quase em frente (uma quadra à direita), no outro lado do 1-o Anel, fica ponto de táxis e vans para Samaipata e Mairana, há até um escritório:

 

pic-BOL%2520BUS%2520%2528115%2529.JPG

 

O motorista do ônibus 135 foi muito atencioso: avisou que passará pelo ponto, parou no lugar exato e mostrou o escritório

 

Neste momento há um táxi de 5 lugares esperando passageiros, mas eu tomei minivan de 3 fileiras (Toyota Noah).

Local exato: http://wikimapia.org/#lang=pt&lat=-17.791016&lon=-63.187429&z=19&m=b

 

Viajamos 8 adultos e 2 crianças grandes. Fiquei no meio desta embarcação com mochila sobre joelhos e não tirei fotos, embora paisagens eram bonitas. Descontei depois nos outros trechos, mais bonitos ainda. Mas agora o assunto é a viagem até Samaipata que durou 2,5 horas e custou B$ 30. O destino final do Noah era Mairana, como 3 passageiros desceram em Samaipata, o motorista entrou na cidade e nós deixou na praça principal, ao lado da igreja. Bem aqui: http://wikimapia.org/#lang=pt&lat=-18.179299&lon=-63.875434&z=17&m=b

Editado por Visitante
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros de Honra

29.09.2013.

 

"El Fuerte" foi umas das três principais chaves deste meu roteiro, e valeu mesmo. Embora não é um objeto tão amplo como as cidades coloniais Potosí e Sucre, mas tem suas características próprias incomparáveis. Em particular, representa camadas históricas mais antigas e combina parte arqueológica com vistas panorâmicas muito bonitas. Entrou na Lista de Patrimônio de Humanidade em 1998, 4-o entre 6 monumentos bolivianos, com No. 883 na relação geral.

 

O sítio arqueológico é composto de duas partes: uma grande rocha esculpida com finalidades ritualísticas e restos das construções ao seu redor, um pouco abaixo.

 

130929-pic1%2520%2528121%2529.JPG

 

Este monólito vermelho com dimensões de quase 220 x 60 m possui diversas figuras na sua parte superior.

 

130929-pic1%2520%2528123%2529.JPG

 

Já dos lados há série de pequenos templos encravados nas paredes quase verticais.

 

130929-pic1%2520%2528139%2529.JPG

 

Este local foi usado por índios da cultura Mojocoya por mais ou menos um milênio, desde ano 300 d.C. aproximadamente, e pelo menos na segunda metade desse período, entre 800 d.C e 1300 d.C. de forma contínua.

 

Depois houve relativamente curtos períodos dos incas, que penetraram do norte no século XIV e criaram aqui capital de uma província fronteiriça, e dos índios guerreiros guaranis vindos da região Chaco (Chiriguanos, por volta de 1520). E logo começou o domínio espanhol que realmente criaram um importante forte neste local, bem no caminho principal entre Lima e Assunção. Nesta épocas as três ondas de invasores levantaram várias construções de importância militar, administrativa ou agrícola, cujos restos cercam o monólito milenar.

 

130929-pic1%2520%2528124%2529.JPG

 

130929-pic1%2520%2528126%2529.JPG

 

130929-pic1%2520%2528128%2529.JPG

 

130929-pic1%2520%2528129%2529.JPG

 

130929-pic1%2520%2528131%2529.JPG

 

130929-pic1%2520%2528134%2529.JPG

 

130929-pic1%2520%2528136%2529.JPG

 

130929-pic1%2520%2528137%2529.JPG

 

130929-pic1%2520%2528135%2529.JPG

 

E tem muito mais. A visitação do sítio é auto-guiada, há um longo caminho pelas trilhas e passarelas bem identificadas, com vários mirantes. E além das vistas dos destaques arqueológicas os visitantes podem admirar paisagens de rara beleza.

 

130929-pic1%2520%2528102%2529.JPG

 

130929-pic1%2520%2528104%2529.JPG

 

130929-pic1%2520%2528112%2529.JPG

 

130929-pic1%2520%2528113%2529.JPG

 

O percurso é programado para 1,5 - 2 horas e este passeio é muito agradável. Nas altitudes por volta de 1950 m, a qualidade do ar é excelente, nada dos problemas de Altiplano.

 

130929-pic1%2520%2528106%2529.JPG

 

130929-pic1%2520%2528107%2529.JPG

 

Aqui embaixo dá para ver a própria estrada velha Santa Cruz - Cochabamba, desvio não pavimentado a partir desta para Forte aparece à esquerda na meia-altura.

E a cidade de Samaipata mais acima, na margem esquerda. Como demosntra esta imagem, oe monumento histórico fica a quase 10 km da cidade Samaipata. O ingresso custa B$ 50 e pode ser comprado na cidade mesmo, vale para visitar o Museu Arqueológico também. Da praça central de Samaipata circulam táxis que levam visitantes por B$ 80, o valor inclui a espera necessária e pode ser dividido com outros passageiros, caso haja mais alguém interessado.

 

130929-pic1%2520%2528151%2529.JPG

 

Eu não levei a sorte, tinha que pagar sozinho viagem com este Toyota Ipsum, que fotografei antes de retorno, com Centro de Atendimento aos Visitantes no fundo (à direita).

 

À esquerda do pavilhão principal fica área de venda de artesanatos:

 

130929-pic1%2520%2528148%2529.JPG

 

Essas coisas são bastante simples e baratas.

 

O táxi não é obrigatório, para quem tem bastante tempo e gosta de andar, a opção de caminhada também é boa, no mínimo triplica a doze aeróbica: mais 2 h de ida e depois mais 2 h de volta.

 

130929-pic1%2520%2528155%2529.JPG

 

Com direito a vistas como esta, aqui um dos mirantes de "Fuerte" aparece no topo, na margem direita.

 

Estas e outras fotos no álbum completo de El Fuerte: https://picasaweb.google.com/115556611632897883617/ElFuerteSamaipataBOLIVIA

Editado por Visitante
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros de Honra
Que fotos lindas! Imagina começar a viagem com uma vista dessas, que delícia?

Continue postando *-*

 

Obrigado! ::cool:::'>

Realmente, foi um começo muito inspirador, e as montanhas apenas começaram no meio de caminho de Santa Cruz para Samaipata.

Resolvi fazer todos os trechos de dia para curtir mais vistas de ônibus, e consegui umas fotos desses tb.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros de Honra

Samaipata (B), fundada em 1618, altitude 1670 m, população menos de 4 mil habitantes (incluindo estrangeiros de 25 países!), 120 km de Santa Cruz.

 

A cidade de apoio para visitação do sítio arqueológico EL Fuerte é muito simpática e bastante voltada ao turismo.

Há várias agências que oferecem passeios ao Parque Nacional Amboro e outros. Opções de hospedagem e de alimentação não faltam também.

É considerado que faz para Santa Cruz mais ou menos papel de Campos do Jordão para São Paulo, e parece isso mesmo.

Mas salvo as proporções, o visual é mais para São José do Barreiro no Vale histórico, próximo à Serra da Bocaina.

 

130929-pic2%2520%2528101%2529.JPG

 

E a igreja principal é menor ainda, fica aqui: http://wikimapia.org/#lang=pt&lat=-18.179381&lon=-63.875611&z=19&m=b

 

130929-pic2%2520%2528104%2529.JPG

 

A praça em frente à igreja é muito bem arrumada, como quase em todo lugar na Bolívia.

 

130929-pic2%2520%2528113%2529.JPG

 

130929-pic2%2520%2528135%2529.JPG

 

Este é o lado da igreja, para lado esquerdo. Na outra esquina fica ponto de táxi e minivans que levam a El Fuerte, e na rua lateral ponto de partida para Santa Cruz.

Uma das pousadas mais charmosas fica na mesma esquina.

 

130929-pic2%2520%2528142%2529.JPG

 

Mas parei próximo ao canto oposto da praça, no Residencial Rosário (B$ 80 com banheiro privado). Local: http://wikimapia.org/#lang=pt&lat=-18.180010&lon=-63.875115&z=19&m=b

É segundo prédio da esquina, para fora da praça. E o seu vizinho serve tb., Residencial Chelo, mas lá existe estacionamento interno de veículos, e achei que haveria mais barulho.

 

130929-pic2%2520%2528114%2529.JPG

 

Dentro da mesma quadra fica tb. o mercado municipal, e o movimento já começava cedo naquele domingo (vista pela outra rua que sai da mesma esquina da praça)

 

130929-pic2%2520%2528130%2529.JPG

 

Assim ela é vista do hotel, que continua em construção para cima. No horizonte aparece a estrada para Cochabamba que sobe antes de logo descer ao Vale de Mairana

 

130929-pic2%2520%2528133%2529.JPG

 

Mais um pedaço da área comercial

 

130929-pic2%2520%2528125%2529.JPG

 

Mas para turistas o ponto obrigatório é aqui, o Museu Histórico e Arqueológico. Apenas 3 quadras da praça, no sentido de rodovia: http://wikimapia.org/#lang=pt&lat=-18.178280&lon=-63.874058&z=19&m=b

 

130929-pic2%2520%2528138%2529.JPG

 

A exposição não é grande, mas há peças pré-incaicas, até de idade milenar.

 

130929-pic2%2520%2528141%2529.JPG

 

Admiro na Bolívia a popularidade de jogo de Xadrez, entre outras coisas.

 

Mais um pouco de cantinhos charmosos da cidade:

 

130929-pic2%2520%2528118%2529.JPG

 

130929-pic2%2520%2528119%2529.JPG

 

130929-pic2%2520%2528120%2529.JPG

 

130929-pic2%2520%2528122%2529.JPG

 

130929-pic2%2520%2528123%2529.JPG

 

130929-pic2%2520%2528126%2529.JPG

 

130929-pic2%2520%2528127%2529.JPG

 

Há tb. outras fotos neste álbum: https://picasaweb.google.com/115556611632897883617/SamaipataBOLIVIA#

Editado por Visitante
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros de Honra

Samaipata em si não é nenhum centro de logística, embora na cidade há várias paradas de táxi lotação, focadas em localidades próximas.

Mas o relevante mesmo é o contorno da praça central, de onde há saídas para El Fuerte:

 

pic-BOL%2520BUS%2520%2528101%2529.JPG

 

contornando a praça daqui para esquerda há paradas de Santa Cruz:

 

pic-BOL%2520BUS%2520%2528102%2529.JPG

 

Os minivans e táxis saem com frequência, o ônibus é uma raridade, mas pelo menos fica exposto por algum tempo e horá de saída é anunciada na placa dele.

Em Santa Cruz não chega nem ao Centro, nem ao Terminal Multimodal, deixa os passageiros no setor sudoeste.

 

Para seguir às outras cidades é melhor avançar até Mairana, com qualquer condução que passa no ponto da rodovia, em frente ao posto de combustível ("surtidor").

http://wikimapia.org/#lang=pt&lat=-18.176720&lon=-63.869196&z=19&m=b

Hoje em dia já não compensa ficar neste ponto aguardando ônibus para destino final, como Vallegrande ou Sucre, são raros e podem nem parar, caso lotado.

 

É muito mais prático andar mais 17 km e buscar outra solução em Mairana.

 

pic-BOL%2520BUS%2520%2528104%2529.JPG

 

Ao voltar da excursão El fuerte eu nem consegui tirar uma foto do local, já parou este Noah e me levou por B$ 10.

O destino final dele foi um pouco mais longe, Los Negros, e a missão cargueira, com 2 bancos rebatidos.

Mas ele ainda encaixou no banco de frente 2 passageiros.

 

Uns 25 minutos de viagem: subida e depois descida. As vistas do Vale de Mairana eram impactantes, é uma vasta área de produção agrícola intensa, cercada pelas montanhas.

A Mairana é uma cidade mais dinâmica, e quase tudo lá fica nas margens da estrada - paradas, pousadas, mercado, restaurantes...

 

Quem segue para Vallegrande, alem dos mesmos ônibus em transito de Santa Cruz, tem à disposição serviços de lotação, com saídas frequentes.

 

Mas o meu próximo destino era Cochabamba, é há ônibus Mairana - Cochabamba, sim.

 

pic-BOL%2520BUS%2520%2528106%2529.JPG

 

Este estava com partida marcada para 14:30, poderia almoçar e ir.

 

Mas verifiquei que chegaria entre 1 e 3 horas de madrugada, que não me animou.

Então, resolvi dormir por aqui e comprei passagem para ir às 8:30 no dia seguinte (por B$ 40).

 

pic-BOL%2520BUS%2520%2528109%2529.JPG

 

Talvez, para viajar com este ônibus, que estava escondido na rua lateral.

Gostaram da foto no seu bordo?

 

pic-BOL%2520BUS%2520%2528108%2529.JPG

 

É da orla Santista! ::cool:::'>

 

pic-BOL%2520BUS%2520%2528110%2529.JPG

 

Mas no dia seguinte embarquei neste amarelinho. O escritório da empresa aqui é escondido pela cabine, esta tem saídas de manhã e à tarde (15 h).

 

pic3-130929%2520%2528103%2529.JPG

 

http://wikimapia.org/#lang=pt&lat=-18.122493&lon=-63.958481&z=18&m=b - local exato.

E da concorrente (com saídas só à tarde) fica na outra parte da esquina, bem na margem direita da foto anterior.

 

Há também bastante ônibus em transito que param neste pedaço, dos dois lados da rodovia:

 

pic-BOL%2520BUS%2520%2528107%2529.JPG

 

pic-BOL%2520BUS%2520%2528105%2529.JPG

 

E os serviços de lotação (Santa Cruz, Vallegrande e outras linhas) ocupam todo espaço restante nestas quadras:

 

pic3-130929%2520%2528101%2529.JPG

 

pic3-130929%2520%2528104%2529.JPG

 

Inclusive ao lado deste Residencial ROSALAS, onde parei por B$ 60 (com banheiro, tudo mais confortável que em Samaipata;

Há várias outras opções de hospedagem em volta. A alimentação em Mairana tb. é mais abundante e mais barata.

Editado por Visitante
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa

Você pode postar agora e se cadastrar mais tarde. Se você tem uma conta, faça o login para postar com sua conta.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emojis são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.


×
×
  • Criar Novo...