Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

johnzenho

Republica Dominicana: mergulho na Isla catalina, Isla Saona, Cabarete, Puerto Plata e Santo Domingo

Posts Recomendados

Fui pra RD em junho, vou fazer o relato pq tem poucos, e os que tem, tem bastante resort e tal

 

voo: fui de gol, consegui por 15k milhas cada trecho + taxas

 

1º dia

cheguei por volta de 8h em santo domingo, peguei um carro na avis (fiz a reserva pela internet)

-> tudo que eu fiz de carro, dava pra ter feito de onibus ou taxi porém com mais tempo, mas no final não compensou

ficou USD70 por dia com seguro :(

 

pra comparar

1 real = 20 pesos

1 dolar = 43 pesos

 

baixei o mapa da RD todo na internet de graça (só procurar que acha) e coloquei no meu gps garmin

mas se for ficar só nos pontos turísticos (sem sair pra desbravar o país) não precisa, é tudo bem sinalizado e as pistas (RD01, 02...) são ótimas

mas tenha sempre alguns pesos pro pedágio

 

fui direto pro scape park - cap cana ver o hoyo azul

o hoyo azul era um sonho pra mim desde que fui a bonito, e lá tem uma gruta com agua azulzinha, mas vc não pode entrar ::bad::

aqui entrei feliz da vida, é lindo de mais

DSC05643.jpg

vi em algum forum que era possível ir sem guia, pagando USD20 e ficando o tempo que quiser

porém isso não é mais possível, agora o preço é USD60 com uma hora no local

chegue o mais cedo que puder, pois vai ficando tarde e as excursões vão chegando

 

Dormi no Hostel Gava, bom, porémpéssimo de encontrar

Bavaro não tem muita coisa pra quem não está em resort.

 

Isla catalina

Fiz três mergulhos na isla catalina com o Pelicano http://www.pelicanosport.com/

Alguém aqui no forum tinha indicado, eu não quis inventar moda

GOPR0148.jpg

Obs importante: não faça 3 mergulhos na isla, faça dois no máximo

o terceiro foi só pra cumprir tabela e ainda não curti a praia (o tempo do 3 mergulho foi o tempo de praia)

O primeiro é shoooow, o segundo é ok, o terceiro tive que retornar com quase 90bar pq o barco já estava para sair.

 

Isla saona

Fechei por 1400 pesos (USD35) em bayahibe mesmo

Os barcos saem por volta de 9 da manhã, se vc chegar antes dessa hora consegue fechar ainda

final3.jpg

A ilha tem dois lados, um é bem mais chique. Só descobri isso andando um pouco.

Aproveite a piscina natural, é a melhor parte do passeio

eu fui e voltei de catamarã (preferi)

por 35 dolares vale muito, por 100 não

 

Da uma lida aqui republica-dominicana-baiahibe-e-punta-cana-t98583.html

Esse lado de bayahibe é melhor que a isla

 

Dormi no Taino acomodation, o preço é bom tb, a localização boa

A cidade tem uns restaurantes bons e sab-dom tem festa pela cidade toda

 

Cabarete

no outro dia acordei cedo, devolvi o carro em Santo domingo (ufa!) e peguei um onibus pra cabarete

Pra chegar em cabarete é o seguinte: onibus de santo domingo até sosua, de lá mototaxi (200 pesos) ou gua gua (van - 50pesos), ou ainda taxi convencional, não sei quanto

As empresas que vao são a metro autobuses e a caribe tours

Fui de caribe (mais barato e mais perto do aeroporto) e voltei de metro (mais perto do hotel que estava)

o serviço é bem igual

 

Cabarete é de longe a melhor cidade que visitei na RD. Muito turística, cheia de lugares e turistas do mundo todo, pra quem quer conhecer gente é bem legal, mas sem os all inclusive de bavaro/punta cana e MUITO mais legal que bayahibe.

A praia é tomada de hoteis, bares e restaurantes.

Mas a praia não é tão bonita quanto nos outros locais, não é aquela praia típica caribenha, é uma praia normal (lotada de kite)

Todo fds tem alguma competição de kite. A que eu vi era a 'the highest jump'

 

Meu objetivo era ficar só em cabarete, mas lá não há hostel bom, nenhum, pesquisei todos. Se quiser ficar bem é em hotel na praia, a partir de USD50

então fui pra puerto plata

 

Puerto Plata

PP fica a uma gua gua (50 pesos) de distancia, uns 40 minutos de cabarete.

A gua gua entre PP e cabarete é a rio san juan

lá tem o mesmo vento de cabarete, flat water e com 1% de kitesurfistas de cabarete

porém com 1% tb dos restaurante e bares

O ponto de kite é no malecon (o calçadão beira-mar), kite beach, pouca gente conhece, o ponto de referencia é um bar chamado 'kite bar'

 

Fiquei no hostel Villa Carolina -> o melhor hostel que já estive até agora, parece mais um hotel, USD25 por noite

Lá tem um instrutor de kite (iko): Fernando

 

Lá visitei os 27 charcos de damajagua

Aqui dá pra ir só, sem contratar tour (80USD em média)

Como ir: Ir ao ponto de gua gua da Javilla Tours e la perguntar qual gua gua vai pra damajagua

quando entrar na gua gua, peça pro motorista de deixar em damajagua (ele vai entender)

-> se vc pegar alguma gua gua da javilla na cidade, ela te deixa no ponto final de graça, só avisar que vai pra damajagua

Ele vai te deixar no meio da pista, tem uma estrada de terra q vc segue, dá uns 800 metros e vc está lá

Recomendo ir cedo tb, eu fui o primeiro do dia

É 500 pesos pra visitar as 27 cachoeiras, independente do numero de pessoas, só tinha eu, foi eu e o guia

O aluguel de camera a prova dagua é 30usd

DSCF8403.jpg

o lugar é MARAVILHOSO

 

Em cabarete há duas agencias que fazem esse tipo de passeio: a Iguana mama e a Kayak river adventures

Na kayak o preço é geralmente mais barato

 

Com a Iguana Mama fiz o tour ciguapa falls (fica no rio san juan)

100usd (+25 das fotos)

P6152468.jpg

os guias são muito bons, e o tour é bem legal

não vale a pena alugar o burrinho pra te carregar no final

(a iguana fica em cabarete, mas ainda estava em puerto plata, só peguei uma gua gua)

 

Com a kayak iria fazer o magic mushroom, mas acabei me machucando enquando fazia kite

Tb iria fazer um tour de buggy https://sites.google.com/site/toursbyjames/bikes-buggys , mas não pude

(o james é super bem falado na playa dorada de puerto plata)

 

Santo Domingo

Santo domingo é uma cidade com uma zona colonial. Inicialmente não iria ficar lá, mas como me machuquei.....

A zona colonial é ok. Mas tem ótimos restaurantes, fiquei uma tarde toda em um.

Aqui foi o melhor lugar que encontrei pra quem quer levar lembranças, pra quem gosta de charutos parece ser um ótimo lugar. Cabarete também é muito bom e tem umas coisas bem diferentes.

Fiquei o Paseo Colonial que é dentro da zona, ótima localização e o preço é bom tb.

Santo domingo é um dia/uma noite no máximo.

 

-> Sobre o perigo do país. Ouvi falar cada coisa. Lá é bem parecido com o nordeste. É só ter cuidado.

A maioria das pessoas é bem receptiva e quer te ajudar.

só achei estranho todo segurança ter uma 12, parece ser bem normal por lá.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Olá Jon Jon

 

Estou indo pra RD, pensando em fazer uma trip muito parecida com a sua, mas indo de punta cana para Cabarete e de lá pra cidade de vc foi. Tenho algumas dúvidas... vou sozinha, com o é pra mulher andar sozinha por lá? Como fazer de Punta Cana para Sosua?

 

Muito obrigada

 

(tem face?)

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Olá Jon Jon

 

Estou indo pra RD, pensando em fazer uma trip muito parecida com a sua, mas indo de punta cana para Cabarete e de lá pra cidade de vc foi. Tenho algumas dúvidas... vou sozinha, com o é pra mulher andar sozinha por lá? Como fazer de Punta Cana para Sosua?

 

Muito obrigada

 

(tem face?)

"Como fazer de Punta Cana para Sosua?"

punta cana pra cabarete direto é bem longe, viu

aqui tem todas as formas de fazer isso

 

se for de puj pra cabarete mesmo, passe por samaná: dizem ter a praia mais bonita da RD (mas não fui ::mmm: )

 

"vou sozinha, com o é pra mulher andar sozinha por lá?"

achei tranquilo, não é uma Finlândia

diria que tem o mesmo nível de segurança do brasil

tomando cuidados (os mesmos do brasil) é bem normal

 

"tem face?"

olha, fb não tenho

mas te passo meu gtalk se quiser perguntar algo (me mande uma MP)

 

você faz kitesurf?

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Parabéns pelo relato!! Foram poucos onde o pessoal realmente saiu para conhecer a região e não ficou somente no mundinho dos resorts...

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa!

Você pode ajudar esse viajante agora e se cadastrar depois. Se você tem uma conta,clique aqui para fazer o login.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emoticons no total são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.


  • Conteúdo Similar

    • Por jadecdocc
      Ei! Estou precisando de dicas para Punta Cana com o orçamento total máximo de 6000 reais. Tem como fazer uma viagem dessa com esse valor? É preferível comprar pacote como da Decolar (n curto muito a ideia porém os preços estão melhores lá) ou tudo separado? Dica de resort bom para jovens que curtem muita festa;
    • Por Fora da Zona de Conforto
      A República Dominicana é um dos maiores e mais visitados países do Caribe. Pela famosa Punta Cana, seu passado colonial e por se um paraíso para o kitesurf, você deve visita-lo! Leia aqui um roteiro com tudo o que você precisa saber para visitar a “DR.” Incluindo informação de itinerários, acomodação, atrações, etc…
      Esqueça Punta Cana!!
      Ok, talvez você não precise esquecer Punta Cana, principalmente se você gosta de ficar em resorts cheios de conforto. Mas a República Dominicana é muito mais do que somente Punta Cana…ainda mais para quem gosta de praia e esportes de mar!
      Nesse itinerário que eu vou propor aqui você vai experimentar…
      Praias paradisíacas Hotéis e resorts de luxo (se for o seu estilo) Esportes aquáticos (um dos lugares mais baratos do mundo para aprender kitesurfing!) E muita história colonial (a capital Santo Domingo foi a primeira cidade de todas as Américas) Continue lendo: Roteiro de 4/7/10 dias na República Dominicana (com Punta Cana e mais) – 2018

    • Por Andersonhander
      Punta Cana é um lugar muito bonito para conhecer, mas acho que o excesso de resorts e o título de destino de “luxo” transformam a viagem para este local em uma experiência bastante superficial e “específica”. Você desfrutará da beleza local ao lado de toda a “farofa dos resorts”, além de não ter acesso à cultura local. Os dominicanos não vivem, por exemplo, em Punta Cana, pois os resorts fizeram essa região ser extremamente valorizada e cara.
       

       
      Há praias incríveis nesta ilha, seja em Punta Cana, Baiahibe ou em outras regiões, praias naquele tom de verde marinho caribenho ou azul-turquesa. Se você ainda não estiver satisfeito, vá à Ilha Saona. As grandes atrações dessa ilha são, obviamente, as praias, mas tenham atenção, pois algumas praias de alguns resorts são ruins (considere a grande possibilidade de encontrar boas praias nos resorts, pois praias públicas nessa região são raras). Tive a grande sorte de ficar hospedado de frente para uma praia espetacular em Baiahibe, uma praia caribenha com aquele verde-claro mesclado com azul-turquesa. Vejam, no Google Earth, a faixa de praia do hotel onde vocês se hospedarão, assim é possível ter mais noção sobre as praias. Cuidado com as fotos de sites, pois elas enganam.
       

       
      Valeu MUITO a pena a viagem. Saí de Punta Cana renovado e muito descansado. Recomendo muito essa viagem, há opções para todos os gostos: casais, famílias, amigos e até aqueles que querem viajar sozinhos. Viajei entre junho e julho. A viagem saiu mais em conta, pois não viajei em alta temporada. Fez sol durante toda a minha estadia.
       

       
      Não pensem em viajar para Punta Cana para ter uma experiência, exclusivamente, em função da rotina de resorts. Na verdade, recomendo a todos que paguem um táxi (mesmo que esse serviço seja um roubo) para passar em pelo menos duas áreas conhecidas como praia Macao em Uvero Alto, praia Bávaro... (de ônibus, esse “passeio” é complicado, em função da distância desses locais). Vale a pena também conhecer cidades como Ygues e La romana. Fiz esse percurso de ônibus e não fui assaltado. Não posso inferir se o lugar é violento ou não em função, apenas, da minha experiência, mas acredito que todo local é “perigoso” e devemos ter cuidados, como não querer chamar a atenção ou bancar “o turista”. Eu também sou aventureiro, então, o meu nível de “medo” é diferente das outras pessoas. Eu não me intimido muito em minhas viagens e já estive em lugares ditos “perigosos ou decadentes”. (Antes de escolher Punta Cana, eu havia escolhido uma ilha caribenha próxima à Venezuela, sem resorts, sem nada, mas me alertavam que o país estava tendo vários conflitos internos e que isso poderia comprometer a minha viagem. Nesse caso, fiquei realmente com medo e decidi não conhecer Los Roque, L. OBS: convenhamos que as coisas na Venezuela estão tensas).
       

       
      Se você não gostar muito de resorts, fique em um hotel ou mesmo em um hostel, há boas opções e preços acessíveis. Eu infelizmente não tive essa sorte quando sai dos resorts (mas vale a pena tentar). Ao final da minha viagem, eu não aguentava mais os resorts (nem a comida, nem a superficialidade, tampouco as atividades), então, depois de ficar em três resorts diferentes, fui para um hotel em El cortecito (Green Coast Deluxe - o hotel é bom pelo preço que se paga: 40 dólares, mas é BASTANTE inseguro e a água do local tem cheiro ruim), perto da praia (praia bonita, mas suja e sem estrutura ), o que foi uma experiência interessante rsrs (conheci mercadinhos, praias públicas, outros restaurantes).
       

       
      A comida da República dominicana é bastante variada. Sugiro que os que queiram comer a comida local de verdade, fujam dos restaurantes dos resorts, pois eles não a oferecem “de verdade”. Procurem algumas cidadezinhas como Ygues ou La romana para terem essa experiência. Também sugiro a todos que visitem o supermercado Jumbo, em Baiahibe (próximo de Baiahibe).
       
      Cuidado com os táxis na República Dominicana. Vale, realmente, a pena agendar um serviço de transfer do aeroporto para o seu hotel, pois no aeroporto, dificilmente irão cobrar menos de 40 dólares para levá-lo(a) ao seu hotel. Se escolher ficar em Uvero Alto, por exemplo, ou Baiahibe, a viagem de táxi pode custar entre 70 e 150 dólares (um roubo) do aeroporto de Punta Cana. NÃO PEGUEM TÁXI no aeroporto, é um ROUBO! Se vocês forem no guichê da CVC e disserem que compraram passagens aéreas com eles (que saía mais em conta do que em grandes sites de venda de passagens na internet), eles irão levá-lo ao seu hotel por um preço mais amigável do que um táxi. Não digam, no entanto, isso aos taxistas, pois você irá se meter em uma grande confusão (como eu me meti rrsrs). Os taxistas são muito competitivos e NÃO aceitam que o valor de táxi seja “negociado”.
       

       
      Saibam que param ônibus nas portas dos hotéis para levar os funcionários às suas casas, então, você poderá SIM andar de ônibus no local, como foi o meu caso: saí de Punta Cana até Baiahibe de ônibus. Ignorem os taxistas e os funcionários do hotel que irão insistir em você manutencionar o acordo entre aqueles e os resorts. Na verdade, os taxistas trabalham para empresas e ainda pagam parte do percurso que os turistas fazem para o hotel. Ou seja, eles exploram, são explorados e o ciclo de exploração por lá não tem fim. Os resorts não investem no país, estão lá apenas para ganhar em cima dos dominicanos. Disseram-me que pagam bons salários, mas duvido que não tenham feito um estudo local e tenham baseado o salário dos funcionários dominicanos em um pouco mais do que a média dos salários do país e não com base no preço médio dos salários de resorts internacionais.
       

       
      O governo cobra imposto dos resorts, mas esse dinheiro não retorna para as comunidades onde os resorts se instalam. Na verdade, não sei se podemos afirmar que esse dinheiro realmente volta, de fato, para a população, pois há muitos lugares na República Dominicana onde, por exemplo, falta água ou onde há água apenas três vezes por semana.
       

       
      Evitem comprar qualquer coisa nos resorts, pois elas custarão, no mínimo, o dobro do valor original. Certifiquem-se para saber se os resorts realmente são “all inclusive”, pois muitos serviços são para clientes diferenciados, aqueles que possuem pulseiras de identificação nas colorações mais diversas.
       
      Converse com os atendentes e com o pessoal da limpeza, eles podem dar-lhes boas dicas e informações mais locais. Se você tiver um blog, como eu, ofereça ao pessoal de relações públicas ou marketing a oportunidade de escrever sobre o hotel em seu blog em troca de um upgrade ou de algum benefício do hotel.
       
      Não percam a pulseira de seu resort, pois eles irão cobrar taxas extras caso isso aconteça. As pulseiras garantem o monitoramento dos clientes, além de sua diferenciação para determinadas “áreas”. Não acho que vale a pena fazer um upgrade nesses resorts e tornar-se um cliente diferenciado. No final das contas, talvez você fique de saco cheio do sistema de resorts, mesmo que ele seja um cinco estrelas, pois todos eles possuem a mesma chatice superficial de atendimento e de atividades. No final de minha viagem, estava tão saturado desse sistema de hospedagem que decidi não ficar hospedado em um resort cinco estrelas que havia reservado, decidi sair do sistema de resorts.
       

       
      Digam para todos os vendedores de seu resort ou para qualquer um que lhe parar: NO, GRACIAS e curtam a sua viagem. Cuidado para não perder uma manhã inteira de sua hospedagem em reuniões de vendedores que oferecem brindes. Ofereceram-me várias lembranças nos resorts, mas nada pagaria o meu sossego. Além disso, se você quiser, compre as suas lembranças e pronto. Não vá a essas reuniões de venda para se chatear se você realmente não tiver a intenção de comprar o que eles vendem. Queriam me vender um pacote anual de acesso a uma rede de resorts em vários lugares do mundo, mas eu não tinha o menor interesse, até porque não pretendo voltar tão cedo a me hospedar em um resort.
       

       
      Sobre lembrancinhas e etc. negociem esses valores com os vendedores, pois os preços podem variar em até 900%. Eu paguei 20 dólares em um quadro, mas o valor inicial custava 180 dólares. As pessoas em Punta Cana esbanjam dinheiro, e, por isso, todos “metem a faca”. Se você puder comprar lembranças fora dos hotéis, poderá pagar (se souber negociar) mais barato e terá outras opções.
       
      Punta Cana não é local para compras. Se desejar fazer compras no caminho, pare no Panamá por no mínimo 10 horas. (Tenho um relato sobre esse percurso no blog).
       
      Não exagerem na comida dos resorts ou no sol, pois isso pode transformar a sua viagem em um martírio. Comi exageradamente no início rsrs e tive desinteira.
       
      Para melhorar, passei um dia sem comer tomando água de coco na beira de um mar belíssimo, o que também foi bem legal rsrs (mas...).
      Abusem de protetor solar. Esqueci de retocar o protetor solar e o resultado foi uma insolação terrível, o pior foi a coceira bizarra que me deu, mas comprei uns produtos que me aliviaram um pouco (solar caine) e (Calamina locion). Hidratantes com Aloe Vera (babosa) são muito eficazes, abusem deles.
       
      Algumas atividades nos resorts são legais, como caiaque, o que vale muito a pena para explorar melhora as praias.
       
      OBS: todas as fotos deste post foram tiradas em Baiahibe.
       
      Boa viagem a todos =).
       
      Mais dicas de viagem em andersonhander.wordpress.com


×
×
  • Criar Novo...