Ir para conteúdo

Você acredita nas indicações do guia 4 Rodas?


rchia

Posts Recomendados

  • Respostas 50
  • Criado
  • Última resposta
  • Membros de Honra

Odilio, já conheci pessoas que trabalharam na elaboração do Guia e uma coisa posso dizer: a regra lá é ir aos estabelecimentos sem identificação e nunca aceitar qualquer oferta de serviço gratuito.

 

Embora prefira indicações de pessoas que conheço, já usei o guia algumas vezes e nunca vi uma discrepância grande entre sua classificação e a realidade.

 

Claro que, até pelo tamanho e trabalho colossal que exige, ele nunca poderá ser totalmente preciso, mas não acredito na hipótese de ser um balcão de negócios.

 

Abraço,

Rodrigo

Link para o comentário
  • Membros

Oi Rodrigo:

Como estou apenas discutindo a questão, não afirmo que seja nem que não seja. Joguei o tema para ser discutido e logicamente aceito as opiniões.Como uso o guia, é claro que, diante da sua informação ( e de outras semelhantes )confiarei mais ainda nele. Caso a opinião predominate seja no sentido de ser "uma mera lista de anunciantes" o guia perderá a credibilidade.

Odiliofap

Link para o comentário
  • Membros

Na minha opinião, o grande problema do guia brasil(pelo menos os mais recentes) é que ele nunca mostra as opções mais baratas de acomodação. Voce olha em uma cidade X no Guia Brasil e o hotel mais barato é R$50/R$60, ai no Guia Viajar Bem & Barato(tbem da 4Rodas) vc vê que na mesma cidade existem opções a R$30/R$40. eu sempre viajo com os dois, o guia Brasil para os mapas e informações(que são muito melhores que no viajar bem e barato) e o guia Viajar bem&barato para infos de acomodação e restaurante.

Link para o comentário
  • Membros de Honra

Matheus, boa lembrança. Esse é um problema sim. E não é só do Guia Quatro Rodas, é das revistas e cadernos de turismo também. É só dar uma olhada na parte de "serviço" das matérias: quase nunca se fala em hospedagem barata (que, como sabemos, NÃO É sinônimo de má qualidade).

 

Acho que existe um preconceito por parte das empresas ou dos editores, que acreditam que o público que interessa àqueles jornal/revista não fica em lugar barato.

 

Posso estar redondamente enganado, mas acredio que exista espaço no mercado para uma publicação dedicada ao "viajante econômico", até porque muitas vezes ele não é "econômico" em todos aspectos e, portanto, existe uma viabilidade em termos de anúncios. Se eu tivesse grana e colhão, fazia.

 

(Desculpem a saída do rumo da conversa... ;))

Link para o comentário
  • Membros

Constatações e indagações:

 

Alguns anos atrás a cidade de Mundo Novo MS constava do guia. Hoje não está mais.São três cidades próximas: Mundo Novo MS, Guaíra PR e Salto del Guayrá - Paraguai. Das três, Gauaíra é a maior e melhor, embora não conheça Salto del Guayrá.

É verdade que o melhor hotel ( e mais caro ) da região é o Deville de Guaira, mas em Mundo Novo tem os hotéis Régis e Bárbara que são razoáveis.

Guaíra tem ao menos duas boas churrascarias e Mundo Novo não tem bons restaurantes.

Em Gauíra tem uma boa pizzaria e várias lanchonetes e Mundo Novo só tem uma pizzaria boa.

Claro que podemos imaginar que as cidades são escolhidas no guia por um critério semelhando ao "acesso" e "descenso" que ocorre nos desfiles de escola de samba e no campeonato de futebol, ou seja: Mundo Novo "caiu", ficando fora do número de cidades que comporiam o guia. A razão pode ser ou a regressão na qualidade dos serviços da cidade ou a melhora dos serviços em Guaira que fica perto, e nesse caso, não compensa citar uma cidade se há outra melhor num raio de pouco quilometros.

Depois citarei outros casos.

Odiliofap

Link para o comentário

Arquivado

Este tópico foi arquivado e está fechado para novas respostas.

Visitante
Este tópico está impedido de receber novos posts.

×
×
  • Criar Novo...