Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Felipe Marques Santana

Washington D.C e Nova York (14 dias)

Posts Recomendados

Muito legal mesmo seu relato!!! Viu, sobre o NY pass... Que caro hein! Vc listou 3 atrações que usou acho, MoMA, top of rock e empire... Que mais da pra ir? Achou que valeu?

Abs

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Olá Juliana! O NY City Pass pode ser usado em até 6 atrações: Top of the rock, Empire State, Estátua da Liberdade com Ellis Island, Metropolitan, MoMA e o Museu de História Natural. Vou corrigir os textos e inserir a informação onde for necessário. =)

Bom, eu acho que valeu, mas hoje eu não compraria. Iria ver a estátua da ferry que vai para Staten Island, não iria ao MoMA e usaria o pague quanto quiser do Metropolitan e do História Natural, fica bem mais em conta. Aí, então, você precisaria comprar ingressos apenas para a subida aos arranha-céus.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Obrigada Felipe. Eu acabei achando o site que vende esse ticket e eles tiraram o MoMA... Então fica menos atrativo ainda. E eu curto muito arte, vou querer ir. De qualquer forma, meus planos ainda não são pra logo, quando chegar mais perto eu faço as contas.

Brigadao. Abs

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

O relato ainda não acabou! Ainda há algumas histórias para contar!

Segundo domingo em Nova York! Sem chuva e com sol! Estava ótimo para andar a esmo pela cidade!

Mais uma vez no café da minha encontrei o meu colega inglês e também tivemos a cia de uma argentina. Saímos do hostel com destino ao Downtown. Descemos na estação Columbus Circle e bordeamos o Central Park até o Hotel Plaza! Ops, já tinha feito isso, só que debaixo de muita chuva e caos. O dia estava perfeito! =)

IMG_20150125_114857769.jpg.c2e5239c4c3d4331cf135fca96942a42.jpg

 

Depois entramos na 5th pois estava procurando uma livraria para comprar um livro a um amigo. Achamos uma filial da Barnes & Noble, porém não achei o livro que estava procurando. A hora do almoço estava próxima e ficamos pensando o que iríamos almoçar: o inglês queria comida japonesa e os latinos queriam comida inglesa! hahahaha Sendo voto vencido encontramos um pub inglês para provar o famoso fish 'n' chips britânico. A vantagem de estar em uma cidade como Nova York é que se pode comer comida de qualquer lugar do mundo. Expandi muito o meu gosto por comidas étnicas lá! Depois de almoçar, decidimos ir na última atração do meu NY City Pass: o Museu de História Natural. A nossa entrada também nos dava direito a uma exibição no planetário. Olhar as estrelas é lindo, porém com a voz sussurrante do narrador, aquele ambiente escuro e uma cadeira reclinável, acabei tirando uma soneca! hahaha Mas valeu! O restante do museu não é tão interessante, a parte dos animais empalhados em seus habitats não é muito bacana.

IMG_20150125_161041555_HDR.jpg.74b30322b9c10336f553f24e4c1acdd0.jpg

A melhor parte do museu são os fósseis dos dinossauros! Esse acervo é incrível!

IMG_20150125_170534437.jpg.c1d6dae7dafd2c852f9ec8ca2e0b3f47.jpg

 

Depois do museu retornamos ao hostel para recuperar as energias, pois tinha mais um pub crawl! Esse foi o melhor de todos, pois havia bastante gente e o pessoal estava bem animado! Essa era para ser a minha última noite em Nova York, era...

Bom, o dia seguinte amanheceu nevando e havia a previsão de uma grande nevasca para o dia inteiro até a terça. TODOS os voos do Nordeste dos Estados Unidos foram cancelados... o meu não poderia ser diferente. Várias perguntas surgem: como vou voltar? Quando? Terei que pagar a passagem de novo? E a hospedagem? Estava muito nervoso, até que umas colegas que fiz no dia anterior me chamaram para ir ao Marco Zero e ao Museu de lá. Como não tinha o que fazer e não queria perder meu tempo indo ao aeroporto me juntei a elas e fui. Estava absolutamente terrível para andar nas ruas. Nevava muito e com o vento estava ainda pior! =(

IMG_20150126_150909838_HDR.jpg.9e1209810d74207c319ce20b31f00ad9.jpg

Enfim entramos no museu. Lugar muito triste para visitar, mas é interessante ver histórias de pequenos heróis que conhecemos lá. De dentro do museu, consegui ligar via Skype para a American Airlines e consegui remarcar o meu voo. Ficaria mais 3 dias na cidade! Afinal, a nevasca foi boa! hahahaha Depois de visitar o museu, almoçamos no primeiro lugar que vimos, um Burguer King e fomos até a loja Century 21. Lá é como se fosse um outlet com todas as marcas em uma loja só. É possível encontrar coisas muito boas com ótimos preços, mas é preciso ter paciência... rsrsrs Depois das compras retornamos ao hostel! Havia avisos na TV que o metrô iria fechar às 21h e que ninguém era para ficar rua depois desse horário. Vários amigos e familiares ficaram desesperados, falando para estocar comida e tals.

No próximo post, conto como foi o final da viagem!

Até mais! =)

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Eu sou da seguinte teoria, Rubens: no frio se nos protegermos estaremos aquecidos, porém no calor insuportável não tem saída rsrsrs

 

Aqui está finalmente a última parte do relato!

Depois de um dia de intensa nevasca (rs), o dia seguinte só amanheceu nublado, mas sem quase ninguém nas ruas. Para se ter noção da gravidade ou precavidade das autoridades, o metrô foi fechado às 23h e só reabriu às 9h do dia seguinte. São raríssimas as vezes que isso acontece.

Portanto, o que restava fazer? Ficar dormindo no hostel ou desbravar a cidade, mesmo sobre neve? Eu e meu grupo de colegas, ficamos com a 2a opção! E não nos arrependemos. Nesse dia estávamos em um grupo maior e mais multicultural: eram três brasileiros, 2 ingleses e uma australiana. Começamos o passeio pelas arrendondezas do hostel, o West End. Subimos a Avenida Amsterdã até a Catedral de São João, o Divino. Mas antes da igreja, nos pararam para dar entrevistas! Isso mesmo! Um jornalista quis saber da gente quais foram os efeitos da nevasca em nossas vidas. Nunca nem dei entrevista em meu próprio país... hahaha Uma pena não foi ter achado a entrevista depois, mas tudo bem! =) Entramos na igreja e pudemos observar a sua magnitude, realmente muito bela!

IMG_20150127_120317967_HDR.jpg.ce892479af706bc64d8332706d4f9c3c.jpg

Seguimos caminho até a Columbia University, uma das mais prestigiadas dos EUA e cenário de vários filmes, um exemplo é o Caça-Fantasmas, que começam a sua saga no campus da universidade.

IMG_20150127_122110450.jpg.9e1a5bd3884431f8848cd12b48feabe2.jpg

Depois seguimos pela Broadway até o Harlem (altura da rua 125th), um dos bairros negros da cidade. Não há nada muito turístico por lá, porém achamos válida a experiência de conhecer um bairro mais comum sem aquele glamour e agitação da zona turística. Acho que em lugares como esse é que podemos conhecer pessoas mais parecidas conosco. Por lá há várias lojas outlets de grandes marcas, acredito que os preços são convidativos... O nosso problema ou solução, é que a maioria dos funcionários não conseguiram chegar até lá por conta da nevasca.

IMG_20150127_133339482.jpg.3cfff3f9a5f689876a322357fe5d89ec.jpg

Depois desse local tão pouco turístico, tomamos rumo até o lugar mais famoso da cidade, a Times Square! Não dá pra cansar desse lugar a cada hora há uma novidade na praça ou nos letreiros. Andamos pela aquela região até a 5th Avenida, só para não perder o costume (rs) e retornamos ao hostel. Não havia nenhuma atividade programada, então decidimos ir a um pub próximo só para dar uma "aquecida".

No dia seguinte, com muito sol, decidimos comer comida brasileira! Os brasileiros estavam sentindo muita falta de arroz e feijão e o estrangeiros queriam conhecer as nossa iguarias. Utilizei o Yelp e consegui achar um local em Astoria, Queens. Portanto, era dia de sair de Manhattan! Antes de chegar ao restaurante, conhecemos o bairro. Mais um local que não tem nada de muito especial, é uma zona residencial com muitos imigrantes de várias partes do mundo, inclusive brasileiros, é claro! O restaurante foi um achado, pois a comida era realmente muito boa, e além disso, foi bem em conta: paguei 13 dólares em um prato por kilo mais um suco de abacaxi. Uma pechincha para comer comida de verdade em NYC!

IMG_20150128_124601397.jpg.c7160aabc741f4d62db1774c6501cf8a.jpg

Depois de um passeio para fazermos a digestão, o grupo se dividiu as meninas brasileiras e os ingleses retornaram a Manhattan e eu e a australiana, fomos conhecer o Prospect Park no Brooklyn. Parque que por sinal teve os mesmos designers do Central Park. Vale muito a pena! O local é belíssimo! Andamos bastante apesar do frio. E ainda pegamos quase o pôr do sol! Foi demais!

IMG_20150128_163915314.jpg.12e59f34d48849cc6730b9a0994bb4d1.jpg

Depois retornamos ao hostel, para descansar um pouco. Mais tarde fomos a um bar próximo do hostel para nos despedirmos da cidade! Quase todos iriam se despedir no dia seguinte, inclusive eu! =(

No dia seguinte acordei, arrumei as minhas malas e fiz o check out. Porém só iria a o Aeroporto JFK por volta das 13h30, portanto ainda restou alguns momentos para dar uma volta no bairro. Eu e o colega inglês, aquele cujo virei um guia particular (hehehe) fomos até o Riverside Park. Me decepcionei, pois de ver parques tão legais na cidade, aquele era só uma tirinha entre uma rua e uma via expressa tipo 23 de Maio. Bom, depois almoçamos em um restaurante indiano. Hora de me despedir da cidade que me acolheu bem (apesar da chuva terrível da chegada e da nevasca hehehe).

Aqui está o meu relato completo! Caso alguém queira pedir uma informação, estou à disposição! Até! ;)

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Beleza de relato. Estive no verão, e a paisagem é um pouco diferente. Acho que as experiências mudam entre os períodos, nos obrigando a voltar em todas as estações..rsrs :!:

 

É uma cidade muito atraente.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Parabéns pelo relato. Uma coisa que poucas pessoas sabem, é que os museus de NY o preço do ingresso é "sugerido" ou seja, você paga o quanto quiser, no MET eu paguei apenas $5 dólares, mas o outro brasileiro que estava comigo pagou apenas $1, sendo assim, acho que não compensa muito comprar o passe.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa!

Você pode ajudar esse viajante agora e se cadastrar depois. Se você tem uma conta,clique aqui para fazer o login.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emoticons no total são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.




×
×
  • Criar Novo...