Ir para conteúdo
Entre para seguir isso  
Josié Paulo Lourenzetti

Pico Paraná - 11 e 12/07/2015

Posts Recomendados

Olá Pessoal, vou relatar minha aventura, dessa vez fomos para o Pico Paraná (PP). Situado entre os municípios de Antonina/PR e Campina Grande do Sul/PR, o PP é a montanha mais alta do sul do Brasil, são 1877 metros.

O acesso se dá pelas margens da BR 116, em sentido a São Paulo ao passar pelo posto de combustível Tio Doca nas proximidades do km 47 terá uma ponte sob o rio Tucum na cabeceira desta ponte tem uma rua de terra que após 6 km chegará à base/estacionamento. Onde terá toda estrutura de apoio ao aventureiro, mais info consulte http://fazendapicoparana.altamontanha.com

 

Chegado o dia da aventura 11 e 12/07/2015, partimos de Joinville/SC eu e o João. Por volta das 4h45min já estávamos na estrada, o tempo estava chuvoso, mas, a previsão para Campina Grande do Sul, era tempo estável. Fizemos uma rápida parada em um posto de gasolina na BR 116 quando o Boka que vinha de Curitiba/PR avisou que perdeu a hora, iria se atrasar. Seguimos até a base, às 07h30min chegamos, fizemos nosso cadastro, trocamos algumas ideias com o pessoal que estava por lá e às 08 horas em ponto, partimos para a trilha.

 

1.png.3a4fa6e80d19a97286fe13134c4e31f3.png

 

Após uns 10 minutos de caminhada, paramos em uma pedra para tirar algumas fotos e esperar o Boka, que não demorou muito a chegar. O tempo estava nublado. Continuamos nossa caminhada pelo Morro do Getúlio aonde chega-se a uma bifurcação, sinalizada, onde é possível ir ao Caratuva ou no nosso caso seguir para o PP. Pausa para um lanche e um papo rápido com outros aventureiros que iriam até o Itapiroca (próxima bifurcação).

 

2.png.04bd4e85ae93773a9de4901d14f445bf.png

 

Continuamos sem nenhuma dificuldade, logo se encontra uma bica d´agua e o início da trilha com raízes expostas. No decorrer da trilha terá mais pontos de água. Era 11h15min quando chegamos a mais uma bifurcação, esta entre o Itapiroca e o PP. Seguimos em direção ao Pico Paraná.

 

3.png.46b838f1ecc6a7823bfa2e87f2264f39.png

 

Nossa jornada continuava entre as varias paisagens proporcionadas pela natureza, algumas lembravam cenas de filme de terror. Às 12h35min chegamos ao A1, acampamento 1, onde tem alguns pontos para acampar. Aqui o sol resolveu aparecer.

 

4.png.dbcbad37cfcdc7c1402210ea440df829.png

5.png.6a0261c61b0c26f4aef9a1393927d041.png

 

Como sabíamos que o A2 não ficava muito distante, continuamos nossa caminhada sem nenhuma dificuldade. Às 13h20min chegamos a um paredão que uns grampos o ajudam a subir, ali, encontramos alguns aventureiros que optaram em não seguir viagem. São vários os pontos onde são encontrados grampos, cordas e correntes para ajudar na subida.

 

7.png.02581f9bce50c3e3e60063cbcc4429c8.png

 

Chegamos ao A2 às 14 horas, montamos o acampamento e fizemos um lanche. Aqui tem uma casa de pedra, que nas proximidades tem água. Não chegamos pegar água aqui, pois, trouxemos de um ponto anterior.

 

14.png.db53937a7be5058a23bbefa525020258.png

 

Como tínhamos muito tempo de luz do dia, optamos por atacar o cume, porém, no período em que estávamos comendo o tempo começou a mudar e o cume já estava todo coberto. Então decidimos ficar por aí e descansar.

 

6.png.024f572cbe4ece4c7af0f640961178b3.png

8.png.dd35c28284e41cecbbbcfbe2b954da61.png

 

Daí em diante o tempo ficou ruim, ventou muito, praticamente até o amanhecer. A noite choveu em alguns momentos e o vento continuava a balançar nossas barracas. Pela manhã fizemos um belo café e o sol voltou a brilhar com toda sua beleza.

 

9.png.dfb0e4b02bf703b741d9d85f4853a1e9.png

 

Partimos para o cume às 7 horas. Do nosso acampamento até o cume foi o trajeto que comecei a sentir dores no joelho esquerdo, contudo, depois de mais grampos chegamos.

 

10.png.97f65e5744f8e5ee08a519a0810c87eb.png

 

A vista do cume é fantástica, vale a pena todo esforço. Fizemos em 1 hora. Lá em cima tem uma caixinha em que os aventureiros deixam seus recados. O vento estava bem forte o que mostrava que o sol não ficaria por muito tempo. Após algumas fotos começamos a voltar.

 

11.png.d5e1cc66091eb87f81c688949baf51c4.png

12.png.ca4a28d1e60761a30ee4f092ce7ea74e.png

13.png.3bce9a63cc393ce2fbb57e0fc231a66a.png

 

Após uns 15 minutos da decida do cume até nosso acampamento o tempo mudou novamente, ficou nublado. O João e o Boka apresaram os passos para começar a ajeitar nossas tralhas eu e minha dor estávamos indo em ritmo mais lento. Ao chegar arrumei minhas coisas e pegamos a trilha de volta.

 

Às 9h40min já estávamos caminhando rumo à base, fizemos algumas paradas no decorrer, para lanchar e para eu respirar fundo, apesar dos analgésicos que tomei a dor parecia só aumentar. A chuva começou a marcar presença, quando o relógio marcou 16 horas chegamos à base.

 

Partimos até o posto de combustível mais próximo para lanchar. Eu e o João pegamos a estrada de volta a Joinville/SC e o Boka a Curitiba/PR. Até a próxima!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

Entre para seguir isso  

×