Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Colombia - Bogotá (Guatavita e Zipaquirá), Cartagena e San Andres - maio/junho de 2016 (13 dias)


Posts Recomendados

  • Membros

Mochileiros, cá volto eu pra agradecer aos relatos que me deram base pra realizar essa viagem e repassar as informações e impressões que tive dos locais.

 

ROTEIRO

4 diárias em Bogotá

foi o suficiente, talvez teria ficado 01 dia a menos se soubesse que a Laguna Guatavita estava fechada.

 

5 diárias em Cartagena

se vai pra San Andres é o suficiente, caso nao vá, acho que vale deixar mais 01 dia pra fazer algum passeio até outra praia.

 

4 diárias em San Andres

deu pra conhecer bastante coisa, mas é um paraíso que dá vontade de conhecer os lugares mais de 1x.

 

HOSPEDAGEM

Bogotá - Iku Backpackers Hostel

O hostel fica localizado no bairro La Candelaria, no Centro Histórico. Perto de bares, mercados, museus e estação Transmilenio. Dá pra fazer td andando. O local é Centro da cidade, entao havia o receio de ficar meio vazio meio vazio fora do horário comercial, e realmente esvaziava, mas me desloquei sem grandes problemas.

O que nao gostei foi que o hostel tenta adotar um perfil de Party Hostel, mas nao tem estrutura para tal. Eu que já fiquei em rede que tem esse perfil, incluindo a famosa rede irlandesa, achei o local bem fraco nesse propósito. Além do que, nao tem espaço físico, então os encontros rolam na área comum do hostel e o som impede que vc durma. Eu só conseguia dormir depois que os encontros, nao dava pra chamar de festa, acabavam. Fora que vinha gente que nao tava hospedada no loca, entao os 3 banheiros comuns do hostel ficavam ocupados e imundos.

Na mesma rua tem diversas outras opções de hostel, que talvez valha a pena dar uma pesquisada..

 

Cartagena - Casa Viena

Novamente uma ótima localização, o hostel fica no bairro Getsemani, que está dentro da cidade murada, mas fora do Centro Histórico, o que te deixa perto de td, mas com um preço mais mochileiro. O bairro é bem legal, tem vários bares, padarias, restaurantes.. Além de um número grande de hostel, o que faz ter um grande número de turistas circulando no local, além dos moradores. E vc tá há 5min da praça do relógio.

Fiquei num quarto privativo com banheiro e ar e nao usei a estrutura do hostel, entao nao posso falar mt sobre a cozinha e os quartos coletivos.

Uma coisa que vale mt em Cartagena é escolher uma hospedagem com ar, a cidade é extremamente quente. ::mmm:

 

San Andres - Bull Shark Posada

Os preços em San Andres são um pouco mais altos do que nas outras cidades e acabei optando por um hostel um pouco afastado do Centro. Levava uns 15/20 min de caminhada até o "Centro" da ilha. Faz um calor imenso tb, então o ar é meio que essencial aqui tb.

A pousada ainda está em construção, então nao tem recepção ou uma estrutura maior, mas os quartos sao super novos, com TV, geladeira, microondas e sanduicheira. O ar gela bem e diariamente dão uma arrumada, o que é bom num lugar onde vc vai a praia td dia e enche o lugar de areia.

Obs: tds as hospedagens foram reservadas previamente através de um famoso site de reservas rs

 

SEGURANÇA

Quando se fala que vai pra Colombia td mundo já pensa nas FARC, cocaína, Pablo Escobar ::ahhhh:: mas me senti segura nas cidades que passei, existe um número gigante de policiais nas ruas, além de seguranças privados, é claro que isso significa que o indíce de violência é grande no local, mas por onde andei, partes turísticas, me senti bem segura em tds as cidades.

 

GASTOS

Tds os trechos foram feitos pela Avianca. Total de uns 1.900,00 por pessoa.

Fora as passagens o gasto do casal foi de R$5.500,00, contando hospedagem, alimentação, passeios, lembranças e muitas cervejas :mrgreen:

Levamos mais, mas no decorrer da viagem percebemos que os gastos seriam menores do que o esperado.

No relato vou colocando os valores gastos pra se ter uma ideia maior do preço das coisas nos lugares.

Levamos td em real e cambiamos o valor informado em Bogotá, pois já tinha pegado a dica aqui no mochileiros que seria a cidade onde encontraríamos a melhor cotação. E realmente foi.

Em Bogotá trocamos 1 real - 760 mil pesos

Passei em uma casa de cambio em Cartagena e o real estava 720. Em San Andres nao vi casas de cambio, apenas no aeroporto, nao sei se tem poucas ou se eu estava desligada..

 

 

Foi uma viagem maravilhosa e espero dar dicas e atualizar a galera que pretende viajar pra lá, além de animar os que nao pretendem, pois vale mt a pena. E vamos ao relato! ::otemo::

Link para o post
Compartilhar em outros sites

  • Respostas 28
  • Criado
  • Última resposta

Mais Ativos no Tópico

  • Membros

O voo saiu as 8h da manhã e 12:30 eu estava em Bogota. Voo direto com duração aproximada de 6h e 30min.

Obs: lá o fuso é de 2h a menos que aqui no Rio.

 

Tinha lido algumas coisas sobre revista no aeroporto, mas foi bem rápido. Saí do aeroporto e vi uma fila de pessoas para taxi, acabei entrando, nao busquei cooperativa ou algo do tipo.

Valor do taxi do aeroporto até o bairro La Candelária - 30 mil

 

Cheguei no hostel, deixei as coisas e fui dar uma volta nas proximidades e vi que dava para ir andando pro Cerro e foi pra lá que eu fui. Subi de teleférico, é bem rapidinho e achei tranquilo, pessoas com medo de altura devem preferir ficar no meio do veículo, mas quem nao tem problema com isso, aconselho a ir bem grudado no vidro apreciando a paisagem.

Valor do teleférico - 18 mil por pessoa

 

Lá de cima do Cerro Monserrat vc tem uma vista de grande parte da cidade de Bogotá e dá pra tirar fotos lindas. Tem uma feirinha de artesanatos, onde aproveitei pra beber um chá de coca por 2.500 pesos, afinal estava há mais de 3 mil metros acima do nível do mar :o

Além da feira e da bela vista, tem uma igreja, tem lanchonete e também um restaurante.

 

DSCN9941.JPG.f48d5ef0d7edbb54ed1c8ab15759126f.JPG

 

DSCN9945.JPG.0dc3dc7ef6805aa1f5d8d7f1391f4ca9.JPG

 

DSCN9952.JPG.31cf8828e6f561cde1506001e0e22011.JPG

 

DSCN9959.JPG.7a2f1169ccc009d97d5f12d5e9a370e0.JPG

 

DSCN9971.JPG.9935efec168f095e7e2d9cacc74cef91.JPG

 

DSCN9974.JPG.135e4f8f0f2cf7adab14ef07a0b6d221.JPG

 

Após várias fotos e uma voltinha pelo Cerro resolvi descer, pois já estava começando a rolar uma certa fome. Voltamos caminhando. Aconselho a comprar agua nos vendedores ambulantes que tem pelo caminho, 2mil pesos.

No caminho fui caçando um adaptador de tomada, pois na Colombia a tomada usada é a de 2 pinos chatos. Achei o adaptador numa loja que dizia na fachada vender de td, e vendia mesmo :lol: de remédio a cerveja, incluindo o adaptador universal que custou 2.500 pesos.

 

Resolvemos parar em um bar na esquina da calle 12f, que era a rua do hostel, comemos um sanduiche de 6 mil pesos que valeu pela janta e ficamos tomando a cerveja poker por 2.500, nao é uma cerveja boa, achei mt adocicada, mas era o que tinha pro final do 1º dia na Colombia.

 

20160527_174759.jpg.787c0aee7c17dcc1e91db0b68ffb2ac2.jpg

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

Nesse dia acordamos cedo, pois íamos a Guatavita, uma cidade há mais de 60km da capital. Tomamos café no hostel e fomos pro terminal transmilenio que tem perto do hostel, onde pegamos um ônibus pro Portal Norte, lá é só seguir as placas que indicam os ônibus intermunicipais e achar a placa "Guatavita". Nao tem erro! O sistema de transporte terrestre de Bogotá é mt bem sinalizado, fora que sempre tem funcionários prontos a ajudar e convidativo valor da passagem: 2 mil pesos. O ônibus pra Guatavita custou 8.500 pesos.

 

O ônibus deixa na praça central da cidade, foi lá que tive a notícia de que a Laguna Guatavita está fechada e sem previsão de abertura ::vapapu:: segundo o relato do funcionário de uma agência que faz passeios na região, a seca da região afetou a lagoa, além dela estar passando por reparos. Nao sei se é real, mas foi a informação que tive.

 

No lugar haviam muitos ciclistas e as empresas realizam outros passeios, mas nao achei nada interessante. Fui almoçar num local onde existem diversas "lanchonetes" que oferecem comidas típicas do local. Lembra um mercado municipal, desses comuns em países da américa do sul, mas que só tem locais que vendem comidas. Como nao sentimos muita confiança no ambiente :lol: pedimos um prato só para dividirmos e nos custou 14.500, com refrigerante.

 

20160528_120801.jpg.01de14f0b54f25e857e5e4228f9046e3.jpg

 

20160528_144226.jpg.c4f03288ed23d683caf89a9b08c8f4c2.jpg

 

Depois do almoço, que nao estava delicioso, fomos dar uma volta pela praça da cidade e conhecer a Plaza de Toros, onde ocorriam touradas e atualmente funciona uma feira de artesanatos, mas a estrutura foi mantida.

 

20160528_123400.jpg.4e9a9308b18eed94a16d8aab0b28e237.jpg

 

Depois dessa voltinha pela cidade pegamos um ônibus de volta ao Portal Norte. Os ônibus saem de 15 em 15 min. Do portal norte, um para La Candelaria.

 

20160528_120045.jpg.b28bdc70ff13e9981fb08fe055bb19cb.jpg

 

20160528_120049.jpg.c4ea498585de012d71317cfd895eb002.jpg

 

Chegando em Bogotá fomos conhecer o Centro Histórico. Passamos pela Praza del Chorro del Quevedo, que, segundo informaram, é onde a cidade de Bogotá teve início. Tinha bastante gente jovem sentada por lá.

 

20160528_172845.jpg.03e224ce9751269c454e79b7afe7989b.jpg

 

Depois fomos ao complexo Museus do Banco da República, onde está localizado o Museu Botero, além da Casa de Moneda e o Museu de Arte del Banco da Republica. Eu adoro os quadros do Botero e estava ansiosa por conhecer o museu e ele superou minhas expectativas. Há um acervo gigante das obras do artista, além de algumas obras de pintores como Monet e Picasso. Fiquei super encantada e aconselho muito a visita!!!! ::otemo::

O museu é gratuito e vc pode fotografar, desde que nao utilize flash.

 

20160528_175819.jpg.a9f6bd1ff0882da410dd3f7b10006749.jpg

 

20160528_174714.jpg.d8a6fdc644ed3578afa5b643387a3c2c.jpg

 

Depois de visitar o museu Botero e de dar uma passada pelos outros que estao localizados no mesmo complexo, voltamos a rodar pelo Centro Histórico. Passamos em frente ao Centro Cultural Gabriel Garcia Marquez, mas o escritos só dá o nome ao local, nao havia nenhuma exposição ou algo referente ao mesmo. Tem uma livraria grande e filiais do El Corral e Café Juan Valdez.

 

20160528_183537.jpg.5e18179c55450a77d33310edb3341003.jpg

 

Seguindo a caminhada parei na Plaza Bolivar, que estava lotada. Muita gente passeando, fotografando, vendendo coisas.. Eu que tava receosa por caminhar pelo Centro no fim de semana, percebi que estava completamente enganada.

 

DSCN9977.JPG.ca2a5cf8f9f84d9e1fc94dcb468bef98.JPG

 

DSCN9979.JPG.95a489fb7b9cadbc3341b938affdd185.JPG

 

20160528_184411.jpg.502b46966a66130472a79252dbc6c0d9.jpg

 

20160528_184544.jpg.dab3530f730d618873ff67d67ab14a91.jpg

 

Uma dica pra quem tiver passeando pelas ruas do Centro e provar as obleas. É um doce simples, mas bem gostoso, são 2 discos de massa fina de wafer e no meio vc coloca o recheio que quiser, o meu eu escolhi doce de leite e ainda vem algo tipo um creme de leite junto, que diminui o doce e deixa uma combinação deliciosa por 2mil pesos.

 

Chegamos no hostel e tava rolando uma festa devido ao jogo da Colombia. Tomamos umas caipirinhas, ou uma tentativa de caipirinha, por 12 mil dose dupla.

 

A noite fomos jantar no Sanalejo Café Restaurante. Nao pegamos nenhuma referência sobre o local, fomos por ser próximo ao hostel, mas gostamos bastante e depois vimos que ele é bem cotado na internet.

Essa noite estava mt frio (como grande parte do tempo em Bogotá ::Cold:: ) e o local tem lareira e velas acesas nas mesas, o que deixa o ambiente aconchegante e dá um "clima romantico" :wink:

 

De entrada pedimos um ceviche e nao gostamos, pois eles usam molho de tomate ou algo parecido, que descaracteriza o prato. Rolou uma apreensao quanto ao prato principal depois dessa entrada ruim :? mas aguardamos bebendo Club Colombia Roja, que pra mim é a melhor cerveja colombiana.

 

Nao demorou mt e chegou o prato típico de escolhemos, após indicação do garçom: Bandeja Paisa. Na hora percebemos que foi uma ótima escolher optar por dividir 01 prato. O prato é composto por arroz, feijão, arepa, carne moída, torresmo, ovo, linguiça, choriço, abacate, aipim e provavelmente tinha mais coisas e acabei esquecendo. O prato estava bastante gosto, aconselho a provarem. ::cool:::'>

 

De sobremesa pedimos um prato típico tb, mas nao lembro o nome e nem achei nada parecido no google. Era uma sobremesa feia, parecia um mingau no fundo de um prato, mas tava delicioso, era uma mistura de queijo com doce de leite (acho eu), servido quente, numa consistencia meio cremosa. Uma maravilha!

O valor total do jantar foi de 92 mil pesos.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

Como era domingo, aproveitei pra ir a feira de artesanato do bairro Usaquen. O transmilenio deixa na esquina do local onde ocorre. Vale mt a pena o passeio, há uma rua principal onde ocorre o evento, mas as ruas perpendiculares tb abrigam algumas barracas. Além de artesanatos tem vários restaurante e bares, artistas de rua, barracas de comida..

 

Comprei algumas lembranças da Colombia por um preço menor do que no centro histórico. Além de provar um amendoim doce mt gostosa e da lulada mais deliciosa da viagem. Lulada é o suco de Lulo, uma fruta cítrica que é mt saborosa, aconselho mt a tomar a lulada da feira, fica numa barraca de esquina, no dia tinha 3 opçoes diferentes de suco e estava bem cheio. Valor do suco 4 mil.

 

DSCN9986.JPG.1bfb40290f120841ff00747a53877bc4.JPG

 

Na volta pra La Candelaria fomos ao museu do ouro. Era o último domingo do mes e a entrada era gratuita. O museu é imenso e tem diversas peças de ouro da época pré colombiana. O local vale a pena uma visita, mas como fui nesse dia de gratuidade o museu estava LOTADO e nao deu para apreciar o acervo com calma.

 

20160529_154545.jpg.9646b5138b75edd5ce78297d0ec9e7d5.jpg

 

20160529_153313.jpg.1fec8d1836df5ffcd14b09d8b523e276.jpg

 

Praticamente em frente ao museu tem uma galeria de artesanato, onde comprei mais algumas lembranças do país.

 

Depois paramos pra almoçar em um restaurante próximo ao museu que se chama Al Sabor del Carbon. É um restaurante popular na região e estava bem cheio. Logo na entrada tem algo parecido com uma churrasqueira de onde saem as carnes.

Pedimos um prato com carne, queijo, arepas e batatas para dividirmos, estava gostosa, mas é um restaurante simples, sem nada especial. O valor do almoço com as cervejas incluídas foi de 27 mil reais.

 

20160529_183703.jpg.4e4de04099c55ba7726575ce829d1505.jpg

 

A noite bebemos uma cerveja e comemos crepe no bar da esquina do hostel.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

Neste dia fomos novamente para uma cidade próxima a Bogotá para conhecer a Catedral de Sal. Acordamos cedo e nos dirigimos para o estação transmilenio, para pegar o ônibus até o Portal Norte e lá pegar o intermunicipal para Guatavita.

 

Caminhando por esse trajeto percebemos que a cidade estava completamente vazia, todo o comércio fechado e quase ninguém nas ruas. Ao chegarmos na estação descobrimos que era uma data festiva.

 

20160530_082227.jpg.ae0d33b7bb4a596906cfd9f05e4351d8.jpg

 

20160530_082234.jpg.5fb9b065fbc008030f9864e9bb94ee13.jpg

 

Bateu um certo desespero ::ahhhh:: pois no dia seguinte embarcaríamos pela manhã pra Cartagena e nao tínhamos trocado dinheiro suficiente nem pra terminar nossa estadia em Bogotá, fora que queríamos aproveitar a melhor cotação e já trocar tudo na capital mesmo.

 

Então a dica é se informar sobre os feriados locais para nao ficar em panico como ficamos.

 

Nao havia nada a ser feito, entao fomos continuar a viagem.. Catamos um local para tomar café, pois já tava enjoada do oferecido pelo hostel, paramos em uma lanchonete simples e gastamos 9.700 pesos no total.

 

Por ser feriado o sistema de transporte estava funcionando de forma diferenciada, tivemos que pegar 2 ônibus para chegar até o Portal Norte, acabamos nos perdendo nas estações, mas pedimos informações aos passageiros e conseguimos chegar ao destino. No portal norte pegamos o ônibus para Zipaquira, valor de 4.400 por pessoa.

 

Quando chega no ponto mais próximo da Catedral o motorista avisa, descemos e logo em frente tem um ponto de informação, são umas tendas amarelas, nao tem como errar. Pegamos informações sobre como chegar na catedral e fomos caminhando. É relativamente perto, fora que vc vai conhecendo a cidade, que é bem bonitinha.

 

20160530_110559.jpg.295d485806dfe50ca53faab912e15c08.jpg

 

DSCN0095.JPG.4dbd8898e1ae6d1eea14f01b8a1aea55.JPG

 

Depois de uns 15min vc chega na entrada da catedral, mas ainda tem uma subidinha. É só seguir a faixa branca pintada no chão que vai chegar lá.

 

DSCN0094.JPG.0c3e454d97f8dcd6c9f7ec5c2fbb2d13.JPG

 

20160530_111628.jpg.7792c39238ac73c086958fad458957b1.jpg

 

A catedral de Zipaquirá foi construída no interior de uma mina de sal e é a única do mundo. A entrada custa 50 mil por pessoa e a visita é feita com um guia que explica a história da mina de sal e a construção da catedral, além de falar sobre a via crucis que é representada no local.

 

Eu nao sou religiosa e achei meio chato a explicação da via crucis e as músicas "de igreja" que tocam durante o tour guiado. A catedral é interessante por ser construída dentro de uma mina, td é feito de sal, desde chã, teto, até as esculturas. O que tb é interessante é o jogo de luzes, um trabalho mt bem feito, mas nao achei um passeio imperdível.

 

DSCN0037.JPG.b57c1ccbb7247715eec8da075590b8ab.JPG

 

DSCN0017.JPG.14297194e44253aceb7c0014303b82af.JPG

 

DSCN0004.JPG.3e5cca138bd11f7e64f5af443e14fc69.JPG

 

DSCN0001.JPG.c8ea05ced3a5033bb4c6fe2bd773248b.JPG

 

Na volta resolvemos almoçar em Zipaquirá e optamos por um local onde vendia frango de tds as formas possíveis, algo bem comum na Colombia. Escolhemos um prato que vinha frango, batata frita, arepa e aipim. Quando o prato chegou a mesa :shock: o negocio era enorme, dava pra um batalhao comer.

 

20160530_141526.jpg.208151b19f9b03aed44fab8d2e186a56.jpg

 

Comemos o que conseguimos e pedimos pra embrulhar pra viagem. O que nos rendeu a janta e ainda sobrou. O almoço custou 22.500 com refrigerante incluído.

 

Fizemos o percurso contrário da ida e, dessa vez, nao nos perdemos :D

 

A noite ficamos no hostel bebendo uma cerveja e, por milagre, conseguimos dormir antes das 2h da manha, já que foi a única noite em que nao teve "festa" no hostel.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

Essa manhã foi bem tensa, pois tínhamos que voar pra Cartagena, mas antes era preciso trocar $ pra pagar o hostel e pra sobreviver o resto da viagem.

Antes das 08h já estava no Esmeralda Trade Center, predio localizado no Centro da cidade, onde tem casa de cambio. Um pouco depois das 8 uma casa abriu, troquei o $ e sai correndo pro hostel pra pagar, pegar a mochila e partir pro aeroporto. O taxi do hostel ao El Dorado custou 37 mil.

 

Bogotá é uma grande capital, com seu trânsito caótico, muita diversidade, um frio constante e uma garoa esporádica. Tem mts opções culturais e gastronomicas.

 

DSCN0101.JPG.b99022a4384d014df1078f3e924fae6e.JPG

 

DSCN0102.JPG.0227466dabd130ba16bf6c928b8f17ce.JPG

 

DSCN9987.JPG.620c4c6f536b4488ea1ad39eebc7240e.JPG

 

Uma dica pra quem vai de Bogotá pra Cartagena: nao vá com roupas mt quentes, pois em Cartagena faz MUITO calor. E vc vai derreter se estiver mt agasalhado ::mmm:

 

No aeroporto de Cartagena, após sair, a esquerda, tem um guichê de taxi, onde vc informa o endereço e recebe um voucher com o valor da corrida. Valor até o bairro Getsemaní: 14 mil

 

Deixar as malas no quarto, tomar um banho gelado (nao tinha agua quente no hostel, mas nao era necessário) e colocar uma roupa compatível com o calor de Cartagena. Depois de td pronto, fomos dar uma volta pela cidade amuralhada. O negócio é lindo, encantador.

Acho que até esqueci de fotografar de tão encantada que fiquei. . ::love::

 

Paramos para almoçar no Restaurante Punto Tropical. Entrada, prato principal e cerveja deu um total de 42.200.

 

20160531_141239.jpg.f1d58aad8b560d30354e98158429dcf0.jpg

 

Após o almoço fomos dar uma volta por Getsemaní, bairro do hostel. Lugar tb mt belo e com mts opções de bares e restaurantes.

 

20160531_145221.jpg.eb51a1bac97d62b1fbfe4ee6ccd05b33.jpg

 

20160531_133209.jpg.caa7fe37dff239e7ee39ccabcd87ce82.jpg

 

Jantamos num restaurante tailândes, que nao lembro o nome e nem tenho fotos ::putz::

Jantar para 2: 30 mil pesos.

 

Reservamos no próprio hostel o passeio para Playa Blanca pro dia seguinte. Pagamos 50 mil por pessoa, com almoço incluso.

Já sabia que comprando no próprio pier sairia mais barato, mas como a empresa iria nos buscar no hostel, achamos que valia a pena esse "conforto", já que a diferença de valor era mt pequena.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

Nesse dia acordamos cedo e tomamos café numa padaria próxima, que pra nossa sorte fazia uns paes quentinhos e gostosos. A bebida foi uma laranjada que é vendida por ambulantes e tem em td quento é canto da cidade, valor de 01 mil o copo.

 

Ao retornarmos pro hostel uma funcionária da empresa já estava nos aguardando para nos levar ao local onde as lanchas saem. Saímos com a mulher e ficamos esperando ela sinalizar o carro que iríamos e adivinha? Pagamos a mais pelo conforto inexistente, ela ia nos acompanhar a pé mesmo ::lol4::

 

Chegando no pier é preciso pagar uma tx de 14.500 por pessoa. E agora era só esperar o nome ser chamado e embarcar. Fica mt gente sentada aguardando, td mundo se ajeitando pra caber na sombra.

 

20160601_083421.jpg.0aa5b848a9f77ba6e691f6a4606b2aa7.jpg

 

Um dica é comprar água antes de chegar no pier pq, além de ser mais caro, os vendedores ficam coloncando um terror psicológico rsrsrs "vai levar só 01 garrafa? melhor comprar aqui que é mais barato.."

 

Após um tempo de espera, chamaram. Entra na lancha, coloca colete e vai. Neste passeio está incluído a ida ao oceanário, mas optamos em irmos somente a praia. Comunicamos o "guia do barco" e o barco nos deixou, assim como a outros turistas, primeira na praia e depois seguiu com os demais pro oceanário.

 

A Playa Blanca é bem bonita, mas nada diferente do que temos no litoral do Brasil. Alugamos uma barraca por 25 mil para o dia inteiro. E aí se prepara pq td hora vem um ambulante oferecendo uma lembrança, uma mulher oferecendo massagem.. Aconselho a ser firme no NÃO, senao eles insistem, as massagistas pegam em vc..

 

DSC03678.JPG.40cc9f5da28164ec4151cd24de1916d2.JPG

 

20160601_132035.jpg.0bdab405a965e09c9d47098dd96a40e7.jpg

 

A noite fomos jantar no I Balconi Pizzeria Restaurante, localizado em cima do Havana Café. A pizza é gostosa, mas o destaque mesmo foi o azeite apimentado, uma delícia.

Pizza e 02 sucos: 38mil

 

20160601_180326.jpg.d8cc192ed09503ced8ab2110457d20c9.jpg

 

Esse dia era aniversário da cidade de Cartagena e estavam rolando várias comemorações. Fomos ao Parque del Centenario, onde tinha um grupo de música afrocaribenha se apresentando. Foi bom demais. A música super animada e a galera dançando mt ::otemo::

 

20160601_185933.jpg.71a1b3cd9c15f91b723d532454da109a.jpg

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

Esse foi um dia em que caminhei por grande parte do centro histórico e visitei alguns museus.

 

Comecei o passeio pela torre do relógio, que é o antigo portal da cidade e fui pro lado esquerdo, sentido Plaza de la Aduana. Usava essa torre como referência tds as vezes que ia pro centro histórico por ser a entrada mais perto do hostel.

 

DSCN0105.JPG.51499dbb690ea72e3c608f39e7c8b5be.JPG

 

O primeiro museu que visitei foi o Museu de Arte Moderna. Tenho que admitir que ele nao estava nos meus planos, mas quando passei em frente vi que tinha uma exposição em homenagem ao Gabriel Garcia Marquez. O artista Pedro Vilalba, que nao faço ideia de quem seja, estava expondo ilustrações sobre Cem Anos de Solidão. Eu que adoro esse livro me senti obrigada a visitar o museu.

 

A exposição nem era imperdivel, mas o museu tem obras bem legais, além da homenagem ao Gabo. Pra quem gosta de visitar, eu acho que vale a pena sim.

 

Entrada no Museu de Arte Moderna: 8 mil pesos.

 

DSCN0129.JPG.aa8827fb7e65e3cc0ab742a19255e0bf.JPG

 

O segundo museu visitado foi o Convento San Pedro Claver y Fundacion Museu Afracabeña. O museu está localizado em um prédio do início do século XVII, só isso já vale a visita. O lugar é realmente lindo. O Santo que dá nome ao lugar era um padre que viveu por mais de 40 anos lá e que se dedicava, principalmente, ao trabalho com os escravos, na luta pelos direitos humanos e pela liberdade.

 

Além dessa parte dedicada ao San Pedro Claver, no 2º piso tem o Museu Afro Caribenho, que era a parte que estava me deixando mais animada. Só que o acervo é bem pequeno. Eu sempre me impressiono com a pesquisa realizada sobre os povos indígenas nos países da América do Sul, coisa que a gente nao vê mt aqui no Brasil. Dificilmente vc nao vê a cultura indígena retratada nos nosso vizinhos. E eu tava na expectativa em achar algo próximo, só que dessa vez sobre a cultura africana. Acho que criei expectativa e fiquei um pouco decepcionada. Há algumas esculturas, umas pinturas haitianas, máscaras africanas.. Um acervo bonito, mas pequeno. Mas mesmo assim vale a pena a visita.

Entrada 11 mil.

 

DSCN0143.JPG.deaf3f08cbacc93c8d7905025aefcca2.JPG

 

DSCN0111.JPG.5effdeed44e811c2bfabfbf996d6fb26.JPG

 

Depois da visita aos 2 museus seguimos passeando pelo Centro Histórico. Nao vou ficar falando sobre praças e locais que passei, pois vale mais a pena vc pegar um mapa (o meu foi fornecido pelo staff do hostel), ir caminhando por aquelas ruas lindas, se perdendo e se achando novamente. Cartagena é uma cidade mt bonita e eu era capaz de ficar semanas caminhando por aquelas ruas.

 

DSCN0191.JPG.86abbed151e7995e2b68f46eadea0dc5.JPG

 

DSCN0192.JPG.83e8016c3dab8e97836cebaff0df60d2.JPG

 

DSCN0249.JPG.3acfbc0482689c6713568ca342433371.JPG

 

DSCN0252.JPG.848a291400088d5e247213cdd4e93812.JPG

 

Obs: nesse dia eu descobri que Cartagena é quente demais. Eu estou relativamente acostumada com o calor, moro no Rio de Janeiro e aqui nao é uma cidade fresca, mas Cartagena é bem pior. Nao sei se foi a época em que estive, só sei que era um calor insuportável. Um sol permanente, uma sensação de que ia derreter ::mmm: Então caprichem na água e no protetor solar.

Nesse dia acabamos definindo que iriamos passear na parte da manha e após o almoço ficaríamos no hostel, no ar condicionado, até umas 17h, que aí o sol já está se despedindo e o calor fica menos insuportável. E repetimos isso tds os dias que ficamos na cidade.

 

Almoçamos no restaurante vegetariano Girasoles. Fomos até lá pq já tínhamos lido sobre a fama do lugar. E eu adorei. Achei td mt saboroso. Indico mesmo pra quem nao é vegetariano, nem vegano, como nós. Lá tem o prato do dia, mas vc pode solicitar modificações, caso nao goste de algo.

 

Entrada, aquela sopa que eles cismam em tomar naquele calor de 50ºC e que eu tomava tb :D , prato principal e bebida, um refresco bem simples, por 10 mil pesos. Bom, bonito e barato.

 

Obs: no 2º andar tem um bom ar condicionado, vc vai precisar! ::otemo::

 

Como falei anteriormente, devido ao calor excessivo, a tarde foi dentro do quarto com o ar no máximo.

 

No fim do dia fomos até o monumento da India Catalina. Uma mulher indígena que, como tantas outras, com a invasão espanhola, foi raptada, abusada e catequizada pelos colonizadores. Tem diversas histórias sobre essa personagem, alguns falam que foi vilã, outros que foi heroína..

 

20160602_171346.jpg.b339bc7247a638271ab73e6ab05e3b6e.jpg

 

Depois fomos dar um volta em Getsemaní e terminamos na Plaza de La Trinidad, onde sentamos em um bar que tem mesas e cadeiras na calçada e ficamos bebendo a deliciosa Club Colombia Roja. Nesse dia "jantamos" arepas em uma das barracas que são montadas na praça. Com recheio de queijo e carne desfiada, 5 mil pesos cada.

 

DSCN0306.JPG.c11a0670bea59a53e251c89af770bf64.JPG

 

DSCN0308.JPG.11d0a15c49f2176a248e4c5dfc1e5889.JPG

 

DSCN0310.JPG.45158d47313b29592fab1b76c46dddca.JPG

 

Obs: o valor da Club Colombia em bares varia de 4 a 6 mil pesos, só que nessa Plaza de La Trindad, na esquina, num "armazém", vende a mesma cerveja, gelada, por 2.300 pesos ::love::

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

Nesse dia trocamos as padarias de Getsemaní pelo famoso café Juan Valdez, comi um delicioso croissant e um capuccino, alem de um muffin. Valor do café da manhã para 02 pessoas: 16.500

 

Fomos caminhando do hostel até o castelo,nesse dia o céu estava com mts nuvens, entao a caminhada foi bem tranquila, uns 10min. Antes de irmos ao castelo demos uma passada no monumento Los Sapatos Viejos, que é uma homenagem ao poeta Luis Carlos López. O monumento é só isso mesmo, uma escultura de duas botas, nada demais, mas dá pra tirar boas fotos com o castelo ao fundo.

 

DSCN0315.JPG.aae159688d3ac4d63715e01a5a4744dc.JPG

 

Eu fui ao monumento cedo, antes de ir ao castelo, e aconselho a fazerem o mesmo. Estava bem vazio e com poucos ambulantes, mas claro que rolou aquela abordagem e aquela tentativa de venda de mil lembrancinhas. Mais tarde, quando já estávamos no castelo, e vimos a praça, ela estava bem cheia, com uma certa fila pra tirar fotos e mts ambulantes. Quem puder ir antes de visitar o castelo, acho que pega o lugar mais tranquilo :wink:

 

Agora vamos ao ponto principal: Castillo San Felipe de Barajas

 

Gente, esse é um passeio imperdível! É uma fortaleza imensa, mas imensa mesmo. O início da construção foi na primeira metade do século XVI, tinha como função proteger a cidade de ataques estrangeiros (como se os espanhois nao fossem estrangeiros, ne :shock: ).

 

Passei uma manhã inteira caminhando pelo castelo, entrando e saindo dos túneis.. Gostei demais do local. E tirei várias fotos lindas :D

Nao fiz o passeio com guia, mas vários fornecem o serviço lá dentro mesmo.

 

Entrada no castelo: 25 mil por pessoa. Tem um passeio noturno tb, valor de 50mil.

 

DSCN0324.JPG.0f1a2eb2328858225453bf32193d9e29.JPG

 

DSCN0327.JPG.602fed3b49b5c2a6233e79d027090574.JPG

 

20160603_102226.jpg.849aa2b9b3ee27bc053cb7b35ebbdd89.jpg

 

Na volta almoçamos no bairro Getsemaní. Valor de 32 mil almoço para 02 pessoas.

 

No fim do dia fomos pra cidade amuralhada. E ficamos caminhando até a noite cair. No fim do dia sentamos no bar Donde Fidel, que tem diversas mesas a ceu aberto. Aconselho mt sentar ali para beber uma cerveja após um longo dia de camihada, ambiente mt agradável ::cool:::'>

 

DSCN0380.JPG.cbb17e08f792df18333adb1138423417.JPG

 

DSCN0378.JPG.2ba53df07c8587763fe12961c38023c6.JPG

 

DSCN0376-001.JPG.4684c7beaf84caa513379ea0b8e9dd22.JPG

 

DSCN0373.JPG.e2727630f6a6055a4aa65a507a8a76e5.JPG

 

DSCN0382.JPG.4c05073adb21e744ec6538e5ba466e94.JPG

 

DSCN0402.JPG.db30c99f4b03746264f339554156b507.JPG

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

×
×
  • Criar Novo...