Ir para conteúdo
  • Cadastre-se
_maya

É possível viver mochileiro?

Posts Recomendados

Essa inquietação me persegue e meu corpo e minha mente decidiram que "chegou a hora".

 

Sou formado em Direito (erro nº 1) e trabalho em um banco (erro nº 2). Meu contrato dura até outubro ou novembro e pedirei para não renovarem, com isso vou embora pra Austrália, se tudo der certo!

 

A idéia principal é ir para estudar inglês (mero pretexto) e lá "ver o que acontece". Se der certo, me estabeleço por lá e faço o que eu realmente amo de corpo e alma. Música. Eu vivo música, eu só penso em música, eu não sei por que diabos eu não fiz faculdade de música, a contragosto dos meus pais.

 

Eu não aguento mais essa vida que eu levo, de trabalhar pra viver e viver pra trabalhar. Dinheiro ajuda mas está longe de ser minha prioridade. No momento, não tenho nada a perder a não ser o convívio com meus pais e amizades!

 

Ano que vem estou com a perna no mundo! E sem mala, de mochila!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Boa tarde pessoal,

Eu vi aqui no fórum que tem muita gente querendo largar tudo e cair na estrada, para conhecer outros países, culturas diferentes, etc.

Mas eu penso: "Até quando vamos ficar andando por aí? Daqui uns 5 anos eu vou continuar andando por aí? E quando eu envelhecer quem vai cuidar de mim?"

Eu queria me estabelecer num lugar onde tenha contato com a natureza, frutos em abundância, e tal.

Porque eu sou servidor público e tenho certeza que se eu cair na estrada e algo der errado, e eu precisar voltar, minha família não vai me aceitar de novo. ::toma::

Tem alguém aí querendo cair na estrada também? Manda mp.

Abç!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Depois de tantos dias eu terminei de ler esse post e compartilho com tantas ideias... Viajei com too mundo aqui, já pensei na realidade, o que eu posso fazer, o que não posso fazer. Mas sempre persiste a vontade de viver no mundo..

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Estou bastante frustrada com todos os aspectos da minha vida, e já há alguns anos venho pensando em viver um estilo de vida livre, mais saudável, meio nômade, fora do estresse da cidade e das obrigações que a sociedade capitalista nos impõe..... um recomeço total, mas nunca cheguei a concretizar nada.....

Li mto aqui nesse tópico, algumas coisas me encorajaram e outras me deram um pouco de receio, muitas coisas nesse exato momento me impedem de largar tudo e viajar por aí, as principais são: a completa falta de dinheiro(pois estou completamente endividada e mesmo trabalhando não consigo ver a cor do meu dinheiro, cai na conta e o banco absorve), tenho receio por ser mulher e acabar me metendo numa carona "fria".... e principalmente tenho medo de me arrepender no meio de tudo e não conseguir voltar pra casa!

 

Gostaria que algumas mulheres compartilhassem mais suas experiências como mochileiras, como foram as questões em relação a segurança, moradia, etc?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Estou bastante frustrada com todos os aspectos da minha vida, e já há alguns anos venho pensando em viver um estilo de vida livre, mais saudável, meio nômade, fora do estresse da cidade e das obrigações que a sociedade capitalista nos impõe..... um recomeço total, mas nunca cheguei a concretizar nada.....

Li mto aqui nesse tópico, algumas coisas me encorajaram e outras me deram um pouco de receio, muitas coisas nesse exato momento me impedem de largar tudo e viajar por aí, as principais são: a completa falta de dinheiro(pois estou completamente endividada e mesmo trabalhando não consigo ver a cor do meu dinheiro, cai na conta e o banco absorve), tenho receio por ser mulher e acabar me metendo numa carona "fria".... e principalmente tenho medo de me arrepender no meio de tudo e não conseguir voltar pra casa!

 

Gostaria que algumas mulheres compartilhassem mais suas experiências como mochileiras, como foram as questões em relação a segurança, moradia, etc?

 

Procure por Pamella Marangoni, da página "100 frescura e 1000 destinos". Depois procure Dwanne Almeida, da página "Por uma vida sem arrependimentos".

 

 

Elas são duas entre várias (várias mesmo, mais de 10) mulheres que viajam assim sozinhas e mantém páginas na Internet, sempre leio seus relatos e me chama a atenção o fato de que todas, sem exceção, dizem que ser mulher não impede em absolutamente nada e é bem menos perigoso do que os telejornais fazem crer, basta seguir pequenas precauções básicas, nada demais. Os riscos na estrada não são diferentes dos riscos da vida cotidiana na cidade, dá no mesmo. Não são palavras minhas, são delas.

 

Quanto às suas dívidas no banco, esse sim é o verdadeiro perrengue. ::lol4:: Caia na estrada sem dívidas.

 

Sobre você querer voltar pra casa e não conseguir, isso não existe, sempre se dá um jeito, sempre se arruma um bico, basta disposição. Essas meninas que eu citei fazem muito isso de trampar na estrada pra descolar uma grana. Seja vendendo brigadeiro, seja vendendo lingerie, garçonete, use a imaginação, o mundo é cheio de oportunidades. ::otemo::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Dá sim. 

 

Vou te contar um pouquinho sobre a minha historia.

 

Trabalhava como professora no Brasil, 12h por dia, sem contar os finais de semana e feriado prolongado. Ganhava um bom dinheiro (para o meu ponto de vista) tinha minha casa toda linda mobiliada , meu carro e minha dog. 

 

Fui de ferias para Mendoza, queria conhecer a neve, e para minha surpresa conheci o gerente desse hostel, nos apaixonamos e iniciamos um relacionamento a distancia, mas queriamos estar juntos, so que a ponte Argentina - Brasil acaba saindo cara. Foi ai que cheguei nesse mesmo dilema.

 

Largo tudo que eu conquistei, todo o conforto da minha casa/carro e vou para a Argentina viver num hostel como voluntaria (sem salario fixo - trabalhar em troca de comida e hospedagem) 

Ou

ele vem para o Brasil trabalhar tambem 12h por dia e nao ter tempo nem paciencia (ja que o estress de sao paulo nos engole) para desfrutar do relacionamento?

 

Muitas dúvidas na cabeça, perguntas sem respostas... mas eu decidi.

 

Vendi algumas coisas, dei outras , me desfiz de muitas... no final me encontrei com 1 mala e muita empolgação.

 

Fazem 7 meses que levo essa vida e posso te garantir, foi a melhor escolha que poderia ter feito. Não  me arrependo de absolutamente nada. 

 

Eu, assim como vc, ja havia ajuntado um dinheiro e me peguei com muito medo de nao ser suficiente. 

 

Passado esse tempo, meu dinheiro continua intacto, quer dizer, consegui aumentar ainda mais... Como?

 

No hostel nao preciso pagar absolutamente nada (agua, luz, internet, cafe da manha nem almoço) meu custo é para materiais de higiene, janta, passeios e cachaça... rsrs 

De onde tiro esse dinheiro para os custos mencionados? Dos trabalhos que realizo fora do voluntariado - ensino idioma, bicos, comissões.... 

 

Uns dizem ser loucura, outros se impressionam pela coragem e desapego. Eu, vivo cada dia! 

 

Hoje estou no Brasil, comprei um carro e vou levar minha cachorrinha para completar essa história! 

 

Boa sorte em todas as suas decisões, acredite, no final só tem lucro! 

 

E se quiser fazer voluntariado em Mendoza é só me escrever! ☺️

Inta: @kaarubio

FB87B9A7-AD7E-474E-8057-EA7CC3ABC5BA.jpeg

  • Gostei! 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

vim aqui tirar um pouco do pó desse post que é um verdadeiro hino mochileiro...

Eu continuo a viver mochileiro... aqui no mochileiros.com desde 2003 (na verdade, até antes, pois tinha outra conta) vou vivendo esse projeto de vida que é aprender e ensinar com as pessoas na estrada, que é sentir novos cheiros, sabores e sensações com a maior frequências possível. Continua difícil, continuo abdicando de muita coisa, mas VALE A PENA. VALE MUITO A PENA. No ano que passou, cheguei aos 143 países ONU, e espero chegar aos 150 países bem viajados até o final de 2020!

Continuo postando algumas fotos no Instagram #incomundus 

mas também estou pensando em outra plataforma para escrever as histórias, que não faltam... e vocês? como anda essa vida mochileira?

  • Gostei! 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Sou novo aqui, e estou planejando no começo de 2020 meu mochilão para percorrer América do Sul inteira. Desde o começo eu já coloquei na cabeça que não será fácil. Desde alguns meses pra cá, muita coisa mudou na minha vida, e abri os olhos para um novo mundo. Uma pergunta interessante é, o que você faria se tivesse 10 segundos de coragem insana. A maior parte da nossa vida é reclusa a um sentimento de medo de mudança. Quando você percebe que cada dia que passa, não é um dia a mais, mas sim um dia a menos, novos valores se criam. Cá estou faltando 1,5 ano pra ganhar um diploma de psicologo, tranquei a faculdade. Diria que até agora eu acabei vivendo apenas as vontades do mundo, e não as minhas. 

Por resumo, se isto possa encorajar alguém assumir o controle da sua vida, entenda uma única coisa. VOCÊ TEM A ETERNIDADE INTEIRA PARA ESTAR MORTO, VIVA UMA VIDA DIGNA DE SER VIVIDA.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em ‎17‎/‎05‎/‎2011 em 01:44, João Rosenthal disse:

E por mais que alguns reclamem da vida cotidiana, viver viajando deve ser muito menos legal do que muitos pensam. Primeiro, pq é necessário ter um local fixo, um "lar doce lar", onde vc tenha seus amigos, faça sua vida, e não precise estar se mudando toda hora. (...)É minha opinião, mas eu não gostaria de viver viajando. Gostaria sim de ganhar melhor e aumentar o número de viagens para 2, 3 por ano. Aí sim estaria realizado!

Aos poucos estou (re)lendo todo o tópico e achei interessante este seu comentário (de 2011, talvez vc já tenha mudado de ideia) Outro dia eu cheguei num video no youtube sobre pessoas que vivem na estrada por muito tempo (rodando os eua em campervans, por anos) e um dos principais motivos que as pessoas desistem dessa vida e escolhem uma base é justamente "isolamento social".

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emoticons no total são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.




×
×
  • Criar Novo...