Ir para conteúdo

RELATO DE ANDREA MATOS: ITALIA E FRANCA


Posts Recomendados

  • Respostas 56
  • Criado
  • Última resposta

Mais Ativos no Tópico

  • Membros

Oi Pessoal

Estou aqui toda arrumadinha para ir ao Moulin Rouge, escrevo enquanto espero meus pais. Nao pode entrar de tenis e camiseta, e o preco varia de 90 a 180 de acordo com o jantar, ou nao, champagne ou vinho, etc...

Lila, achei tudo aqui muito caro. Lugar de comprar é Orlando. Se fosse eu, compraria a maquina no Brasil, onde e mais facil pesquisar

os precos, tem garantia, etc e além disso nao perderia as fotos do dia da chegada.

Patricia, vou ter saudades dessa viagem tambem. Estou pensando em, nas proximas ferias alugar um ap aqui em Paris por um mes. Andei sondando, custa cerca de mil euros, um estudio mobiliado. Quero poder "perder tempo" em Paris, nos jardins, nos cafes, sair para comprar baguete...aprender um pouco a lingua... Estou viajando nesta ideia.

Estou tirando mil fotos. Quando chegar vou postar as mais interessantes para o grupo.

Bjos

Andrea

Editado por Visitante
Link para o comentário
  • Membros

Pessoal, nao conseguimos entrar no Moulin Rouge porque estava lotado e nao tinhamos feito reserva. Depois fiquei sabendo que na alta estacao sem reserva nem pensar. Aproveitei para ir jantar em Mont Martre, que e perto. Vou tentar reservar o Moulin Rouge para hoje.

 

Alguem perguntou sobre a necessidade da carteira internacional de habilitacao para quem vai alugar carro; ja sei a resposta exata, pois perguntei na HERTZ. Na locadora eles nao exigem; a carteira nacional basta para o contrato, mas se houver qualquer encrenca e a policia lhe abordar na estrada, eles vao exigir a internacional, que vem escrita em varios idiomas Nao tive qualquer problema na estrada, mas fiquei contente por ter a minha. Foi fácil e barato conseguir no SAC de Salvador.

 

Ontem foi dia de compras. Fui a Galeria Lafayette e Primtemps, mas achei tudo carissimo. Um lenco da Fendi por 242 Euros, uma carteirinhq de nada da Marc Jacobs por 305 Euros, e por ai vai... Me limitei a comprar perfume e maquiagem, mesmo assim pouca coisa. Na Louis Vuitton havia fila para entrar, mas so orientais.

 

Hoje eu iria a Versailles, mas meu pai nao quer perder o jogo do Brasil. Vamos de novo assistir no FIFA FAST PARIS, no Trocadero, em frente à Torre Eyfel. A festa dos brasileiros e grande, somos sempre maioria. Estou com minha camisa verde e amarela.

 

 

Andrea

Editado por Visitante
Link para o comentário
  • Membros

Olá Andrea! Sensacional seus relatos... Vc parece tão "safa".. Já tinha viajado antes? Desculpe as perguntas que serão de marinheira de primeiríssima viagem!!!

Algumas dúvidas: como você está fazendo para pagar restaurantes, condução, etc? Está pagando em cash ou os restaurantes etc aceitam o cartão?

E condução? Como você sabe direitinho qual condução pegar? Vc fez um roteiro no Brasil?

Poderia me indicar os hoteis que ficou em roma, veneza e paris? Eu nao entendi se vc alugou quarto como foi...

 

Desde já agradeço imensamente sua ajuda!

Link para o comentário
  • Membros

Oi Claudia. Sim, nao faço nada muito chic na vida, mas viajo muito...Estamos pagando tudo cash, mas em todos os lugares eles aceitam cartao de credito. Nao aceitam travel check na maioria lugares, nesse ponto é bem diferente dos Estados Unidos, onde os Travelers checks são benvindos.

Hoje foi meu ultimo dia em Paris, fui ao Moulin Rouge (valeu o preco, 102 Euros por pessoa, com champagne). Fui tambem ao Bateau Bus (13 Euros por pessoa). Funciona como o onibus, vc entra em estações específicas, pode descer e voltar, apresentando o tiquete, que vai das 10 da manha ate as 9:390 da noite no verão.

Agora estou indo para Lisboa. Quando voltar para casa conto tudo, com mais calma.

Bjo

Andrea

Editado por Visitante
Link para o comentário
  • Membros

Ahhh pessoal, esqueci de contar sobre o jogo. Em Paris, Roma, Berlin, Amsterdan e outras capitais houve o FIFA FAST, lugar aberto com telao, venda de bebidas e comidas e muito espaco, tudo organizado, para os jogos. Fui assistir o jogo contra o Chile e foi maravilhoso. A gente nao acredita a quantidade de brasileiros que esta em Paris, todos de camisa verde e amarela e bandeira, aquela solidariedade, emocao na hora do Hino, uma festa... Ontem a festa foi dos holandeses, foi uma pena. Mas os brasileiros fizeram bonito, tanto no campo como no FIFA FAST Paris... Houve um momento em que um grupo de holandeses passou zoando um grupo de brasileiros. Ao inves de mostrar irritacao, os brasileiros aplaudiram. Achei bonito.

Sds

Andrea

Link para o comentário
  • Membros

Pessoal,

 

Estou em Lisboa, mas apenas por um dia. A TAP, quando vc faz mais de um trecho com eles, como no meu caso, costuma fazer uma promoçâo que se chama "Top Lisboa", e oferece uma noite em um hotel excelente em Lisboa (D. Pedro Palace), com transfer do Aeroporto, tudo gratuito. Aceitei na hora, claro, mas so deu tempo mesmo de visitar o centro historico e jantar um bacalhau no Bairro Chiado. A outra vantagem foi "partilhar" o vôo de volta, o que o torna menos cansativo para meus pais.

 

Aproveitando que meus pais estao dormindo e eu ainda não estou com sono, vou dar algumas informações que podem ser úteis. Em Paris, em varios lugares da cidade, existem pontos para locação de bicicletas. Não se trata de loja, as bicicletas ficam presas na rua, vc coloca moedas ou cartão em uma maquininha e sai pedalando. Vc pode devolver em outra parte da cidade que tenha o mesmo serviço, eu fotografei as bicicletas e a tal maquininha. Pela primeira hora o custo é zero, isso mesmo, é de graça. Se vc ficar mais duas horas, vc paga 7 Euros, ou seja, 3 horas por 7 Euros. Vi varias famílias pedalando pela cidade, mas é preciso ficar atento ao trânsito.

 

Outra informação que considero importante, é que existem umas pessoas em Paris, sempre perto do Rio Sena, aplicando o golpe da aliança. É assim: eles vêem o turista e fingem que acabaram de achar uma aliança de ouro no chão, sempre uma aliança pesada de casamento, com um nome gravado, e perguntam se vc deixou cair a aliança: Vc responde que não é sua, e a pessoa diz, então pode ficar com ela, porque está grande em meu dedo. A partir dai, a pessoa estabelece uma aproximação, sempre pedindo dinheiro, e sabe-se la o que mais pode acontecer. Ofereceram para minha mãe que, advertida por mim, saiu correndo de perto da mulher, e depois comigo. Olhei para o cidadão que me ofereceu e disse em inglês que era a quarta aliança que me ofereciam naquela tarde. Ele me deu um sorriso cínico e disse "thank you".

 

Existem golpistas em todos os lugares do mundo. Aproveito para dizer que vi muitos mendigos nas ruas na Europa. Meus pais, que não iam lá há mais de dez anos, se surpreenderam.

 

Outro golpe do qual fui vítima em uma outra viagem que fiz a Paris foi em Montmartre, um bairro boêmio, onde ficam vários artistas tentando vender seus quadros. Nesse, o jovem "artista", com papel e tinta nas mãos, se aproximou de mim e começou a me pintar. Eu disse, "não, estou com pressa, não quero...", mas ele me ignorou e, fazendo pose de artista parisiense romântico, empinu o nariz e disse em francês que estava tendo uma "inspiracion", eu fiquei supresa e meio envaidecida (que boboca) ... enfim, acabei deixando ele me desenhar. Depois de 15 minutos, claro, ele me apresentou a conta, 40 Euros. Fiquei indignada, mas acabei me sentindo obrigada a comprar o desenho (que nem gostei tanto assim, por sinal) por 20 Euros (aliás, não se acanhe de pechinchar na Europa, eles já esperam que vc faça isso na maioria dos lugares).

 

Falando de novo no Moulin Rouge, ouvi de várias pessoas que o show de lá é mais típico de Paris do que o do Lido, que eu ja conheço e sei que é bom, embora meio "americanizado". Como já disse antes, existem ingressos que variam de preço. O show das 21 horas é mais caro que o de 23 horas, e vc pode decidir entre 3 tipos de menu, comprar ingresso só com champagne ou sem bebidas. Estávamos dispostos a pagar 150 Euros por pessoa, para um ingresso com jantar. Ocorre que nesse dia chegamos na porta e não pudemos entrar, porque não haviamos reservado antes. Foi a nossa sorte. Quando eu cheguei no Hotel Belfort, cujo pessoal é super hiper amigável, e pedi para fazerem a nossa reserva, eles me disseram que avaliasse se valia mesmo a pena pedir o ingresso com jantar incluído, pois várias pessoas já haviam dito que o jantar não valia o que era cobrado. Aceitei a sugestão deles e acabei adquirindo os ingressos só com champagne (102 Euros por pessoa) e jantei antes, em outro lugar, pagando o preço normal de um jantar, em média 60 Euros em Paris (para 3 pessoas, sem bebida alcoolica). Economizei quase 90 Euros e achei que foi o melhor a fazer. Pelo que entendi, vc paga mais pela localização de sua mesa do que pela comida, que realmente não me pareceu grande coisa.

 

O show em si é legal, dura 2 horas, umas 50 meninas dançando, tipo "pinups", um clima de cabaré, uns números de malabarismos e ventriloquismo, coreografias e roupas bonitas... o ponto alto é quando as moças ficam de top less e o público masculino delira. Meu pai, que no começo havia achado o ingresso caro, no final admitiu que "foi bem pago"... LOL. A dica é reservar antes e chegar cedo. Não pegamos fila, nossa mesa foi muito bem localizada e o champagne nacional estava muito bom. Depois do show passeamos um pouco por Pigale, que é cheia de Sex Shops e casas de streap tease. Naquela hora, onze e pouco, a gente ainda via muitas familias na rua, aquele clima parecido com a Red Light de Amsterdan. Mais tarde, sei que o clima fica pesado na região. Quem optar por entrar em uma daquelas casas de show erótico deve estar preparado para uma conta cara, mesmo se consumir somente água e refrigerante.

 

Aqui em Lisboa hoje está menos quente do que em Paris, embora ensolarado. Achei os preços um pouco mais baratos aqui. Um prato de bacalhau, por exemplo, em um bom restaurante, custava 12,50 Euros (estava muito bom). Lembro que vi pizza grande por 8 Euros, tudo isso em bairro turístico, que é sempre mais caro. Os doces são imperdíveis, comi umas tortinhas de amêndoas de dar água na boca em uma pastelaria da Rua Augusta.

 

Em Lisboa só existem 4 linhas de metrô, por isso fui de taxi, aqui do Bairro de Amoreiras, para o Chiado, e o taxi custou 5 Euros, ou seja, quase o mesmo que 3 passagens de metrô. O taxi aqui em Lisboa é muito mais barato que no Brasil.

 

Meu próximo relato será de Salvador, se Deus quiser.

Beijos

Andrea

Editado por Visitante
Link para o comentário

Participe da conversa

Você pode postar agora e se cadastrar mais tarde. Se você tem uma conta, faça o login para postar com sua conta.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emojis são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.


×
×
  • Criar Novo...