Ir para conteúdo
  • Cadastre-se
adrianapianetti

ROTA VICENTINA

Posts Recomendados

Olá. Estou indo fazer a rota vicentina em maio e gostaria de algumas dicas. Provavelmente, não conseguirei fazer todo o precurso (historico) por conta de limitação de tempo. Alguém pode me dar alguma dica? Algum trecho mais bacana que eu não posso perder? 

obrigada

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Olá @adrianapianetti!!!

Vai depender de por onde você vai começar. Vai ser a pé ou de carro?

Fiz o caminho dos pescadores, mas vou dar algumas sugestões. Apesar de que, essa região é tão incrível que fica muito difícil eleger lugares favoritos. São todos belíssimos.

Sugiro não perder de jeito nenhum: Porto Covo, Vila Nova de Milfontes, Farol do Cabo Sardão, Arrifana, Carrapateira e, principalmente, Odeceixe (o por do sol mais lindo que já vi na vida que me tirou lágrimas). E se puder, não deixe de ir até o Cabo de São Vicente e a Ponta de Sagres, nem que seja de ônibus ou carona; é imperdível!!!

Qual seu itinerário previsto?

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Oi Érica, obrigada pela sua resposta.

Estava pensando em fazer a rota historica(sentido norte sul), mas terei q pular alguns trechos por conta de tempo - estava pensando em 07/08 dias.

Você me ajudou demais, suas dicas bateram mais ou menos com os lugarejos q eu havia escolhido. Aceito de bom grado se vc puder me mandar dicas sobre hospedagens. Vou em maio, será que preciso reservar antes ou dá para chegar na hora e resolver?

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Olá companheiros,

Existe um site (pt.rotavicentina.com) que mostra todas as informações possíveis sobre o assunto, onde destaca por exemplo, para responder a indagação da Ana, que na Trilha dos Pescadores (120 km, que é junto ao mar), não é permitido acampar. Achei interessante o site, pois pretendo, em alguma momento, fazer o referido Caminho. Este ano estarei a visitar Portugal em junho,mas irei a outros sítios, como dizem lá os portugueses.

 

  • Gostei! 3

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@adrianapianetti e @Ana Letícia Pastore tem parques de campismo e estacionamentos de caravanas ao longo de todo o percurso, tanto o histórico quanto o trilho dos pescadores.

Em Portugal, normalmente os parques de campismo pertencem às administrações municipais e tem um custo baixo apesar de cobrarem tanto pela barraca como pela pessoa. Eu fui em maio e peguei chuva em vários períodos do dia e da noite (mas não choveu o dia inteiro) e bastante frio. Vejo isso como desvantagem para o acampamento, fora o peso do equipamento que aumenta consideravelmente.

Ao longo de todo o percurso tem hospedagens familiares, hostels, hospedarias e pessoas alugando quartinhos e não vejo necessidade de reservar (pelo menos não o fiz e não tive problema). Todas as hospedagens oficiais estão no site que @luviajandor citou aí em cima. E fora essas, tem as hospedagens familiares e airbnb.

  • Gostei! 3

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@Ana Letícia Pastore eu gastei entre 15-20 euros/dia. Carregava lanches e água durante o dia e jantava muito bem (aqueles menus turísticos que incluem tudo saem entre 7 e 10 euros).

Mas é totalmente possível gastar menos do que isso. À época não poupei muito e aproveitei para experimentar os vinhos alentejanos e a culinária maravilhosa das vilas dos  pescadores...hehe

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@D FABIANO se você for no modo econômico e usar mais supermercados, você consegue gastar isso ou menos.

O menu turístico em Lisboa não sai por menos de 10 euros. No interior você consegue achar por 6,5 a 7 euros. Um bom café da manhã numa padaria sai por uns 3 euros em Lisboa. Mais umas cervejocas, vinhos, pasteis de nata, doces e cafés ao longo do dia, você gastará facilmente entre 20 e 25 euros com comida em Lisboa, porque é a cidade mais cara.

Se for de supermercado, o gasto cai consideravelmente porque os supermercados são muito baratos e a qualidade das coisas é muito boa, mesmo os produtos de marca branca.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

×