Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Trilhas + Montanhas + Bushcraft = Desafio Radical de Sobrevivência.


Posts Recomendados

  • Membros de Honra

Olá, amigos trilheiros, montanhistas e sobrevivêncialistas. Estou criando este espaço para a troca de informações referentes a encontros, eventos e desafios com o tema “sobrevivência”. Além de viajante compulsivo, explorador, trilheiro e montanhista de alta altitude também pratico o bushcraft. Já tenho certa experiência adquirida em carreira militar do exército, tendo aperfeiçoado as técnicas com a Via Radical Brasil, empresa brasileira filiada às internacionais IASA e a SIWA. Seria interessante encontrar amigos com o mesmo interesse e que buscam desenvolver o sobrevivencialismo, seja iniciante básico ou de níveis mais avançados, porque ninguém sabe tanto que não possa aprender e nem sabe tão pouco que não possa ensinar.  Desenvolvo a prática do bushcraft durante trilhas, picos (montanhas) no Brasil e também em cachoeiras na região de Paranapiacaba, Biritiba-Mirim, também em linhas férreas como a Funicular entre outras. Ficaria feliz em formar grupos para a prática mateira, roots ao extremo e sem mi-mi-mi.  

Terei um evento denominado "Desafio Radical" no próximo feriado, dias 3, 4 e 5, mas esse seria só para os colegas que já tem experiência, pois trata-se de imersão na mata com restrição de itens permitidos, sendo somente autorizado dois itens a escolha do sobrevivencialista. O curso é oficializado e certificado com diploma da IASA – International Adventure & Survival Association – e também da SIWA – Survival Instructors World Association, que é uma das maiores Associações de Sobrevivência do mundo e credenciada pela ONU – Organização das Nações Unidas – e registrada pelo Governo da Espanha.  A certificação é só para quem conseguir sobreviver e prosperar nos 3 dias 'largado' na mata e também brevetação. Depois desse evento continuo com as trilhas e montanhas, com permanência na mata e desenvolvimento do bushcraft...  ahh... lembrando, tudo FREE.  Não faço parte de agências, é tudo grátis, sem recursos nenhum, na mais sincera amizade, trocando informações e experiência mateira. Como diria o "Chapolim Colorado".... Sigam-me os bons! rss.  
 

 

Leo Rocha 1b.jpg

  • Gostei! 1
  • Vou acompanhar! 1
Link para o post
Compartilhar em outros sites

  • Membros de Honra
11 minutos atrás, casal100 disse:

@Luka Izzo Caramba, você é o cara viu!

Um dia ainda farei um negocio desse, assistia aqueles programas nos canais fechados sobre esse tema e adorava. 

Parabéns pela iniciativa! 

Opaaaaaaaaa.... maravilha amigo!!!!  
Será muito bem-vindo!! 
Tamo Junto, brother!!!

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 1 ano depois...
  • Membros de Honra
..... dando continuidade ao tema "Sobrevivência & Buscraft".
 
Viajar - Trilhar - Escalar - Sobreviver!!!
 
Sei que muitos aqui, assim como eu, tem afinidade à mochilada roots e buscam associar incríveis aventuras, viagens, comodidade restrita e baixo custo. E assim vamos caminhando pelas trilhas e cidades maravilhosas do nosso Brasil e ao mesmo tempo alimentando o sonho de conhecer o mundo.
 
E foi exatamente durante uma destas viagens que, voando sobre uma montanha e vislumbrando pela janelinha os altos e lindos cumes brancos cobertos por neve que eu me indaguei: Porque tenho que ficar cruzando as montanhas aqui por cima? Não seria mais emocionante desbravá-la e vivenciar uma aventura incrível por baixo?
 
Foi então que nasceu a vontade de escalar os mais altos picos, as maiores montanhas.
Iniciei aqui pelo Brasil e caminhei uma a uma, começando pelas mais fáceis, algumas fiz até várias vezes como preparo para as mais exigentes. E foi do alto de uma delas me fiz outra pergunta: se eu for surpreendido aqui em uma situação de emergência, o que eu vou fazer? Será que estou preparado para me manter vivo e alertar a minha posição até ser encontrado e resgatado?
 
E foi neste dia que outra prática passou a fazer parte de meus dias: a sobrevivência ou bushcraft (artes do mato). Até já tinha certa experiência adquirida nas forças armadas, mas a reciclagem foi uma necessidade assim como o aprimoramento, estudos mais profundos e depois colocar tudo isso em prática em desafios extremos, onde o controle emocional está acima da força, da resistência e até mesmo das técnicas adquiridas.
 
Na mata, ser paciente e ter um bom controle emocional é sinônimo de ser forte. E são estes desafios reais que podem responder se você realmente está preparado, pois tiram você de sua zona de conforto e ofertam situações de risco causadas principalmente pela ausência dos pilares básicos da sobrevivência: água, abrigo, fogo e comida.
 
Quero aqui deixar claro que estou falando de uma situação real de sobrevivência e não de acampamento nutela de pessoas inconsequentes que provocam fogo nas matas como sempre vemos por aí. Sim, em uma situação real de sobrevivência o fogo é uma necessidade e pode decidir se você vive ou morre.
 
Pronto: escrevi tudo isso para filtrar os impacientes e chegar a uma simples indagação: Algum colega aqui aqui já vivenciou, tem vivenciado ou vontade de vivenciar essa prática? Teria coragem de permanecer infiltrado por alguns dias na selva, em meio a toda sorte de animais ferozes e ralando para fazer seu próprio abrigo, elaborar uma boma para ofertar um pouco mais de segurança durante sua permanência, encontrar água e buscar métodos para purificá-la, identificar e coletar vegetais próprios para o consumo e conseguir proteína para se manter vivo?
 
Alguém mais aqui pratica ou teria coragem de se submeter a um desafio extremo de sobrevivência?
Reflexão: Antes de tecer críticas (que eu até vou aceitar numa boa, porque opinião é um direito de todos e cada cabeça uma sentença), quero tentar explicar o porquê de ser submetido a todo esse 'sofrimento' e isolamento de comodidades de forma gratuita.
 
Simples: para quando alguém te pedir água, você saiba como foi passar sede; para quando alguém te pedir comida, você saiba como foi passar fome; para quando você estiver em uma situação difícil, você entenda que passou por situações muito piores e superou; para que você se lembre também de valorizar as coisas mais simples, como poder tomar um banho ou até mesmo fazer refeições sentado a uma mesa.
 
Nada é por acaso, o sofrimento é passageiro e o aprendizado é para toda a vida!
Seeeeelvaaaaa!
 

PantanalQuadro2-Recovered.jpg

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

Você podia se candidatar a participar de um episódio do "largados e pelados", hein?

Ia ser legal ver um brasileiro participando...

No Discovery Channel tem alguns programas nessa linha. Gosto de ver também o "Ed Stafford - contra todos", em que ele enfrenta esses ambientes hostis, competindo com outros especialistas.

Outro programa que eu acho legal é "I should't be alive" (tem no Youtube também), que conta histórias reais de pessoas que se encontraram em situação de extremo risco ao ficarem isolados de alguma forma na natureza.

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora
×
×
  • Criar Novo...