Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Alisson Moura

vamos viajar pelo Brasil ???

Posts Recomendados

quem gostaria de fazer um mochilão  em grupo ou em dupla mesmo,estilo roots pegando carona dormindo no mato com barraca (ou em rodoviárias fkdkdkdk), começando em São Tomé das letras-MG e terminando em Recife-PE, esse mochilão vai começar no mês de fevereiro (2020) quem tiver afim é so mandar mensagem que a gente combina direito:).

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Bom dia, Alisson.
Estou me programando para fazer a Estrada Real no final de Maio/2020. Mochila nas costas, pé na estrada, dormindo em barraca, fazendo a própria comida ou comendo e dormindo na casa de alguém (ou hostels) em troca de serviços (rsrsrsrs novidade...).

Sairei de Diamantina/MG até Paraty/RJ, aproximadamente 1340km, porém será mais que isso, pois, irei sair um pouco da rota para visitar parques, cachoeiras ou algum outro atrativo (de preferência gratuito). De Paraty/RJ irei para Angra dos Reis/RJ e Ilha Grande/RJ. Seguindo a viagem sabática, continuar descendo pelo litoral norte de São Paulo até e Ilha Bela/SP. Aí sim começa uma outra jornada rumo ao interior do Brasil. Subir pra Brotas/SP e mais alguns lugares que estou pesquisando até chegar em Bonito/MS. Continuar subindo por Goias e passar por alguns parques até chegar em Pirenópolis/GO e Brasília/DF (tenho um porto seguro lá com parentes). Seguir rumo à Belém/PA e fazer todo o litoral brasileiro da Ilha do Marajó/PA até Barra do Chuí/RS. Tá bom esse roteiro? São mais de 10.000km de percurso. Porém, não para por aí. Agora é hora de entrar no Mercosul: Uruguai, Argentina, Chile, Bolívia, Peru, Equador, Colômbia, Panamá, Costa Rica, Nicarágua, Jamaica e onde o nariz apontar até chegar na Europa.

Estou preparando os roteiros por onde quero passar, analisando os caminhos e as cidades, procurando referências e tentando entrar em contato com moradores/prefeituras/secretarias de turismo e hostels/pousadas/albergues para ter melhor informações

Estou procurando pessoas corajosas que queiram enfrentar este louco desafio (pouca grana e muita disposição), porque será um longo percurso que poderá durar mais de 3 anos de estrada. Mas este é meu sonho e vou realizá-lo, mesmo sozinho na estrada, mas estou fazendo convites para outros poderem aproveitar um pouco mais a curta vida que temos.

Pois bem...

O problema é onde dormir? Dormir é o de menos pois tem a barraca e o saco de dormir. Frio, chuva, vento, sol rachando? Não aprendi técnicas mateiras e sobrevivencialismo para não praticar, e até hoje não passei perrengue que não pudesse superar, pois, existem maneiras de amenizar isso: camadas de roupa para isolar o frio, agasalhos, capas de chuva, protetor solar e blusa de manga comprida (isso é o mínimo).

Oque comer? Eu sempre fiz minha refeições no "mato", mesmo debaixo de chuva e com lenha úmida. Há técnicas para isso dar certo. Raramente comi miojo ou algo do tipo, porque o trabalho em juntar lenha, acender o fogo, ferver a água e fazer uma refeição é praticamente o mesmo. Macarrão cozinha rápido, sopa se faz com praticidade, arroz refoga bem, e se misturar estes três temos um sopão bizurado com vários nutrientes pra repor energia. Café da manhã pode ser um café mateiro, muito simples de fazer e não precisa coar o pó, e pão de caçador, feito com farinha, água e sal. Outra alternativa é uma mistura de leite em pó com achocolatado, colocar em uma garra pet de 500ml com água (mesmo fria) e chacoalhar até dissolver, acompanhado de uma granola (top). Carne seca e defumados, verdura, frutas, ovos, cereais, temperos, sempre vão na mochila dentro de potes de sorvete (kkk funciona demais).

Segurança? Minha maior preocupação é o local de armar a barraca. Evitar sempre que possível beiras de rios, lagos, muito próximo ao mar, árvores com muitos galhos, terrenos pedregosos, pé de morros muito inclinados, beira de estrada. Sempre procurar por áreas abertas e planas. Animais peçonhentos e predadores existem em qualquer lugar portanto tem que estar "ligado" onde pisa, coloca as mãos ou se deita. Sempre levo um kit de primeiros socorros. O problema são os humanos? Aí já é uma raça complicada mesmo, mas podemos evitar lugares suspeitos e sempre estar numa vibe positiva (lei da atração). Sempre existirão àqueles que tem a mente menos desenvolvida voltada pra maldade, mas são minoria.

E a Grana? Pois é... Serviço voluntário sempre me rendeu boas experiências e automaticamente atrai pessoas com o mesmo propósito solidário (é um ajudando o outro). Sempre tem um serviço na "roça". Sempre tem um albergue, ou hostel, que troca serviços por acomodação. Sempre vai existir pessoas no interior (e alguma em cidades maiores), que querem ajudar com abrigo ou comida sem nada em troca, aliás, tem uma troca sim: uma boa companhia para prosear e passar o tempo. É o deslocamento? Estarei à pé. E ainda resta a velha e boa carona de um lugar para o outro. São as entradas para parques ou atrativos turísticos? Sempre tem uma alternativa, tanto na boa conversa de conseguir uma oportunidade de cortesia como também na "ilegalidade de pular uma cerca" (kkkk funciona na maioria das vezes e não há problema maior). Na pior das hipóteses serei expulso do lugar sem ônus. E a vantagem de estar à pé é que se estiver ruim num lugar, pode-se ir para outro.

Tem coragem e disposição? Bora lá.

  • Gostei! 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@Pablo Tour dos Sonhos  

Boa tarde, Pablo. 

gostei muito do seu roteiro de viagem ela é bem ampla  e bem feita, você falou que vai viajar em maio né?  fiquei muito interessado nessa sua viagem e gostaria muito de participar  dessa aventura com você!!!!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Estou me (re)preparando novamente, porque no dia 09/01/2020 meu notbook ficou exposto na chuva e queimou, perdi todo meu projeto e tudo o que tinha preparado para viajar: roteiros, rotas mapeadas, contatos. Mas já estou fazendo tudo novamente. Até alterei alguns caminhos mas a viajem vai rolar em Maio/2020. Em fevereiro eu devo retornar aqui com o progresso da preparação.
abraço.

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Em 18/10/2019 em 13:15, Alisson Moura disse:

quem gostaria de fazer um mochilão  em grupo ou em dupla mesmo,estilo roots pegando carona dormindo no mato com barraca (ou em rodoviárias fkdkdkdk), começando em São Tomé das letras-MG e terminando em Recife-PE, esse mochilão vai começar no mês de fevereiro (2020) quem tiver afim é so mandar mensagem que a gente combina direito:).

Cara tenho muita vontade, sou do rj.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa!

Você pode ajudar esse viajante agora e se cadastrar depois. Se você tem uma conta,clique aqui para fazer o login.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emoticons no total são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.


  • Conteúdo Similar

    • Por Tiagolaimer
      Pessoal, a uns dois anos fiz um mochilão cruzando o Uruguai para testar se era possível mesmo viajar sem grana, fazendo toda grana necessária pelo caminho. Acabei estendendo e conheci mais lugares e países. 
      Morei em Templo Hare khrishna, aprendi meditação com os monges, cozinha vegana, fiz voluntariado em hostel pra caramba e acabei conseguindo uma boa experiência. 
      Penso em ir novamente, quem sabe quando o Covid passar. Mas desta vez quero conhecer o restante da América e ir até onde der. Neste mesmo estilo, carona,  wild Camp, voluntariado em hostel, trabalhar por comida e afins. 
      Se alguém estiver interessado... Vai precisar de mochila, coragem e disposição, só isto. 
      Ah e não pode ser fã do atual presidente. Embora a ideia seja aprender com o diferente, é diferença demais pra mim. 
    • Por Matheus Dias Silva
      Eae meus caros ,
      Estou querendo realizar um mochilão roots da semana que vem ate o começo do ano que vem passando por lugares incríveis de são Paulo, só quimico , farei sabonete com oleos naturais pra vender e sobrevivendo de ideias , seria muito bom companhia
    • Por Felypez
      Olá!
      Sou da região metropolitana de sp, estou há 2 anos colocando energia nesse mochilão. Cursei uma faculdade e não me identifiquei com a área; sentia que meu lugar é na estrada vivendo a impermanência. Me formei como professor de yoga e depois como massoterapeuta (que é meu ganha pão), e assim pretendo ir me sustentando durante a viagem que já começou e não faço ideia de qdo vai terminar. 
      Fiz um "teste drive" de maio até agora novembro, e vi que é isso msm que quero nesse momento. Então retornei à minha base em sp, tô ajeitando uns detalhes para não deixar nada pendente e ir mais uma vez.. tenho várias idéias mas estou bem aberto e atento aos sinais do universo. Tenho passado por centros de meditação, Ashrams, centros de yoga e hostels. A idéia basicamente é ir e viver. Se te anima com a ideia e tem coragem pra meter o pé, bora lá! Deixe um contato seu de forma privada, ou me add no face: Shiatsu Felype Langovisk.
      *O único requisito é não ser fã do BOZO rs..
    • Por JeanLucas23
      Será minha primeira experiência, quero iniciar pela América do Sul e quem sabe mais além pela Europa.
      Com pouca grana, dormindo em barraca, etc... Em JANEIRO de 2020
      Quem quiser chama aí 😉
       


×
×
  • Criar Novo...