Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

icaroricardo

Primeira Eurotrip da vida (Itália, Áustria, Hungria, Rep. Tcheca, Alemanha, Espanha e Inglaterra)

Posts Recomendados


A Latam SEMPRE altera alguma coisa, o que acaba sendo bom em algum ponto, pois te dá o direito de escolher novos voos (pro mesmo destino e pra um certo período de tempo) sem taxa de remarcação. Eles foram muito manés em não querer atender sua solicitação... mas no fim teve um final bom.

Estou com o mesmo problema com a GOL agora em janeiro, que descontinuou um voo que eu comprei e tá me causando um super preju... mas vou acabar entrando com ação judicial.

  • Gostei! 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Bem detalhada a introdução, no aguardo do relato, que transtorno hein... Depois detalha este transtorno do trem de Viena para Buda.

Obrigado por compartilhar!

  • Gostei! 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Bom pessoal, desculpem a demora pra voltar ao relato, é que voltei de férias e agora está uma correria aqui no serviço por conta do fechamento anual, mas sempre que der vou atualizando ele.

Dias 04 e 05/11/2019 - SÃO PAULO/MADRID/ROMA

Chegado o dia saímos de casa ás 12h00, nosso voo era ás 16h00, então foi bem tranquilo a ida até o Aeroporto, como moramos no Centro de SP e com as linhas de trem que agora chegam até bem próximo o Aeroporto de Guarulhos, (ainda é preciso pegar um ônibus depois para acessar os terminais 🙄, nem tudo é perfeito, né?!), então facilitou bastante agora pra quem opta ir de transporte público até lá.

Chegando no Aeroporto fomos tentar fazer o check-in naquelas máquinas de auto-atendimento, só o meu companheiro conseguiu fazer o dele, o meu estava dando um problema lá no meu passaporte (medo), então tivemos que entrar na fila do Check-in pra poder fazer o meu. Ufa, tudo certo, ainda bem! Check-in feito fomos arrumar um local para comermos e optamos por aquele Buffet com pizzas, massas e saladas oferecido pelo Pizza Hut por R$ 39,90, achei que compensou pq qualquer coisa no Aeroporto é caro, então pagar um valor fixo pra poder comer a vontade, achei bem vantajoso, não tem tanta opção mas o que tinha lá disponível pra comer eu gostei, fica a dica ai pra quem gosta de comer bem.

Nosso voo até Madrid foi bem tranquilo, eu prefiro sentar no corredor pra poder levantar e esticar um pouco as pernas sempre que eu quiser já que tenho problemas de circulação na perna esquerda. O espaço entre pernas da Ibéria nesse voo achei ok, entretenimento a bordo tinha filmes atuais, alguns que haviam acabado de sair do cinemas (vi uns 3 filmes durante toda a viagem acho), e a comida achei ok tbm.

Chegamos em Madrid por volta das 6h00 do dia 05/11, a imigração foi bem tranquila, ao contrário do que eu temia (ainda mais eu que sempre vejo aquele programa da National Geographic, Aeroporto: Madrid) kkkkkkkkk! Tinha umas 2h15m até a nossa próxima conexão que sairia de Barajas, fomos ao banheiro, enchemos nossa garrafinhas de água e sentamos um pouco para aguardar a abertura do embarque.

Esse segundo voo até Roma foi o mais tenso de TODA a viagem, durante a aproximação do Aeroporto de Fiumicino estava ventando demais, tanto que o avião teve que arremeter na primeira tentativa de pouso. Hj em dia eu sou bem tranquilo em relação a viagens de avião, desde que tudo ocorra bem, nunca havia passado por uma situação mais tensa como dessa vez. Na segunda tentativa eu achei que não daria para pousar novamente pois o avião estava sofrendo muita resistência do vento, porém, o piloto optou por fazer o pouso assim mesmo e graças a Deus hj eu estou aqui contando esse relato pra vcs hahahahahahaha! Assim que o avião pousou todos bateram palmas (inclusive eu, óbvio) kkkkkkkkkk, chegamos por voltas das 11h00 em Roma.

Saímos do avião, como não despachamos malas então foi bem mais prático. Como muitos sabem o Aeroporto de Fiumicino fica afastado do Centro de Roma, cerca e 1h, é possível chegar até lá de várias formas, as mais comuns são: trem (modo mais rápido, porém mais caro) e ônibus, um pouco mais demorado porém muito mais econômico. Obviamente optamos pela segunda opção então pagamos €6,90 pela passagem até o Centro de Roma (Estação Termini).

Nossa hospedagem ficava relativamente próxima da estação Termini (há 1 estação apenas), como eu não via a hora de tomar um banho e trocar de roupa optamos por ir a pé até o local, uma vez que eu não estava com pique no momento pra tentar entender o sistema metroviário de Roma. Mas antes de seguirmos passamos em uma lojinha, das várias que existem do outro lado da rua onde fica a estação Termini, pra poder comprar um Chip para o celular do meu companheiro, (eu nunca faço muita questão de comprar chip quando viajo, mas nessa viagem eu pude ver o quanto isso, ás vezes, pode fazer toda a diferença!). Compramos um da Lycamobile por €20,00 que oferecia 30GB de dados pra usar durante 1 mês e possibilidade de fazer ligações dentro de vários países dentro e fora da Europa (inclusive Brasil), mas, sinceramente? Não comprem! Ela subloca as antenas de outras operadoras e oferece um serviço bem ruizinho (que oscila entre 2/3g), comprei esse com o intuito de querer economizar mas acabou não compensando, de todos os países que fomos ele só não funcionou na Espanha, isso pq lá tem Lycamobile, porém, pra funcionar lá, o chip tem que ser comprado lá, vai entender! 😒

Roma foi a única cidade que nos hospedamos via Airbnb e achei que valeu muito a pena! Alugamos um apto dentro de uma vila próximo a estação de metrô Vittorio Emanuele, já havíamos contatado o nosso anfitrião que nos aguardaria em frente a entrada do local. Chegando lá fomos muito bem recebidos pelo Fabrizio que nos explicou tudo sobre o local que ficaríamos e um pouco sobre a região. Na Itália paga-se um imposto municipal em todo lugar quer você se hospeda (hotel, hostel, Aibnb) de € 3,00 por dia por pessoa, como ficaríamos 3 dias então tivemos que pagar € 18,00 pra ele. Após todas as informações ele nos deixou. Estávamos com muita fome (acabou que nem fomos tomar banho antes pois a fome era maior hahahahaha), então saímos para comermos algo, levamos os guarda-chuvas que estavam disponíveis na habitação pois chovia um pouco. Nossa primeira refeição acabou sendo uma Pizza de 4 queijos e um Arancini (que nada mais é do que um bolinho feito com as sobras do risoto que é empanado e frito). Ficou €12,50 pra cada a refeição que fizemos, incluído bebida, pedimos 2 sucos de laranja e depois dividimos uma coca-cola, como estávamos com muita fome não tivemos muito critério pra escolher onde comer dessa vez. Seguimos em frente e nos deparamos com o imponente Coliseu de Roma, já passava das 15h, então não seria nesse dia que visitaríamos, ainda sim fui ver se era possível comprar ingressos para o dia seguinte mas as bilheterias já estavam fechadas tbm. Chovia no momento, aliás, se eu puder não quero mais ir pra Europa em novembro, chove muito, por toda a Europa, e apesar de não serem chuvas torrenciais é aquela chuva que aliada ao frio da época torna a experiência um pouco desagradável pq o frio a gente encara, agora passar frio molhado, não dá! Tiramos umas fotos no entorno do Coliseu, no Arco de Constantino e decidimos comprar um pau-de-selfie para o celular com um rapaz que estava ali próximo (não adianta, eu leio sobre dicas de viagem antes de viajar mas não aprendo), pagamos €20,00 pelo pau-de-selfie, sim gente, comprei esse troço em frente ao ponto turístico mais popular da Itália podem me julgar! Pra minha felicidade encontrei o mesmo objeto por €5,00 em uma lojinha próximo a estação Termini. 🤦‍♂️

Fomos procurar um supermercado pra comprarmos umas coisas para comermos a noite e tomarmos café nos dias que ficaríamos por lá, assim que saimos meu companheiro me faz a seguinte pergunta: "cadê o seu guarda-chuva?!" 😱

Deixei as compras com ele e fui atrás do bendito do guarda-chuva, (esse é um dos motivos pela qual eu detesto andar com guarda-chuva!), refiz todo o caminho que fizemos contornando o Coliseu mas não encontrei, perdi um guarda-chuva que nem meu era logo no primeiro dia! ¬¬

Sem muito o que fazer voltei ao encontro do meu companheiro e voltamos pra casa, fomos de metrô já que havia uma estação próxima ao Coliseu, €1,50 a passagem. Voltamos um pouco cedo para podermos descansar da longa viagem e para estarmos descansados nos próximos dias que viriam.

 

Gastos no dia:

Ônibus Aeroporto/Centro de Roma: €6,90

Chip Lycamobile: €20,00

Taxa Municipal de Hospedagem: €18,00

Refeição: €12,25

Pau-de-Selfie celular: €20,00

Compras supermercado: €21,15

Passagem de metrô: €1,50

Total: €99,80

 

 

 

 

IMG_20191105_153508-01.jpeg

IMG_20191105_153652-01.jpeg

IMG_20191105_155016-02.jpeg

IMG_20191105_155345-01.jpeg

IMG_20191105_155646-01.jpeg

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
20 horas atrás, icaroricardo disse:

pagamos €20,00 pelo pau-de-selfie,

os caras são tão insistentes que te convenceram. hahahah  normal... sempre fazemos umas cagadas dessas.

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Dia 06/11- ROMA

Acordamos umas 8h00, tomamos café, o dia estava bom, ao menos não choveu e até saiu um solzinho meio tímido. A intenção era visitar o Coliseu, saímos de casa em direção a ele mas acabamos errando o caminho indo parar em frente a Arcibasilica di San Giovanni in Laterano, não sou católico tão pouco religioso, porém admiro muito a arquitetura e as obras que encontramos dentro e fora desse tipo de construção o que me faz perder um tempinho admirando elas e essa em particular possui uma linda arquitetura. Perdemos um tempinho lá dentro admirando, depois saímos e fomos direto par ao Coliseu. Todo mundo sempre fala das enormes filas para visitar o Coliseu, que é melhor comprar o Roma Pass pra evitar as filas e tal, mas nessa viagem eu não comprei nenhum ingresso ou card pass antecipado, primeiro porque meus gastos com as passagens e hospedagens me impediram fazer isso e segundo que não são tão baratos esses passes, é preciso ver com calma as atrações as quais eles dão direito a visitar, por quantos dias, etc. Fiquei 4 dias inteiros em Roma e eu já tinha definido o que faria em cada um deles, logo, não achei que pra mim seria interessante comprá-lo. Chegando lá não pegamos fila para comprar ingressos tão pouco para entrar, foi super tranquilo. O ingresso normal para 1 adulto custa €16,00, ele te da direito a visitar o Coliseu, o Palatino e o Fórum Romano, inclusive no dia seguinte. Íamos tentar visitar os 3 no mesmo dia pq no dia seguinte visitaríamos o Vaticano e no nosso último dia queríamos o dia livre para podermos andar livremente pelas ruas de Roma. Depois de rodar por dentro do Coliseu e tirar poucas fotos decidimos visitar o Palatino, mas não sem antes cair no golpe dos imigrantes que ficam em frente ao Coliseu, né?! Foi tão ridículo que fiquei com ódio de mim mesmo, deveria ter chamado a polícia, mas acabei deixando pra lá. Resumindo, um imigrante africano nos abordou todo simpático perguntando de onde eramos, dai respondemos que eramos brasileiros e tal, dai ele abriu aquele sorrisão e começou a falar de Neymar, Samba, futebol... 🙄, e veio colocando uma pulseira artesanal no nosso pulso, até ai legal, me surpreendi com a simpatia do rapaz, dai nos viramos pra seguirmos nosso caminho ele viu que não iamos dar nada pra ele, dai ele veio atrás da gente mostrando fotos da família, esposa, filhos, etc e perguntou se não podíamos ajudá-lo, dai eu peguei umas moedas que tinha no bolso (acho que eram uns €2,50) e dei pra ele, mas ai ele achou pouco, ficou resmungando, dai eu disse q daria €5,00, porém eu só tinha €10,00, então ele deveria me voltar €5,00, obviamente além de não me devolver os €5,00 ficou com os €2,50 que eu havia oferecido no início. Deu uma de louco e sai de perto da gente. Eu fiquei muito puto, sério, pede dinheiro mas não faz os outros de idiota agindo de má fé! Sei que não são todos que fazem isso mas são justamente esses que queimam a imagem deles lá, e eu presenciei esse tipo de golpe a todo instante nessa viagem, principalmente em Roma! Tanto que depois desse episódio qualquer pessoa que eu percebesse que fosse imigrante que se aproximava da gente eu já virava a cara e respondia um sonoro NO! Enfim, nesse dia conseguimos visitar o Palatino e o Fórum Romano, saímos tarde de lá, já eram umas 16h00 e nem almoçado a gente tinha ainda, resolvemos pegar o Metrô e ir até a Piazza Spagna pois lá tinha um lugar que havíamos lido relatos onde se comia uma ótima massa por um preço ótimo no sistema de pegar e levar, se chama Pastifício Guerra, todos os dias eles oferecem dois tipos diferentes de massa e molhos em porções bem servidas por €4,00, realmente é uma delícia e se achar que não foi suficiente só comprar outra porção, de qualquer forma irá gastar menos de €10,00 pra comer uma deliciosa massa fresca italiana, mas eu preferi pegar um Tiramisu de sobremesa na mesma rua do Pastifício Guerra, o local se chama Pompi e apesar de venderem outros tipos de sobremesas o carro chefe deles é o Tiramisu mesmo que vem numa embalagem linda! São uns 6 sabores diferentes: (Tradicional de café, Pistache, Frutas do Bosque, Morango e Castanhas com Avelã), obviamente peguei o tradicional dessa vez e meu companheiro o do pistache, uma delícia, o melhor que comi nessa viagem (devo ter comido em 3 lugares diferentes), esse foi incomparavelmente o melhor! Amo Tiramisu, é a minha sobremesa favorita e foi um deleite poder provar esse manjar em seu país de origem. De buchinho cheio sentamos em frente ao monumento Fontana Della Barcaccia, em frente as escadarias mais famosas de Roma, e ficamos lá apenas observando o movimento (essa região é bem cheia), é onde ficam concentradas as lojas das maiores grifes do mundo. Ficamos um bom tempo por ali, tiramos umas fotos, subimos as escadarias, fomos até a igreja que fica no alto dela e depois seguimos em direção a fonte mais famosa da Europa, a disputada Fontana di Trevi, mas antes passamos pelo Pantheon que ficava no caminho até a Fontana, ali entramos e ficamos um tempo também admirando a beleza e as obras expostas, a entrada era livre. Depois seguimos para a Fontana e, como não poderia ser diferente, estava mega lotada, impossível tirar uma foto sem que alguém apareça na sua foto, dizem que isso é possível durante a madrugada ou de manhã bem cedo, sorte pra quem fica hospedado próximo a região! Estávamos exaustos pois poucos são os que visitam o Coliseu/Palatino/Fórum Romano no mesmo dia, paramos num lugar pra comprar algo pra comer e pegamos um Arancini (era bem grandinho até), seguimos pra casa para tomarmos um banho e descansarmos, afinal, amanhã visitaríamos o Vaticano e, novamente, andaríamos pouco!

 

Gastos no dia:

Entrada Coliseu: €16,00

Golpe: €12,50

Gastos com transporte (metrô): €3,00

Souvenir: €2,00

Refeição: €4,00

Tiramisu: €4,00

Arancini: €2,00

Total: €43,50

IMG_20191106_084156-01.jpeg

IMG_20191106_085602-01.jpeg

IMG_20191106_105745-01.jpeg

IMG_20191106_110149-01.jpeg

IMG_20191106_124949-02.jpeg

IMG_20191106_140516-01.jpeg

IMG_20191106_142536-01.jpeg

IMG_20191106_150021-01.jpeg

IMG_20191106_164447-01.jpeg

IMG_20191106_170642-01.jpeg

IMG_20191106_173432-01.jpeg

IMG_20191106_174103-01.jpeg

IMG_20191106_181104-01.jpeg

IMG_20191106_183408-01.jpeg

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Dia 07/12 - ROMA

Dia de conhecer o Vaticano, acordamos lá pelas 8h00, tomamos café e partimos para a estação pegar o metrô e descer na estação mais próxima da cidade do Vaticano, que no caso é a estação Lepanto, porém, não sei por que cargas d'água o Google Maps indicou que a gente descesse na estação Flamínio, que ficava a 1 estação da Lepanto, infelizmente só fui descobrir que o Google Maps fez confusão depois que já havia descido. Resolvemos ir andando mesmo até o Vaticano. Chegando lá já havia uma fila grandinha para entrar na Basílica de S. Pedro, pedi para o meu companheiro pra que ficasse na fila enquanto eu ia encher a garrafinha de água e me informar se aquela era mesmo a fila correta. Geralmente as pessoas visitam o Museu do Vaticano e a Capela Sistina na sequência e só depois visitam a Basílica de S. Pedro, fizemos o inverso, já estávamos na fila mesmo. A entrada a Basílica é gratuita, só é necessário passar por uma inspeção policial com detector de metais para adentrar o local. A fila ia andando bem até chegar a vez do casal que estava na nossa frente e que achou uma boa ideia ir visitar o Vaticano com malas e levar uma garrafa de vidro vazia (provavelmente pra pegar água benta), deu um rolo só e acabou que tivemos que esperar a polícia resolver o caso deles para que a fila voltasse a andar. 😒

Depois de uns 20min. aguardando o casal problema conseguimos entrar. A Basílica é enorme e há muito o que ver lá dentro, diversas obras de arte: afrescos, esculturas (La Pietá) de Michelangelo, pinturas (A Transfiguração de Jesus Cristo) de Rafael Snazio, além das criptas onde são sepultados os Papas, enfim, imperdível pra qualquer um que curte história e artes.

Compramos uns Souvenirs para as Tias religiosas e depois fomos nos informar sobre a subida até a cúpula da Basílica (tenho um papel de parede no meu PC com a vista do Vaticano e de parte de Roma de lá de cima e que eu sempre achei deslumbrante), sempre dizia pra mim mesmo que o dia que fosse a Roma não deixaria de subir até lá para ver com meus próprios olhos aquela vista pessoalmente, além de tirar muitas fotos, claro. Existem 2 formas de subir até lá: por €7,00 vc pode subir os mais de 500 degraus de escadas até o topo ou por €10,00 vc sobe de elevador até um ponto da Basílica e de lá continua o percurso de escada, (uns 320 degraus, se não me engano). Escolhemos a segunda opção. Olha, não é fácil, ainda que o elevador pule umas etapas pra quem não está em forma nem acostumado a subir escadas a pé, se prepare, é uma bela subida e em alguns trechos é bastante apertado o espaço para andar, quem possui claustrofobia ou labirintite terá dificuldades em faze-lo. Depois de parar algumas vezes para recuperar o folego conseguimos alcançar o topo e PQP, como vale a pena aquela vista, é linda demais! Tiramos algumas fotos (ok, muitas fotos) e ficamos um tempo admirando aquela vista fantástica da Cidade do Vaticano lá do alto. Passado um tempo, descemos e fomos procurar um lugar para almoçarmos para então visitarmos o Museu do Vaticano. Optamos comer no Pastaciutta que funciona no mesmo esquema que o Pastifício Guerra, porém esse há uma variedade maior de massas e molhos (umas 6 acho) além de ser um pouco mais caro, €6,00, porém tão bom quanto também. Peguei uma massa lá que não lembro o nome (não é comum por aqui) com um molho de trufas, uma delícia, meu companheiro pegou uma outra lá que também não lembro o nome mas com molho Pesto, tudo muito bom. Após a refeição fomos atrás de uma sobremesa (que é de Lei), e optamos tomar um gelatto com tudo que tínhamos direito hahahaha, pegamos um grande para dividirmos, acho que de uns €6,00 (4 bolas e uma farta porção de chantilly). Fomos caminhando até a entrada do Museu enquanto nos deliciávamos com  o gelatto, chegando lá terminamos de comer pra podermos entrar pois lá também possui um forte esquema de segurança, assim como na Basílica de S. Pedro.Se não me engano a entrada do Museu custou €17,00, compramos e antes de entrarmos sentamos um pouco para descansarmos. Lá dentro é enorme também, muita coisa pra ver, tanto que comecei vendo as coisas com calma e quando fui ver as horas já estava quase fechando, dai tive que acelerar o passo. A Capela Sistina é a cereja do Bolo do Museu, eu imaginava ela de forma completamente diferente, achava que era uma construção independente do Museu, mas como o próprio nome diz, é uma capela, uma sala relativamente pequena com paredes e teto totalmente pintados a mão por Rafael Sanzio, quando se vê a riqueza e a quantidade de detalhes da Obra você compreende os conceito de "Obra-Prima" e "genialidade". É simplesmente fantástico. É terminantemente proibido tirar fotos, ainda que sem flash, porém a quantidade de pessoas sem noção que vi tirando foto, (inclusive com flash), não era pequena, principalmente chineses que não respeitam nada e nem ninguém! Depois de contemplar essa maravilha fomos embora passando pela famosa escada em espiral do Museu que rende ótimas fotos, inclusive.

Como o dia havia sido bastante corrido e cansativo voltamos pra casa para tomarmos um bom banho e descansarmos, sai apenas mais tarde pra comprar umas besteiras para comermos.

 

Gastos no dia:

Gasto com transporte (metrô): €3,00

Subida a Cúpula da Basílica de S. Pedro: €10,00

Souvenirs: €9,00

Refeição (almoço): €6,00

Gelatto: €6,00

Ingresso Museu do Vaticano: €17,00

Refeição (janta): €4,25

Total: €55,25

IMG_20191107_104952-01.jpeg

IMG_20191107_105123-01.jpeg

IMG_20191107_111231-01.jpeg

IMG_20191107_113845-01.jpeg

IMG_20191107_114256-01.jpeg

IMG_20191107_114308-01.jpeg

IMG_20191107_115911-01.jpeg

IMG_20191107_121852-01.jpeg

IMG_20191107_123723-01.jpeg

IMG_20191107_124345-01.jpeg

IMG_20191107_151011-01.jpeg

IMG_20191107_152055-01.jpeg

IMG_20191107_153310-01.jpeg

IMG_20191107_153727-01.jpeg

IMG_20191107_154303-01.jpeg

IMG_20191107_155201-01.jpeg

IMG_20191107_164619-01.jpeg

IMG_20191107_164815-01.jpeg

  • Gostei! 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

DIA 08/12 - ROMA

Nesse último dia em Roma fui obrigado a fazer outra reserva em outro local para poder passar o dia, ter onde deixar nossas coisas e poder tomar um banho antes de partirmos para o próximo destino. Obviamente fiz isso antecipadamente, antes da viagem. "Ah mas pq vcs não alugaram um dia a mais na hospedagem que vcs já estavam?", simples, acabamos decidindo ficar 1 dia a mais em Roma, originalmente partiríamos para Veneza no dia 09/11, porém teríamos que sair de Roma cedo e pegar o trem de alta velocidade, isso significaria um custo alto para nós, já que as passagens desse trem são bem caras, ainda que seja de 2ª classe, então optamos pegar um trem normal noturno, obrigando agente a sair tarde da noite de Roma pra chegar em Veneza de manhã bem cedo. "Tá mas vc ainda não explicou o pq de não ter pago 1 diária a mais na hospedagem que vcs já estavam", verdade, então, essa decisão de irmos de trem noturno tomamos após já ter feito as reservas nessa residência, até tentamos acrescentar 1 dia a mais, havia disponibilidade, porém o preço subiu absurdamente, eu ia pagar por 1 diária mais da metade do valor que havia pago para os 3 dias que já havia reservado, sem condições! Então reservei 1 diária em um hotel próximo a estação Termini, de onde partiria o nosso trem para Veneza. em chegamos a pernoitar mesmo, fomos pra lá assim que fizemos o check-out na hospedagem que estávamos, inclusive fomos a pé pois era próximo. Chegando lá fizemos o check-in, pagamos a taxa municipal de €3,00, subimos par ao nosso quarto e deixamos nossas coisas lá para aproveitarmos nosso último dia em Roma. Para a nossa "sorte" estava chovendo nesse dia, mais do que nos outros, isso acabou atrapalhando bastante nossas intenções para esse dia, saímos na chuva mesmo, afinal, se estivesse trabalhando teria que ir trabalhar de qualquer jeito, né?! Decidimos visitar alguns pontos de interesse que não havíamos visitado e revisitar outros (inclusive gastronômicos hehehehehe), faltou muita coisa pra ver em Roma (Monumento a Vittório Emanuele, primeiro rei da Itália), a Pirâmide de Céstio, Galleria Borghese, diversas igrejas que não foi possível visitar e que possuem diversas obras de interesse, etc), ao menos possuo motivos de sobra para retornar pra lá! Após o dia de andança retornamos ao hotel para nos arrumarmos para partir pra Roma. Antes de embarcarmos no trem comemos um lanche no Mc Donalds dentro da estação Termini e ficamos aguardando o horário do embarque.

 

Gastos no dia:

Taxa Municipal: €3,00

Gasto com transporte (metrô): €3,00

Refeição: €4,00

Pompi Tiramisu: €4,00

Souvenir: €12,50

Capuccino: €4,75

Mc Donalds: €9,00

Total: €40,25

 

IMG_20191108_124328-01.jpeg

IMG_20191108_124434-01.jpeg

IMG_20191108_124600-01.jpeg

IMG_20191108_125008-01.jpeg

IMG_20191108_125509-01.jpeg

IMG_20191108_131621-01.jpeg

IMG_20191108_153403-01.jpeg

IMG_20191108_153902-01.jpeg

IMG_20191108_155732-01.jpeg

IMG_20191108_155757-01.jpeg

IMG_20191108_160021-01.jpeg

IMG_20191108_160438-01.jpeg

IMG_20191108_161058-01.jpeg

IMG_20191108_162126-01.jpeg

IMG_20191108_163510-01.jpeg

IMG_20191108_165258-01.jpeg

IMG_20191108_165655-01.jpeg

IMG_20191108_173712-01.jpeg

  • Gostei! 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Dia 09/12

A viagem de trem de Roma até Veneza foi pior do que eu imaginava. Fomos pela Trenitalia em uma viagem noturna em trem normal (2ª classe) com duração de 7h50m.  Os pontos negativos são o fato de ser uma viagem longa onde a luz do vagão fica o tempo todo acesa (eu tenho grandes problemas com luzes para dormir), há um rodízio de pessoas muito grande pois o trem faz diversas paradas e a cada troca de pessoas você acaba acordando, outro ponto bem chato é que como as luzes ficam o tempo todo acesa, e por estar escuro lá fora, a única coisa que conseguimos ver através do vidro é o reflexo da cabine interna do trem. Numa próxima vez que eu fizer uma viagem longa de trem irei priorizar assentos do tipo leito ou fazer a viagem durante o dia pois entre uma viagem mais tranquila e uma noite mal dormida dentro de um trem, prefiro a primeira opção! Saímos de Roma por volta das 22h00 e chegamos em Veneza, na estação Santa Lúcia umas 5h50. Além de estar frio e ser bem cedo nosso hotel só abria ás 8h00, check-in só ás 14h, foi tenso! Enrolamos até umas 7h lá dentro da estação, depois saímos para procurar um lugar pra tomar café e ficarmos em um lugar mais aquecido até dar o horário do nosso hotel abrir. Pouco antes das 8h00 pagamos a conta e saímos a procura da nossa hospedagem, não foi fácil encontrar, nos perdemos várias vezes até encontrarmos, ele ficava em uma viela paralela a uma calçada que da de frente para o canal. Tocamos a campainha e um senhor saiu para nos atender. Fizemos o check-in, pagamos a taxa municipal (parece que essa taxa é cobrada em todo o território italiano), guardamos nossas malas e saímos para explorar Veneza. A partir dai começou a nossa primeira aventura...

 

Cheias

Acho que muitos já sabem que essa época em Veneza, além de chover muito, ocorrem as famosas cheias que alagam toda a cidade em diversos pontos. Pra quem visita a cidade pode até encarar o fato com algo pitoresco, mas para os moradores de lá isso é um grande transtorno. Assim que saímos da viela onde ficava o nosso hotel demos de cara com a calçada que margeia o canal todo transbordado, não tinha como passar sem atolar o pé na água, começamos o dia já com os pés e o calçado todo molhado. A medida que as horas vão avançando a maré vai subindo, diversos pontos já estavam bem alagados o que nos forçou a ir atrás de uma espécie de galocha que se coloca no pé, sobre os calçados, para não nos molharmos. Na verdade havia diversos imigrantes vendendo ela mas como eu estava achando caro €10,00 o par, resolvi andar um pouco mais pra ver se achava por um preço mais camarada, encontramos em uma loja por €8,00, compramos nessa loja o nosso. Apesar de já estarmos com os pés molhados o sol ajudou a seca-los ao longo do dia. Após atravessarmos diversos pontos de alagamento chegamos na Piazza San Marcos, completamente tomada pela água, tiramos umas fotos e resolvemos ficar sentados numas cadeiras que tinham lá no meio da praça alagada e que deviam ser dos restaurantes que existem por lá, por um tempo. Após isso decidimos entrar na fila para a entrada da Basilica de San Marcos, porém, antes, era necessário deixar as mochilas em um guarda-volumes em outro local mais pra trás, lá fomos nós atrás desse lugar para deixar as nossas coisas. Bolsas guardadas agora tínhamos que entrar na fila novamente, aliás, essa filava era formada em uma plataforma acima da água das cheias, mas como estávamos com as galochas podíamos ir pela água mesmo pois as pessoas estavam andando a passos de tartaruga sobre a plataforma, pulamos na água e chegamos lá com certa rapidez. A entrada na Basilica é gratuita, só se paga para visitar os museus que existem por lá, cada um custa entre €5,00 e €10,00, optamos por ir em uma que permitia que subíssemos até o andar de cima e que também dava acesso a parte externa, achei que valeu a pena pois a vista da Piazza San Marcos lá na parte superior é magnífica. Ficamos um bom tempo apreciando a vista e vendo o movimento, além de tirarmos algumas fotos. Após a visita a Basilica decidimos subir no Campanário de San Marcos mas antes saímos em busca de um banheiro, que aliás deu uma baita canseira na gente pois tivemos dificuldades para encontrá-lo, paga-se €1,50 para poder utilizar os sanitários públicos em Veneza, ah, apesar dos banheiros serem pagos, assim como Roma, em Veneza há diversas fontes de água potável onde você pode encher sua garrafinha de água por um total de €0,00 👍! Bexiga vazia bora voltar a explorar Veneza, afinal, seria nosso único dia lá. De volta a Piazza fomos direto para a fila da subida até o Campanário, pagamos €8,00 cada um, um elevador te leva até o alto e de lá se pode ter uma vista arrasadora em 360º de toda a cidade de Veneza, vale muito a pena a subida até lá, o seu feed do seu instagram irá te agradecer muito pelas belas fotos que você poderá tirar de lá! Ficamos um tempo admirando e tirando fotos daquela vista maravilhosa, descemos e decidimos procurar um local para almoçarmos. Como estávamos muito cansados por conta da incomoda e longa viagem que fizemos decidimos, após o almoço, irmos ao hotel para descansarmos um pouco, de fato a gente precisava pois o corpo estava pedindo. Comemos no Burguer King que ficava +/- na metade do caminho até o nosso hotel, não usamos Vaporetto nem qualquer outro meio de transporte em Veneza para nos locomovermos por lá, o bom disso é que a todo momento dávamos de cara com lindas paisagens. Após ás 12h a água já está quase que praticamente recuada, tanto que onde estávamos hospedados já não estava mais alagado. De volta ao hotel tomamos um banho bem relaxante e nos permitimos descansar um pouco.

 

Lá pelas 18h00 acordamos, nos trocamos e mais uma vez saímos para explorar Veneza, mas agora durante a noite, fomos até a Ponte Rialto (ponte mais famosa de Veneza), já havíamos passado por lá de dia antes, voltamos a Piazza San Marcos e passamos por diversos outros pontos de interesse pela cidade. Aproveitamos para comprar uns souvenirs e comermos em algum lugar, optamos por uma fatia generosa de pizza que era vendida por um casal de imigrantes, gostei bastante, porém a massa era estilo americano, massa grossa, não era uma típica pizza italiana rsrsrsrs, tudo bem. Em nosso caminho de volta ao hotel passamos em uma lojinha que nos encheu os olhos com tantos tipos de chocolates diferentes, deixamos alguns bons euros lá e tbm compramos um Gelatto, afinal, era nosso último dia na Itália, terra mãe dos melhores Gelattos do planeta, porém, o que comemos em Roma era muito melhor, mas tudo bem, passamos também em um mercado pra comprarmos umas coisas pra comermos durante a viagem do dia seguinte, já que ela seria longa, agora sim, bora voltar que não havia mais grana nem tempo, de manhã cedo pegaríamos o trem em direção a Viena, nosso próximo destino.

Gastos no dia:

Café: €9,00

Botas impermeáveis: €8,00

Entrada Museu Basílica de S. Marcos: 5,00

Banheiro: €1,50

Visita ao Campanário de S. Marcos: €8,00

Burguer King: €10,20

Souvenirs: €10,00

Refeição: €4,50

Chocolates: €4,10

Gelatto: €2,00

Compras: €10,30

Total: €72,60

 

 

IMG_20191109_072741-01.jpeg

IMG_20191109_082155-01.jpeg

IMG_20191109_082337-01.jpeg

IMG_20191109_083349-01.jpeg

IMG_20191109_084109-01.jpeg

IMG_20191109_090815-01.jpeg

IMG_20191109_091354-01.jpeg

IMG_20191109_091627-01.jpeg

IMG_20191109_094023-01.jpeg

IMG_20191109_095524-01.jpeg

 

IMG_20191109_104845-01.jpeg

IMG_20191109_105356-01.jpeg

IMG_20191109_105937-01.jpeg

IMG_20191109_121317-01.jpeg

IMG_20191109_121554-01.jpeg

 

IMG_20191109_121737-01.jpeg

IMG_20191109_122022-01.jpeg

 

IMG_20191109_181046-01.jpeg

IMG-20191216-WA0123-01.jpeg

IMG-20191216-WA0135-01.jpeg

WipeOut19_10_2019_111904.721000-01.jpeg

  • Gostei! 1
  • Vou acompanhar! 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa!

Você pode ajudar esse viajante agora e se cadastrar depois. Se você tem uma conta,clique aqui para fazer o login.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emoticons no total são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.




×
×
  • Criar Novo...