Troca de informações sobre a Argentina, o país dos 5 continentes. Neve, montanhas, desertos, pântanos e cidades maravilhosas.
#725764 por Thiago A.
09 Jun 2012, 15:03
Galera,

To embarcando amanha pra BSAS e nao estou muito animado desta vez nao. Com a alta do dolar as coisas estao bem mais caras, mesmo em pesos argentinos. Nao quero frustrar as expectativas de ninguem mas a cidade nao e mais aquele centro de compras que era ha alguns anos. Os outlets de Villa Crespo continuam interessantes pelo que eu estou sabendo. Mas so sao interessantes porque os precos sao mais baixos se comparados as lojas de shopping aqui no Brasil, que tem precos exorbitantes gracas ha um monte de impostos. Entao seja nos outlets, no duty-free ou nas lojas de departamento como Zara e Falabella, BSAS vai ser sempre mais barato, mas coisa de 30% em media. Vale a pena. Mas quem esta pensando em revender, sem chance! Aconselho Miami ou Cidade do Panama.


#727277 por DanSp
14 Jun 2012, 11:29
Thiago,

Nao deixe de contar se suas impressões foram confirmadas e se está valendo a pena ainda comprar algo por lá.

Forte abraço e obrigado !
#727788 por Soundmachine
15 Jun 2012, 18:05
Uma dica que os moradores de lá me deram e que vale a pena mesmo. Pegar o metrô e descer na estação ONCE. É um bairro de muito comercio tipo a 25 de Março (SP) ou a Uruguaiana (RJ). Encontrei casacos de couro a preços excelentes além de outras coisas muito baratas. É uma região que não costuma receber muitos turistas, por isso mesmo os preços são baixos.
#728137 por cris_tiano
17 Jun 2012, 08:16
O que passa aqui na Argentina é esta inflaçao, todo mes as coisas seguem aumentando, ou moradia, ou alimentaçao, sem contar que o real deu uma grande desvalorizada R$1.00 = $2.10.
Mas ainda sim compensa para os brasileiros, graças a nossa grande carga tributária muitas coisas por aqui ainda sao mais baratas.

No Unicenter tem outlet da The North Face, o frio aqui está de queimar a pele nesse momento. Ainda nao fui ver como estao os preços lá, se confirmar que é coisa boa volto aqui e explico tudo certinho como chegar!
Mas se quizer conhecer de qualquer forma tem informaçoes no site http://www.unicenter.com.ar/

Abraços
Cristiano
#729533 por brunovicente
20 Jun 2012, 18:07
Estive em BeAr no final de maio, não ta valendo a pena comprar quase nada lá, salvo alguma coisa de couro, mas em geral nada ta taum mais barato q no Brasil...os preços se equivalem com o Brasil. :mrgreen: :mrgreen: :mrgreen:
#729537 por camila90
20 Jun 2012, 18:25
Oi gente, voltei tem pouco tempo de Buenos Aires e está meio caído para compras... Zara, por exemplo, maioria das coisas mesmo preço que aqui. Mas acho que tem que procurar! Eu não quis fazer compras, exceto para roupas de frio, que pesquisando, vi que saiu mais barato comprando aqui no Rio (roupas de frio, equipamentos, botas...).
Mas o lado bom é que como eles estão em crise, com dificuldade de comprar outras moedas e tal, dá pra achar um bom câmbio!
Drygoz, olha essa, você que estavA em dúvida entre lavar real ou dollar. Em lugares como hotéis e albergues, pode-se encontrar real a 2,20 ou 2,30 e dolar por 5,00 a 5,50! Eu tinha dolar e valeu muito a pena! Acabou dando para fazer umas comprinhas que eu não esperava! (:
#730255 por marrajg
22 Jun 2012, 19:12
Atualizando os preços com o Real a $ 2,04 e no comercio em geral a $ 2,00 .
Cubierto cerca de $ 10, gaseosa $ 14, café pequeno tipo expresso $ 12,chocolate espeso (quente) $ 24,churros $ 5,bife de chorizo $ 65,bife de lomo $ 85,com papas fritas para compartir $ 37 ( esses dois no palacio das papas fritas),prato do dia ( comida,postre e café) por ceca de $ 40 em vários lugares,café capuccino especial grande no Mac'Donalds por $ 18,quarto de libra (quarteirão com queijo) $ 16 trios por cerca de $ 40, alfajor Havana com 12 por $ 65,Jorgito ( muito bom experimentei depois de dicas aqui) no carrefour com 6 por $ 18
E por último nada muito vantajoso nos outlets como camisa lacoste por $ 295 praticamente o preço do free shop.Transporte só usei subt por $ 2,50
#731816 por ricardo_soares
27 Jun 2012, 13:56
Olá galera....

Depois de alguns anos, eu voltei a Buenos Aires. Eu nunca tinha ido a Baires no intuíto de compras, mas de tanto ouvir os amigos e parentes sobre roupas na capital Argentina eu decidi arriscar e fazer algumas compras.

Se vocês querem comprar couro, blusas, calças ou até roupa de marca, eu falaria uma coisa: ESQUEÇAM! de ir no Centro,Rua Florida, Av. Cordoba - Pallermo, Shopping San Isidro, tudo é muito caro. A qualidade não é lá aquelas coisas e o preço altíssímo. Claro, que se você não conhece esses lugares, vale a pena conhecer...sempre achei legal passear pela Florida, a galeria Pacífico é muito bacana, tomar um chá e caminhar pelas ruas, mas nunca tinha parado para analisar os preços e dessa vez eu fiquei muito surpreso. No geral, dificilmente acham um casaco de couro por menos de 1000 Pesos. A qualidade nem vou falar para não desanima-los. Houve lojas que um belo casaco de couro custava em torno de 3000 e poucos pesos.

Mas para tudo tem a sua exceção............Acordei um dia, sem muita opção para fazer e quis andar pelo Carminito e depois ver o que eu poderia fazer a tarde. Foi então que entrei em um taxi e comentei com o taxista a surpresa dos preços em Baires. O taxista então, me levou em um fábrica de couro na rua Venezuela e "salvou" a minha viagem. A fábrica não é aberta ao público e vale mais a pena ir com o taxista, pois ele não te cobra a viagem nem da ida e nem da volta. Os taxistas são comissionados pela fábrica e isso ajuda todos os lados. Comprei 3 belos casacos de couro por 600,00 Pesos cada ( isso porque eu pechinchei até o meu portunhol se esgotar no câmbio de 2,5 ). A dica é pagar em dinhero ( USD, REAIS, EURO) pois você ganha 10% de desconto, por isso a lábia nessas horas vale a pena. Tem muita variedade na loja, mas pena que para o meu tamanho tudo tinha que fazer. Então a saída é ir nos primeiros dias, pois se precisar fazer algum ajuste, não fica corrido e eles entregam no hotel com hora marcada.
Indico a vocês irem com o taxista que é muito gente boa, atencioso e fez um preço camarada para me levar até o aeroporto ( abaixo eu deixo o contato dele ). Ele trabalha com outras lojas e comentou que existe em Baires lojas que vendem Lacoste a partir de 90 Reias, tênis Nike a partir de 60 reais. Eu fiquei meio "cabreiro" com os valores, mas ele garantiu que é original. Como eu não fui, não posso garantir.

Sobre a Lacoste = Na cidade tem muitas lojas, acabei entrando em algumas, mas não me empolguei. A saída é comprar no Duty free da Argentina. Eles tem uma promoção que você comprando 4 pólos, você paga 3. Ou seja o valor final de cada pólo sai por 48,75usd. Tanto no free shop da chegada em Baires quanto na volta, tinha muitas opções, mas eu comprei tudo na chegada para garantir. As Lacostes do duty free no Brasil é mais caro, tem torno de 76USD cada uma.

Brooksfield = Algumas lojas na cidade. Na realidade eu só entrei no Shopping de San Isidro. Eu paguei 300 pesos numa belíssima camisa, sendo que esse preço só foi possível, pois na segunda-feira vocÊ ganha 10% de desconto em qualquer compra.

Abaixo, segue os detalhes do taxista Ricardo:

Celular: 15 33546380
Nextel: 54*706*5149
email: ricardofgatti@hotmail.com

Ele comentou que também faz tour turístico pela cidade e cobra 200 reais pelo carro. Ou seja, se tiverem em 4 pessoas, o passeio sai por 50,00 reais pra cada um incluíndo o passeio turístico + as lojas para compras, mas fazer os 2 em 1 dia acho muito pouco, pois Baires tem lugares muito legais para passear.

Dificilmente em meus posts, deixo contato de taxi,guias,etc, pois parece ser comércio, mas o cara foi muito gente boa e nos posts muita gente fala mal dos taxista de Baires ( alguns são malas mesmo! ) ::hãã2::

Espero ter ajudado, boas trips!
#737501 por Mouraooo
16 Jul 2012, 18:18
Boa Noite galera,
To indo esse fds pra Bs As, pelo visto tá tendo que escolher muito pra comprar lá ne.. No meu caso eu preciso comprar roupa, ou seja, iria comprar mesmo no Brasil, nesse caso qualquer compra em BS AS de roupa de marcar ( lascote,tommy,ralph lauren) vale a pena ou dependendo vale a pena eu comprar aqui no brasil msm??

vlw
#737609 por paulorco
16 Jul 2012, 23:20
Para qualquer produto, antes de ir olhe os preços aqui (tanto na loja normal quanto no free shop, se houver) para ter noção. Em loja de shopping é tudo caro mesmo, aqui ou lá. Há a opção de comprar em outlet, que pode ser lucro ou roubada pois tem muito outlet que é mais barato porque as peças tem "leves" defeitos ou é resto da estação passada que já está detonado. Então, antes de comprar revire as peças e não leve nada com defeito, nunca compensa.
#738787 por che_boludo
19 Jul 2012, 22:38
Soundmachine escreveu:Uma dica que os moradores de lá me deram e que vale a pena mesmo. Pegar o metrô e descer na estação ONCE. É um bairro de muito comercio tipo a 25 de Março (SP) ou a Uruguaiana (RJ). Encontrei casacos de couro a preços excelentes além de outras coisas muito baratas. É uma região que não costuma receber muitos turistas, por isso mesmo os preços são baixos.


Complementando, once e a estação de tren (11desetembro). O metro na verdade e a linha A e a estação e a plaza miserere.

A estação once do trem fica aí do lado e as ruas de lojas tipo Brás ficam na vizinhança.
#738792 por che_boludo
19 Jul 2012, 22:59
A inflação esta comendo solta por aqui. Hoje foi anunciado um tarifaco no transporte publico. Aumento de 80% no onibus e 100% no trem. A partir de 6 de agosto o onibus sobe de $1,10 para $2 e o trem sobe de 0,75 para $1,50.

Tudo que e importado esta em falta inclusive eletrodomésticos . Todo mês levo na bagagem encomenda de ferro de passar, liqüidificador, sanduicheira, cosméticos e outras coisas que meus colegas argentinos nao acham mais

Esta fechando muita loja que trabalha com importados. Ate cerveja importada miou. Nos hoteis já falta bebida como whisky.

As lojas estão fazendo um cambio de crise. Tem comercio aceitando real a 3 pesos e o dolar a 6,50 pesos. Mas este clima só na região turística. Nos bairros a vida esta bem normal desde que seja com produtos nacionais. Nenhum sinal de crise. A crise esta nos bairros ricos como recoleta, Palermo. E no centro aonde tem turista.

No mês passado meu colega implorou e acabei deixando meu iPhone e iPad com ele. Celular bom também esta escasso. Só tem modelos simples.

Parece que o chaves exportou o modo de vida venezuelano para buenos Aires.
#738802 por Principe185
19 Jul 2012, 23:45
Che Boludo,
você falou perfeito perto do finalzinho “A crise esta nos bairros ricos como recoleta, Palermo.”

E assim amigo, os nossos governos progressistas (Brasil, Venezuela, Argentina, etc., etc.) estão mudando definitivamente a matriz dos nossos países, para uma equitativa distribuição da renda. Para isso tem que fazer ajustes, e em um mundo “em crise” (não esquecer que e na Europa toda que tem 18 % de desocupados), não tem receitas fixas, e cada pais aplica a sua em forma “soberana”.
Na Argentina para proteger o trabalho se aponto a não aplicar importações automáticas (ou seja, cada coisa passa pela peneira). Quem fizer bem os deveres não tem problema.

Argentina (como em cada pais) tem sua própria historia que o leva a ser assim; e uma sociedade partida em dois: os que sempre mirarem a Europa e os que queriam uma Pátria Grande.
A primeira, em geral são esses que moram em recoleta, Palermo e zona norte do Capital (mas também estão espalhados em alguns outros lugares do pais). Mas Argentina e mais do que isso amigo. E por isso que o atual governo se reelegeu com 54% dos votos.

Você quer dizer que nas lojas não vende “ferro de passar, liquidificador, sanduicheira, cosméticos???” (me poupe...rsrs) Não venderam “algum importado especifico”, .... acaso você compra disso importado no Brasil? Acaso no Brasil você pode pagar com dólares nas lojas?

Isso e uma minoria (e só isso por sorte), mas que esta metida na Sociedade de Poder desde há mais de duzentos anos (desde a própria criação da Argentina). Aqui que não e muito diferente; só mudam as formas, e no Brasil são mais patriotas.
Pelas tuas palavras referente a Chaves, você esta lendo muito o Clarín, La Nación e nosso grande Big Brother: a Globo!.

Detalhe: o aumento das tarifas do transporte são para quem não tem o Cartão SUBE; e são mais de 7 milhões de pessoas que tem Cartão SUBE, que são quase todos os cidadãos que utilizam esses meios em Buenos Aires. Quem tem o cartão continuara pagando o mesmo; ou seja, isso foi mais uma “Noticia sensacionalista” do Meio Opositor Clarín (sim, os meios independentes não existem amigo).

Abraço, che Boludo.
#738821 por che_boludo
20 Jul 2012, 01:15
Eu vi a noticia na tv local em buenos aires. E sobre o chaves, quem fez a piada foram os próprios colegas argentinos no escritório . Eu tenho ido em supermercados em buenos Aires e tenho visto desabastecimento. Mas nas lojinhas dos chinos ta tudo normal.

Eu fui interceptado no mês passado no aeroporto por um policial com um cachorro que cheirou minha mochila que tinha 3mil dólares em nota de vinte dólares e ele queria saber o que eu ia fazer com tanto dinheiro. Além disso queriam apreender os eletrodomésticos da minha bagagem.

Acho que isto e um ato desespero das autoridades. Fora que os argentinos estão praticamente proibidos de viajar para o exterior porque nao conseguem autorização para comprar dólares. Porisso que meus colegas chamam isto de efeito chaves.

Ou estou errado?

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 1 visitante