Ir para conteúdo

Pesquisar na Comunidade

Mostrando resultados para as tags ''ilhas''.

  • Pesquisar por Tags

    Digite tags separadas por vírgulas
  • Pesquisar por Autor

Tipo de Conteúdo


Fóruns

  • Faça perguntas
    • Perguntas Rápidas
    • Perguntas e Respostas & Roteiros
  • Encontre Companhia para Viajar
    • Companhia para Viajar
  • Envie e leia Relatos de Viagem
    • Relatos de Viagem
  • Encontre companhia, faça perguntas e relate experiências em Trilhas e Travessias
    • Trilhas e Travessias
  • Tire dúvidas e avalie Equipamentos
    • Equipamentos
  • Outros Fóruns
    • Demais Fóruns
    • Saúde do Viajante
    • Notícias e Eventos

Encontrar resultados em...

Encontrar resultados que contenham...


Data de Criação

  • Início

    FIM


Data de Atualização

  • Início

    FIM


Filtrar pelo número de...

Data de Registro

  • Início

    FIM


Grupo


Sobre mim


Ocupação


Próximo Destino

Encontrado 5 registros

  1. Ica, 12 de outubro Acordei cedo novamente, por volta das 04:20h. O resfriado deu uma piorada de ontem pra hj, mas tomei dorflex e tem feito algum efeito. Fiquei deitado até às 05:50h quando trocou o despertador. Fora do quarto estava frio e resolvi colocar blusa e calça. Subi à cozinha e fiz 2 ovos fritos com queijo. A van demorou um pouco e comecei a ficar preocupado. Será que me esqueceram? Ou pior, fui enganado??? 🤔 Pois é, a gente acaba pensando mil coisas, mas uma lição que aprendi é que a grande maioria das pessoas no Peru é honesta. Um povo que tem as suas dificuldades, mas, de todas essas andanças que tive por lá (foram 3 viagens consecutivas) não tive nenhum problema e nem me senti inseguro. Já não posso falar disso em relação ao Chile e Bolívia... Atrasou mas chegou após 10 minutos do horário. A van era bem nova e confortável. Consegui um lugar na frente e na janela para ir observando o caminho. Partimos para Paracas e na saída um acidente travava todo o trânsito. Era um caminhão tombado em cima da estrada e tivemos que desviar pela lateral. Nós e todo o trânsito da região! Mas, depois que passamos a viagem foi bem tranquila. As estradas estavam bem conservadas e quase sempre em linha reta até o nosso destino. Chegamos à Paracas e no desembarque fomos direcionados às bilheterias a fim de fazer o pagamento das taxas ambientais, no valor de 18 Soles. Neste momento, paguei 45 Soles do restante do passeio (adiantei 25 soles no dia anterior para garantir o lugar). Bilhete na mão, fomos encaminhados para aguardar o embarque em uma das lanchas do passeio. Paracas é uma reserva de proteção ambiental e também uma importante zona arqueológica da cultura de mesmo nome. Até um tempos antes de planejar essa viagem, também tinha aquela visão equivocada de que os Incas eram a única civilização de destaque no Peru. Ledo engano... Ainda bem que pesquisei bastante e, com isso, montei os meus roteiros a fim de conhecer melhor essas outras culturas tão desconhecidas mas de importância enorme na história. Chegou a hora do embarque e apresentei o ticket da taxa paga para o passeio. É importante permanecer com ele durante todo o passeio, que ainda terá continuação após as lanchas. Posicionei-me no lado direito da lancha, no lugar logo atrás ao do capitão, com a intenção de fazer boas tomadas. Mas aí cometi um erro. O melhor lugar está no lado ESQUERDO. É, eu errei nesta porque não tinha nenhuma informação anterior. Assim, lhe repasso essa dica para que tenha uma melhor visão e aproveite melhor o passeio. Iniciamos o deslocamento em meio a uma névoa que limitava momentaneamente a visão. Porém, um pouco mais adiante, acabou se dissipando de modo a contribuir com o nosso passeio. A primeira parada que fizemos foi para contemplar o Candelabro, um Geóglifo gigante esculpido em uma montanha pela civilização Paracas. Os Paracas repassaram esses conhecimentos e influenciaram outras culturas, como a dos Nascas, que, por sua vez, fizeram os geóglifos mais famosos e enigmáticos do planeta: as linhas de Nasca! O verdadeiro propósito do Candelabro é desconhecido. As hipóteses vão de rituais religiosos, orientação geográfica, passando pelos ETs... Infelizmente, acredito que jamais saberemos. Ainda assim, é um feito de engenharia extraordinário levando em conta que se estima ter mais de 2000 anos. E prosseguindo o passeio, vamos até umas pequenas porções de terra mais distantes... As Ilhas Ballestras! Estas são um verdadeiro refúgio para os pássaros e animais marinhos, como os leões marinhos e até... pasmem... pinguins! Sim, difícil imaginar tais animais por aqui. A explicação é que migram pelas correntes marinhas de Humboldt, a fim de se acasalarem e procriarem por aqui. Um grupo de pinguins de Humboldt em meio aos pelicanos. E os leões marinhos curtindo um sol (?!?) Fascinante esse passeio! Agora, tem o lado não muito glamoroso... Imagine... Vários pássaros... É uma chuva de cocô infernal 🤮 Ainda bem que estava com o meu chapéu... Vi alguns bombardeios certeiros no meio da lancha! Ainda assim, é um passeio imperdível para quem estiver pela região! Retornamos ao porto e fizemos uma pausa enquanto era providenciada a van para continuarmos o passeio pela reserva ecológica. É um bom momento para comprarmos alguns artesanatos locais e tirar fotos. A segunda parte do passeio é por via terrestre. Embarcamos na van e seguimos pela reserva até o ponto de checagem. Uma das principais atrações é a Playa Roja (Praia Vermelha). Paramos em um mirante onde tivemos uma visão incrível da região. Ventava bastante também, o que atrapalhava até a captura das imagens. Descendo, fomos conhecer a praia de perto. A cor avermelhada é devido a alta concentração de ferro nos sedimentos, o que a torna única! Andamos mais um pouco e chegamos a um centro de recepção onde havia restaurantes. Mas já alerto que é daqueles do tipo "pega turista", oferecendo menos por mais! Como levei o meu lanche, aproveitei melhor o tempo e tirei boas fotos. Acima o restaurante... O momento em que veio uma onda e molhou os meus tênis... 🤣 Depois, ainda visitamos um museu que trazia expostos os animais da fauna local, fósseis e também peças arqueológicas da civilização Paracas. Julio C. Tello foi um famoso e importante arqueólogo peruano. Acima, uma placa contendo fósseis encontrados na região. O pisco, bebida típica cuja origem é disputada entre Peru e Chile. Essa seria a região onde a bebida teria sido criada, a partir da destilação de aguardente de uvas. Um acervo pequeno, mas bem ilustrativo da reserva de Paracas. Regressando à Ica, a van não quis me deixar de volta no Hostel e desci na Plaza de Armas... Eram 16:30h e fui caminhando por 2 Km. Chegando no Hostel até pensei em arrumar os equipamentos para tirar fotos noturnas, mas o cansaço começou a bater forte. Tomei um bom banho, fiz uns ovos mexidos com queijo para comer (a cozinha do hostel é liberada para usarmos, inclusive a geladeira) e tratei de descansar e me preparar para o próximo destino na manhã seguinte: Nasca! Agora que já leu o relato, dê uma conferida no vídeo deste episódio. Ah, e se você achou as informações úteis, compartilhe o relato e o vídeo com mais pessoas, não esquecendo de deixar também os seus comentários. Assim você me estimula a continuar contando mais histórias... 🤭 É isso aí e não perca o próximo episódio! 🤠 PERU: Nasca, um cenário do outro mundo!
  2. A Europa pode não ser o maior continente do mundo, mas abriga centenas de belas ilhas. Todas essas ilhas são impressionantes - algumas podem ser invadidas por turistas, mas outras permanecem intocadas. Você encontrará centenas de ilhas diferentes espalhadas por toda a Europa. Cada um deles abriga belas praias de areia branca, muito procuradas por viajantes do mundo. Há uma ilha para todos os gostos e preferências, mas uma coisa é certa, tudo isso permite que você relaxe e descontraia longe de sua vida agitada. Mas com tantos lugares para escolher, pode ser difícil decidir para onde ir. Se você precisar de ajuda com isso, aqui estão as principais ilhas para visitar na Europa com praias incríveis. 1. Maiorca, Espanha Maiorca é a joia da coroa das Ilhas Baleares. É um destino insular popular no Mediterrâneo, famoso por seu litoral deslumbrante, montanhas de calcário e bela arquitetura. Claro, também tem praias. Na verdade, são tantas que para escolher qual visitar pode ser um desafio. Se prefere uma praia com uma costa longa e arenosa, a praia de Cala Mesquida no nordeste de Maiorca é a praia perfeita para si. Esta magnífica praia está rodeada por vistas deslumbrantes sobre a natureza, tornando-a numa das mais belas praias da ilha. O que é ótimo sobre esta praia é que ela tem muitas instalações turísticas. Além disso, suas areias brancas e finas o tornam um local ideal para caminhadas ou relaxamento. Cala Mesquida é também uma das poucas praias de Maiorca onde os surfistas inquietos podem pegar ondas. Outra bela praia ao longo da costa nordeste de Maiorca é Cala Torta. É mais silenciosa que Cala Mesquida e tem uma vibe mais descontraída. Rodeada por pequenas falésias e vistas deslumbrantes sobre as colinas, esta praia tornará as suas férias em Maiorca ainda mais relaxantes. Claro, há muitas outras coisas para explorar em Maiorca além das praias. Passeie pelas pitorescas ruas de Palma, a capital da ilha. Ao explorar Palma, você encontrará pontos históricos impressionantes, cafés aconchegantes e boutiques sofisticadas. Visite a Catedral de Santa Maria, uma grande igreja gótica romana com vista para o mar. Você também deve conferir Port de Sóller, uma cidade pitoresca que exala um charme do velho mundo. Faça um passeio no bonde de madeira vintage do centro da cidade até Port de Soller. Se você estiver viajando com amigos ou familiares, considere ficar em uma das casas de férias em Maiorca. Ao reservar um alojamento para férias, pode ficar no mesmo lugar e desfrutar de muito mais privacidade e conforto. 2. Ibiza, Espanha Apesar de ser invadida por turistas, há muitas razões pelas quais Ibiza ainda é um destino popular para férias na praia. Embora a maioria das pessoas venha aqui para festejar em um de seus bares de renome mundial, as belas praias são as principais razões pelas quais a ilha continua atraindo muitos turistas. As praias de Ibiza são variadas, desde praias rochosas a baías tranquilas e enseadas isoladas cercadas por falésias. Na costa noroeste da ilha, você encontrará a Praia de Benirras, famosa por sua atmosfera boêmia, pores do sol românticos e paisagens majestosas. Com areia grossa e rochosa com águas cristalinas, a Praia de Benirras tem tudo o que você poderia desejar para uma escapada relaxante na praia. Na verdade, é uma das poucas praias de Ibiza que ainda não está muito cheia de turistas, permitindo que você relaxe e aproveite ao máximo a paisagem deslumbrante. Ses Salines é uma praia ampla com areias macias. Tem um espaço amplo o suficiente para as crianças brincarem e, portanto, é popular entre as famílias. Infelizmente, pode ficar muito lotado durante a alta temporada de verão. Mesmo assim, ainda vale a pena uma visita. Além da praia, abriga uma reserva natural que os amantes da natureza podem explorar. Além disso, sua orla é repleta de restaurantes e bares, e alguns estabelecimentos alugam espreguiçadeiras para os banhistas. Quando não tiver vontade de ir à praia, existem muitas outras atividades divertidas na ilha. Como é a ilha das festas da Espanha, sua visita a Ibiza não estará completa sem conferir sua vida noturna. Durante o dia, explore Dalt Vila, uma cidade fortificada com ruas de paralelepípedos repletas de cafés e restaurantes. 3. As muitas ilhas da Croácia A Croácia há muito tempo atrai turistas de todo o mundo devido às suas muitas belas ilhas. Além disso, o país desfruta de um clima excelente durante todo o ano, com sol abundante durante todo o ano. Quando se trata de praias, você tem muito por onde escolher. A Croácia tem mais de mil ilhas - cada uma com algumas das mais belas praias da Europa. Continue lendo em: 5 Melhores Ilhas Europeias com Praias Incríveis para Visitar
  3. A Indonésia é um lugar deslumbrante para se visitar, e se você perguntar a alguém que já teve o prazer de estar lá, eles dirão que é um destino que você definitivamente deve seguir! Existem mais de 18.000 ilhas e o lugar é um verdadeiro paraíso para o gosto de quase todos. Se você gosta de cultura, você a terá em todos os lugares da Indonésia. Se você gosta de festa, com certeza terá em Bali, onde visitei enquanto estava morando na Austrália. Se você gosta de atividades de aventura como surf, kitesurf, mergulho, você terá em toda a Indonésia! Dito isso, uma das melhores maneiras de visitar a Indonésia é conferir algumas de suas ilhas mais bonitas e desfrutar de algumas de suas atividades ou atrações exclusivas. Mas sim, é um pouco difícil escolher apenas algumas entre tantas, então fiz isso por você – abaixo está um guia para as ilhas e destinos mais bonitos da Indonésia que você não deve perder. Para continuar lendo: Guia para as 7 Ilhas mais Bonitas da Indonésia
  4. Se você tivesse que escolher ir ao Titicaca, Qual lado você iria ? Bolívia ou Peru ? Meu tempo é extra curto, terei de escolher e quero a opinião de quem já foi nos 2 lados, me ajudem.
  5. Olá!!! Fiz um bate volta em Paraty e vim fazer um relato com minhas percepções para ajudar quem puder. Em menos de um dia consegui conhecer pelo menos os passeios principais e pretendo voltar o quanto antes para fazer outros passeios. Fui de ônibus, saí de São Paulo exatamente as 23h43 e cheguei lá exatamente as 5h50 da manhã. Seis horinhas de viagem, contando com uma parada que fizemos. Começamos o passeio com um city tour pelo Centro Histórico as 7h00, com guia turístico contando as histórias do lugar. Depois ficamos livres para comer, fazer compras e passear. - Sobre o City Tour: Não recomendo contratar pacote com guia pra isso. Vale muito mais a pena passear por conta e ir pesquisando as histórias no Google, você fica mais livre para conhecer o que quiser e economiza uma nota (em alguns lugares o city tour custa R$200 ). Faça o passeio bem cedo porque depois fica lotado de turista, principalmente no final de semana. - O Centro Histórico é realmente lindo, você se sente no passado e consegue tirar fotos ótimas. A única coisa desconfortável é o chão "pé-de-moleque", se estiver chovendo tem que tomar cuidado pra não tombar. - Tem vários restaurantes, lojinhas de artesanato e cachaçarias. Fui até o Armazém da Cachaça e recomendo pra quem gosta desse tipo de passeio! Tem vários tipos de cachaça, de todos os preços, e eles fazem degustação. Depois, escolhi fazer o famoso passeio de escuna, e achei bem legal! Infelizmente o tempo estava nublado, então a água do mar estava sendo refletida pelas árvores ao invés do céu azul, ficando esverdeada, o que não deixa de ser lindo. Porém, imagino que com sol fiquem ainda melhor. O passeio de escuna funciona da seguinte forma: Ela passa por diversas ilhas e praias, com parada em 4 delas: Praia Vermelha, Praia da Lula, Ilha Comprida e Lagoa Azul (algumas escunas podem fazer menos ou mais paradas, depende da agência). Nessas paradas você pode alugar snorkel para flutuação (paguei R$20). - O preço do passeio de escuna varia (o mais caro que encontrei foi de R$70). Isso depende do tamanho do barco, da quantidade de paradas etc. Fui até uma agência e reservei um passeio por R$45, PORÉM, detalhe: A guia me disse que esse era o valor e teria um pequeno valor a mais do couvert artístico (ela deu a entender que seria bem pouco mesmo) e do almoço, que é a parte. Só que o valor do courvet artístico foi de R$16 e as refeições ficavam entre R$35 e R$65. Sem contar as bebidas. Ou seja, cuidado na hora de escolher a escuna! As vezes você nem está economizando, só está pagando outras coisas a parte. - Pra quem gosta de tranquilidade, indico o passeio em escunas menores. No cais de Paraty tem várias pessoas vendendo o passeio por lá mesmo, imagino que sejam em escunas menores e mais baratas. Geralmente as escunas de agência comportam muita gente (algumas comportam mais de 100 pessoas) e tem música ao vivo, então você pode ficar frustrado se curtir algo mais relax. - As ilhas e praias são lindíssimas, só que estava tudo muito cheio. Imagino que em baixa temporada fique mais tranquilo!
×
×
  • Criar Novo...