Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Posts Recomendados

  • Colaboradores

10º dia: 15.01.12 (domingo) - Cusco

 

Nesse dia levantamos cedo, mas com mais preguiça e menos pressa. Não precisamos levantar tão cedo como nos outros dias. Era nosso dia livre para caminhar tranquilamente e decidir o que fazer da vida em seguida.

Passamos os dados de valores para o computador (que ainda não tínhamos atualizado) e deixamos roupas sujas para lavar na recepção do Paititi (nisso eles são muito bons!).

Fomos andar pela Plaza, fazer mais comprinhas de lembranças, conhecer o bairro San Blas (que não achei nada demais do que o pessoal por aqui fala, não sei se era porque era dia e domingo, mas é bem simples e meio vazio). Passamos por váaarias lojinhas no caminho de volta e vimos a Pedra de 12 ângulos.

 

20120407031432.JPG

Bairro de San Blas

 

Comemos e discutimos o que íamos fazer da vida, se íamos para Nazca, Arequipa ou se íamos voltar.. Foi um dia de decisão, fomos conversar com o Rolando para ver o que íamos fazer. Como ele não estava, então nos indicaram uma outra pessoa para falar de outra empresa. Não curtimos muito o outro cara nem a empresa. Nazca estava extremamente caro, apenas para passar e ver as linhas, então decidimos ir para Arequipa, mas o passeio pelo Cañion Del Colca também estava com um valor salgado. Ou seja, preços altos para pouca grana. Chegamos a pensar em visitar apenas Arequipa e de lá ir para La Paz. O problema é: de Cusco a Arequipa são cerca de 13 horas, então íamos passar todo tempo no bus, para ficar um tempo curto na cidade e já ir para La Paz, que eram mais muuuitas horas. Não compensava. Então decidimos ir direto para La Paz.

 

Como a gente gastou a maior parte de soles em Cusco (não queríamos sair de lá com soles sobrando), estávamos bem curtas de grana para sair da cidade. Então decidimos ir a pé da Plaza de Armas até a rodoviária terrestre. É uma boa caminhada, considerando que era de noite e estava meio ermo e estávamos com nossas mochilas nas costas. Em 30 minutos mais ou menos, chegamos lá. Ainda paramos em uma igreja para ver como era uma no Peru. Foi bem interessante a experiência. As pessoas foram bem simpáticas e lembra bastante uma igreja daqui.

 

20120407031543.JPG

Banheiro do Terminal

 

Embarcamos por volta das 21h30/22h em direção a Puno. Chegamos na cidade por volta das 5h da manhã. Aguardamos por duas horas no saguão e voltamos à estrada lá pelas 7h. Foram mais três horas até a fronteira. Fizemos todos os trâmites e, dessa vez, tinha um ônibus nos esperando do outro lado! Yaaay.. xD

 

Pegamos o bus e mais uns minutinhos chegamos em Copacabana. Era 12h e eles disseram que partiríamos às 13h para La Paz. Estávamos muito cansadas e queríamos chegar logo, maas tivemos que esperar. Passeamos um pouco na cidade e fomos esperar perto do ônibus para não acontecer da gente perder o horário nem nada. Entre 16h e 16h30 chegamos, finalmente em La Paz..

 

Foram umas 18h de viagem no total. Não recomendo muito. É bem desgastante. Se você puder ir parando nos lugares, como fizemos na ida é melhor, você descansa mais, aproveita melhor o caminho e os lugares pelos quais você passa.

Link para o post
Compartilhar em outros sites

  • Respostas 76
  • Criado
  • Última resposta

Mais Ativos no Tópico

  • Colaboradores

11º dia: 16.01.12 (segunda) – Cusco/Puno/Copacabana/La Paz

 

Assim que chegamos, pegamos um taxi para a loja da Aerosur para tentarmos antecipar nosso voo. Em Cusco, nós tentamos ir em uma loja Aerosur, mas durante os dias de semana em que estávamos lá, ficamos em tour e quando pudemos visitar a loja de tarde, era domingo e ela estava fechada, então tivemos que arriscar e ir na loja já em La Paz. E óbvio que as próximas horas foram meio tensas, pois não havia como voltarmos mais cedo. Eles conseguiriam adiantar o voo para o dia 23, o que não resolvia nossos problemas. Depois de muito debater, buscar, acionar meus pais no Brasil pra ver se eles conseguiam arranjar um jeito pela companhia por aqui, conseguimos pensar em uma solução: nosso voo original era La Paz, com escala em Sta Cruz e de lá pra SP. Nossa ideia foi: abriríamos mão do trecho Sta Cruz-SP na Aerosur e compraríamos esse trecho à parte pela Gol.

 

Decidimos ficar no Maya Inn, pois o Hotel Sagarnaga estava mais caro do que encontramos da primeira vez e o cara não quis baixar o preço de jeito nenhum.

 

20120407031841.JPG

Cholas

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Colaboradores

12º dia: 17.01.12 (terça) – La Paz (compras)

 

Com o novo plano em mente, fomos de manhã para a Aerosur ver se isso seria possível. Até porque era super vantajoso para a companhia aérea. Conseguimos! O duro foi.. tivemos que desembolsar 500 e poucos reais para a passagem da Gol. Se soubéssemos disso em Cusco, teríamos gasto esse dinheiro indo para Arequipa e feito o tour do Colca, maas.. como já estávamos em La Paz, não tinha como a gente atravessar a fronteira uma terceira vez e enfrentar mais 18h de ônibus. Não estávamos com pique para fazer isso e gastar mais tempo. Depois de feito isso, ficamos mais aliviadas e a viagem voltou a ser gostosa.

 

20120407032037.JPG

Comércio no centro

 

Paramos em uma confeitaria que tínhamos visto no dia anterior e foi bem legal, pois era numa parte mais bonitinha da cidade (ver relato no blog)

Pegamos bastante dinheiro, trocamos por bolivianos e nos atacamos às compras. Repassamos pelos lugares que fomos da primeira vez e encontramos outras ruas que não sabíamos que existiam, ruas específicas de eletrônicos, de tênis e sapatos, de malas e mochilas. Fizemos a festa. Com muitas sacolas em mãos, voltamos ao hostel, alugamos um quarto basicão para deixarmos nossas coisas enquanto voltávamos para fazer mais compras e comprar uma mala também para caber tudo. Fomos correndo e depois de um tempo procurando, conseguimos reencontrar a rua de malas. Chegamos no hostel quase 19h, sendo que esse era o horário que o táxi iria nos buscar para nos levar ao aeroporto. Chegamos, arrumamos as coisas na rapidez e pegamos o táxi, que o cara do hostel tinha chamado para gente. Chegamos no aeroporto em 30min, fizemos check-in e ficamos esperando por lá. Conhecemos um casal mais velho que tinha passado uns dias na Bolívia e fomos compartilhando experiência. Nosso voo saía às 21h e chegou em Sta Cruz, às 21h30.

 

Daí esperamos até as 3h30 da manhã que era o horário que o voo da Gol saía para SP.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Colaboradores

13º dia: 18.01.12 (quarta) – La Paz/São Paulo

 

20120407032203.JPG

La Paz vista de cima - em El Alto

 

A volta para casa acaba sendo sempre mais cansativa neh.. o cansaço da viagem está acumulado e você tem que ficar esperando horas e horas para chegar no seu destino final e já não tem mais aquela expectativa de conhecer novos lugares.

Chegamos em SP por volta das 9h e pouco, pegamos o bus da Gol em direção à Congonhas e fomos para nossas casas, felizes, cansadas e cheias de histórias e experiências para contar e compartilhar. Com certeza a viagem foi fantástica e já estamos nos preparando para mais. Uma vez que você vai, não quer mais parar! ;P

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 4 semanas depois...
  • Colaboradores

Oi Francisca!

 

que bom que gostou :D

 

de Puno para Cusco, nós fechamos o bus no próprio hostel, que tinha contato com agências (não recordo o nome da cia em si).. nosso hostel foi o Maison D´Lago e pagamos 40 soles cada.. a viagem dura cerca de 7h... saímos às 21h00 de Puno e chegamos às 4h30 em Cusco..

 

o caminho inverso nós fizemos Cusco-La Paz, por 100 soles cada.. mas não tenho o valor apenas do trecho Cusco-Puno..

 

espero ter ajudado! :wink:

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

×
×
  • Criar Novo...