Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Primeiro Mochilão: 29 dias sozinha na Bolívia e Peru


Posts Recomendados

  • Membros
Oie Mari,

 

Compartilho da mesma opinião dos mochileiros aqui do post. Está ficando show e só anima mais quem está com viagem planejada para o Peru e Bolivia! Vou acompanhar aqui seus próximos relatos! Gostaria que você escrevesse também um pouco da sua sensação de viajar sozinha sendo mulher. Você passou por algum perengue por ser mulher? Ou foi tranquilo? Pelo que notei, você viajou sozinha, porém não ficou nenhum momento sozinha certo? Essa é minha maior preocupação: viajar sozinha sendo mulher!

 

Vou para o Peru e Bolivia em Novembro e Dezembro - 40 dias...e estou planejando cada dia! Suas dicas estão me ajudando muito!

 

Abraços ::otemo::::otemo::

 

Oi Tata,

 

pra ser sincera, o maior problema de viajar sozinha é que mais difícil de conseguir boas fotos de si mesmo hehehehehehe

Eu me senti super segura, tanto na Bolívia quanto no Peru, antes de ir eu tinha um pouco de receio. O único momento em que fiquei com medo foi quando peguei um táxi sozinha em Cusco, saindo de uma festa, e o motorista começou a me oferecer drogas. Quando ele parou na frente do hostel eu fiquei super aliviada, paguei e saí voando dalí, acho que até esqueci uma bolsinha com moedas lá dentro.

O que não pode acontecer é dar bobeira e ficar dando muitas informações suas pras pessoas. Um dia, tb em Cusco, eu tava parada em uma rua e um cara veio falar comigo, perguntou se eu tava sozinha, de onde eu era, me convidou pra sair à noite. Eu disse pra ele que ia encontrar uns amigos e ele foi embora. Sempre fico com receio com gente querendo informações demais, uma vez na Argentina um distribuidor de jornais populares veio falar comigo e ficou trovando sobre o Brasil e puxando papo e quando eu saí minha bolsa estava aberta e meu dinheiro e documentos haviam sido furtados. Quando eu voltei, o cara não tava mais.

Claro que vc não vai fechar a cara pra todo mundo, até pq uma das melhores partes de viajar é conversar com os locais, mas tem que se ligar.

Tirando isso, o resto foi super tranquilo, claro que eu tinha muito cuidado com as minhas coisas. Nos hostels vc vai ver uma galera que deixa tudo atirado no quarto, é por isso que depois são roubados e ainda saem reclamando. Não dá pra bobear.

E sim, conheci muita gente no meio do caminho e foram poucas a vezes em que fiquei sozinha. Tem muitos brasileiros por lá, sempre confie neles, estão todos no mesmo barco hehehe. Olha, de falta de companhia vc não vai sofrer, isso te garanto. E vc sempre encontra as mesmas pessoas em diferentes lugares, pq praticamente todo mundo faz o mesmo roteiro.

 

PS: sou uma pessoa muito retórica hahahahaha

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Respostas 196
  • Criado
  • Última resposta

Mais Ativos no Tópico

  • Membros

Nossa mari muito bom seu relato estive em agosto agora bolívia e Peru, em la paz fiquei no torino mas em em cusco conheci o wild rover de lá,muito bom também e vi que o lance dos free-shots parece que são em todos,tomei tanto free-shot quando estava em cusco que nem sei como cheguei no hostel na volta rrssss as baladas do WR são demais,free shot ainda deve muito show yor tits não sei se escreve assim abraço

 

jaques

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

Oi, Mari, tudo bem? Certeza que já te vi em algum meeting do CS Poa.. :P To adorando teu relato. Pretendo fazer Bolívia e Peru em janeiro e to pirando pra conseguir fechar um orçamento, mas pelo que tu gastou, é mais ou menos esse o valor que eu fechei. Também pretendo ir pelo trem da morte e voltar por Campo Grande. Enfim, teu relato tá sendo de grande ajuda. Curiosa pra saber das outras cidades. Continuaaa!!!

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros
Oie Mari,

 

Compartilho da mesma opinião dos mochileiros aqui do post. Está ficando show e só anima mais quem está com viagem planejada para o Peru e Bolivia! Vou acompanhar aqui seus próximos relatos! Gostaria que você escrevesse também um pouco da sua sensação de viajar sozinha sendo mulher. Você passou por algum perengue por ser mulher? Ou foi tranquilo? Pelo que notei, você viajou sozinha, porém não ficou nenhum momento sozinha certo? Essa é minha maior preocupação: viajar sozinha sendo mulher!

 

Vou para o Peru e Bolivia em Novembro e Dezembro - 40 dias...e estou planejando cada dia! Suas dicas estão me ajudando muito!

 

Abraços ::otemo::::otemo::

 

Oi Tata,

 

pra ser sincera, o maior problema de viajar sozinha é que mais difícil de conseguir boas fotos de si mesmo hehehehehehe

Eu me senti super segura, tanto na Bolívia quanto no Peru, antes de ir eu tinha um pouco de receio. O único momento em que fiquei com medo foi quando peguei um táxi sozinha em Cusco, saindo de uma festa, e o motorista começou a me oferecer drogas. Quando ele parou na frente do hostel eu fiquei super aliviada, paguei e saí voando dalí, acho que até esqueci uma bolsinha com moedas lá dentro.

O que não pode acontecer é dar bobeira e ficar dando muitas informações suas pras pessoas. Um dia, tb em Cusco, eu tava parada em uma rua e um cara veio falar comigo, perguntou se eu tava sozinha, de onde eu era, me convidou pra sair à noite. Eu disse pra ele que ia encontrar uns amigos e ele foi embora. Sempre fico com receio com gente querendo informações demais, uma vez na Argentina um distribuidor de jornais populares veio falar comigo e ficou trovando sobre o Brasil e puxando papo e quando eu saí minha bolsa estava aberta e meu dinheiro e documentos haviam sido furtados. Quando eu voltei, o cara não tava mais.

Claro que vc não vai fechar a cara pra todo mundo, até pq uma das melhores partes de viajar é conversar com os locais, mas tem que se ligar.

Tirando isso, o resto foi super tranquilo, claro que eu tinha muito cuidado com as minhas coisas. Nos hostels vc vai ver uma galera que deixa tudo atirado no quarto, é por isso que depois são roubados e ainda saem reclamando. Não dá pra bobear.

E sim, conheci muita gente no meio do caminho e foram poucas a vezes em que fiquei sozinha. Tem muitos brasileiros por lá, sempre confie neles, estão todos no mesmo barco hehehe. Olha, de falta de companhia vc não vai sofrer, isso te garanto. E vc sempre encontra as mesmas pessoas em diferentes lugares, pq praticamente todo mundo faz o mesmo roteiro.

 

PS: sou uma pessoa muito retórica hahahahaha

 

Adorei sua resposta! Era isso que precisava ouvir para me animar mais para minha viagem!! ::otemo::::otemo:: ! Vou seguir acompanhando o post!

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

DIA 8 – Copacabana e Ilha do Sol

Acordei às 7h na manguaça, juntei todas as minhas tralhas e fui pagar minha fiança (VISH). B$ 370 no total, mais da metade só em bebida. Sério, essa coisa de mostrar a pulseira no bar e receber cerveja magicamente pode ser muito perigosa pro seu bolso hehehehehehe.

 

Peguei um táxi até o terminal (B$20). Não me lembro bem, mas acho que o ônibus saía às 8:30. Eu dormi durante todo o trajeto até Tiquina hehehe; descemos todos do ônibus pra pegar um barquinho que nos largaria do outro lado enquanto o ônibus ia por uma balsa. Chegamos em Copacabana era meio-dia, acabei fechando a Isla Del Sol, passagem pra Puno, Isla de Los Uros e passagem pra Cusco com a Titicaca mesmo, tudo por B$ 250.

 

Tiquina_14072013-DSC_3707.jpg.b9072e74a197efa803c85fd8cda9a2a5.jpg

 

Copacabana_14072013-DSC_3722.jpg.cc1f197c4e8414a9b593986fff66ace8.jpg

Deixei o mochilão no hotel que tem ao lado da empresa por B$ 5 e fui buscar um lugar pra almoçar. Fui passando pelos restaurantes e resolvi me dar ao luxo de pagar um pouco mais por um prato legal. Entrei em um restaurante super bonitinho que tem ali na Av 6 de Agosto e escolhi uma trucha com salsa de mostaza. Gente, Deus no céu e essa truta na Terra, paguei B$ 49 e fui quase correndo pegar o barco pra Isla Del Sol (faltavam só 5 minutinhos pra ele sair hehehehe). Não posso dizer como foi o passeio no barco pq eu apaguei e só acordei na Isla Del Sol hehehehe. (ah, a passagem do barco custa 20 bolivianos)

 

Isla_Del_Sol_14072013-DSC_3750.jpg.fdba94ba2882c65fd68f95b3649fc997.jpg

 

Isla_Del_Sol_14072013-DSC_3746.jpg.3a68b910127c1b34b66d3d3052afb48c.jpg

Como eu peguei o barco das 13h, ele só ia até a parte sul da ilha, onde fica a comunidade Yumani. Tem pagar B$ 5 pra entrar (é isso ou voltar pro barquinho). Parei um pouco pra curtir o visual e depois comecei a subir a escadaria. Véi, na boa, quamorri! Eu já tenho uma dificuldade natural pra respirar, agora imagina isso a mais de 3000m de altitude. Fui subindo, e subindo, parei um pouco pra descansar e veio uma cholita me oferecer um quarto no hostal dela, B$ 30 no quarto individual com banheiro compartilhado. Eu pretendia (inicialmente), fazer a trilha até o lado norte, mas aí eu olhei pra baixo, olhei pra cima, olhei pro céu e pro relógio... de uma hora pra outra, o céu preteou com aqueeeele jeito de chuva, sem contar que já tava ficando tarde. Enfim, pedi pra dar uma olhada no tal quarto: limpinho, ajeitadinho e com uma vista lindíssima. OK, “se é para o bem de todos e felicidade geral da nação, diga ao povo que fico”.

Deixei algumas coisas no quarto e saí pra dar uma volta, fui até a parte mais alta do sul e fiquei um tempo ali, apreciando. Até que eu vi uns relâmpagos em algum lugar ali perto e voltei pro Hostal (acho que o nome era Inti Mama, mas tudo lá tem esse nome hehehe). Eu queria sair mais tarde pra tirar umas fotos noturnas, mas aí começou a desabar o mundo, e tava MUITO frio, eu dormi com todas as roupas que ficaram na minha mochila de ataque ::Cold:: .

 

Isla_Del_Sol_14072013-DSC_3785.jpg.65d95b3c4acef9b1055ab6212dfc25ba.jpg

 

Isla_Del_Sol_14072013-DSC_3803.jpg.a632189c8092a069c29bcd0e6e21160f.jpg

 

Isla_Del_Sol_14072013-DSC_3809.jpg.c293fcf720a52de8fbeb2896ce17bef1.jpg

 

Isla_Del_Sol_14072013-DSC_3827.jpg.2765eb5e74093b0db9628700f590acd3.jpg

-Gastos e endereços:

Wild Rover La Paz: B$ 370 (B$ 170 por 3 noites no quarto de 8 camas – o resto foi bebida :P)

Táxi hostel-terminal: B$ 20

Isla Del Sol (ida) + Uros + Passagem Puno + Passagem Cusco: B$250 com a Titicaca Tours

Trucha com salsa de mostaza: B$ 49

Ingresso Comunidad Yumani: B$ 5

Quarto individual com banheiro compartilhado: B$ 30

 

DIA 9 – Isla Del Sol, Copacabana e Puno

Acordei às 6:45 pra ver o nascer do sol e, quando eu abri a cortina, tava tudo branquinho branquinho. O frio foi tão forte durante a noite que a chuva virou geada, depois de ver isso minha tristeza por causa da chuva até passou, a paisagem tava simplesmente linda. O nascer do sol na ilha é incrível, nunca vi tão lindo. Tirei algumas fotos e voltei pra cama, dormir um pouco mais. Lá por umas 9h eu comecei a descer, pra pegar o barquinho de volta pra Copa. Engraçado, a distância me pareceu tão menor em relação à subida no dia anterior hehehehehe.

 

Isla_Del_Sol_15072013-DSC_3836.jpg.be570efa2e410603bb191ab9bb6e384a.jpg

 

Isla_Del_Sol_15072013-DSC_3846.jpg.3729ac205e78e1fb816571acf1f5fad9.jpg

 

Isla_Del_Sol_15072013-DSC_3867.jpg.ebff5882b0e36465720287c924e9efaa.jpg

Comprei o ingresso do barco (B$ 20) e fiquei lagarteando no sol até o barco chegar. Pra quem estiver com tempo, recomendo que fique pelo menos uma noite na ilha, eu gostei muito de lá. Só me arrependo de não ter ficado mais tempo em Copacabana. No barco eu conheci a Ana, que mora em SP e também é do Mochileiros, figuraça. Chegando em Copacabana, almoçamos em restaurante que fica bem de frente pro lago, logo no início da Av 6 de Agosto. B$ 20 o menu turístico, com uma entrada e segundo prato. Escolhi uma sopa MA-RA-VI-LHO-SA de legumes com quínua e uma truta (que vinha com arroz e batata frita). Ô comida bem boa, almoçar com aquela beleza toda em volta não tem preço. Copa é muito amor, vou voltar no ano que vem e passar um pouco mais de tempo lá.

 

Isla_Del_Sol_15072013-DSC_3882.jpg.4cfd899a395469876fc8154791a5ce6f.jpg

 

Isla_Del_Sol_15072013-DSC_3893.jpg.b60ed65191a2e4d621e819df637dbb17.jpg

 

Copacabana_15072013-DSC_3903.jpg.0ffe20129485552ed6c1e60d05c4be5a.jpg

Pra variar, faltavam 10 minutos pro meu ônibus sair, me despedi da Ana e subi a rua na correria hahahahaha. Peguei o mochilão no hotel e subi no busão. Partiu Puno. (obs: peguei o ônibus das 13:30). Não demorou muito e chegamos na fronteira de Kasani, o processo de migração foi bastante rápido, a gente desce do ônibus, passa pela migração boliviana e vai a pé até o lado peruano pra dar entrada no país, e lá o ônibus vai estar nos esperando. Tem um barzinho ali, onde dá pra fazer câmbio, o dólar tava valendo S/. 2,70.

 

Cheguei em Puno lá pelas 17h e o guia já estava esperando o grupo que iria visitar as Ilhas de Uros. Obviamente eles nos levam na Ilha turística, que não mostra bem a realidade local. Eles mostram como são feitas as ilhas e tal e tentam te vender até a mãe, se for possível. As cholas cantam e fazem dancinhas, aí eles te convencem a pagar 10 soles pra andar num barco de totoras até uma outra ilha. Tinha um menininho que era uma figura, ele tentou me vender um colar por 50 soles, até que a mãe dele disse que eram 3 por 10. Mercenário de uma figa hahahahaha ::lol4::

 

Puno_Uros_15072013-DSC_3923.jpg.efe0bc36908c3ed0b8b0f933baf6cd83.jpg

Minha opinião sobre as Islas de Los Uros: Assim, como todo mundo diz, o passeio é super teatral e não mostra muito da realidade local, mas do meu ponto de vista ainda assim é interessante porque eles mostram como as ilhas são feitas e como eles fazem pra elas não irem flutuando até a Bolívia. Além do mais, rende boas fotos, principalmente se você for um fanático por fotografia e se o dia estiver bonito (o que não foi o meu caso). Sim, ainda existe gente que mora nas ilhas e vive em situação de extrema pobreza, mas isso eles não nos mostram.

 

Confesso que eu fui mais por causa das fotos mesmo (eu amo fotografia e acho que o lugar rende boas imagens). Recomendo ir em um horário mais cedo, com um pouco mais de sol, porque as cores ficam mais bonitas e não é tão frio. No horário que eu fui já estava anoitecendo e o céu não estava tão bonito. Eu achei o lago um pouco mais sujo no lado peruano.

 

Puno_Uros_15072013-DSC_3938.jpg.d8f9e6a20dd3812886f2c1b41be48e71.jpg

 

Puno_Uros_15072013-DSC_3944.jpg.ba69637fd45ab2d5c0785a7feecd3eb6.jpg

Quando estávamos voltando pra Puno subiu um cara no barco vendendo pão de Uros. Gente, COMPREM, é muito bom (ai, que saudades...), acho que custava algo como S/. 2. Quando chegamos no cais, uma van buscou a galera e levou de volta pro terminal. Minha passagem por Puno se resumiu a isso: chega no terminal, vai pra Uros, volta pro terminal e vai pra Cusco.

 

Meu ônibus era só às 22h, acho que fiquei umas 3 horas esperando sentada com uma mulher gritando “Arequipa Arequipa Arequipa Arequipa Cuscoooooooooo!” a cada 5 minutos do meu lado. Perto da hora de embarcar, peguei o mochilão na empresa e fiquei esperando na porta de embarque. Quando eu vi, a Tamires, a Amanda e a Gabriela estavam ali também (as paulistas que eu conheci em La Paz), descobri que elas estavam em Copa nos mesmos dias que eu hehehehe. Elas também estavam indo pra Cusco, mas com uma empresa diferente, combinamos de nos encontrar na rodoviária de Cusco pra dividir o táxi até o hostel.

 

Perguntei pra moça que estava na porta de embarque de qual plataforma ia sair o meu ônibus (não achei essa informação no bilhete), ela disse que era na 10. OK, fiquei mofando ali e nada de o ônibus aparecer, faltavam 5 minutos pras 22h e só tinha eu ali. (obs: as plataformas de embarque de Puno fedem muitoooooooo). Vi que um pouco mais longe tinha um ônibus da mesma empresa, mas achei que ele ia pra Arequipa (tem saídas pra Cusco e Arequipa toda hora e em horários bem próximos), falei com a mulher que tava parada ali e ela disse que era o meu ônibus, só faltava eu pra ele sair hehehehe :P

Embarquei feliz e contente, era um bus cama de 3 filas, fiquei no andar de baixo e em uma fileira única. O nome da empresa é Power.

 

DICA: se forem pegar ônibus noturnos, o andar de baixo é bem mais silencioso

 

- Gastos e endereços

Barco Isla Del Sol - Copacabana: B$ 20

Almoço menu turístico: B$ 20

Passagem Copacabana-Puno: entre B$ 30 e 40 (não sei bem pq fechei varias coisas juntas)

Passeio Uros: entre S/. 30 e 35

Passagem Puno-Cusco: S/. 35 pela Power em bus cama de 3 filas.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros
Oi, Mari, tudo bem? Certeza que já te vi em algum meeting do CS Poa.. :P To adorando teu relato. Pretendo fazer Bolívia e Peru em janeiro e to pirando pra conseguir fechar um orçamento, mas pelo que tu gastou, é mais ou menos esse o valor que eu fechei. Também pretendo ir pelo trem da morte e voltar por Campo Grande. Enfim, teu relato tá sendo de grande ajuda. Curiosa pra saber das outras cidades. Continuaaa!!!

 

Oi Ellen, tudo bem sim e aí?

Olha, eu não duvido nada. Por sinal, não apareço no meeting desde que fui viajar hehehehe. Qualquer hora dessas eu colo lá.

Tenho certeza que tu vai amar tanto a Bolívia quanto o Peru.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

Pessoal uma pergunta rapida: Quanto tempo de viagem de Puno para Cuzco?

 

Voce relatou que pegou um onibus as 22h em Puno para Cuzco neh?! Quantas horas em media demorou para chegar em Cuzco!?

 

Um abraço , otimo relato e parabens!

 

Estou indo no começo de outubro, não vejo a hora!!!!!

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

×
×
  • Criar Novo...