Ir para conteúdo

Europa medieval e de belezas naturais - 28 noites


Posts Recomendados

  • Membros de Honra

[t3]Dia 21 - Bruges[/t3]

 

Bruges é um lugar que pede para que você ande sem olhar para relógios ou mapas e foi o que fizemos. Pertinho do hotel estava a igreja de Nossa Senhora, belíssima por fora (exterior em foto no post anterior), apenas bela por dentro. Estava em reforma.

 

DSC_0097.jpg.fcf15ca5236d9e39e73364219c8938fd.jpg

 

Para não nos corrermos o risco de nos perdermos, nem ter que ficar olhando para mapas o tempo todo, decidimos seguir os canais, cujos arredores parecem concentrar a parte mais legal de Bruges. Cisnes nadam tranquilos pelos canais, ou melhor, tentam, sofrendo a concorrência das lanchas com turistas.

 

DSC_0107.jpg.9496332eb873d3fe39ed61b79908c4ab.jpg

 

Não me lembro agora a ordem correta de todos os lugares por onde passamos, alguns eu sequer sei o nome. A gente andava, via um lugar legal, parava, relaxava, contemplava. Bem casal mesmo.

 

Até o cachorro fica contemplando.

 

DSC_0277.jpg.a8bce8a0ef8275b74d9722e265a5bacf.jpg

 

Bruges foi a cidade onde fiz mais fotos. Não tenho muito a escrever, afinal, dizem que imagens valem mais do que mil palavras.

 

DSC_0132.jpg.e307ba0bbc6842900e4ae59f1e007fd1.jpg

 

DSC_0135.jpg.e194f7d3db1b3f47b7d6845eaec716f2.jpg

 

DSC_0143.jpg.0bfd6d746015ec81675bf76ef6a17e31.jpg

 

DSC_0159.jpg.60d2b90a78416629eb6d44adf79f3838.jpg

 

DSC_0173.jpg.133979c2740123a21abc2546e2e59b0e.jpg

 

DSC_0184.jpg.6b3cd92b2ee9047301e86ad5b8ad2cde.jpg

 

DSC_0166.jpg.daf861853f36004abc491752f514b214.jpg

 

Voltando à Grote Markt, praça principal, o sol começava a se por. E o que já era espetáculo, ficou ainda mais belo. Quem faz day trip a Bruges vindo de Bruxelas perde o melhor de Bruges, que é o período do pôr do sol ao anoitecer.

 

DSC_0222.jpg.ebf239bf820e96e227c8d14db204d9c3.jpg

 

DSC_0235.jpg.4deaf05e5382828fd09d1f28d12e8eaf.jpg

 

DSC_0054.jpg.e4a97c03a3862cecc8d6dfd6a1a2c03c.jpg

 

DSC_0068.jpg.d314078678cc09d5fdb1bdb035451e05.jpg

 

DSC_0069.jpg.c8858325ebca37833e1e8842c9178ce5.jpg

 

DSC_0075.jpg.03f929d59f6e3d108043e5ab7c4526e5.jpg

 

DSC_0313.jpg.cb651611f8ccf0be12099850aa8be214.jpg

  • Gostei! 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites


  • Membros de Honra

Valeu, Davi! A lente que eu usei é Nikon 18-200mm VRII, na distância focal 18mm. Acho que poderia ter ficado ainda melhor enquadrada porque parte do reflexo na água saiu cortado, mas eles deixam uns barcos ali na margem (no canto inferior direito tem um pedaço de um deles) e eu preferi cortá-los para não prejudicar muito a composição.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros de Honra

Antecipando as impressões gerais sobre a Bélgica

 

[t3]Bélgica - impressões gerais[/t3]

 

Tenho a impressão de que muitos vão à Bélgica simplesmente porque está ali, do lado da Holanda e é conveniente ao visitar os países vizinhos. Afinal, a cidade belga mais famosa é Bruxelas, que para muitos não é lá essas coisas. Mas foi na terra do chocolate que vimos duas das cidades que mais gostamos em toda a viagem, Bruges e Ghent.

 

O país é belíssimo, é muito mais bonito pessoalmente do que vi nas fotos antes de viajar. O sistema de transporte achei melhor do que na Holanda, menos confuso, porém com os mesmos defeitos de falta de passes locais ou descontos para turistas.

 

A limpeza geral é boa, bem melhor do que na Holanda. As pessoas são educadas e parecem mais relaxadas nesse lado dos países baixos. Mas talvez seja pelo fato de que dessa vez ficamos apenas no interior e não passamos pela capital.

 

O custo de vida é alto como na Holanda e isso é especialmente válido para Bruges. Já em Ghent notei que os preços são mais razoáveis, certamente por essa não ser tão turística quanto aquela.

 

A comida é o seguinte, frutos do mar, waffle, batata frita e chocolate. Precisa de mais alguma coisa? Os chocolates são realmente muito bons. Provamos um Leônidas e achamos mais ou menos, mas o Godiva é muito bom. Mas o melhor que achamos melhor foi um artesanal, que compramos em Ghent. Portanto, não se prenda às grandes marcas, os artesanais são mais baratos e podem ter qualidade superior.

 

Uma curiosidade sobre a língua e diferenças étnicas, muita gente acha que na Bélgica se fala majoritariamente francês. A resposta é: depende. Antes de viajar, li um bom FAQ de uma funcionária do centro de turismo de Bruges falando sobre essa questão da língua, dizia que em alguns lugares há uma certa rixa entre belgas e franceses, ao passo que em outros os belgas se consideram franceses. Então notei que em Ghent e Bruges as pessoas falam muito o idioma local e não ouvi uma palavra sequer em francês. Já no aeroporto de Charleroi (perto de Bruxelas) eu só ouvi francês. Na primeira vez que falei com alguém no aeroporto, dei bom dia em inglês e fui ignorado. Quando a funcionária abriu a boca, falou apenas em francês e aí entendi na mesma hora o porquê da falta de educação (embora não justificasse). É a mesma regra da França, quem fala francês odeia que você comece um diálogo em inglês, como se a pessoa tivesse a obrigação de saber. Dali em diante as pessoas falavam francês, eu respondia "pardon, je ne parle pas français" e o diálogo seguia em inglês, sem problemas.

  • Gostei! 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros de Honra

[t3]Dia 22 - Ghent[/t3]

 

Gostamos tanto de Bruges que quase desistimos de ir a Ghent, mas resolvemos arriscar. E foi uma ótima aposta. A cidade é surpreendente.

 

DSC_0001.jpg.2bc10ccaf1a653f14207eb3b51925a54.jpg

 

Saindo da estação, ficamos um pouco perdidos quanto ao que fazer, aonde ir, seguindo a política de roteiro aberto. Novamente nos esquecemos de conferir nos guias as dicas de como chegar ao centro, mas felizmente um senhor nos viu perdidos e nos orientou a pegar o tram número 1, a uns 200 metros na direção esquerda da estação.

 

DSC_0005.jpg.6808e999a1b034e3a11238a8b31ce34d.jpg

 

O GPS da Nokia (Here Maps) tem alguns pontos turísticos marcados no mapa e assim que nos aproximamos de uma concentração deles, descemos. De fato, fomos direto na boa. Mal descemos do tram e não sabíamos para onde olhar, tudo muito bonito.

 

DSC_0009.jpg.f29733703c2ed169af9599fec8bfcefa.jpg

 

DSC_0010.jpg.6d22f45835dccfa85f6d89311daca702.jpg

 

Caminhando mais um pouco, chegamos próximos de um rio, onde vários jovens ficavam sentados tomando sol e batendo papo nas margens. Ghent é uma cidade universitária, com vibe bem parecida com a de Leiden. Muita gente jovem, bonita e bem-humorada.

 

DSC_0032.jpg.5cd2267a47990a91b54cb50f528e1ea1.jpg

 

Não distante dali estava o Gravensteen, castelo que há poucos meses eu nem sabia que existia e não ouço muita gente comentar, mas foi simplesmente o mais legal que já visitei.

 

DSC_0034.jpg.2351a68f9f16bdb07a608d13440a4503.jpg

 

Mais uma música tocava na minha playlist mental, dessa vez,

. Gravensteen é o castelo medieval que eu sonhava conhecer, antigo, inóspito, uma fortaleza, algo que na história certamente fez os invasores pensarem dez vezes nos seus planos.

 

DSC_0042.jpg.0acc115b06ec20379e1ecf4b222c911e.jpg

 

Demos a sorte de chegar antes das excursões e assim que entramos não havia praticamente ninguém, o que colaborava para um clima de viagem no tempo.

 

DSC_0063.jpg.4a5dc958a13d7f048c61464d05b30d72.jpg

 

Se você espera um castelo bem decorado por dentro, não é para você. Até há uma pequena sala com armas medievais

 

DSC_0059.jpg.a38385e62b4db89ba3b13e324ac237ac.jpg

 

E algumas salas com equipamentos de tortura

 

DSC_0107.jpg.c2446abafcc28e08278848969c127e57.jpg

 

DSC_0113.jpg.779c163a09414fcbd812843c758642a6.jpg

 

Mas são as salas vazias que se destacam

 

DSC_0103.jpg.7666418902f47f33e437d3b812b06f61.jpg

 

DSC_0160.jpg.c4430bf8f2b914dea272756990dba6eb.jpg

 

Lá de cima também tem vistas legais

 

DSC_0069.jpg.3993929413dc17f9741d4deda51f28a5.jpg

 

DSC_0092.jpg.5f20df08828f2ae3272afb6a91820866.jpg

 

Também curtimos muito uma caminhada pelas muralhas

 

DSC_0134.jpg.93ce29f7a5455c9fbfb6576838e9dafa.jpg

 

DSC_0146.jpg.27bce58b7460842fcf8fba934a8d941a.jpg

 

Demoramos um bocado fazendo fotos e começaram a chegar várias excursões de adolescentes e crianças. As de crianças, como sempre, são as mais engraçadas

 

DSC_0118.jpg.f9a98235a0c05a426610ef51ced79f5b.jpg

 

Já era hora de nos despedirmos do Gravensteen e ver um pouco mais da cidade.

 

DSC_0179.jpg.3b2702d4c06920ad2f9a15d0a30eafa9.jpg

 

DSC_0181.jpg.855ea511e8fef5cba6bedc25ffd0eb17.jpg

 

DSC_0193.jpg.d52ff57674545128ba55de62c7bbfbdc.jpg

 

Olhe atentamente, temos companhia

 

DSC_0189.jpg.c62919eae18339ce71a7306a19d75cae.jpg

 

Além do passeio, comemos muito bem, como falei nas "impressões gerais". A previsão do tempo indicava forte chuva no final da tarde e resolvemos voltar um pouco mais cedo para Bruges. Decisão acertadíssima. Quando estávamos no trem caiu um toró de respeito.

 

Não vimos tudo que gostaríamos em Ghent, faltaram algumas coisas e certamente iremos voltar se a oportunidade aparecer.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa

Você pode postar agora e se cadastrar mais tarde. Se você tem uma conta, faça o login para postar com sua conta.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emojis são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.

×
×
  • Criar Novo...