Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

MOCHILÃO POBRÃO!!! Bolívia, Chile e Peru (JUL/AGO 2015)


Posts Recomendados

  • Membros

23/07 - SUCRE: "Open this side"

 

Cheguei em Sucre era 16:30, um voo tranquilo de 30 min a partir de Santa Cruz.

 

DICA: Pegue o voo Santa Cruz - Sucre. Conheci dois brasileiros em Santa Cruz que pegaram o busão, e encontrei com eles no Chile depois. Disseram que se arrependeram amargamente, a estrada era terrível e o ônibus que era péssimo, quebrou, e ficaram 26h na estrada. Eu não chamaria isso de começar com o pé direito. É um barato que sai caro.

 

Lá no aeroporto, pedi informação pra um cara de uns 20 e poucos anos chamado Joaquim, sobre locais para ficar. Nisso ele disse que estava indo pro centro, pra gente dividir um taxi. Fomos trocando ideia, e, ao chegar no meu destino, trocamos contato e eu segui meu caminho. Dei uma olhada no Hostel World, aplicativo bem útil, e fui procurar um lugar chamado Travelers Guest House, que fica em frente ao Parque Bolivar.

 

Lugar muito bacana, barato e bem localizado. Lá conheci algumas pessoas com quem eu me encontraria novamente. Fui descansar um pouco né, tomei um banho... Quando é fé recebo um whats do cara do aeroporto, chamando pra sair e tomar uma cerveja com uns amigos dele. Falei uai... vamo né. Chamei o pessoal do hostel mas estavam todos mortos.

 

Beleza, fui lá topar com a galera. Estavam Joaquim e sua namorada, Mariana e Diego, todos amigos do colegial. Fomos a um bar que eles costumava ir sempre, e tomamos uma bebida que lembrava uma caipirinha, só que mais fraca e bem mais doce. Estávamos trocando ideia quando fiquei sabendo da primeira dificuldade que encontraria: BLOQUEIO NA ESTRADA DE POTOSI. Joaquim trabalhava lá, e me contou que tinha acabado de começar um protesto contra as condições de trabalho. E, como a estrada para Uyuni passava por Potosi, teria que contornar esse obstáculo (descobri que faria isso literalmente depois). Nesse ponto não dá pra ser egoísta e ficar grilado com a situação, os caras trabalham sob péssimas condições, a gente tem que saber respeitar e entender isso.

 

Mas, beleza, conversa vai, conversa vem, eu cansado porque estava com estômago vazio e pela viagem, afinal, passei a noite anterior no aeroporto. Ai o Joaquim vira e fala: Vaaamo todo mundo lá pra casa. Falei uai, tá. hahaha Chegando lá o rapaz me tira uma garrafa de Whiskey 12 anos bruto!!! Não sou especialista, mas não parecia falso. Tava bão viu hahaha De gole em gole fomos secando a garrafa, e foi batendo um singelo grau ::dãã2::ãã2::'> hahahaha

 

20445133234_44fe09b8e5_h.jpgIMG_20150724_002325 by Augusto Silva, no Flickr

 

Nisso chega um outro amigo deles lá, que eu não lembro o nome, muito gente boa também. Conversa vai, conversa vem, já tava tarde ai eu pensei: Pronto né, tá na hora de puxar o carro. Quem disse! "Vaaaam pra boaaaatteeee!!!" Uai, bora hahahaha

Ai, meus amigos, já era. Sinto informar mas tenho poucas lembranças dessa parte. No outro dia encontrei esse video:

 

21041502576_f369085b7d_b.jpgBoate by Augusto Silva, no Flickr

 

Não sei como, mas cheguei no Hostel são e salvo. Fui entrar no quarto, quem disse que a porta abria. Por um momento pensei que estava diante da porta de Moria, imagino a sutileza com que tentei abrir.

Nada. Subi e deitei num projeto de sofá que tinha em uma varandinha no segundo andar, tive que dormir por lá, curtindo os FUCKING 10ºC sem blusa de frio. Claro, só fui sentir o frio quando acordei. Depois que consegui processar tudo que tinha acontecido, ou pelo menos o que eu consegui lembrar, desci as escadas e pensei: Aah, mas isso não vai ficar assim. Tive que dormir no relento por causa de uma chave que não funcionava, uma fechadura que não girava, uma porta que não abria?! Ai, o animal chega em frente ao quarto e vê escrito de todo tamanho na porta:

 

21067754265_2ce3713669_k.jpgIMG_20150724_170215212 by Augusto Silva, no Flickr

 

::prestessao:: Sim, eu quase arrombei a porta do lugar sendo que eu só precisava girar a chave pro outro lado hahahaha

 

Esse foi meu recanto durante a noite:

 

21059339832_6cb4b25bcd_k.jpgIMG_20150724_170243074 by Augusto Silva, no Flickr

 

Bom, recuperado da ressaca, durante o dia eu sai pra comprar algumas coisas e ver como eu faria pra ir para Uyuni. O bloqueio tinha complicado bem as coisas, e as agências souberam aproveitar disso. Estavam oferecendo transportes privados em vans por preços absurdos. O melhor preço que eu consegui foi de Bs.300. Tava fora de base.

 

Ai, nisso chegaram no hostel dois caras Austríacos, um deles eu não lembro o nome, e o outro chamava Aaron, com quem topei depois em San Pedro. Eles disseram que conseguiram um jeito bem mais barato: Ir de Sucre para Tupisa, e de Tupisa para Uyuni. Passaram o nome da empresa em que eles compraram, e fomos eu e Grace, uma americana que estava hospedada lá, procurar a tal da companhia. Chegando lá no terminal, a sorte sorriu bonito pra gente: Naquele dia começaram a fazer um trajeto direto a Uyuni, cobrando praticamente o mesmo preço!!! ::hahaha::

 

Foi muito bom isso porque a viagem seria bem menos cansativa. Voltamos ao hostel, trocamos ideia com o pessoal e tiramos o dia pra passear pela cidade. Sucre é linda! Arquitetura colonial, muitos mercados, museus, a Plaza 25 de Maio... Lugar realmente sensacional! Tem um museu bacana de conhecer em frente à Plaza 25 de Maio. Gostaria de poder ter ficado um pouco mais. Se tiver como, dedique um tempinho a Sucre. Ai estão algumas fotos de lá:

 

21041507386_1f252bb1b5_k.jpgIMG_20150723_173430408_HDR by Augusto Silva, no Flickr

 

21041518316_850855be12_k.jpgIMG_20150723_173545885_HDR by Augusto Silva, no Flickr

 

21068506165_1456a41bad_k.jpg052 by Augusto Silva, no Flickr

 

21068549655_9d4998eea4_k.jpg046 by Augusto Silva, no Flickr

 

20881820659_1c6af2ffbc_k.jpg038 by Augusto Silva, no Flickr

 

21058647392_5a7d71efcc_k.jpg033 by Augusto Silva, no Flickr

 

20880566460_2469b71fd9_k.jpg031 by Augusto Silva, no Flickr

 

21068703135_8fc0e1e11e_k.jpg025 by Augusto Silva, no Flickr

 

20447687433_a427f6aa83_k.jpg019 by Augusto Silva, no Flickr

 

21042556706_1463c36bc2_k.jpg015 by Augusto Silva, no Flickr

 

21068784645_da5fec8b08_k.jpg014 by Augusto Silva, no Flickr

 

20880907008_f90ca979a2_k.jpg010 by Augusto Silva, no Flickr

 

21068836565_16bfe1fb4b_k.jpg007 by Augusto Silva, no Flickr

 

Dada a hora do busão, eu e Grace fomos pro terminal. Tava um dia quente, mas como viajaríamos a noite eu muito esperto peguei 01 MOLETOM. Lembram da lista de roupas mega power motherfucker que eu tinha comprado na Decathlon? Pois é... Ficaram lá esquentando a mochila. Então:

 

DICA:O ônibus noturno de Sucre a Uyuni chega lá por volta de 5h da manhã. Faz frio pra cacete! Não, você não tá entendendo... Faz muito, muito, muito frio!!! Ainda mais no inverno. Me disseram que no dia fez -10 ou -15ºC. Pra um caboco do interior de minas acostumado com o solão de raxar mamona, isso ai é brabo viu?! Mas deixemos isso pra depois.

 

A viagem foi bem tranquila, ônibus bom. Ai me deparei pela primeira vez com uma cena bem comum nas viagens de ônibus pela Bolívia: El baño! Cara, não importa o quão caro você pague, NUNCA TEM BANHEIRO DISPONÍVEL NO BUSÃO!!! Eles param no meio do nada pra galera aliviar ali mesmo. E o povo não tá nem ai, já vão descendo, as mulheres abaixando e levantando a saia, tem até uns corajosos que cortam o rabo do macaco por lá mesmo! ::lol4::

 

Eu apaguei durante quase todo o trajeto, mas pude perceber que foi no mínimo arriscado hahaha De vez enquando a gente acordava com uns arrancos, olhava pela janela e via que o busão estava andando no meio do nada!!! A rota alternativa que eles fizeram era pelo meio de um deserto, sem pista, passando dentro de uns córregos, mas no final deu certo!!! Agora, era só esperar a chegada em Uyuni!

 

GASTOS

 

Taxi Aeroporto - Centro: Bs.30 (Dividido com Joaquim)

Taxi para Terminal: Bs.5 => Bs.20

Travellerts Guest House: Bs.35 (Bs.30 por dormir no frio hahaha)

Bar: Bs.15

Boate: Bs.40

Blusa de Alpaca: Bs.100

Gorros: 3 por Bs.65

Passagem para Uyuni: Bs.180 (Por causa do bloqueio. Geralmente é uns Bs.80)

Museu: Bs.15

Almoço no mercado: Bs.12

Frutas: Bs.20

Link para o post
Compartilhar em outros sites

  • Respostas 134
  • Criado
  • Última resposta

Mais Ativos no Tópico

  • Membros
Termina de postar tudo antes de domingo pfvvv ::otemo:: mas adiantando, vc fez o câmbio do dolar para as outras moedas em quais casas de câmbio?

carolina.moll desculpa a demora! Em qualquer lugar que você for, só perguntar onde tem uma casa de câmbio, nem anotei nome. Geralmente ficam perto da Plaza de Armas. A dica que dou é nunca trocar em aeroportos ou no primeiro lugar que achar. Ah, dependendo, dá pra negociar alguns centavos no câmbio.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

Uyuni - 1º Dia

 

Primeiramente, foi mal a demora!!! O semestre começou, teve Intermed, e eu acabei demorando pra postar sobre uma das partes mais SENSACIONAIS dessa viagem: O tour de 3 dias saindo de Uyuni e passando por lugares que você simplesmente não imagina. Não importa quantas fotos você veja, nenhuma consegue captar a essência de todos os lugares maravilhosos pelos quais você vai passar.

 

Então, eu parei contando da chegada em Uyuni né? Pois é, depois de uma noite viajando no meio do nada, chegamos. Chegamos no MEIO DA CIDADE. Chegamos 5h DA MANHÃ. Eu pensei que o cara tinha errado o caminho e chegado no Alasca, mas não, estávamos no lugar certo. ::Cold::

 

Ai foi a primeira vez do dia que eu aprendi a lição: CONFIE NO QUE VOCÊ LER POR AQUI. hahahaha Disseram que era frio, frio, frio, bem frio, frio pra car****. Então, é. Pelo menos pra mim e pra 99% dos seres humanos normais, incluindo pessoas de partes nada tropicais da Europa.

 

Descemos trincando de frio, e a cidade deserta. Só com aquele bando de gente que tinha acabado de descer. Eu e a Grace colamos com um francês que eu não lembro o nome, muito gente boa. O meu plano era encontrar algum lugar aberto e ficar de boa até as agências abrirem, mas a temperatura me fez mudar de ideia. O cara disse que sabia de um Hostel barato, então pegamos um taxi (que ele fez questão de pagar ::otemo:: ) e fomos lá. NADA, hostel lotado.

 

Ai começou a peregrinação em busca de um lugar pra ficarmos, e foi a segunda vez do dia que eu aprendi a lição: CONFIE NO QUE VOCÊ LER POR AQUI. Lembra que eu tinha comprado umas botas de trilha? Então, em vários relatos a galera fala: use as botas um tempo antes da viagem pra amaciar. Eu coloquei no pé uma vez e achei muito confortáveis, pensei, nó que povo fresco. Meu amigo... O negócio entrou em modo de destruição. Começou a apertar meus dedim dos dois pés.

 

Bixo, que tortura. Juntou isso, o frio e mais uns 40 minutos de caminhada batendo de porta em porta, encontramos um HOTEL de Bs.100!!! Lembrando que eu tinha acabado de pagar Bs.30 em Sucre. Eu paguei sorrindo, porque paguei pela sobrevivência hahaha

Então:

 

DICA:

Principalmente se você for no inverno, reserve um hostel em Uyuni ou tenha em mãos o endereço de um restaurante ou lanchonete que esteja aberta bem cedo, caso contrário, se prepara ::Cold::::Cold::::Cold::

 

Quando eu entrei no lugar que o frio parou de arder, eu quase chorei de emoção. Meus pés estavam me matando, e olha que eu não sou de frescura. Quando fui tomar banho, e finalmente tirei aquela bota carnívora, os dedim dos meus dois pés estavam completamente BRANCOS. Eu simplesmente não sentia. Pensei: Vai cair!!! Vou perder meus dedim, nem cotoco vai sobrar :cry:

Mas depois de uma bela choveirada de quase 1h, eles deram sinal de vida. Desci pra tomar café da manhã e sair pra fechar o tour do Salar. Grace ia aproveitar o dia pra descansar no Hotel, porque estava terminando sua viagem. Sai sozinho sem muita direção. Tinha em mente o nome de alguns lugares como referência, mas, a partir do momento em que você pisa na rua das agências a galera vem louca em cima de você oferecendo pacotes. Então filhão, negocie.

 

Nessa dos preços eu tive bastante sorte, pra compensar o azar de ter que pagar Bs.100 no Hotel. Eu estava na Esmeralda Tours olhando os preços e, no prazo que a mulher foi ligar pro chede dela, uma mulher da Ripley Tours veio falar comigo. Ai eu comecei a usar meu o arsenal de pobreza:

 

"Sou brasileiro, não sou europeu. Eles tem dinheiro, você sabe, eu não."

"Sou estudante e tenho pouco dinheiro, é meu sonho fazer esse tour mas não tenho condições de pagar esse preço."

"O preço tá bom e você é muito simpática, mas preciso de dinheiro para comprar comida e água também."

 

Juntou a mendicância e o fato de faltar só uma pessoa pra fechar o carro da empresa, eu consegui fechar por Bs.650 o tour completo mais o transfer para San Pedro de Atacama. Ai eu fui lá na mulher da Esmeralda agradecer é, e perguntei pra ela sobre a empresa. Ela foi muito simpática e disse que, independente da empresa que eu fosse fechar, deveria olhar se o transporte e o guia eram da própria empresa ou terceirizados. Todas as empresas oferecem serviço similar, mas esse fato te garante mais segurança e confiabilidade porque tem um controle direto da qualidade de ambos.

 

Então, comprei um galão de água, uns paranaué pra comer e pronto: Era só esperar pra conhecer as outras 5 pessoas que me fariam companhia nos próximos 3 dias. E oh, eu não poderia ter dado mais sorte!!! Conheci Guy (Israel/EUA), Dafna (Israel/EUA), Hilde (Inglaterra), François (França) e Djoo (Coreia/França). Que galera sensacional. No começo fica todo mundo meio tímido, claro, mas depois todo mundo foi se entrosando e acabou sendo muito ruim ter que ir embora no terceiro dia, já que só eu ia para San Pedro.

 

DICA:

Não seja chato. Você vai conviver de perto por 3 dias com pessoas de culturas diferentes, hábitos diferentes... Procure ser aberto, se interessar por conhecer a galera e não ficar caçando picuinha do tipo lugar pra sentar no carro.

 

Saimos de Uyuni 11h, e o primeiro lugar que passamos foi o Cemitério de Trens. É colado em Uyuni, e ficamos lá rapidinho, só pra fazer umas fotos mesmo. Ai vão algumas:

 

 

20886308858_c7e952fbea_k.jpgIMG_20150725_112457505-01 by Augusto Silva, no Flickr

 

21058434212_62e27e627c_k.jpg063 by Augusto Silva, no Flickr

 

21058420502_376b286100_k.jpg065 by Augusto Silva, no Flickr

 

20886294338_b23a30b46f_k.jpgIMG_20150725_113354698-01 by Augusto Silva, no Flickr

 

20886141540_edfa0e8164_k.jpgIMG_20150725_112155061-01 by Augusto Silva, no Flickr

 

20886308858_c7e952fbea_k.jpgIMG_20150725_112457505-01 by Augusto Silva, no Flickr

 

20453144583_eb7b3d8ab4_k.jpgIMG_20150725_112739350-01 by Augusto Silva, no Flickr

 

 

Saindo do Cemitério de Trens, partimos para o Salar. Antes passamos em uma vilazinha onde vendem artesanato, mas eu só comprei uma cerva porque lá os preços eram bem salgados. É um trechinho meio demorado, mas, de repente, vai ficando tudo branco. Cara, é um trem de doido!!! ::hahaha:: O primeiro lugar que fomos foi onde fica a estátua do Dakar e o quiosque onde almoçamos. Tirei algumas fotos e fomos almoçar. O papo tava tão massa que perdemos a noção do tempo, e quando vi, o guia já chegou chamando pra ir, então nem tirei foto com as bandeiras :cry: Mas não me arrependo. Aquele arroz com frango trocando ideia com 5 pessoas de culturas completamente diferentes valeu muito mais que uma das inúmeras fotinhas clichês da viagem. Claro que você não pode perder todas, mas:

 

DICA:

Aproveite o momento. Não jogue fora uma boa conversa ou deixe de aproveitar a vibe de um lugar pra tirar 3424523452 fotos e selfies.

 

 

21074197305_75ee492176_k.jpgIMG_20150725_125844588-01 by Augusto Silva, no Flickr

 

21081842751_b449bc7410_k.jpgIMG_20150726_093715-01 by Augusto Silva, no Flickr

 

 

Dai fomos pra Isla del Pescado. É uma formação rochosa com uns cactus gigantes malucos!!! Você pode pagar Bs.30 pra subir. Ou, como fizemos, ficar de boa lá em baixo, dar uma volta e tirar fotos por lá mesmo. Ai vão algumas:

 

 

21099613719_deecbf4331_k.jpgIMG_20150725_155224683_HDR by Augusto Silva, no Flickr

 

21098387160_c2752417ce_k.jpgIMG_20150725_155641748_HDR by Augusto Silva, no Flickr

 

20663777644_6ecc8f68ba_k.jpgIMG_20150725_155647445_HDR by Augusto Silva, no Flickr

 

21260207716_23569c067c_k.jpgIMG_20150725_160022888_HDR by Augusto Silva, no Flickr

 

21275881482_c22ab4229e_k.jpgIMG_20150725_160027388_HDR by Augusto Silva, no Flickr

 

21260196066_a32587dc8b_k.jpgIMG_20150725_160042624_HDR by Augusto Silva, no Flickr

 

20665321043_60fa4497b3_k.jpgIMG_20150725_161433651 by Augusto Silva, no Flickr

 

21275919052_937960a847_k.jpgIMG_20150725_152519321 by Augusto Silva, no Flickr

 

21294687981_88d42d87d4_k.jpgIMG_20150725_150918028 by Augusto Silva, no Flickr

 

21098696208_7e132e6a60_k.jpgIMG_20150725_150653991 by Augusto Silva, no Flickr

 

21098554478_2f4b4d5ce8_k.jpgIMG_20150725_160151242_HDR by Augusto Silva, no Flickr

 

 

Depois nosso guia, Stanley, nos levou a um lugar mais isolado pra tirarmos as fotos clássicas. Eu, particularmente, não tirei as fotinhas em perspectiva porque além de preferir fotos de natureza, ah nem, dá muito trabalho haha

Como eu disse, nenhuma foto consegue captar a essência daquele lugar. Bixo, é uma energia esquisita!!! Você contempla aquela imensidão, ouve aquele branco, vê aquele silêncio, e por um momento nenhum pensamento passa pela sua mente. Você só está ali. Pronto. É uma vibe muito doida.

 

 

21098232670_3c7b502f21_k.jpgIMG_20150725_154214949 by Augusto Silva, no Flickr

 

21098534438_4e0ca25e55_k.jpgIMG_20150725_162331258_HDR by Augusto Silva, no Flickr

 

20665306713_0917720d9c_k.jpgIMG_20150725_163221928 by Augusto Silva, no Flickr

 

21275831822_830966e735_k.jpgIMG_20150725_163654948 by Augusto Silva, no Flickr

 

21099529429_53a8d13ec7_k.jpgIMG_20150725_165038607 by Augusto Silva, no Flickr

 

20663707174_107556ccdb_k.jpgIMG_20150725_171712761 by Augusto Silva, no Flickr

 

21275813362_aff616b1af_k.jpgIMG_20150725_171750072 by Augusto Silva, no Flickr

 

 

Depois disso, no finalzinho da tarde partimos pro hostel. Ai né, troquei ideia com a galera: Vamo pedir pro guia pra gente ver o por do sol no salar!!! Fui trocar ideia com o cara, ele falou que era complicado porque depois ia ficar muito escuro pra voltar, a gente podia se perder... :cry: Deu uma badzinha. Ai, uns 20 min depois o carro vai diminuindo e paramos. No finalzinho da tarde. Pensamos nooooohhh Stanley (guia) é gente boa de mais! Parou meeesmo pra gente ver o por do sol!!! ::hahaha::

Fizemos mais umas fotos massa:

 

 

21294490881_555f39b337_k.jpgIMG_20150725_174348654 by Augusto Silva, no Flickr

 

21099465989_711e2f87a3_k.jpgIMG_20150725_174712848 by Augusto Silva, no Flickr

 

20665227653_11bc1e68d8_k.jpgIMG_20150725_175344929 by Augusto Silva, no Flickr

 

21286336545_6a6d10417e_k.jpgIMG_20150725_175906138 by Augusto Silva, no Flickr

 

 

Tamo lá né, ai, para outro carro. A gente pensou, uai, chegou mais gente pra ver o por do sol? Quando foi cair a ficha, por do sol é o caramba, o carro tinha era enguiçado no meio do nada hahahaha

Sem maiores problemas :D mas sem por do sol :( voltamos e seguimos caminho para o hostel.

 

 

20665240623_9c7cd22a14_k.jpgIMG_20150725_174602723 by Augusto Silva, no Flickr

 

21275780662_efb80123f0_k.jpgIMG_20150725_174418033_HDR by Augusto Silva, no Flickr

 

 

A primeira noite você fica em um Hostel de Sal. É muito legal. Cada agência tem uma mesa lá, onde chega a broca. Tem um café da tarde e uma jantinha sucesso. No começo, a Hilde chegou com um baralho maluco querendo que todo mundo jogasse um tal de Monópole, um jogo maluco. O timing dela não tava muito bom hahaha E as regras do jogo não ajudavam, então ela foi guardar o baralho meio grilada haha Ai o Guy apareceu com um jogo de baralho normal mais simples e bem legal chamado Yaniv. Eu perdia sempre porque sou bem azarado e são sou muito bom em contas ::putz:: hahaha

 

 

21098236210_26ed3faa8f_k.jpgIMG_20150725_212400691 by Augusto Silva, no Flickr

 

 

Jogamos e rimos bastante. Depois conheci duas brasileiras que estavam lá ensinando português pra duas gringas muito gente boa também. Não fomos dormir muito tarde porque tava todo mundo quebrado. No outro dia sairíamos cedo pra conhecer as Lagunas, uma das partes que eu mais gostei!!!

 

GASTOS

Hotel: Bs.100 - Não morrer de hipotermia: Não tem preço hahaha

Tour Salar: Bs.650 (Transporte, alimentação, hospedagem, Transfer para SPA)

Comida: Bs.30

Entrada Isla del Pescado: Bs.30 (Opcional)

 

Vou tentar postar com mais frequência!

Grande abraço!!!

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros
Mano... só li o comecinho e já estou "me mijando" de rir... ahahahahahaa!!

Que baita aventura, e o bom é que foi recente, vai me atualizar demais dos valores!

 

Vou em Outubro, continua ae pra eu fechar meu roteiro, ehehehe!!

Ele é o mesmo, mas com mais dias em algumas cidades!

 

hahaha cê vai ver, pe bão de mais marcio_yakuza! Vou tentar postar sempre que possível!

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros
Mano... só li o comecinho e já estou "me mijando" de rir... ahahahahahaa!!

Que baita aventura, e o bom é que foi recente, vai me atualizar demais dos valores!

 

Vou em Outubro, continua ae pra eu fechar meu roteiro, ehehehe!!

Ele é o mesmo, mas com mais dias em algumas cidades!

 

hahaha cê vai ver, pe bão de mais marcio_yakuza! Vou tentar postar sempre que possível!

 

Tranquilo maninho, já ajudou demais até agora... fora que viajei junto contigo só de ler o roteiro, hahahaha!!

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

2º Dia Uyuni

 

Pulamos cedo da cama e saimos. O segundo dia é dedicado a visitar lagunas, miradores e paisagens desérticas que, pra mim, estão entre as coisas mais lindas que eu já vi!!! Há quem diga que é cansativo porque demora em média 1 ou 2h entre um lugar e outro, mas, como no nosso carro a galera era muito gente boa e com bom gosto musical, isso não foi problema.

 

DICA

Monte uma playlist de viagem massa, que você curta. O guia sempre coloca um sonzão, então é muito legal ter na agulha uma seleção de musicas que tornem cada momento o mais sensacional possível!

 

Sobre esse dia, não há muito o que falar, as fotos tentam passar um pouco da essência dos lugares que visitamos. A primeira parada é em um trilho de trem, que, no nosso caso estava passando. Então deu tempo de alguns, como o François ai, fazerem umas fotos suicida hahaha

 

 

20826198893_411bda2871_k.jpgIMG_20150726_085939363_HDR by Augusto Silva, no Flickr

 

21436332652_cd876fcd86_k.jpgIMG_20150726_090050808_HDR by Augusto Silva, no Flickr

 

21260376259_b474d8d125_k.jpgIMG_20150726_090227368 by Augusto Silva, no Flickr

 

21259367589_94426fc7ed_k.jpgIMG_20150726_090328127 by Augusto Silva, no Flickr

 

21420035986_03a4a11a4a_h.jpgIMG_20150726_090415010 by Augusto Silva, no Flickr

 

 

 

Depois, fomos pra um lugar muito doido! É um mirador, com formações rochosas e paisagem desértica típica, de onde você vê montanhas pra onde olha. Ai eu já tava igual menino pequeno, correndo pra lá e pra cá pra tirar fotos hahaha Nesse momento eu percebi o quando eu gostaria de ter uma câmera boa! Mas meu Moto G até que quebrou o galho. Ai estão algumas:

 

 

20825165673_a3e69e451d_b.jpgIMG_20150726_101006423 by Augusto Silva, no Flickr

 

21420962826_1afaabe7d3_k.jpgIMG_20150726_101659932 by Augusto Silva, no Flickr

 

20826089123_72828dd733_k.jpgIMG_20150726_101720180 by Augusto Silva, no Flickr

 

21420032976_aab24580cf_b.jpgIMG_20150726_101748191 by Augusto Silva, no Flickr

 

21259105120_ded2d7766c_k.jpgIMG_20150726_102141766 by Augusto Silva, no Flickr

 

21259087480_951af5d279_k.jpgIMG_20150726_102508610 by Augusto Silva, no Flickr

 

21259280898_57875677b6_k.jpgIMG_20150726_103731384 by Augusto Silva, no Flickr

 

21455578331_0fddabf2c5_k.jpgIMG_20150726_104322628 by Augusto Silva, no Flickr

 

21436104012_5ce92bdcbc_k.jpgIMG_20150726_104356099 by Augusto Silva, no Flickr

 

20825928313_30687e7b97_k.jpgIMG_20150726_104506123 by Augusto Silva, no Flickr

 

21420777196_844e89c430_k.jpgIMG_20150726_104539446 by Augusto Silva, no Flickr

 

21259171468_89f8d2b451_k.jpgIMG_20150726_104546397 by Augusto Silva, no Flickr

 

21435991512_26efd42d35_k.jpgIMG_20150726_104937545 by Augusto Silva, no Flickr

 

21259120898_c39e8d31cc_k.jpgIMG_20150726_104942708 by Augusto Silva, no Flickr

 

 

 

Visitamos então as lagunas. A primeira faz um contraste sensacional com a montanha ao fundo, e a segunda estava CONGELADA!!! hahahaha Quem ficou correndo e deslizando em cima da lagoa congelada igual um retardado??? ::otemo:: Quando é que eu pensei que ia ver um trem desse?! Massa de mais!!!

 

21259087368_74e752d648_k.jpgIMG_20150726_113407416 by Augusto Silva, no Flickr

 

21454763161_42d0e332b7_b.jpgIMG_20150726_113525249 by Augusto Silva, no Flickr

 

21259996109_62bf5a74e4_k.jpgIMG_20150726_113633072 by Augusto Silva, no Flickr

 

21435915482_14e43fca45_k.jpgIMG_20150726_113843207 by Augusto Silva, no Flickr

 

20823564984_bb748e4061_h.jpgIMG_20150726_114228708 by Augusto Silva, no Flickr

 

 

A laguna que estava congelada ai:

 

 

20824136374_1481c25cbd_k.jpgIMG_20150726_122000591 by Augusto Silva, no Flickr

 

20824132514_ea740660d4_k.jpgIMG_20150726_122003988 by Augusto Silva, no Flickr

 

21259892159_e67c52eb87_k.jpgIMG_20150726_122255438 by Augusto Silva, no Flickr

 

21258943328_11147088b3_k.jpgIMG_20150726_122341353 by Augusto Silva, no Flickr

 

Ai o menino pequeno correndo hahaha (Clicar pra dar play)

 

21260695309_cae11eac8d_b.jpgVID_20150726_122135955 by Augusto Silva, no Flickr

 

Depois paramos em uma outra laguna para o almoço. Comidinha simples e boa!! Mais algumas fotos, uma tentativa frustrada de subir um morro por causa da altitude hahaha

 

21435750342_665038a000_k.jpgIMG_20150726_131039748 by Augusto Silva, no Flickr

 

21258882218_d102d3f595_k.jpgIMG_20150726_131041108 by Augusto Silva, no Flickr

 

21420019666_06f485703c_k.jpgIMG_20150726_130946658 by Augusto Silva, no Flickr

 

21259864249_4c899c5c56_k.jpgIMG_20150726_125657610 by Augusto Silva, no Flickr

 

Oh o Djoo ai, figuraça. Dispneia aos grandes esforços hahaha Parece fácil subir esse morro né?? Pois eh, vai lá hahaha

 

21420469466_18fee7c1d2_k.jpgIMG_20150726_134208523 by Augusto Silva, no Flickr

 

Seguimos viagem para um dos pontos conhecidos também: A arbol de piedra. É uma rocha no formado de uma árvore, que fica em uma paisagem desértica também, mas completamente diferente, já com o solo arenoso. Bem legal. Quando chegamos, uma galera juntou em volta do negócio pra tirar foto, faziam até fila. Eu olhei pra aquilo, olhei pra umas pedras altas e pensei: Esperar esse bando de gente pra tirar foto com o negócio, ou ser Tom Cruise por um dia??? AAhh muleque!!! Escalei aquele negócio me sentindo o máximo hahahaha

 

21258622390_8fd8745150_k.jpgIMG_20150726_143549016 by Augusto Silva, no Flickr

 

21435283462_8245296c59_b.jpgIMG_20150726_144413449 by Augusto Silva, no Flickr

 

21420408466_53b5b1e0c4_k.jpgIMG_20150726_144813167 by Augusto Silva, no Flickr

 

21258573940_af158d98fa_k.jpgIMG_20150726_144911840 by Augusto Silva, no Flickr

 

21420368986_5b6df91cc2_k.jpgIMG_20150726_145056015 by Augusto Silva, no Flickr

 

 

Lembra do que eu falei das músicas?? Então, cada hora a gente dava uma olhada no celular um do outro pra ver o que cada um tinha de bom, e, no meu cel tinha a fucking trilha sonora do Into The Wild. Cara, não tem lógica. Foi um momento indescritível, a gente cruzando o deserto e passando por paisagens incríveis, ouvindo Eddie Vadder, todo mundo em silêncio nessa hora. Foi uma vibe inexplicável!!! Ai a galera testando os pen drives hahaha (Clicar pra dar play)

 

21260787439_fe1ec76d56_b.jpgVID_20150726_083108373 by Augusto Silva, no Flickr

 

21447781595_8de4673a11_b.jpgVID_20150726_082636374 by Augusto Silva, no Flickr

 

21447891745_1ea054d0dc_b.jpgVID_20150726_082431074 by Augusto Silva, no Flickr

 

O último lugar em que passamos nesse dia é a Laguna Colorada. Lá você precisa pagar uma entrada de Bs.150, porque o lugar faz parte da Reserva Nacional da Fauna e Flora Andina.

 

DICA:

Se você for pra San Pedro de Atacama, guarde o papel que você receber na entrada da Laguna Colorada porque o guia vai precisar dele na fronteira.

 

O lugar é muito massa!!! Nessa hora eu quis, novamente, ter uma câmera boa. A laguna é cheia de Flamingos, mas pergunta se os motherfuckers ficam perto da margem?? Eu chegava devagarinho, a cada passo que eu dava pra tirar uma foto massa, os bixos me davam uma olhadinha marota e iam lá pro meio. Não consegui uma foto boa daqueles flamingos vagabundos. hahahaa

Achei uma pena rosa, que ia guardar, mas a Dafna pirou tanto na pena que eu dei pra ela hahaha

 

20825478023_8207921af5_k.jpgIMG_20150726_154943607 by Augusto Silva, no Flickr

 

21259660799_03621bd73e_k.jpgIMG_20150726_155002191 by Augusto Silva, no Flickr

 

21258188190_07d5e02b42_h.jpgIMG_20150726_155306759 by Augusto Silva, no Flickr

 

21258475820_3d1e2fa5df_k.jpgIMG_20150726_155647019 by Augusto Silva, no Flickr

 

Tiii ti ti ti ti tiii, vem caaaa demoooniooo!!!

 

21435558092_47adc54aad_k.jpgIMG_20150726_155843901 by Augusto Silva, no Flickr

 

20823812814_117574b7f7_k.jpgIMG_20150726_160011569 by Augusto Silva, no Flickr

 

21435497482_f24dd7e54c_k.jpgIMG_20150726_161954028 by Augusto Silva, no Flickr

 

20823745874_7dd74693e1_k.jpgIMG_20150726_162406648_HDR by Augusto Silva, no Flickr

 

21258372740_561f9c6516_k.jpgIMG_20150726_162459871 by Augusto Silva, no Flickr

 

21454847121_5f6308908f_k.jpgIMG_20150726_163131389 by Augusto Silva, no Flickr

 

20825191613_ed465935a4_k.jpgIMG_20150726_164824128_HDR by Augusto Silva, no Flickr

 

20825138773_4abfa64d91_k.jpgIMG_20150726_165839564 by Augusto Silva, no Flickr

 

 

No final do dia fomos pro hostel. Lá era o mesmo esquema, várias agências, uma mesa por grupo. Encontramos as brasileiras de novo. A gente trocava ideia, e elas falavam: Senta aqui com a gente, eu sei que ce quer ficar aqui, a gente é mais animado, mais legal!!! Elas estavam duas garrafas de vinho na nossa frente, então... hahaha Eu ficava um pouco em cada mesa, meu grupo me enchendo o saco chamando de traira, e o que estavam os brasileiros falando que eu queria era estar lá. Algumas garrafas de vinho a mais e um Licor de Coca que eu comprei, a gente acabou juntando as mesas e virou uma festa só. Foi muito massa!!!

 

DICA

O segundo dia é o mais frio do passeio. Alugue um Saco de Dormir, ajuda muito e não é muito caro. Eu não tinha alugado no começo porque nem sabia, mas os guias sempre levam um pra cada, e te avisam que é melhor usar.

 

Não sei se foi o saco de dormir, o dramin ou a cachaça braba da noite, só sei que apaguei! Dormi muito bem!

No outro dia acordamos cedaasso, saimos umas 5 e pouca da manha, pro terceiro dia do tour, que eu conto mais pra frente!

 

GASTOS

Entrada no Parque Nacional da Fauna e Flora Andina (Obrigatório): Bs.150

Saco de dormir: Bs.20 ou Bs.30, não lembro direito.

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

×
×
  • Criar Novo...