Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

MOCHILÃO POBRÃO!!! Bolívia, Chile e Peru (JUL/AGO 2015)


Posts Recomendados

  • Membros
Maravilha teu relato. Bem detalhado e divertido. Tenho uma rota igualzinha a sua, porém saindo de Cuiabá.

Tô aqui na expectativa de ida e acompanhando sua experiência, principalmente qnto aos perrengue e aos custos kkk. Abraço.

 

Que bom que tá gostando brunoms1 haha A expectativa é bom de mais! Tomara que dê tudo certo!!! Pode contar comigo no que der pra ajudar :D

 

Curtindo muito essas fotos. Acabei de fazer esse mochilão e ainda tô no pós-Salar me recuperando de tanta beleza hahaha. Ano que vem volto pra conhecer o Atacama \o

 

Massa de mais né maicon.amarante?? Vale a pena ir no Atacama com calma e com grana pra conhecer tudo, ainda quero voltar!

 

Hahahahahhahahahahha que relato mais top. Dei muita risada. Espero que minha ida seja de fiesta como essa sua. Bom demais ter essas histórias para contar

 

Frann Leodoro hahaha que bom que tá curtindo! Se vc tiver na vibe, com certeza vai ser! :D

Link para o post
Compartilhar em outros sites

  • Respostas 134
  • Criado
  • Última resposta

Mais Ativos no Tópico

  • Membros

San Pedro de Atacama - 2º Dia

 

Acordamos não tão cedo no outro dia, até porque ninguém é de ferro, e o pisco bate pesaado! hahaha Juntamos uma turma que tava no modo POBRÃO e tivemos um dia excelente conhecendo um pouco do Atacama da maneira mais barata e gostosa: de Bike!

 

Saimos pouco depois do almoço, cada um com sua comida de república. Eu, Max, Andres, Elisa, Aisha, Henrique e Sebastian alugamos as bikes, Juan Pablo não precisou, porque, lembram? Ele voltou bêbado pro hostel no dia anterior, inexplicavelmente, de bicicleta.

 

DICA:

Mesmo se você está com grana para fazer todos os passeios tradicionais do Atacama, se puder, separe um dia pra andar de bike por lá. É SENSACIONAL!!!

 

O pessoal de Santiago tinha ido a San Pedro há alguns anos, então eles conheciam um pouco do lugar. Pouco depois da saída da cidade ficam as ruínas de Pukara de Quitor. A ideia inicial era irmos para a Garganta del Diablo, então só o Sebastian e o Henrique subiram nas ruinas. O resto do grupo foi num lugar muito massa: Um hotel top que está em construção! Mas não é um hotel hotel... É um fucking power resort no meio do fucking Atacama!!! Os chilenos conversaram lá na entrada, ai deixaram a gente entrar e conhecer o lugar.

 

 

21081640521_d81d9cef9e_b.jpgreceived_10155909784945603-01 by Augusto Silva, no Flickr

 

 

21584508536_a410f98bf8_k.jpgIMG_20150728_135922894 by Augusto Silva, no Flickr

 

20988310024_78329c1327_k.jpgIMG_20150728_134927273 by Augusto Silva, no Flickr

 

21599768082_d798bcc799_k.jpgIMG_20150728_134212272 by Augusto Silva, no Flickr

 

21619595651_75b3fe7498_k.jpgIMG_20150728_135021113 by Augusto Silva, no Flickr

 

 

Lá foi a primeira vez que eu vi, de longe, o xodó dos Andes!!! Mal sabia eu que mais tarde ficaria cara a cara com essas motherfuckers peludas!!!

 

21423228608_e9d8d133b9_k.jpgIMG_20150728_140902090 by Augusto Silva, no Flickr

 

 

Depois, fomos nos encontrar com Henrique e Sebastian na entrada das ruínas.

 

21715841085_76e56889dd_b.jpg11846082_10155909784895603_700570893_n by Augusto Silva, no Flickr

 

 

De lá, pedalamos mais um pouco e chegamos numa gruta! Teoricamente não podia entrar lá por ser perigoso, você não enxergar praticamente nada, ser meio difícil de andar... Mas Max e Andres foram e falaram que lá tinha uma clareira (não sei se é uma clareira, mas vou falar assim por falta de léxico) que valia a pena conhecer. Essa galera de Santiago tinham uma energia muito legal, eles são amigos de infância e tinham feito essa viagem há anos atras.

 

Só eu e os dois animamos peitar a gruta e chegar até o final. Realmente valia a pena, apesar da dificulade!

 

21611100205_1b20e1fde9_k.jpgIMG_20150728_144620313 by Augusto Silva, no Flickr

 

Olha o buraco de tatu que dá pra clareira:

 

21423009610_e39f5ba201_k.jpgIMG_20150728_145411109 by Augusto Silva, no Flickr

 

21423204518_27052f8d68_k.jpgIMG_20150728_145408388 by Augusto Silva, no Flickr

 

20886260458_59bc658719_h.jpgIMG_20150728_145451508-01 by Augusto Silva, no Flickr

 

Na saída da gruta, conhecemos dois mineiros, Luiz e Flávio, que também estavam procurando a Garganta del Diablo. Eles não representaram os brazuca!!! Arregaram na gruta, e não conseguiram chegar ao final. Saindo de lá, colaram com a gente!

 

Ai, começamos a pedalar. Pedalar, pedalar, pedalar.. Cara, é muuito massa!!! Você passa por lugares muito bonitos, aquela paisagem árida... Não tem como descrever, e as fotos também não conseguem captar a beleza do lugar. A gente até tenta:

 

21081641451_43d62c06e8_b.jpgreceived_10155909784695603-02 by Augusto Silva, no Flickr

 

21584822966_a0de12b8fb_k.jpgIMG_20150728_155017705 by Augusto Silva, no Flickr

 

21424088229_05b8d56ba7_k.jpgIMG_20150728_155013114 by Augusto Silva, no Flickr

 

21422927570_44813695f5_h.jpgIMG_20150728_163718487 by Augusto Silva, no Flickr

 

20988153314_1ba67755bb_h.jpgIMG_20150728_163659968_HDR by Augusto Silva, no Flickr

 

 

Ai alguns videozinhos do passeio de bike - Detalhe na dispneia do "atleta" haha (Clicar pra dar play):

 

21097424713_ea3d448f4d_b.jpgVID_20150729_125544655 by Augusto Silva, no Flickr

 

21097713823_cb72894419_b.jpgVID_20150728_154759056 by Augusto Silva, no Flickr

 

21530976308_2e59038f54_b.jpgVID_20150728_154502856 by Augusto Silva, no Flickr

 

Fomos pedalando com um mapa na mão, mas quem disse?! Pensa num povo que andou longe! Nada de achar a tal da Garganta del Diablo. Mas, fomos seguindo, tava muito gostoso o passeio. Lembra que eu falei como eu empolguei com a Lhama do hotel?! Ces não acreditam que a gente encontrou um curral cheio delas?! Lhamas, ovelhas e cabritos! Pensa numa criança feliz!!!

 

21424077369_54e7cbc735_k.jpgIMG_20150728_160450600 by Augusto Silva, no Flickr

 

21423156088_9f1d96bc00_k.jpgIMG_20150728_160552919 by Augusto Silva, no Flickr

 

21584804286_f3f297bb20_k.jpgIMG_20150728_160609243 by Augusto Silva, no Flickr

 

21424058509_475266dc20_k.jpgIMG_20150728_160901667_HDR by Augusto Silva, no Flickr

 

21424040429_63d1075935_h.jpgIMG_20150728_161345485 by Augusto Silva, no Flickr

 

21047932446_a6096ab469_h.jpgIMG_20150728_161226192-01 by Augusto Silva, no Flickr

 

20885899820_53eb9a68a2_b.jpgreceived_10155909784870603-01 by Augusto Silva, no Flickr

 

 

Preciso nem falar que só nisso ai eu já ganhei o dia né?!

 

Depois de pedalar um pouco mais, percebemos que o lugar tava muito longe, e provavelmente tinhamos tomado o caminho errado. Resolvemos voltar e procurar. Na volta o Max e o Andres se desgarraram do grupo, e o restante de nós acabou encontrando o caminho certo. Ah, na entrada da Garganta del Diablo encontramos uma argentina que tinha ido pra "Fiesta" com a gente no dia anterior hahaha

 

Adentramos o lugar. É sensacional!!! Mas falo um negócio pro ces... A altitude pesa um pouco viu?! Eu tava exausto já, e lá tem trechos em que você pedala na areia.

 

21599554472_89d31bedd3_k.jpgIMG_20150728_173225133_HDR by Augusto Silva, no Flickr

 

21424005469_0b3abfa1c9_k.jpgIMG_20150728_165841040 by Augusto Silva, no Flickr

 

21095144464_8fe0f19389_b.jpg11855344_10155909784715603_1612494695_n by Augusto Silva, no Flickr

 

21529924430_c585bc2ec8_b.jpg11126433_10155909784820603_80343613_n by Augusto Silva, no Flickr

 

 

Tem um lance interessante sobre esse lugar. É enorme, tem várias possibilidades, então você segue de acordo com sua energia. Por exemplo: Aisha, Henrique e Sebastian resolveram subir não sei aonde, que um cara que passou por lá disse que era massa. Já o resto estava só o pó e a catinga, literalmente!!! Eu, Elisa, Juan Pablo e os dois mineiros arregamos bonito! A altitude pode ser bem cruel, ainda mais pra quem não tem costume de andar de bike, como eu.

 

Na volta, paramos pra ajudar dois alemães que tinham quebrado a corrente da bike. Ai oh, isso pode acontecer. Mas só porque tá anoitecendo e esfriando pra cacete, você no meio do nada com a bicicleta zuada, vai estressar e deixar aquilo estragar o dia?? Claro que não, vai fazer como os dois alemães, rir e seguir viagem.

 

Ah, uma coisa muito doida de lá é o céu!!!

 

20989777243_4491bf66c5_k.jpgIMG_20150728_182901982 by Augusto Silva, no Flickr

 

O grupo todo se reuniu no hostel a noite. Aisha, Henrique e Sebastian chegaram bem mais tarde porque ficaram perdidos!!!

 

DICA

Se for andar de bike, tenha o cuidado de voltar antes de anoitecer. Seu senso de direção pode não ser tão bom quanto dos meus companheiros e o seu dia terminar realmente mal.

 

Saimos pra comprar pisco e breja, e quando voltamos fomos pra cozinha fazer uma janta. Cara, esse momento foi muito legal. Lembra que eu falei que a galera sempre se reunia ou na varanda ou na cozinha? Nesse dia chegaram novas pessoas no hostel, a galera se conhecendo e rindo juntas...

 

21422867520_54fcf37587_k.jpgIMG_20150728_224000560 by Augusto Silva, no Flickr

 

Esse cara grandão ai de camisa branca é um australiano muito comédia!!! Não lembro o nome dele, mas ele é a encarnação do esteriótipo positivo de um australiano: All about party! hahahaha O cara carregava pra todo lado uma caixa de som, e, até onde eu lembro, ele tava sempre bebendo ou bebado.

 

Depois, sentamos na varanda pra beber e trocar ideia. 23:30 a mesma coisa: Silêncio. Saimos de lá já no grau e fomos caçar alguma coisa pra fazer. Encontramos um bar próximo, muito massa!!! Tinha um karaokê sucesso lá! E o australiano chegou no graaaau!!! A primeira providência do rapaz no bar foi beijar a garçonete hahaha Não sei se foi por isso, mas ela ficou fã da galera.

 

(Clicar para dar play)

 

21727929131_3951a3c05d_b.jpgVID_20150728_230214562 by Augusto Silva, no Flickr

 

 

Eu não me lembro exatamente por que, mas parte do nosso grupo foi expulso do bar ::mmm:

 

Lá de fora encontramos com três meninas de Santiago, mais algumas pessoas e, de repente, alguém surgiu com uma brilhante programação. Dou um guaraná mineiro e uma paçoca pra quem acertar!!!

 

FIESTAAA!!! hahaha

 

Sim, lá iriamos nós outra vez, andar a cidade inteira atrás de uma "fiesta". Chegamos a um lugar chamado Playa, na beira de um rio que passa por lá. Dessa vez nós participamos da fiesta, que na verdade era uma galera em volta de uma fogueira. Então, não sei se era o grau que eu tava, mas as coisas realmente não se conectavam nesse lugar. As pessoas eram muito aleatórias hahaha Tinha um artista circense frustrado que tentou a noite toda fazer um truque com argolas que não funcionava, tinha as mocinhas de Santiago, um cara com pinta de narcotraficante, uma galera local, alguns turistas... E tava massa! Conversamos, bebemos, faltou só um violãozim pra fechar um lual.

 

Na hora de ir embora, a peleja foi pra levantar o Sebastian. O cara não abriu a boca, o tempo todo. Quando fomos ir embora, ele mamaaado, contou porque tava tão contrariado: "Eeel viiiinoooo!!! Eeel viiinoooo!!!". Alguém aproveitou a bebura do rapaz, coitado. No meio do caminho ele virou pra algum espertinho e disse que queria beber vinho. O cara pegou o dinheiro dele e falou que ia levar o vinho depois ::putz::

 

Na volta, eu, Andres e Max fomos levar as santiaguinas pro hostel delas, que era longe, e tal...

 

Enfim, o segundo dia em San Pedro foi bike, pinga e foguete! Posso não ter conhecido as maravilhas turísticas do Atacama (DESSA VEZ) porque tava quebradasso, mas tive a oportunidade de fazer com que cada dia lá fosse muito top!!!

 

 

GASTOS

Aluguel bike: $6.000

Pisco + Coca (Piscola): Não lembro direito, mas em torno de $4.000 (Dividimos 2 garrafas de pisco, deu muita cachaça pra todo mundo, e saiu barato!)

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 2 semanas depois...
  • Membros

San Pedro de Atacama - 3º Dia

 

Foi mal a demora!!! As provas começaram a pegar no pé ::dãã2::ãã2::'>

 

O terceiro e último dia em San Pedro foi, como os demais, sensacional. Eu curti muito a vibe da cidade, do hostel e da galera que conheci lá, pra ir embora foi a mesma coisa de quando me separei do grupo do Salar.

 

DICA

Ressaca em altitude é castigo dobrado.

 

Depois da cachaça braba que tivemos na noite anterior, no outro dia todo mundo acordou tarde. Nesse dia, tive uma surpresa massa! Reencontrei com Aaron e o coreano que eu não lembro o nome, que conheci em Sucre! Eles tinham acabado de chegar em San Pedro e foram pro nosso hostel.

 

Eu tava com o tempo contado porque já tinha passagem comprada. Ia sair as 19h, se me lembro bem. O plano era visitarmos os Valle de la Luna e Valle de la Muerte. Do grupo que saimos, só eu, o Aaron e o Sebastian queriamos fazer o Sandboard. Como estavam todos quebrados, alugamos só uma prancha de Sandboard pra revesar. Depois do almoço partimos pro Valle de la Muerte.

A galera de Santiago não foi conosco porque o Max tinha perdido a carteira e o celular na "Fiesta" do dia anterior, então voltaram pra procurar.

 

(Clicar para dar play)

22058715275_9a94165632_b.jpgVID_20150729_131230425 by Augusto Silva, no Flickr

 

(Clicar para dar play)

22068527621_1d2212d71d_b.jpgVID_20150729_152558167 by Augusto Silva, no Flickr

 

(Clicar para dar play)

21437596133_c84eba211b_b.jpgVID_20150729_125823856 by Augusto Silva, no Flickr

 

 

21423008718_e1b85742db_k.jpgIMG_20150729_130346631 by Augusto Silva, no Flickr

 

21599491972_b2cf9d5b7f_k.jpgIMG_20150729_125951808 by Augusto Silva, no Flickr

 

20988036854_a30082f7e8_k.jpgIMG_20150729_130408004 by Augusto Silva, no Flickr

 

21422998348_1cfe369a95_k.jpgIMG_20150729_130412735 by Augusto Silva, no Flickr

 

 

Eu tive muita dificuldade esse dia por causa da ressaca. Jesus hahaha

 

O Valle de la Muerte é perto da cidade, bem de boa de chegar e a vista pela rodovia é sensacional. Pra chegar até a duna do Sandboard é uma subidinha leve, e alguns trechos de areia. Eu que tava de ressaca fiquei pra tras, junto com o coreano que era tabagista hahahaha Os dois com dispneia pesaaada

 

21610885545_13710ea23b_k.jpgIMG_20150729_131801310 by Augusto Silva, no Flickr

 

21422790770_15db8da7ff_k.jpgIMG_20150729_132005154 by Augusto Silva, no Flickr

 

21423887179_3910f900c3_k.jpgIMG_20150729_134043230 by Augusto Silva, no Flickr

 

21423877489_de69e536c7_k.jpgIMG_20150729_134622703 by Augusto Silva, no Flickr

 

21619574761_fcbdd22ea0_h.jpgIMG_20150729_143534222 by Augusto Silva, no Flickr

 

20989643353_bd9bbe3d92_k.jpgIMG_20150729_143602205 by Augusto Silva, no Flickr

 

21423843729_950568f921_k.jpgIMG_20150729_143605469 by Augusto Silva, no Flickr

 

21584576076_b28405b634_k.jpgIMG_20150729_143856389 by Augusto Silva, no Flickr

 

 

Quando você vai com aquela prancha nas costas, pensa que vai ficar descendo várias vezes, estilo profissional. Então, a duna é alta pra cacete, e não é nem um pouco fácil subir. Cansa viu padrim?! Os fatores cansaço e tempo fizeram com que cada um de nós só descesse uma vez, mas foi o suficiente hahaha

 

21599431762_c4f6435db1_k.jpgIMG_20150729_140552612 by Augusto Silva, no Flickr

 

21423853469_9cd489fe64_k.jpgIMG_20150729_140821183 by Augusto Silva, no Flickr

 

 

Pira na performance do garoto!!! (Clicar pra dar play):

 

22046242832_c1cdc8d570_b.jpgVID_20150729_144619343 by Augusto Silva, no Flickr

 

Eu depois de tanto capote, fiquei atolado na areia e a prancha chegou ao final só com um pé da bota hahaha

 

21422729050_ad2cf9afb7_k.jpgIMG_20150729_144805267 by Augusto Silva, no Flickr

 

Engraçado que depois eu fui descobrir que esse negócio é perigoso! Tinha uma menina com um olho roxo, e um instrutor que tava lá disse que outro dia um muleque quebrou os dentes em uma pedra. Felizmente eu só fiquei com areia até no meu cérebro por alguns dias.

 

Na volta, eu continuava sofrendo os efeitos da combinação ressaca + altitude. A galera ia para o Valle de la Luna pra ver o por do sol, mas disseram que era 16km. Eu morto e com o tempo, não dava. Preferi voltar pro Hostel pra tomar um banho, e tomar uma cerveja com a galera pra ir tranquilo.

 

Chegaram duas alemãs que também faziam Medicina, então tivermos um papo muito massa sobre as diferenças, preocupações, festas, histórias...

 

Como eu disse, é bem ruim se despedir de pessoas e de um lugar que você curtiu. Tava tomando minha breja e conversando com a galera, sempre olhando o relógio com pesar, mas, assim que deu a hora tive que vazar. Trocamos contatos, nos despedimos, mochila nas costas e viagem pra frente.

 

No terminal de ônibus encontrei com os dois brasileiros que eu tinha falado que ficaram 26h no busão de Santa Cruz a Sucre. Eles estavam com uma holandesa muito gente boa também. Esse ônibus era pra Arica, a cidade chilena mais próxima da fronteira com o Peru. Esse pessoal acabou ficando por lá. Arica é uma cidade de praia, pode ser uma boa ideia se você estiver com tempo e grana sobrando, mas, como não era o meu caso, eu fiz o deslocamento direto pra Arequipa.

 

Você pega o busão noturno pra Arica, chegando lá bem cedo do outro dia. De lá você tem que ir pra Tacna, já no Peru. Não compensa ir de ônibus, o Taxi não sai caro e é bem mais rápido pra fazer o procedimento de migração. Quando eu li os relatos por aqui pensei que fosse ser meio complicado essa parte, mas é tudo bem sossegado. Na viagem para Arica eu conheci Esme, uma holandesa muito gente fina e educada que estava indo pra Arequipa também, então seguimos juntos. O taxi te deixa no terminal de ônibus de Tacna, onde você compra a passagem pra Arequipa. É meio doido lá, quando chegamos e fomos olhar as passagens, um cara chegou pra gente e perguntou se estávamos indo pra Arequipa. Quando falamos que sim, o cara ficou louco, dizendo que tinha um ônibus saindo em 20 minutos, pra gente trocar um pouco de dólares e já ir. Levou a gente pra um terminal logo em frente, que, pelo que eu entendi, era de onde saiam os ônibus intermunicipais.

 

Vou ficar devendo o valor da passagem, mas não era cara. Eu ACHO que era $50 Soles, mas não tenho certeza. Isso pra um busão excelente, panorâmico, leito de verdade com poltronas top, ar condicionado... Pela distância, se você comparar com preços brasileiros é bem barato.

 

Sei que saimos 7h e pouco da manhã e fomos chegar em Arequipa umas 14h, 15h. Com aquela badzinha de despedida e o receio de lá não ser tão bom. Nem preciso comentar que, como da outra vez, fui surpreendido positivamente. Arequipa é SENSACIONAL!!!

Lá começava minha viagem pelo Peru. Mas deixa eu contar com calma...

 

GASTOS

Bike: $6.000 CLP

Prancha de Sandboard: $3.000 CLP

Passagem para Arica (19:30h): $13.500 CLP

Taxi para Tacna: $6.000 CLP

Ônibus Tacna-Arequipa: Não lembro direito, mas ACHO que era $50 Soles

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros
augustoosilva kd o resto do relato da viagem?????????????? posta o resto velho. Estou lendo seu relato super empolgado, já que ano q vem farei este roteiro. To me divertindo como se eu tivesse ido c vc hehehe.

To no aguardo, continue compartilhando sua experiência c a gente...

 

hahaha to postando doido! Pelo menos enquanto tá dando, meu semestre tá meio puxado, a partir de amanhã vou ter um tempo maior ai meto pau na máquina aqui pra nós! Que bom que tá curtindo, ce vai ver quando for, é bão de mais!

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

AREQUIPA

 

Fala galera! Mais uma vez, perdoem a demora ::mmm:

 

Vou contar um pouco como foi minha passagem por Arequipa. É a cidade mais linda que eu passei, com certeza. E eu tive sorte de estar lá na época da comemoração da Independência da Cidade, então a Plaza de Armas que já é linda, tava toda enfeitada, onde aconteceu um festival de poesia e música local que eu tive o privilégio de assistir. Mas, sem dúvida, o que mais me chamou atenção nessa cidade maravilhosa foram os vulcões. Cara, não tem lógica. Talvez porque são uma paisagem que a gente não tá acostumado, mas ver aquelas "montanhas" de vários pontos da cidade é algo que não se esquece.

 

Bom, quando eu e Esmee chegamos, pegamos um taxi pra ir pros hostels. A única reserva que eu fiz foi nos três Wild Roovers, pela fama. Só que o animal aqui fez as contas erradas e eu fiz todas as reservas pra um dia depois que eu chegava nas cidades, e fui percebendo isso toda vez que chegava nos Wild Roovers e eles diziam que a reserva era pro dia seguinte ::putz::

 

Então eu resolvi acompanhar a Esmee nesse dia. Ela tinha olhado pra ficar em um chamado Friendly Hostel, só que o taxista entendeu Flying Dog hahaha Rapaz, e era barato o trem! Hostel bem localizado, boa estrutura, barato, com café da manhã... Resolvemos ficar por lá.

 

Esmee e eu saimos pra comer alguma coisa, e ela sugeriu um restaurante de comida Turca. Pensei, uai, não conheço né, vamo ver de qualé que é esses trem diferente. Não vi muita graça não viu?! Ainda mais que as sugestões de pratos dela, que eu segui por não conhecer, era só salada, uns pãozim, umas almôndega e um trem verde frito. Mas, valeu pra conhecer.

 

Depois nos separamos porque eu fui olhar agências pra fazer o Rafting. Não tinha grana nem tempo pra fazer o Canion del Colca, mas pelo menos um passeio massa eu ia fazer. E foi muito da hora!!!

 

Voltando pro hostel, eu tava na pilha de juntar com a galera que tivesse lá e sair a noite. Só que não tinha quase ninguém! Tinha no nosso quarto o canadense Mike, e a Esther. Mike era grilado com o mundo hahaha Tava puto com os peruanos que não eram educados com ele nas lojas e restaurantes. E a Esther só dormia. Então, eu tava a pé esse dia né com parceiro né?! Mesmo depois de uma viagem muito cansativa, eu tava na vibe de aproveitar tudo que pudesse né, pelo tempo.

Perguntei o Mike onde tinha um bom lugar pra tomar uma breja, pra puxar assunto, e chamar a galera do hostel pra sair a noite. Ai o cara: "Ceveja boa ou essa porcaria que eles vendem por aqui?!" e me entregou um cartão de uma cervejaria artesanal, falando que lá era bom ::mmm: A Esther tinha passado a tarde inteira dormindo e, quando acordou, conversamos bastante, e depois ela voltou a dormir :shock: Ai eu peguei e fui dar um role na cidade a noite sozinho pra comer alguma coisa.

 

No outro dia minha reserva no Wild Rover já tava valendo, então eu me despedi do pessoal e fui pra lá. Quando coloquei o pé naquele lugar, não adianta, a vibe era outra. É um hostel de festa, o povo tá lá é pra aproveitar e curtir. Já fiquei pilhadão!!! Coloquei minhas coisas lá e sai pra dar uma volta na Plaza de Armas e almoçar, antes do meu Rafting, que tava marcado pras 14h.

 

Dá só uma olhada no visual do lugar:

 

21986201010_97f24cb7af_k.jpgIMG_20150731_120415976 by Augusto Silva, no Flickr

 

22184545191_f45b999d20_k.jpgIMG_20150731_120424756 by Augusto Silva, no Flickr

 

22184538841_45888d2fa5_k.jpgIMG_20150731_120429233 by Augusto Silva, no Flickr

 

22174240205_87c8c03ae2_k.jpgIMG_20150731_120528155 by Augusto Silva, no Flickr

 

 

Oh o tamaninho da palmeira:

 

21986426088_2155bc6a8d_k.jpgIMG_20150731_120724332 by Augusto Silva, no Flickr

 

22148045626_50bc287f58_k.jpgIMG_20150731_120737452_HDR by Augusto Silva, no Flickr

 

22148001316_8f4aa356dc_k.jpgIMG_20150731_120913266 by Augusto Silva, no Flickr

 

Lá pertinho tinha uma igreja muito bonita, da Companhia de Jesus. Eu poderia ficar grilado e não entrar no lugar pela participação histórica da instituição na aculturação indígena e seus desdobramentos, ou poderia encarar como uma peça da história local e conhecer, o que eu fiz.

 

Não cabia na foto a entrada da Igreja, é sério:

 

22174111275_ddf9ad4e1a_k.jpgIMG_20150731_121136366_HDR by Augusto Silva, no Flickr

 

As fotos não ficaram muito boas porque é meio foda né, o povo tava rezando... Mas ah, tive o cuidado de não incomodar ninguém, se for errado Deus perdoa.

 

 

22184371281_29cfb14a16_k.jpgIMG_20150731_121821458 by Augusto Silva, no Flickr

 

22161471882_ef2ab3935f_k.jpgIMG_20150731_122058039 by Augusto Silva, no Flickr

 

21551295044_447f13386c_k.jpgIMG_20150731_122237596 by Augusto Silva, no Flickr

 

22184307751_24e083d9f4_k.jpgIMG_20150731_122302434 by Augusto Silva, no Flickr

 

 

Ai, andando mais pra frente encontrei um lugar que parecia ser uma galeria.

 

22173440875_07a44c08a9_k.jpgIMG_20150731_122545086 by Augusto Silva, no Flickr

 

21987146299_a0dcc37a45_k.jpgIMG_20150731_122753727 by Augusto Silva, no Flickr

 

21985886490_e68e2d9df6_k.jpgIMG_20150731_123040676 by Augusto Silva, no Flickr

 

 

Ah, hahahaha Tava tendo o Festival da Chicha, que é uma bebida tradicionalíssima, desde a época dos Incas. Achei bem legal, mas hora que eu vi que era de graça, mooosss do ceu, pobre não pode ver um negócio de graça né?! Pois é, pedi a mulher e ela me deu aquela copada farta.

 

Gente, vou contar um trem pro ces... A mulher tava vestida com roupas típicas, e me entregou a Chicha com aquele sorrisão, me olhando com uma expectativa danada. Acontece que, quando eu dei o primeiro gole, Senhora da Abadia, o trem tinha gosto de morte. Eu nunca bebi um trem tão ruim, nem Balalaika com Guaraná Jesus fica tão ruim. E a mulher ficou me olhando esperando a reação... Eu devia ganhar um oscar. "Hhhhhmmmmmmmmmm!!!! Que rico!!!" Segurando pra não mandar um jato de gorfo estilo Squirtle no vestidinho colorido da moça. Eu sai, com jeitinho caçando um lugar pra jogar aquele caldo de necrópsia fora, mas quem disse?! Todo mundo falava: Chicha!!! Te gusta??! É sério, eu andei uns 2 quarteirões com aquilo até que achei um lugar discreto pra jogar fora.

 

22173965905_4169d2098f_k.jpgIMG_20150731_123324160 by Augusto Silva, no Flickr

 

Depois disso já tava quase na hora do Rafting. Almocei e voltei pro Hostel. As agências que fazem o Rafting geralmente cobram o mesmo preço, em torno de $70 e $90, ai vai da sua capacidade de negociação. Eles mandam um transporte te buscar no seu hostel.

 

De lá você vai pra um lugar pra pegar as roupas e equipamentos pro Rafting. São quatro pessoas por bote e o instrutor. Eu fui com um pai e seus dois filhos franceses, um de 15 e um de 18. Cara, que pessoal massa. Primeiro que eu já achei muito legal um pai e os dois filhos viajando, e indo fazer a descida do rio, quero ser assim com meus muleques. E eles eram muito gente boa.

 

O Rafting é um tour que eu recomendo muito!!! Não é nada de outro mundo, não é perigoso, e é muito divertido. Ai vão algumas fotos. Tem uma fotógrafa que fica por conta, e não é caro: $40 por bote, $10 pra cada um, por fotos excelentes.

 

22147764616_70749c5987_k.jpgIMG_20150731_152620824_HDR by Augusto Silva, no Flickr

 

22173361376_0a2b30ac6e_k.jpgIMG_0164 by Augusto Silva, no Flickr

 

22011717138_fa7ea8297e_k.jpgIMG_0161 by Augusto Silva, no Flickr

 

22199502745_61a5d7b3a7_k.jpgIMG_0158 by Augusto Silva, no Flickr

 

22209838031_508918363b_k.jpgIMG_0060 by Augusto Silva, no Flickr

 

22173406506_544bbef069_k.jpgIMG_0008 by Augusto Silva, no Flickr

 

22011476570_3ae44ceff2_k.jpgIMG_0001 by Augusto Silva, no Flickr

 

 

Ah, lembra do que eu falei dos vulcões?!

 

21550898634_06c9717147_k.jpgIMG_20150731_164619207_HDR by Augusto Silva, no Flickr

 

21985896058_446e7db200_k.jpgIMG_20150731_164611926_HDR by Augusto Silva, no Flickr

 

É lindo, as fotos não chegam nem perto...

 

Voltando, mais uma volta na cidade, e cheguei no hostel. Depois de um cochilo e um bom banho, desci pro bar. Tava trocando ideia com uma alemã muito engraçada hahaha Lá no bar, conheci uma brasileira, a Elisa. Gente finissima, com quem eu acabei me encontrando depois. E a Luana, uma meio Brasileira meio Francesa, que tem os dois pés e o coração no Rio hahaha Estávamos lá, de boa tomando uma e conversando, quando de repente chega uma das moças do bar com um chapeu de Cleópatra pra Elisa, um de Pirata pra alemã, e pra mim, aaahhh... A mulher me deu um chapeu Irlandês. Acabou aí! hahahahha Era festa a fantasia no dia, cara, que comédia!!!

 

Conhecemos um canadense muito engraçado, Ahmir, que tava vestido de Prostituta Romana, segundo ele hahahahaha A noite foi top! Pensa numa cachaça braba?! Pensa numa galera massa?! Pensa numa vibe muito doida?! Eu rodei igual BeyBlade foi quando a alemã emocionou com o chapeu de pirata e resolveu dar cachaça pa nois. Ela falava: “Eu sou o pirata, eu trago o Rum”, e sempre imitava um papagaio em seguida, e chegava com Rum pra todo mundo. Ces tem noção que a mulher pagou uns rum pra nós só por causa disso?! Hahahaha

Essa festa foi muito top, no outro dia recebi essas fotos que eu nem lembrava:

 

22218003711_2cbb8863a2_b.jpg11798452_10204809055130114_1963852369_n by Augusto Silva, no Flickr

 

22194950372_805408bb37_b.jpg11830921_10204809054810106_1676151011_n by Augusto Silva, no Flickr

 

21584917994_831aab7b49_b.jpg11823833_10204813549562472_71492125_n by Augusto Silva, no Flickr

 

 

Eu assustei quando vi essa foto. Não que eu seja lá uma Brastemp, mas raaapaaaz, eu to até vesgo de cachaça hahahaha

 

22207685735_e52d49f507_b.jpg11805683_10204809054490098_1088954986_n by Augusto Silva, no Flickr

 

 

Bom, lembram da dica que ressaca com altitude não combinam? Pois é, um bom bêbado nunca aprende a lição. Vou contar um trem pro ces, eu fiquei o dia inteiro trapaiado do estomago. Mas, como eu tava com artilharia pesada, mandei meu coquetel ressaca e segui firme e forte hahaha

Nesse dia eu, Eliza e Luana fomos almoçar no Mercadão. É um lugar muito massa, se tiver oportunidade, em cada cidade que for visite o Mercado. Lá você se aproxima um pouco da realidade da cidade, e ainda aproveita a colinária local. Almoçamos um pratão bem servido. Dá uma olhada que massa o lugar:

 

21986976609_1d2933e4a3_k.jpgIMG_20150801_125708241 by Augusto Silva, no Flickr

 

22184083011_aa0b1f4371_k.jpgIMG_20150801_132501076 by Augusto Silva, no Flickr

 

21552797073_a09fdab998_k.jpgIMG_20150801_124832068_HDR by Augusto Silva, no Flickr

 

 

Depois, as meninas foram pro Rafting. Eu ia procurar o Walking Tour, que haviam me indicado, mas eu não sei que que eu arrumo, eu nunca acho esses Walking Tours hahaha Ai eu vi que tinha um agito na Plaza. Era o Festival de Poesia e Música Regionais. Cara, não tem lógica, que coisa sensacional!!! Eu passei a tarde sentado na praça assistindo, que delícia.

 

Olha que massa a frase que tava no palco:

 

22184001971_7e243ecef6_k.jpgIMG_20150801_141141018_HDR by Augusto Silva, no Flickr

 

Esse dia me fez refletir um pouco sobre como nós, muitas vezes, desvalorizamos nossa própria cultura. O pessoal tinha um orgulho, um brilho nos olhos pra falar da cultura arequipenha que dava gosto de ver. E, sabe, lá tem muito mais problemas econômicos que aqui, muito mais pessoas em situação de miséria, pobreza, numa luta diária, e mesmo assim batiam no peito pra falar de sua cultura. Até em La Paz, quando trampei num Pub, conheci uma moça de Arequipa que toda hora falava: "Yo soy una cholita arequipeña!!!"

 

Ai vão alguns videos do festival, pra vocês terem uma ideia. (Clicar pra dar play)

 

Começou com uma apresentação de dança, eu to bem lá filmando quando, de repente, uma das moças me tira pra danças! hahaha

 

22024701909_e41486f12e_b.jpgDança by Augusto Silva, no Flickr

 

 

Ai quem abriu o festival no palco foi essa pequena artista! Anemmmmm....

 

22023208080_68a92fdaef_b.jpgMenina by Augusto Silva, no Flickr

 

 

"Las caricias de una arequipeña, es lo mismo que una bela rosa". Infelizmente não tive oportunidade de comprovar essa música :(

 

22023023708_035e111a00_b.jpgVID_20150801_155522438 by Augusto Silva, no Flickr

 

 

 

Mais uma música:

 

22022505498_46ab7ee27f_b.jpgVID_20150801_161332332 by Augusto Silva, no Flickr

 

 

Mais uma dança:

 

22209654555_e02c68bf37_b.jpgVID_20150801_162320007 by Augusto Silva, no Flickr

 

 

Isso é só pro ces terem uma ideia mais ou menos, foi uma tarde muito massa curtindo um pouco da cultura local. Do lado tinha uma exposição de artesanatos de um cara muito talentoso por sinal:

 

22147582566_1a19a4716e_k.jpgIMG_20150801_141246782 by Augusto Silva, no Flickr

 

22173716085_6ccdd940f0_k.jpgIMG_20150801_141305357 by Augusto Silva, no Flickr

 

22183976531_31c00e52df_k.jpgIMG_20150801_141329116 by Augusto Silva, no Flickr

 

 

Eu voltei felizão pro Hostel. Triste, novamente, por deixar um lugar, e com a expectativa do próximo destino. Então, o próximo destino hahaha

 

Eu tava com a grana curta, então o lado racional do meu cérebro pensou o que? "Vá pra Cusco." Só que, no primeiro dia o Mike encheu minha cabeça: "Go to Huaca-Fucking-China man!!!". A Luana também falou muito, que lá era top, se tivesse oportunidade, pra não deixar de ir...

 

Então, eis que surgiu uma oportunidade! Uma oportunidade IMPERDÍVEL!!!

 

DICA

Já ouviu o ditado "Quando a esmola é demais, o santo desconfia"? Pois é, acredite.

 

Deixo pra contar minha fuga de Arequipa no próximo post.

 

GASTOS

Taxi Terminal para Hostel: $6

Hostel Flying Dog: $26 (Com café da manhã)

Wild Rover: $21 (Com café da manhã)

Rafting: $70

Passagem Arequipa-Ica + Passagem Ica-Cusco: $130 ::hahaha::::hahaha::::hahaha::::hahaha::::hahaha::::hahaha::::hahaha:: Nuuooooosssaaaa veeeeeiiii!!! Que sorte!!! Comprei duas passagens por um preço mais barato do que uma delas sozinha!!!

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

Cara, eu tava quase indo atrás de de vc uai, c sumiu!hahahahaha ::quilpish::::quilpish::

 

Me tira uma dúvida, você foi de Cusco a Copacabana durante a noite?sabe qual empresa e valor?

meu roteiro ta idêntico ao seu, porém não to achando ônibus para Copacabana....só aqueles turísticos, sabe?

Conterrâneo, me ajuda aí peloamordeDeus...hahahha ::sos::::sos::::sos::::sos::

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros
Cara, eu tava quase indo atrás de de vc uai, c sumiu!hahahahaha ::quilpish::::quilpish::

 

Me tira uma dúvida, você foi de Cusco a Copacabana durante a noite?sabe qual empresa e valor?

meu roteiro ta idêntico ao seu, porém não to achando ônibus para Copacabana....só aqueles turísticos, sabe?

Conterrâneo, me ajuda aí peloamordeDeus...hahahha ::sos::::sos::::sos::::sos::

 

Como você conseguiu essas passagens por esse preço???compartilha aqui , please....preciso fazer esse mesmo percurso seu, com 3 dias a mais, e levando 4.000k (abril/maio 2016)acha que essa grana da???vou levar tudo em real...

 

sousa.fran foi maaal, a faculdade deu uma apertada esses dias haha Sim, fui de Cusco a Copacabana a noite, o busão para em Puno, onde você pega um transporte (Van) pra Copacabana, com o qual você atravessa a fronteira. Paguei $55 Soles porque negociei. Não lembro o nome da empresa, era uma das primeiras do lado esquerdo, assim que você entra no terminal de Cusco. Uma dica: Tenha em mãos o telefone das empresas de ônibus. Quando a gente foi, pensamos que em Puno iamos tomar outro ônibus, mas foi uma van. Ai o cara da van parou na fronteira com a Bolívia e falou que o serviço terminava ali!!! ::ahhhh:: Na hora o pessoal ficou desesperado, principalmente quem tinha comprado passagem pra La Paz. Ai o povo deu de cima dele, e o cara ligou pra empresa, e descobrimos que tinha uma mulher nos esperando pra pegar uma terceira van pra Copacabana.

Passagens aéreas, vc fala? Consegui comprando bem antecipado e com umas milhas que eu tinha (Bem poucas, de 100,00 de desconto, mas já ajuda!!!)

Acho que esse dinheiro dá tranquilo. Não sei se dá pra fazer todos os passeios de todos os lugares, tipo Atacama que é caro, mas os principais dá sim, com certeza. Só ficar em hostel de boa, saber negociar, almoçar nos mercadões, comprar comida pra cozinhar é sempre uma boa... No que precisar pode ir entrando em contato!

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

×
×
  • Criar Novo...