Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Magno_Fugisava

Bolivia/Peru/Chile - Set/05 valores detalhados

Posts Recomendados

Ola Pessoal

 

Segue relato da viagem que fiz com minha namorada em Setembro de 2005.

 

Roteiro: SP - La Paz - Copacabana - Puno - Cusco - Aguas Calientes (Machu Picchu) - Arequipa - Tacna - Arica - Calama - SP Atacama - Uyuni - Oruro - La Paz - SP

 

Este relato é muito longo, mas está organizado por cidade. Cada cidade está postado de forma separada.

 

Duração: 21 dias

 

Total: ~USD 1700,00 (contando com os USD116,00 que a Varig em cobrou para reemitir 2 bilhetes que foram furtados em Oruro. Lucraram mais que o ladrão...). Neste não estão inclusos as passagens aéreas SP - La Paz - SP, que consegui com minhas milhagens.

 

La Paz (03/09 a 04/09)

 

Cheguei no dia 03/set, as 18:00hs, pela LAB/Varig. Fiquei 1 dia nesta cidade, pois como minha volta seria por La paz, decidi curtir a cidade na volta. Não tivemos nenhum problema com a altitude. O que sentimos foi um cansaço fácil ao subir escadas, ladeiras, etc. Por precaução tomamos um Soroche Pill no dia da chegada, que compramos em uma farmácia proximo ao hostel, por uns 2,00 Bolivianos por capsula.

 

No próprio aeroporto troquei dinheiro e consegui o cambio de USS/Boliviano 8,01. Peguei um táxi (não oficial do aeroporto) até a cidade de La Paz por 30,00 Bolivianos. Tem que negociar bastante pois verifiquei que existe uma tabela de preço para os taxis oficiais do aeroporto: 45,00 Bolivianos. Mas ai é a negociação e os riscos que cada um assume. Não há ônibus publico oficial, e o transporte é todo realizado por táxis, perueiros e ônibus velho.

 

Em La Paz fiquei no Hostal Copacabana, Calle Llampu 734, muito comentado neste site. Paguei 100,00 Bolivianos por um quarto de casal com banheiro privado, sem café da manhã. Se fosse com café da manhã, seriam 120 Bolivianos.

Telefone 591-2-2451626.

Email: [email protected]

Web: www.hostalcopacabana.com

 

Deste hostel vc consegue ir a pé à Calle Sarganaga, rua que concentra as principais agencias de turismo.

 

Para Jantar, comemos em um restaurante bem popular e pagamos 1/4 de frango + arroz + batatas fritas + macarrão + 2 refrigerantes por 14 Bolivianos. Este era de um Chinês e ficava em uma pracinha, próxima ao Hostal. Este prato deu para 2 pessoas. Há outros restaurantes bem melhores, porém mais caros. Mas enfim, como não tinhamos a menor noção de preços de La Paz, resolvemos economizar no inicio da viagem.

 

Compramos água mineral e pagamos 4 boliviamos pela garrafa de 2 litros. Não economizei em nada com água !! Isso é muito importante !

 

A Chamada internacional esta aprox. 4 Bolivianos por minuto. Há muitas lojas que fazem ligação internacional pela Internet.

 

No dia seguinte, na parte da manhã, andamos um pouco pela região, conhecemos a Plaza Murilo, Igreja de N.S. de La Paz, Palácio do Governo, Estádio de Futebol e o Mirador para tirar fotos do Ilimani. O táxi até o Mirador Kusillo saiu por 6,00 Bolivianos. Com 8,00 Bolivianos você consegue andar para qualquer lado de La Paz.

 

No Mirador Kusillo, vc tem que pagar 4,00 Bolivianos por pessoa. O mirador Publico, que fica em frente ao Kusillo estava fechado para reformas. Deste Mirador, há binoculos disponiveis e vc consegue ver com detalhes o Monte Illimani, assim como as casas construidas nas encostas do morro em direção a El Alto. È incrivel como eles conseguem construir as casa em um local tão ingreme ! muito menos como eles conseguem subir e descer aquelas ruas todos os dias...

 

A melhor visão que vc tem de La Paz é da propria estrada que liga o aeroporto a cidade de La Paz. Não paga nada e tem uma vista muito privilegiada da Cidade. La Paz parece ficar em um buraco. O povo é muito simples e simpático. Achei o centro da cidade muito parecido com o centro velho de São Paulo.

 

Na parte da tarde, fomos até o cemitério pegar o ônibus para Copacabana. O ônibus custou 15 Bolivianos por pessoa, da empresa 2 de febrero. Os ônibus são todos antigos e ele perde muito tempo pegando passageiros na região do aeroporto. Há opções de vans também. Os ônibus saem diariamente desde o período da manhã, até umas 17:00h, No domingo, acho que eles funcionam até umas 15:30h. No caminho para Copacabana vc poderá tirar muitas fotos de montanhas nevadas que ficam no lado direito do Ônibus. O lago Titicaca aparecerá do seu lado esquerdo. O lago tem um azul indescritivel !! Este irá te acompanhar por toda a viagem até Puno.

Email da empresa 2 de febrero: [email protected]

Tel: 2453635

 

Há um ponto do Titicaca que a travessia é feita por barcos. Você desce do ônibus e tem que pegar um barquinho para passageiros. Você paga 1,50 Bolivianos por pessoa. O Ônibus atravessa em um barco separado e te espera na outra margem do lago.

 

A viagem transcorreu normalmente e chegamos inteiros a Copacabana.

 

Continua...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Copacabana (04/09 a 06/09)

 

Fiquei no hostel Brisas de Copacabana. Um quarto de casal, com banho privado, sem café da manhã, saiu por 70,00 Bolivianos. A localização do hotel é excelente. Ele fica bem as margens do Lago e da janela do nosso quarto, tínhamos a visão do Lago. Conseguimos tirar uma linda foto do por do Sol.

 

Em função de ser baixa estação, Copacabana estava deserta. Cada refeição (almoço e jantar) estava em média 35 Bolivianos para duas pessoas, em bons restaurantes.

 

No dia seguinte fizemos o passeio para a Ilha do Sol, que dura o dia inteiro. O barco te deixa na parte Norte e você tem que caminhar até a parte Sul da ilha. A caminhada é cansativa, pois no caminho há muitas subidas. Dado a altitude de aprox. 3700m acima do nível do mar, em alguns trechos você tem que parar para descansar. Leve muita água, pelo menos uma garrafa de 2 litros por pessoa. As paisagens são muito belas !! Dá pra tirar inúmeras fotos !! Há uma outra opção de fazer o passei de apenas meio dia.

 

Eu fechei o preço do barco por 20 Bolivianos por pessoa (ida e volta) no próprio local de onde saem os barcos (não precisa utilizar as agencias). Houve uma turista que somente comprou o bilhete de ida. Na volta, o barco cobrou dela 15,00 Bolivianos para voltar.

 

Com este preço, vc está contratando somente o transporte !! Não há guias (mas nem precisa). Na ilha vc tem que comprar um Boleto para entrar em um museo na parte Norte (museu pequeno, que nem vale muito a pena) e nas ruínas incas por 5 Bolivianos por pessoa.

 

Tomei o café da manhã na própria Ilha por 15,00 Bolivianos para 2 pessoas.

 

Na volta há uma parada para visita as ruínas do Palácio de Pilkokaina, mas como todos estavam muito consados da caminhada, não paramos.

 

Para ir até Cusco, compramos as passagens (Copacabana - Puno e Puno - Cusco). Pagamos 70,00 Bolivianos por pessoa. O ônibus sai de Copacabana e chega lá pelas 14:00h em Puno. Contratamos um passeio por 17,00 Soles, por pessoa, para as Ilhas Flutuantes. O Guia falava espanhol, ingles, alemão e mais umas 2 linguas.

 

Você pode fazer o cambio dos Bolivianos que sobraram por Soles na própria fronteira.

 

Tive um problemão com a empresa Pony tour, a empresa de ônibus que nos levou de Puno para Cusco. O pessoal vendeu mais bilhetes do que a capacidade do ônibus. Depois de alguns apuros, conseguimos ir sentados, mas teve gente que foi sentada no corredor, cheio de instrumentos musicais (tinha uma banda de musica no ônibus também). Evitem a Pony !! Tentem as melhores que são a Flores, Ormeno e a Cruz del Sur !!! São mais caras, mas creio que são mais organizadas. No resto da viagem, só viajei com a Cruz del Sur e gostei muito dos serviços !!

http://www.cruzdelsur.com.pe

 

Continua...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Cusco, Aguas Calientes e Machu Picchu (06/09 a 13/09):

 

Cusco é uma cidade muito bonita e tem muita coisa para se fazer. Gostei muito desta cidade ! Fiquei 4 dias e poderia ter ficado mais. Me senti muito bem nesta cidade !!

 

Fiquei no Hostal La Real Condesa. Gostei muito dos serviços deles !!! Ficamos em um quarto de casal, com banheiro privado. A diária foi de 50 Soles sem café da manhã. O café da manhã, para 2 pessoas saia 10 Soles. Este hostal é do irmão do dono do Hostal Balcão Cusqueño, também já comentado neste site. Eles foram buscar a gente na rodoviária (eram umas 5:00 da manhã). Eles também guardaram nossas malas enquanto fazíamos a viagem para Machu Picchu.

Hostal La Real Condesa

Calle San Agustín, 415 (fica umas 2 quadras da Plaza de Armas. Muito próxima da Av. El Sol.

Tel 084-380222

Cel: 9933200

Email: [email protected]

 

Para trocar dinheiro, há diversas casas de cambiao na Av. el Sol. Cheguei a pegar cambio de US$/Soles 3,30. Claro que isso oscila em função da cotação oficial.

 

Quanto aos preços das refeições e outros serviços, via de regra quanto mais afastado da Plaza de Armas, mais barato fica. Eu comi muito bem em alguns restaurantes perto da Plaza de Armas. Paguei desde 13 Soles até 23 Soles por pessoa. Ai vai do planejamento de cada um. O mais barato que paguei, fui no menu turístico (Sopa + Prato principal + Sobremesa) por 10 Soles no restaurante Los Sabores del Inka - Calle Santa Catalina Angosta, 160, bem próxima a Plaza de Armas.

 

Para visitar as atrações, compramos o Boleto Turístico, que sai por 70,00 Soles por pessoa. Entretanto, tivemos que pagar uma taxa de entrada para algumas atrações listada no boleto. Se não me engano, paguei 13,00 Soles para entrar na Catedral e 6,00 Soles para entrar no Convento de Santo Domingo. Há um museo interessantíssimo que não está listado no Boleto, que é o Museo Inka. Pagamos 10,00 Soles por pessoa. Ele fica atrás da Catedral.

 

Em Cusco há diversos passeios para se fazer, como o do Vale Sagrado (Pisaq, Ollantaytambo e Chinchero) além do City Tour (Tambomachay, Saqsaywaman, Pukapukara). Negociei os dois passeios no próprio Hostal e paguei os dois passeios 45 Soles por pessoa. Para ir até Machu Picchu, aproveitei que o passeio no Vale Sagrado passava por Ollanta. Desci por lá mesmo e peguei o trem em Ollanta, que é mais Barato.

 

Águas Calientes / Machu Picchu:

 

Fizemos este passeio de forma independente. Pegamos o trem em Ollanta, contratamos um guia na entrada de Machu Picchu. Chegamos em Águas Callientes as 22:00hs, negociamos um Hostal na própria estação (há diversas ofertas), fomos para Machu Picchu no dia seguinte. No outro dia pegamos o primeiro trem que volta para Ollanta. Em Ollanta pegamos uma micro-onibus logo na saída da estação, que nos levou até Cusco. Os custos foram (por pessoa):

- Trem para Águas Calientes, partindo de Ollanta (ida e volta): USD 40,00

- Ingresso para Machu Picchu: USD25,00

- Ônibus ida e volta de Águas Calientes para Machu Picchu (ida e volta) USD 12,00. Há pessoas que preferem fazer este trecho a pé.

- Guia: Soles 20,00 parea duas pessoas. Conseguimos formar um grupo de umas 10 pessoas na parte da tarde.

- Hostal em Águas Calientes (2 diarias em quarto de casal, com banho privado): Soles 55,00 pelas 2 diárias. Saliento que este hostal ainda estava em construção e era muito rústico...nem tinha portaria, mas deu pra economizar um bom dinheirinho. Ele pertence ao dono do restaurante Paititi.

- Lanche em Machu Picchu (Hamburguer + refrigerante) Soles 17,00 por pessoa. O preço na única lanchonete que tem em Machu Picchu é muito caro !!!

- Refeição em Águas Calientes: Pagamos uma média de 12 Soles por pessoa.

 

Continua...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

mAGNO

 

VOce gastou 1.700 dolares por pessoa ou o casal?

 

e o resto da viagem? Quero saber como foi de Atacama a Salaruyuni e La Paz!

esperamos o final do seu relato.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Ola nhioka2

 

Foi 1700,00/casal. Neste fim de semama pretendo finalizar. Estou separando todos os cartões, tickets de pagamento, etc. Aguarde mais um pouquinho !

 

Abraços

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Arequipa (13/09 a 15/09)

 

A passagem de ônibus de Cusco para Arequipa saiu por 85,00 Soles por pessoa, pela Cruz del Sur. O ônibus é muito confortável e o serviço é muito bom ! Você viaja de madrugada e de manhã já está em Arequipa. Há que pagar 1,00 Sol de taxa de embarque na rodoviária de Cusco. O táxi do Hostal até a rodoviária de Cusco custou 3,00 Soles.

 

Fiquei somente 2 dias nesta cidades. Como a cidade estava sediando um encontro de mineradores, tivemos um certa dificuldade de encontrar vaga nos hostels que havíamos planejado. Ficamos no Hostel El Condor, que se localiza a umas 3 quadras da Plaza de Armas. Pagamos 45,00 Soles pela diária de um quarto de casal, com banheiro privado. O quarto estava bom, porém tivemos problema com uma certa escassez de água quente.

 

Hostal El Condor

Calle San Juan de Dios, 525

Tel: 054-206166

Email: [email protected]

 

Não fiz nenhum passeio especial nesta cidade, apesar de haver escalada no vulcão Misti de 2 dias. Deve ser muito legal. Visitei o mirante da cidade, o Monastério de Santa Catalina (não gostei tanto assim) e o Museo Santuarios Andinos, onde está a múmia Juanita. Achei esta visita ao museo muito interessante !! Vale a pena conferir toda a historia da Juanita. Conhecer todo o ritual de sacrificio desta garota de uns 12 anos e a sorte que os arqueólogos tiveram para encontrá-la, vale muito a pena !!!!

Entrada no Monastério: 25,00 Soles por pessoa

Entrada no Museo Santuários Andinos: 15,00 Soles por pessoa.

www.ucam.edu.pe/santury

tel: 200345

Calle La Merced, 110

 

Nestes dois lugares, o preço do guia não esta incluso. É o visitante quem estipula o preço do guia. Um negocio que me deixou muito puto foi a atendente do Museo Santuários Andinos. Compramos o boleto de entrada e pedimos um guia em espanhol (apesar de também falarmos inglês). A atendente pediu para esperarmos 20 minutos, pois o próximo grupo era com guia em Inglês. A visita consiste em assistir um filme da National Geographic e uma visita a dependências do museo onde estão guardados diversos objetos antigos e a múmia. Passados 20 minutos, percebi que a atendente estava colocando um outro grupo na minha frente, com guia em Inglês. Fiquei muito puto com ela e fui reclamar, dizendo que não era justo, que ela estava desrespeitando a mim e a minha namorada. Ela quis ignorar, mas comecei a aumentar o tom de voz. Foi aí que ela se tocou que as coisas poderiam engrossar (isso para mim era puro preconceito dela...aquele negocio de tratar bem quem fala inglês).. Então ela teve que explicar ao grupo de Americanos e Ingleses que eles não iriam ver o filme, pois era uma situação excepcional... Bom, problema resolvido, adoramos a visita !!!

 

Pegamos um táxi e fizemos um mini city-tour. Visitamos os dois mirantes da cidade e pagamos 13,50 soles. Não visitei o Cânon del Coca, pois não teria tempo e ficaríamos muito cansados. Esta visita dura 2 dias. Vc sai no primeiro dia de manhãzinha e volta ao final da tarde do dia seguinte.

 

Compramos a passagem para Tacna e fomos pela Cruz del Sur. Pagamos 30 Soles por pessoa, mais 1,50 Soles por pessoa pela taxa de embarque.

 

Viagem tranqüila. Chegamos a Tacna e de lá, na própria rodoviária, contratamos o serviço de um táxi coletivo para cruzar a fronteira e ir até Arica. Esta viagem dura aprox. 1 hora e é feito em um carro que comporta até 5 passageiros em um Landau. O motorista te dá todas as instruções e te ajuda com a documentação. Pagamos 13 Soles por pessoa para cruzar a fronteira.

 

Em Arica, deixamos as malas no guardador da Rodoviária e pagamos 1300,00 Pesos Chilenos.

 

Não tivemos nenhum problema na imigração. Quando dissemos que éramos Brasileiros, a mulher da aduanos já começou a falar sobre carnaval, que o sonho dela era ir pro Rio de Janeiro, etc...

 

Fizemos o cambio na rodoviária de Tacna... Em Arica a gente já sente como as coisas no Chile são bem mais caras.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

San Pedro de Atacama:

 

Para chegar até San Pedro, tivemos que pegar um ônibus até Calama e de lá um ônibus até S.P. Atacama, pois o ônibus direto já estava cheio. Fomos pela Turbus, viajando de madruga. Saímos de Arica as 22:35 e chegamos em S.P Atacama as 12:00h. O trecho de San Pedro até Calama custou 9000,00 Pesos por pessoa e o de Calama - San Pedro 1300,00 Pesos por pessoa.

 

Em San Pedro conseguimos uma pousada boa e bem barata, com banheiro privado. Ficamos no Residencial Hara. Pagamos 13000 pesos pela diária. Em um dos passeios que fizemos, encontramos um casal britânico (Malcon e Pat) que estavam pagando 25000 pesos em um outro hostal...

Residencial Hara: Calle Carrera Pinto, 480 - Próximo ao terminal de ônibus e perto do inicio da calle Caracoles. Tel: (56 - 55) 85 12 98.

 

Em Atacama fizemos os diversos passeios como Valle de la Luna, Valle de la Muerte, Salar de Atacama, entre outros. Fizemos os passeios com a empresa Atacama Connection. Os serviços são bons e estavam mais baratos que a Cosmos Andino.

Atacama Connection:

Caracoles esquina Toconao

Tel: (56 - 55) 851421

email: [email protected]

[email protected]

web: www.atacamaconnection.com ou www.atacamaconnection.cl

 

Não conseguimos visitar os Geysers del Tatio, pois a estrada até lá estava bloqueada pela neve. Tivemos que ficar um dia a mais, pois os Carabineiros (policia do Chile) haviam fechado a imigração em função da neve na estrada. Olha que tinha um ônibus de argentino que estava " preso" na fronteira há pelo menos uns 15 dias. Estávamos desesperados, querendo sair de qualquer jeito de lá... Em San Pedro as coisas são muito caro e as casas de cambio não te oferecem uma boa taxa. Aconselho a trocar o seu dinheiro em Arica.

 

Fizemos de tudo para economizar na refeição. Encontramos com mais dois Brasileiros (Pedro e Marcelo - de BH) que estavam em uma pousada equipada com cozinha). Uma refeição em SP custa em média 4000,00 a 5000,00 pesos por pessoa.. Encontramos uma senhora que tem um restaurante bem simples e pagamos 5000,00 pesos para 2 pessoas. A comida era bem simples e bem caseira. Ela fica na Calle Diogo Atienza e se não me engano o nome do restaurante dela é Nana.

 

O passeio que mais gostei foi na Caverna de Sal, que faz parte do passeio ao Valle De La muerte/Luna) e assistir o por do Sol no Salar de Atacama. Na verdade, o por do Sol é bonito, mas fica ainda mais bonito em ver a Lua surgindo atrás do Licancabur. Tivemos uma grande sorte, pois era noite de Lua Cheia !! E que Lua !!

 

Fiz também o passeio astronômico. Paguei 10000,00 Pesos por pessoa. Uma Van nos levou para um lugar que fica uns 5km de San Pedro, onde mora um Astrônomo Francês. Tivemos uma aulinha de astronomia e pudemos contemplar a Lua Cheia !! Tirei uma foto pelo telescópio da Lua Cheia !! Só por esta foto, já valeu o passeio. Consegui ver também uyma estrela cadente !! Vale muito a pena este passeio, mas o lugar é muito frio !! e que frio !! acho que fazia uns -5C...

 

Havia fechado o passeio até o Salar de Uyuni com a Cordillera, A fronteira estava fechada e todas as agencias estavam realizando um passeio alternativo até Uyuni, porém sem passar pelas Lagunas, em função da neve. A Cordillera, através do vendedor Peter (um Sérvio) disse que eles conseguiriam passar pela fronteira, que não teríamos problemas. Pois bem, no dia combinado para o passeio, cadê o Sr. Peter... apareceu um bolíviano e começou... Senhores, a primeira coisa que eu peço é que vcs sejam pacientes... ai já viu... discutimos com ele sobre a irresponsabilidade do Peter. Após uma manhã inteira dis****ido com o cara, pegamos o dinheiro de volta. No dia seguinte, a fronteira se abriu e fomos pela Colque tour. Os carros são bem conservados e não tivemos nenhum problema. Pagamos USD65,00 por pessoa. Há que se pagar mais uns 3 dolares, se não me engano, para entrar no parque das lagunas e na Isla del Pescado. Mas são 3 dolares muito bem pagos !!!

 

Recomendo comprar Bolivianos em San Pedro ou levar algumas notas trocadas de dólar. No passeio de 3 dias há algumas vendinhas para comprar bolachas, bebidas, etc.

 

Uma coisa interessante, e também triste foi contado pelo nosso motorista do passeio de 3 dais. Ele disse que um dos resquícios da guerra entre a Bolívia e o Chile aparece na forma da venda do gás natural. A Bolívia não vende o gás diretamente para o Chile. Ela vende para a Argentina e esta revende para o Chile. Parece que os carros Chilenos sempre tem problemas de atravessar a fronteira com a Bolívia. Bom, não vou entrar no mérito nem apoiar nenhum dos lados. Isso é apenas um fato.

 

Continua...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Magno, gostei muito do seu relato, como tbm vou com meu namorado é bom ter preços para casal. Algumas perguntas: os 1700 dólares foram suficientes ou mais que suficientes? Já que já vi muita gente falando que uns 650 por pessoa dá pra ir numa boa e como vc foi em casal dá para economizar mais...verdade ou mentira? Agora fiquei preocupada já que vamos levar uns US$1.300...mais cartão de crédito para possíveis eventualidades...me dê sua opinião...valeu!!!!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Ola Patty

 

Desculpa pela demora em responder...estava meio afastado...

 

Isso tudo depende de onde vc for comer, de onde for dormir, das atrações que vc quer fazer...e principalmente da época que vc for...

 

Eu fiquei sempre em quartos com banheiros privados, agua quente. No inicio da viagem, economizei bastante, mas ao longo dela eu comecei a gastar um pouco.

 

Nos USD 1700,00 que eu gastei estão inclusos USD116,00 que eu tive que pagar a Varig para reemitir 2 bilhetes em La Paz, pois eu fui furtado em Oruro, ãlém de USD 50,00 para 2 taxas de embarque no aeroporto de La Paz, que vc deve pagar na hora. (eu pensava que este valor já estava incluso quando paguei a taxa de embarque na Varig em Sâo Paulo, mas não estava incluso.

 

Tive que ficar mais um dia em SP Atacama, cidade muito cara !! pois a fronteira com a Bolivia estava fechada por causa da neve. Isso me custou uns USD 60,00 a mais.

 

Qual seria o seu roteiro?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Vou pelo roteiro tradicional terrestre até Cuzco, voltando pelo Salar, Potosi e Sucre e de novo o trem...queria voltar pela Argentina, mas vai estender demais a viagem e tenho apenas 20 dias, além de encarecer...de qualquer forma estamos levando cartão de crédito...Só mais uma perguntinha: vcs passaram muito mal com a altitude? Li um relato de um cara que foi parar no hospital, estou indo sem seguro saúde, vc fizeram algum? Meu namorado é ultra alérgico...tô meio preocupada...Magno valeu mesmo! Patty_BH

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa!

Você pode ajudar esse viajante agora e se cadastrar depois. Se você tem uma conta,clique aqui para fazer o login.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emoticons no total são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.




×
×
  • Criar Novo...