Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

  • 0
Ingrid Spier

Qual a melhor forma de pagar pela reserva de hotel internacional pela internet?

Pergunta

Olá!

Vou viajar para Cancún. Pesquisando, notei que o preço do hotel que eu quero (Riu Cancun) fica bem mais em conta reservando direto pelo site do Hotel. O hotel oferece 3 opções:

- pagar no cartão de crédito em uma vez agora

- pagar com cartão de crédito no momento da estadia

- pagar em dinheiro no momento da estadia

 

Estou um pouco insegura pela constante variação do dólar. Gostaria de deixar a viagem já paga. Já sei que se pagar com cartão, terei que pagar IOF.

Além do IOF, ouvi falar sobre uma taxa de em torno de 6% (já baixou. antes era 25%) na compra de viagens internacionais. Vocês sabem como funciona essa taxa da viagem internacional? Terei que pagar?

Também não gosto muito da ideia de viajar com dinheiro vivo.

 

Se estivesse no meu lugar, como você pagaria pela viagem?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

5 respostass a esta questão

Posts Recomendados

  • 0

Então este é o grande dilema, se você pagar agora com o cartão de crédito e o dólar baixar, você gastou mais do que o necessário, e se mudar de ideia e não viajar mais ou tiver que mudar as datas por algum motivo qualquer, perdeu o dinheiro, por que o hotel não irá devolver o dinheiro pago. Mas se o dólar subir, você se deu bem...

 

Ao deixar para pagar lá na hora, seja com cartão de crédito ou com moeda em espécie, se o dólar baixar mais até lá, você se deu bem, e também poderá cancelar as reservas sem custo até uma data limite antes da viagem. Mas o contrário também pode acontecer, e o dólar subir e neste caso você se ferrou...

 

Se pagar com cartão de crédito, você paga 6.36% de IOF, se pagar com moeda em espécie você paga 1,1% de IOF, mas dólares em espécie sempre são uns 2% ou 3% mais caros que no cartão, ou seja, a vantagem real de levar dólar em espécie é de no máximo 3%, mas você corre o risco de ser assaltado ou perder o dinheiro, seja quando está indo da casa de câmbio para casa, seja indo para o aeroporto, lá em Cancun, etc..

 

Ou seja, seria muito mais fácil se tivéssemos uma bola de cristal para adivinhar o futuro, mas como não temos, vai de cada pessoa decidir quanto risco quer correr, alguns não querem correr risco nenhum e já tem certeza absoluta que vão poder viajar, estes pagam antecipado, outros mais "aventureiros" preferem apostar e ver o que acontece, deixando para pagar na hora...

 

Se for uma quantia pequena, até uns 500 ou 700 dólares, eu levaria em espécie e pagaria lá na hora, mas se for um valor maior, acho que eu não me sentiria confortável andando com tanto dinheiro no "bolso"...

 

Ou seja, cada pessoa decide o que vai fazer, com base em quanto risco está disposta a correr.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

  • 0

as taxas funcionam assim:

 

quando você paga uma despesa no exterior com cartão de crédito, no momento da fatura a administradora converte o valar para reais e soma 6.38% sobre as compras internacionais e o valor já vem somado na fatura do seu cartão.

 

Se você comprar moeda em espécie num banco ou caso de câmbio, já é somado 1.1% sobre o valor total convertido e você paga na hora que comprar os dólares alguns bancos cobram uma taxa de serviço adicional para realizar a operação.

 

A taxa de 25% pelo que eu sei, não chegou a valer efetivamente, ou valeu por muito poucas semanas e não se aplicava neste caso (cartão de crédito), só valia para remessas internacionais realizadas via banco (quando você faz uma transferência entre contas corretes bancárias para o exterior), afetava mais as agências de viagens, que pagam os hotéis no exterior diretamente via transferência bancária e não por cartão de crédito

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 0

fiz um pagamento com cartão de crédito e logo eles me mandaram um email solicitando que eu fizesse o preenchimento de uma autorização e enviasse pra eles , para assim, o pagamento ser autorizado pela empresa do cartão de crédito....Isso procede?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

  • 0
15 horas atrás, [email protected] disse:

fiz um pagamento com cartão de crédito e logo eles me mandaram um email solicitando que eu fizesse o preenchimento de uma autorização e enviasse pra eles , para assim, o pagamento ser autorizado pela empresa do cartão de crédito....Isso procede?

Já aconteceu comigo, mas apenas quando eu não consegui fazer o pagamento eu mesmo: ou seja, tentei pagar pela internet usando o link que eles enviaram, e não consegui. Pedi para eles fazerem o pagamento para mim, e então eles enviaram a autorização para eu preencher. Mas tem hotel que faz isso como questão de segurança. Não é absurdo, penso eu.

Em relação a forma de pagar, normalmente eu pago no cartão de crédito, por questão de segurança. Sempre quando viajo, levo em espécie uma quantidade necessária para alimentação e passeios. Alimentação porque nem sempre se consegue pagar com cartão. Passeios, porque muitas vezes se consegue descontos com pagamento em dinheiro. Sei que pago mais caro por usar o cartão, mas não gosto de ficar andando com tanto dinheiro em espécie.  Em relação ao momento de pagar com cartão, agora ou na hora do check in, é realmente muito pessoal. Eu normalmente prefiro para na hora do check in por causa da possibilidade de cancelamento de viagem. Em relação ao dólar, é sempre uma loucura. Não dá para adivinhar. O meu pensamento pessoal é de que a tendência é sempre piorar (porque, no final das contas, o Brasil quase sempre está pior hoje do que estava ontem). Mas de vez em quando há umas flutuações positivas e o real valoriza. Se vc pagar agora pelo menos vc já sabe o valor que a hospedagem vai te custar e o que vai sobrar para gastar.

Se vc tiver um fonte para comprar dólar no câmbio paralelo, aí já vale a pena, pois sai bem mais em conta. Se tiver que comprar nos meios oficiais, ou seja, bancos, não vale tanto a pena. Mas dividir os gastos em dinheiro vivo e cartão ajuda a minimizar qualquer perda, seja em função de variação cambial seja em função de possibilidade de roubo.

Em relação à taxa, nunca fui cobrado. Acho que realmente não foi posta em vigor. Existia uma taxa de embarque internacional, mas esta vc paga quando compra sua passagem, e fui extinta há poucos dias. E também há cobrança de impostos sobre tudo que vc comprar no exterior e trazer para o Brasil que superar US$ 500. Para compras nos free shopping, o limite é US$ 1000. E vc paga de imposto 100% do valor que superar o limite. Ou seja, se vc trouxer US$ 600 em compras, paga US$ 100 em imposto. Mas isso normalmente nunca acontece. A fiscalização normalmente só vigias os exageros, como por exemplo se vc trouxer 5 pares de tenis, um notebook, ou coisas assim mais caras.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa!

Você pode ajudar esse viajante agora e se cadastrar depois. Se você tem uma conta,clique aqui para fazer o login.

Visitante
Responder esta pergunta...

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emoticons no total são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.




×
×
  • Criar Novo...