Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

Posts Recomendados

Mochilão feito em Dez/16 (Reveillón) - 2 pessoas

 

1° Dia (27.12)

 

Saída de Brasília

11h40 com chegada em Cavalcante as 15h00

320 km

 

Pousada Chalé dos Lagos R$ 160 diária c/ café - casal

Atendimento e Café da manhã excelentes com frutas, pães caseiros, sucos

 

Cervejaria Aracê

Almoço/ Cerveja R$ 75,00 (37,50 cada) Obs.: Excelente ambiente com cervejas e chopps artesanais com frutos da região

 

OBS: Cavalcante possui Banco do Brasil e um posto de gasolina na cidade (gasolina R$ 4,15 e Álcool R$ 3,45)

 

2° Dia (28.12)

Saída pra Santa Bárbara 09h00 do CAT (Centro de Atendimento ao Turista) com guia Paulino (No local ficam vários aguardando).

R$ 80,00 p/ grupo de até 6 pessoas

27 km de estrada de chão até o quilombo kalunga- comunidade do engenho

Entrada R$ 20,00

 

Restaurante ( R$ 30,00 cada e deve ser encomendado antes do inicio da trilha) e Loja na portaria

Trilha de 1600 m até santa Bárbara, passando primeiro por Barbrinha/Barbarinha - Linda cachoeira!!!

Mais 800m pra cachoeira da Capivara

Por último cachoeira de Candurá - não fomos por conta do horário - trilha de 1600 m

 

Terminado passeio...retorno pra Cavalcante parada no mirante e cachoeira Ave Maria, somente para avistar os 200 metros de queda.

 

Trilha dificuldade média

 

3° Dia (29.12)

Parque Nacional

Trilha dos Saltos: não fizemos

Motivo: lotação com capacidade máxima de 450 pessoas e fechamento do parque 12h

Alternativa:

Cachoeira do Abismo

R$ 10,00 p/ pessoa

1 km de caminhada até a portaria e mais 1 km até a cachoeira do abismo

3 km até mirante da janela - Linda paisagem!!!

 

Trilha difícil

 

4° Dia (30.12)

CAT de Alto Paraíso pedir informações sobre Loquinhas - devido a chuva estava com água turva e não fizemos

 

Cachoeira dos Cristais - Para passar um dia bem bonito e sem ser puxado

20 km de alto paraíso

Entrada R$ 20,00

Trilha fácil de mais ou menos 800 m com cerca de 5 cachoeiras ao longo da trilha

Fechamento as 17 hs

Área de camping e restaurante

Água fria- 1700 m de trilha mas não fomos

 

Poço Encantado

30 km de cavalcate/ 60.km de alto paraíso

Entrada: R$ 15,00 p/ pessoa

Trilha fácil de 300m

Restaurante

Cachoeira com praia

Fechamento 18h30

 

5 dia (31.12)

Passeio de balão - cancelado

R$ 590,00 p/ pessoa

Duração total: 3 hs

Saída as 5h30 e chegada as 8h30

 

Vale da Lua (125 km de cavalcante)

R$ 20,00 p/ pessoa

Trilha fácil de 1 km

Piscinas pra banho no final da trilha

 

Parada para fotos nos Jardins de Maytrea- Muito Lindo!! - Na estrada de São Jorge/Colinas do Sul/Alto Paraíso

 

Fazenda São Bento

R$ 30,00 p/ pessoa

Tirolesa - 850 m - Vale a pena!!!

R$ 80,00 p/ pessoa

3 km de carro dentro da fazenda

 

Almecegas II (possibilidade de saltos) - 600 m de trilha

 

Almecegas I 1 km de carro e 2 km de trilha (só mirante)

 

Cachoeira de São Bento não fomos pelo horário

 

Alto Paraíso de Goiás

Gota Sat Som - Experiência incrível de meditação e acustíca

R$ 20,00 (Aos Sábados das 18h as 20h) p/ pessoa

Jantar no restaurante Cravo e Canela, ambiente agradável, comida vegetariana - não era nossa preferência, não gostamos

R$ 50,00 p/ pessoa em média

 

6° Dia (01.17)

Parque Nacional - trilha dos canions

Entrada R$ 15,00 de estacionamento (ganha entrada franca)

Trilha média de 5 km (10 km ao total) - extensa porém média

Retorno as 18h

 

Visita aos canions e depois banho na excelente cachoeira Carioquinhas

 

Restaurante do Waldorino - Imperdível almoço há uns 10 km de São Jorge sentido alto paraíso: Matula R$ 35,00 por pessoa/ cachaças degustação

 

Passeio em São Jorge/ compras

 

Águas Termais - Morro Vermelho (seguir placas Édem, ao chegar seguir mais 1 km a frente e ja chega na Morro Vermelho) - Melhor fazer no entardecer (18h/19h)

Colinas do Sul - 15 km a frente de São Jorge, estrada de chão muito ruim.

R$ 20,00 p/ pessoa

Até as 22h

Água morna e fedida (características da agua) - Não indicamos!!!

 

7° Dia (02.17)

Cachoeiras do Rio Prata

Saída no máximo 08h30 de Cavalcante pra conseguir fazer todas

CAT - guia Paulino R$ 150 por grupo de até 6 pessoas

67 km de estrada de chão com trechos em péssimo estado

Trilha média até as cachoeiras 1 a 4 - 1km de trilha

de Cachoeiras 5 a 7 são 7 km (14 ida e volta) - não fomos por conta do horário

 

Sugestões:

 

Sempre saiam cedo para os passeios mais longos para aproveitar o máximo.

Não deixem de conhecer o Rio Prata, é longe mas compensa muito!!!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Olá, bom dia!

A trilha para o Mirante da Janela,tem necessidade de guia? Já li relatos que dizem que sim, outros que não... Se puder me auxilar agradeço!!!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Ola sou guia turistica em cavalcante chapada dos veadeiros proximo a cachoeira santa barbara caso precisar de informaçoes me chama no zap _

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

  • Conteúdo Similar

    • Por Diego Minatel
      Para mim é algo realmente complicado traduzir em palavras os momentos vividos nos dias da minha viagem. Viagem esta que não se traduz num simples mochilão ou turismo de longa duração. Foi o encontro de uma pessoa comum com seu sonho de andar por terras que tanto o inspiraram, terras mãe da esperança, terras de homens e mulheres feitos de histórias e de coração, corações gigantescos. O sentimento que fica depois de quase seis meses na estrada é o de gratidão, do agradecimento as infinitas pessoas que ajudaram esse pobre viajante das mil e uma maneiras possíveis, para vocês meu muito obrigado.

      Foto 1 - A companheira de viagem
      Tinha uma vida igual a tantas outras, era bem razoável por sinal, mas a vontade de caminhar e estar frente a frente com o novo me atormentava todos os dias. Queria conhecer com meus olhos as diferenças, os sotaques, as comidas, as belezas. Desejava não ter pressa, fazer tudo no seu tempo necessário, não estar preso a rotina dos dias e principalmente aprender. Sim, aprender, não com fórmulas prontas e nem sentado dentro de uma sala de aula. Queria aprender com experiências. Queria conhecer pessoas. De alguma forma queria fugir da minha vida cotidiana, não por ela ser ruim, mas pelo desejo de se conhecer e assim, quem sabe, voltar uma pessoa melhor. Quando esse sentimento passou a ser insuportável decidi que tinha que partir.
      Por um ano ajuntei algum dinheiro, queria ficar seis meses na estrada. A grana não era o suficiente, mas suficiente era a minha vontade. Dei um ponto final no trabalho. Abri o mapa e não tinha ideia por onde começar. Decidi não ter um roteiro, apesar de ter muitos lugares em que eu queria estar.
      Assim começa a minha história (poderia ser de qualquer um). O relato está dividido da seguinte forma:
      Parte 1: de Rio Claro ao Vale do Itajaí
      Parte 2: Cânions do Sul
      Parte 3: de Torres a Chuí
      Parte 4: Uruguai
      Parte 5: da região das Missões a Chapecó
      Parte 6: Chapada dos Veadeiros e Brasília
      Parte 7: Chapada dos Guimarães
      Parte 8: Rondônia
      Parte 9: Pelas terras de Chico Mendes, Acre
      Parte 10: Viajando pelo rio Madeira
      Parte 11: de Manaus a Roraima
      Parte 12: Monte Roraima y un poquito de Venezuela
      Parte 13: Viajando pelo rio Amazonas
      Parte 14: Ilha de Marajó e Belém
      Parte 15: São Luis, Lençóis Maranhenses e o delta do Parnaíba
      Parte 16: Serra da Capivara
      Parte 17: Sertão Nordestino
      Parte 18: Jampa, Olinda e São Miguel dos Milagres
      Parte 19: Piranhas, Cânion do Xingó e uma viagem de carro
      Parte 20: Pelourinho
      Parte 21: Chapada Diamantina
      Parte 22: Ouro Preto e São Thomé das Letras
      Parte 23: O retorno e os aprendizados
      O período da viagem é de 01/10/2015 a 20/03/2016. De resto não ficarei apegado nas datas exatas em que ocorreram os relatos que irão vir a seguir, tampouco preocupado em valorar tudo. Espero contribuir com a comunidade que tanto me ajudou e sanar algumas dúvidas dos novos/velhos mochileiros.
    • Por Caroline Brito
      Olá a todos os Mochileiros, venho trazer o meu relato de viagem.
      Por ser um destino muito procurado no Brasil, e este site ter me ajudado imensamente para construir o nosso roteiro, venho também colaborar.
      Nossa viagem foi realizada em SETEMBRO 2017, período de seca, vantagem em alguns aspectos, desvantagem em outros, em geral, achamos melhor, nos possibilitou melhor clima e sol garantido.
      Nosso roteiro se inicia saindo da cidade de Cuiabá/MT, fizemos uma parada em Goiânia/GO para enlouquecer na Decathlon e seguimos por Brasília/DF, e enfim, Chapada dos Veadeiros.
      De início já deixo nossos gastos gerais:
      Gastos Totais: R$ 4.211,95 (dividido por 2)
      Saiu para cada R$ 2.105,97 (20 dias de Estrada)

      Sendo:
      Combustível R$ 1.240,14
      Pedágios R$ 12,10
      Estadia (Camping em São Jorge e Hostel em Alto Paraíso)  R$ 626,00
      Mercado R$ 908,46
      Jantares e Almoços R$ 649,24
      Farmácia/Higiene R$ 240,55
      Entrada de Trilhas e Cachoeiras R$ 535,46
      ______________________________________________________________________________________________-
      ROTEIRO

      Iniciamos a viagem de carro (Uno), saindo de Cuiabá sentido Goiânia, paramos na Decathlon e seguimos para BSB.
      Ali subimos direto para a cidade de Cavalcante, a Chapada dos Veadeiros consiste em 3 cidades principais - Cavalcante, Alto Paraíso de Goiás e São Jorge.
       
      DIA 01 - CAVALCANTE (SANTA BÁRBARA E CAPIVARA)
      Acampamos lá no Engenho (como é chamada a comunidade local aonde fica a Cachoeira) para sermos os primeiros a chegar na Santa Bárbara - se deixar para dormir na cidade e subir de manhã, chegará tarde, a estrada de chão (30km) é muito ruim, não passamos de 40km/h - ela é absurdamente concorrida, fomos numa segunda para aproveitar que o Parque Nacional estava fechado, mas lá ficamos sabendo que o melhor dia da Santa Bárbara é Terça-feira! Contrate os guias do Engenho, os de Cavalcante são mais caros e os do Engenho vivem quase EXCLUSIVAMENTE do turismo, vamos dar uma força! 
       


      Na comunidade é necessário pagar uma taxa de R$ 20,00 por pessoa para acessar a Cachoeira (A Santa Bárbara é a principal, mas antes dela você passará na Santa Barbarinha, queda menor e linda também)
      O guia varia de preço, nós pagamos R$ 40,00 cada incluindo: Santa Barbarinha, Santa Bárbara e Cachoeira da Capivara. 
       
      CACHOEIRA SANTA BÁRBARA

      Fotografia: Murillo Raggiotto
       
      SANTA BARBARINHA



      A Cachoeira da Capivara é em outra localidade, mas muito próxima, é possível fazer até 3 Cachoeira em um dia.
       
      CACHOEIRA DA CAPIVARA

      Fotografia: Murillo Raggiotto
      Saímos de Cavalcante logo após a Cachoeira da Capivara e seguimos para São Jorge (124km).
      Obs: Abasteça sempre que possível, Cavalcante e São Jorge não possuem postos de Gasolina. Leve sempre dinheiro em espécie, desde Brasília, não possuem Caixas eletrônicos em nenhuma cidade, alguns estabelecimentos passam cartão, mas nos passeios e campings não.
      Nos hospedamos no Camping Taiuá e recomendamos incessantemente, considerado um camping 5 estrelas, e confirmamos, é imperdível.
      E-mail: [email protected]
      Diárias de R$ 25,00 por pessoa na barraca própria. (Eles também alugam equipamento de camping).
      Possuem cozinha com 2 fogões, 3 geladeiras, água a vontade, tanque, varal, banheiros extremamente limpos, silêncio, sofás e camas espalhados por toda área de lazer, e um Wi-Fi muito satisfatório.
      Dormimos, comemos e arrumamos as mochilas para a Travessia.
       
      DIA 02 - TRAVESSIA 7 QUEDAS
      Acordamos cedo (5h), fizemos nosso café, organizamos e já saímos á pé com as mochilas para a entrada do Parque Nacional de Chapada dos Veadeiros. (Cerca de 1km do Camping).


      É preciso reservar com antecedência a travessia possui limitação de pessoas, ela pode ser feita em 2 ou 3 dias, existe o valor de taxa de camping de R$ 18,00 por pessoa, por dia, então você pode entrar no site para fazer a reserva e ver a disponibilidade:
      Site: https://www.ecobooking.com.br/site3/destinoAtrativo.php?gHtY=w16sdl4duzcky5r2ekew
      Você pode escolher como deseja fazer a Travessia, escolhemos o jeito mais difícil, fizemos todos os roteiros possíveis no caminho, somando ao total do nosso primeiro dia 24km de trilha.
      Primeira parada,
      CACHOEIRA DAS CARIOCAS

      Fotografia: Caroline Brito
       
      Segunda parada,
      CÂNION II


       
      Terceira parada,
      CÂNION I

       
      Seguimos a trilha, a partir desse Cânion segue-se mais 17km de Trilha até a área de Camping.
       

      Chegamos na área de camping já as 20h, então sugerimos fortemente a necessidade de lanternas se forem fazer todo o roteiro que fizemos, muito difícil chegar á luz do dia na área de camping.
      Se escolher a forma mais rápida, corte as duas primeiras paradas e vá direto ao Cânion I, assim chegará na área de camping por volta de 16h.
       
      DIA 03 - CACHOEIRA 7 QUEDAS 

      Fotografia: Murillo Raggiotto
       
      Aproveitamos brevemente a água e a vista e já seguimos nosso caminho de volta á sociedade, é exaustivo, mas absolutamente gratificante.
       

      Fotografia: Murillo Raggiotto
       
      Durante a trilha de volta o cenário muda diversas vezes, e é lindo como tudo se transforma.
       

      Fotografia: Murillo Raggiotto

      Fotografia: Murillo Raggiotto
       
      Ao fim da trilha você deve depositar o cartão (que recebeu no início da trilha) na caixinha para que saibam que você finalizou a travessia.

       
      A partir daqui seguem-se mais 3km até a beira da estrada, aonde você pode conseguir carona ou contratar alguém de São Jorge pra te buscar.
      Geralmente cobram R$ 20,00 por pessoa o seu "resgate". 
      Ou você pode voltar andando mais 6km até a cidade. (Não recomendo). Rs!

      DIA 04 - VALE DA LUA
      R$ 20,00 por pessoa para entrar
      Dica importante: Todos os destinos podem ser encontrados no Waze, não tem erro, só carregue no Wi-Fi antes de sair.




       
      DIA 05 - CACHOEIRA DOS SALTOS 80 E 120
      Esse passeio é feito dentro do Parque Nacional e não têm custo nenhum. Dentro de São jorge e Alto Paraíso não foi preciso Guia para fazer nenhum destino, todas as trilhas são auto-guiadas.
      Na minha opinião, esse é a trilha mais pesada, apesar de serem apenas 6km, pensa numa subida! Rs!
       
      SALTO 120

       
      SALTO 80

      Fotografia: Murillo Raggiotto
       
      DIA 06 - MIRANTE DA JANELA
      Propriedade particular, custo de R$ 15,00 por pessoa.
      Localização pelo Waze, 2km da Vila de São jorge.
      A trilha é pesada, com distância de 6km, há quem diga que é a mais difícil, mas sinceramente não achei. 
      Uma vista única que vale cada esforço.

       
      DIA 07 - CACHOEIRA DO SEGREDO
      Localização no Waze
      Propriedade particular, R$ 35,00 por pessoa.
      12km de trilha média.

       
      DIA 08 - CACHOEIRA ALMÉCEGAS I e II
      Fica na estrada, voltando para Alto Paraíso de Goiás.
      Localizada na Fazenda São Bento.
       
      ALMÉCEGAS I

       
      ALMÉCEGAS II

       
      Ainda existe uma outra cachoeira na propriedade, mas queríamos descansar, então seguimos para Alto Paraíso e ficamos no Hostel da Ana, por R$ 30,00 a diária por pessoa.
       
      DIA 09 - CACHOEIRA LOQUINHAS
      R$ 20,00 por pessoa
      Trilha curta de 1,5km com vários poços de águas cristalinas, a que gostamos mais foi o poço xamã.
      (Como fomos na seca, foi o único poço com volume de água, se for na cheia ou logo após, pegará os 7 poços e a Cachoeira com volume lindo.)
       

       

       
      DIA 10 - CASCATA DOS COUROS
      Este destino se encontra voltando a estrada sentido Brasília, achamos a localização pelo Waze e não foi preciso guia. \o/
      Não tem custo de entrada, mas tem um pessoal legal de uma comunidade próxima que cuida dos carros, e você paga um valor simbólico escolhido por você á eles.
      Trilha leve.

       
      Retornamos á Alto Paraíso e curtimos a cidade um pouco mais.
      Na avenida principal tem um Empório com produtos naturais, VÁ LÁ! 
      Os melhores biscoitos de Jatobá e Cacau que você já comeu na vida.
      Só eu tive que voltar lá umas 5 vezes que detonava todos e nunca conseguia fazer sobrar pra trazer pra casa.

      Este foi o nosso roteiro em Veadeiros, nossa viagem se iniciou com roteiros desde Mato Grosso, mas é assunto pra outro post.
      Espero ter ajudado todos os mochileiros interessandos no destino, e recomendo muito a experiência.

      Abraço á todos!
      E bons mochilões!

      Redação: Caroline Brito
      Fotografia: Murillo Raggiotto
       
       
       
       
       
    • Por Diego Pereira13
      Galera pretendo viajar para chapada dos veadeiros na última semana de janeiro, alguém tem conhecimento se chove mto nessa época ou é de boa? ✌🏻
    • Por Rogpan
      Salve Galera!
      Dessa vez fomos fazer o comentado Poço das Esmeraldas... Aproveitamos a folga do feriado para fazermos esse confere!
      No sábado partimos cedo saindo da Vila de São Jorge para a fazenda Volta da Serra, quem vai da Vila para Alto paraíso cerca de 7 KM depois da entrada do Vale da Lua, existe uma Placa meio discreta com as informações!
      Entre nessa estrada de chão e percorra cerca de 7km a 8 km de carro... até chegar na entrada da fazenda, alí poderá estacionar ( um gramado show de bola) e a sua direita verá um parte para atendimento ao público e pagamento da taxa de entrada. Pagamos 25$ por pessoa e o atendente faz algumas orientações bem como lhe coloca uma fita no pulso para controle!
      Após segue de carro passando pela segunda porteira mantendo um caminho de mais uns 2km até chegar em um "estacionamento" ali começa a Trilha!
      SÁBADO POÇO DAS ESMERALDAS
      Antes é bom lembrar de levar água... caso tentem fazer o trajeto completo!!! São 3 Cachoeiras sendo uma de menor queda que resolvemos não ir pois logo no início de nossa trilha encontramos com um senhor que fazia o trajeto de volta e nos informou que a mesma estava sem queda d'agua, talvez pelo período de seca que estamos...resolvemos não ir! Partimos então para o Poço das esmeraldas que daquele ponto ( já tínhamos andando um bom pedaço em parte plana  - a outra questão é que a maior parte do trajeto é descampado leve proteção para o sol) pela placa constava de mais 1.200 pela placa de orientação!
      Trajeto tranquilo... como partimos cedo 7:40 chegamos cedo no Poço e encontramos somente 3 pessoas .... ali ficamos um bom tempo! Aproveitamos para fazer algumas fotos legais e tomar nosso banho... optamos sempre por valorizar o local de forma tranquila, essa foi nossa sorte!
      As 12h o local estava lotado e sem a calmaria da natureza... seguimos então para a última...



       
      CACHOEIRA DO CORDOVIL
      Quase tiramos no par ou ímpar! Resolvemos seguir em frente... ( dica - em época de secar não vale a pena ir até essa última queda, pois o fio de água é pequeno e o local não favorece bem para ficar com muitas pessoas por haver muitas pedras e sem muitas sombras)
      Isso nos cansou um pouco a mais... ficamos pouco tempo e seguimos voltando, saímos mais ou menos por volta das 15h sol rachando...
      O caminho apesar de ser tranquilo, nesse último trecho para o Cordovil é um tanto atencioso por ter muitas pedras ( pedras de cachoeiras pois o caminho o leito do córrego de agua quando se esta cheio... ) como estava seco, fizemos o trajeto de boa.. meio com algumas subidas e descidas em alguns trechos...
       
      DOMINGO CACHOEIRA DOS CRISTAIS
      No domingo resolvemos não voltar cedo e fazer a Cachoeira do Label como era nosso plano inicial, por conta da seca e de algumas quedas sem agua... preferimos não arriscar...
      Saímos cedo novamente e partimos para a Cachoeira dos Cristais, saimos da Vila de São Jorge e fomos no sentido Cavalcante... a entrada fica cerca de 8 KM depois de Alto Paraíso, bem notável na estrada...entra-se mais uns 4 km de estrada de chão até a portaria...
      Confesso que fiquei muito surpreso com a estrutura do local, muito legal mesmo!
      O espaço conta com restaurante, banheiros e um espaço bem amplo com lojinha e etc...
      Passando dessa parte inicial começamos a trilha que começa com um poço pequeno e muito bom de banho... Ah a cachoeira dos cristais não é uma única cachoeira como imaginamos encontrar... e sim um complexo de várias quedas pequenas... que ao longo da trilha vamos observando e parando até chegar na última!

       
      Findamos nossa trip após almoçar no local onde servem um buffet por Kg e aceita cartão! Recomendo1
      Terminamos após esse almoço pegando a estrada e voltando para Brasília!
      Até próxima e boa trilha!
       

    • Por Rogpan
      Nossa Trip foi bem louca galera!
      Primeira vez que resolvemos fazer o Mirante, confesso que foi uma das melhores e mais sinistras...rs
      No dia 30SET resolvemos comemorar meu niver fazendo uma bela trilha, um bate e volta dos bons... Como estava recebendo uma grande amiga em BSB Ariadne Rodrigues ( amiga de velhas cervejas )... fechamos a equipe convidando nosso grande amigo Reis ( conhecido nas redes sociais das trilhas).
      Partimos então para a Vila de São Jorge - GO e claro direto para a trilha!
      O acesso dar-se ao final da Vila de São Jorge no caminho para a antena de telefonia e seguindo um caminho não muito demarcado, como trata-se uma área particular apenas se chega de carro até uma área onde deixamos os carros e seguimos a pé por uns 1500m até a entrada onde fica o Sr Graciliano, senhor simples e de boa prosa... a trilha não tem mapa, é demarcada em partes ( talvez por conta dos guias e dos aventureiros que não curtem pagar ) então as orientações são de total conhecimento de quem já foi pelo menos uma vez e do Sr Graciliano.

       

      Início da trilha
       

      Chegando próx a Cachoeira do Abismo
       

       

      Cachoeira do Abismo
       
       

       
       
      Platô antes da Janela
       

      Reis fazendo um registro irado
       
       
      Registro no Mirante da Janela
       
       
       
      Após um café com Sr Graciliano
       
      Paga-se em média um valor de R$15,00 a R$20,00 por pessoa (em espécie) para visitação ao local dando direito a visitação na Cachoeira do Abismo ( fácil acesso ) e no Mirante da Janela ( médio a difícil). Neste último é comum muitos visitantes voltarem sem achar o mirante pois na parte final da trilha as demarcações foram retiradas, e acabam muitos se perdendo, o que muitas vezes é acionado o Corpo de Bombeiros local...
      Assim é importante ter em mente as orientações do Sr Graciliano ou ir com alguém que já foi.
      Dica: na última parte, ao achar uma espécie de circulo de rochas, mantenha a sua direita contornando este círculo, descendo um pequeno trecho onde tem como marcação um aste de madeira fincada e contornando pela direita novamente chega-se ao Mirante. Recomenda-se também voltar antes de escurecer ou levar lanternas para não perder o caminho de volta. Já fiz esse trecho a noite e é um pouco ruim o acesso.  
      Boa Trilha!
       
       
       



×