Ir para conteúdo

Você já foi roubado ou assaltado em alguma de suas viagens?


Silnei

Você já foi roubado ou assaltado em alguma de suas viagens?  

133 votos

  1. 1. Você já foi roubado ou assaltado em alguma de suas viagens?

    • Sim
      41
    • Não
      92


Posts Recomendados

  • Respostas 66
  • Criado
  • Última resposta
  • Membros de Honra

Já fui roubada.

 

Mas por pura idiotice minha ::putz::::quilpish::

Na pressa de sair logo de casa, acabei enfiando a máquina digital na mala... esqueci de lacrar com o cadeado e despachei a bagagem.

Adivinha se tinha alguma máquina quando peguei a bagagem? ::prestessao:: O pior era que estava no bolso interno da mala, então a pessoa que pegou, abriu a bagagem só pra tirar a máquina.

Nem fiz reclamação, porque sabia que não tinha como provar que a máquina estava na mala. ::toma::

Link para o comentário
  • Colaboradores

em julho de 2006 cheguei a rodoviária de Arequipa - Peru, as 7 da manha.

estava levando todos os meus pertences de valor numa mochilinha de ataque, ao qual eu nao me desgrudava pra nada.

depois de 20 dias viajando meu primeiro descuido foi fatal.

coloquei a mochilinha no chao, ao lado da mochila cargueira, bem ao meu lado. Enquanto isso estava olhando um mapa no balcao de infos turisticas da rodoviária.

nos 20 segundos que eu me descuidei da mochilinha, ela foi roubada. Perdi tudo, tudo.. documentos, passaporte, cartao do banco, maq fotografica, dinheiro, meu caderno com anotaçoes, e por ai vai.. a unica coisa que me restou foi a passagem de aviao La Paz - Sao Paulo.

minha sorte foi um casal de brasileiros que estavam comigo e permitiram minha mae depositar dinheiro na conta deles e eles sacaram pra mim num banco la do Peru.

 

Logo apos o roubo, a policia, fechou a rodoviaria, acionou todo mundo pra tentar identificar o bandido.. mas nao deu em nada.

fiz B.O. etc, mas nada adiantou isso.. acho que foi uma mulher ja de idade e sua filha pequena que roubaram a mochila.

fui no consulado brasileiro em arequipa e o consul nao pode fazer muita coisa também, alem de me pagar um almoço e fazer uma carta para eu passar na imigraçao sem problemas na volta para o Brasil.

 

quando eu estava retornando a La-paz para pegar o aviao, o pessoal da alfandega Bolivia/Peru, me criou muitos problemas por eu estar sem documentos... me deram um cha de cadeira de umas 2 horas, eles queriam dinheiro... como eu estava com pouquissima grana, nao dei..acabei fugindo deles e entrei ilegal na Bolivia. peguei logo um bus pra la paz e la fui direto para o escritorio da LAB. no escritorio, o agente disse que varios voos tinham sido cancelados, e que só havia uma vaga para o brasil, mas em um voo partindo de Santa Cruz de La Sierra... nao pensei 2 vezes.. troquei a passagem para Santa Cruz, peguei um bus e viajei 25 horas ate la.

 

chegando no aeroporto de Sta Cruz outro transtorno.. a interpol queria me prender, porque eu nao tinha documento nem nada.. apenas a carta do consulado e o B.O. mas eles disseram que eu estava na Bolivia e que aquilo ali nao valia nada pra eles.. a essa hora eu ja estava ha 2 dias sem banho, com uma barba igual ao papai noel, cansado demais e todo mulambento.

me confundir com um terrorista, ou um traficante internacional nao seria nada dificil..

depois de brigar, espernear, xingar e tudo mais com o povo da interpol e da LAB, eles me liberaram e voltei pra casa...

 

notei que na Bolivia e no Peru, é dificil assalto a mao armada, mas o povo la é especialista em pequenos furtos...

portanto aconselho a nao descuidar nem 1 minuto se quer de seus objetos de valor..

Link para o comentário
  • Membros

Em 2006 em um trem de Veneza para Budapeste. O trem era noturno e toda hora nas fronteiras o pessoal da imigração verificava passaporte. Em uma dessas eu deixei a porta do meu gabinete aberta, e entraram uns assaltantes. Nada grave, como meus valores pessoais estavam comigo, só levaram minha mochila pequena e largaram em outro vagão. A parte boa é que como eu estava dormindo, não vi nada! =)

Link para o comentário
  • Membros de Honra

Comigo foi numa viagem a trabalho( pois viajo muito fazendo um ponte entre 3 cidades Maranhenses e Fortaleza), mas em mochilagem, nunca me ocorreu nada.

 

Então, numa dessas viagens pelo Maranhão, à trabalho, o onibus que eu estava ( da empresa guanabara) foi interceptado por assaltantes que aguardavam à beira da estrada( ná época da BR 316 próxima a cidade de Santa Inês. Sim é aquela rodovia que era considerada uma das piores do país, a qual o Pedro Bial fez uma materia há alguns anos atrás...), que se encontrava na época em péssimas condições.

 

Eram 3 assaltantes, que renderam o motorista, levando o ônibus para uma estrada que se entrocava ao lado da pista, conduzindo-o para o meio do mato. Colocaram todos para fora, enquanto pediam para tirar a ropoa e pertences que era postos nuns sacos de pano. Quando metade dos passageiros estavam já em sues travejes íntimos, os assaltantes do nada sairam correndo para o meio do mato, talvez achando que uma viatura ou carro se aproximava do local. Neste exato momento eu estava começado a tirar a roupa, e quando os assaltantes fugiram as demais pessoas que encontravam-se fora correram em disparada para entrar no ônibus. Foi até cômico ver aquele monte de gente correndo todas ao mesmo e tempo tentando entrar no ônibus. ::lol4::

 

Outra cena engraçada foi o assaltante ao pedir o cordão com crucifixo de uma mulher, esta implorou para não levar o cordão, pois era um presente de um pastor de sua igreja e que tinha muito apreço e tal. O assaltante liberou, mas daí outras pessoas começaram a dar a mesma desculpa quando este mandava-as entregar os cordões. Então o assaltante meio contrariado soltou a pérola: ''que é isso, por acaso todo mundo virou crente agora?'' ::lol4::

 

Passado o susto , o motorista resolveu procurar a cidade mais próxima para fazer o boletim de ocorrência. E ah, até hoje eu luto com a guanabara para que me paguem o seguro por perdas e danos individuais, e nada. E este ''litígio'' já dura uns 3 anos...

 

No mais foi só o susto mesmo, ainda bem que ninguém se machucou ou ocorreu nada mais grave...

Link para o comentário
  • Membros

Uma vez, quando estava indo de Arequipa/Peru até Cuzco, minha mochila foi aberta e roubaram tudo o que estava a mao (mos zippers externos). Nao havia nada de valor, mas mesmo assim voce acaba ficando meio com raiva. Fui reclamar na Lan Peru (empresa em que viajava) e disseram na maior cara de pau que, provavelmente, era coisa de algum funcionario desonesto. Disseram que nao podiam fazer nada a respeito e sequer anotaram em algum lugar minha reclamacao. Bom,,, depois disso passei nao levar mais nada nos bolsos externos e a colacar pequenos cadeados nos zippers.

 

::carai::

Link para o comentário
  • Membros

Eu não. Mas sei que em viagens é muito comum acontecer furtos, claro, por descuido. Agora assalto, ou roubo para os doutos, com ameaça, mão armada e tudo, só teve aquele cara lá em Pirinópolis/GO, que Deus o tenha... ::lol4:: Brincadeira... Eu tava voltando da noitada e indo pro carro. O rapaz tava meio revoltado pq o outro motorista não quis dar dinheiro pra ele, por isso me disse que tava armado com uma faca e devia ter furado o cara. Aí eu falei que se fosse eu tinha dado um tiro no cara, depois dei uma boa gorjeta e ele ficou, meio calmo, meio grilado comigo. A sorte é q ele não quis saber se eu tava armado. Me agradeceu e levou a putidão dele pra lá. Moral. Em caso de assalto, ficar calmo(a) e evitar reagir é o mais prudente.

 

::otemo::

Link para o comentário

Arquivado

Este tópico foi arquivado e está fechado para novas respostas.

Visitante
Este tópico está impedido de receber novos posts.

×
×
  • Criar Novo...