Ir para conteúdo
  • Cadastre-se
Entre para seguir isso  
Herbert Vasconcelos

Qual a melhor maneira de poupar dinheiro pro mochilão?

Posts Recomendados

Saudações, galera! :)

 estou querendo começar o meu primeiro mochilão esse ano, e sinto que vai dar certo.

porém, preciso da ajuda de pesoas mais experientes a respeito de qual ser a melhor forma de guardar o dinheiro; eu ainda tenho bem pouco, porém estou na dúvida se com esse pouco eu guardo dentro de um cofre, invisto em algum investimento (como bolsa de valores, ou pego parte da grana e faço uns brigadeiros pra vender na praia), ou eu guardo em conta poupança? E se souberem algum ontro tipo de local em que o dinheiro aumente nesse tempo que eu estiver guardando ele sem mexer, estou aceitando sujestões!

grato desde já.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Cara, o segredo é simples, não gastar dinheiro com bobagens.

O meu caso eu consigo bobagens, carro, baladas, cervejas, restaurantes caros e roupas novas.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Se for investir evite colocar na poupança. Tesouro direto rende mais. Bolsa (renda variável) só se estiver disposto a correr riscos.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Tudo menos deixar o dinheiro em casa, embaixo do colchão ou dentro do cofre, pois cada mês que passar co o seu dinheiro parado, ele perde uns 0,5% de valor devido a inflação.

colocar ele na poupança ou em algum outro investimento de renda fixa qualquer, sendo um valor pequeno e para pouco tempo não vai fazer ganhar dinheiro, mas ao menos evita que perca 0,5% todo mês devido a inflação.

Bolsa de valores, bitcoins, etc é loteria, você pode se dar bem e lucrar, mas também pode se ferrar e perder uma parte significativa do seu dinheiro, então se o objetivo é juntar dinheiro, fuja deste tipo de coisa, isto é coisa que você faz com dinheiro que está sobrando e que você não vai usar e que não vai fazer falta se você perder ele.

Investir ele em um negócio, vender brigadeiros no seu exemplo, também é um investimento de risco, se você conseguir vender os produtos, perfeito, deu lucro, mas se eles encalharem e você não conseguir vender e tiver que jogar fora por que estão velhos, é preju e você perdeu dinheiro, então só faça isto se você tiver confiança no seu espirito empreendedor e habilidades para vendas.

Se você tem pouco dinheiro, comece colocando ele na poupança, de preferência num banco diferente de onde você tenha conta e cartão, e deixe o cartão sempre guardado em casa, e resista tentação de tirar dinheiro dela. Assim que você receber o salário, pegue o valor que você acha que precisa para passar o mês e o resto deposita na poupança, e dê um jeito de passar o mês com o dinheiro que você separou para isto, rs...

 

Investir em Tesouro Direto Selic pode ser interessante, mas tem algumas taxas ocultas que podem fazer você perder rendimento e no final acabar com menos do que se tivesse deixado na poupança. Pois a maioria dos grandes bancos cobra taxas de administração meio altas no Tesouro Direto, o que anula praticamente todo ganho dele em relação a poupança.

Para fugir das taxas altas dos grandes bancos no Tesouro Direto, você tem que ir para corretoras menores, mas ai já tem que pagar TED para mandar o seu dinheiro para lá, e o custo do TED vai anular qualquer ganho que o Tesouro Direto proporcionará em valores pequenos.

 

Então a menos que você tenha uma conta bancária que não pague TED, para valores pequenos, o melhor ainda é a velha poupança caso você não queira correr nenhum risco.

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Só complementando tudo que foi falado a cima, a poupança por pior que seja (por render pouco) ainda continua sendo a melhor opção. Você nao paga taxas, nao tem imposto, nao tem o risco de perder o que ta la parado e o principal, determine suas prioridades! quando receber seu salario ou qualquer outro rendimento tire a parte a ser guardada e se vire com o resto. Evite fazer o contrário, pois a probabilidade de voce gastar quase tudo e nao poupar nada é grande. E aconteça o que acontecer, nao faça saques do seu montante guardado. Quando pensar em ir numa balada cara, comprar coisas supérfluas lembre-se que aquele dinheiro poderá pagar uma(s) diaria(s) ou algum passeio.

  • Gostei! 1
  • Obrigad@! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
13 horas atrás, Herbert Vasconcelos disse:

Saudações, galera! :)

 estou querendo começar o meu primeiro mochilão esse ano, e sinto que vai dar certo.

porém, preciso da ajuda de pesoas mais experientes a respeito de qual ser a melhor forma de guardar o dinheiro; eu ainda tenho bem pouco, porém estou na dúvida se com esse pouco eu guardo dentro de um cofre, invisto em algum investimento (como bolsa de valores, ou pego parte da grana e faço uns brigadeiros pra vender na praia), ou eu guardo em conta poupança? E se souberem algum ontro tipo de local em que o dinheiro aumente nesse tempo que eu estiver guardando ele sem mexer, estou aceitando sujestões!

grato desde já.

O modo mais simples q pra mim funciona é primeiro se organizar financeiramente... e fazer o desafio das semanas ...tem planilhas sobre, começa poupando pouco p educação financeira e depois vai aumentando!

Exemplo, vou fazer um esse ano, outubro, então comecei em janeiro .. e todo mês separo no banco (poupança mesmo) mas simples, e os demais corri risco. se que apenas juntar para viajar, poupança...se quer render seu dinheiro, outras opções.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
1 hora atrás, lobo_solitário disse:

Só complementando tudo que foi falado a cima, a poupança por pior que seja (por render pouco) ainda continua sendo a melhor opção. Você nao paga taxas, nao tem imposto, nao tem o risco de perder o que ta la parado e o principal, determine suas prioridades! quando receber seu salario ou qualquer outro rendimento tire a parte a ser guardada e se vire com o resto. Evite fazer o contrário, pois a probabilidade de voce gastar quase tudo e nao poupar nada é grande. E aconteça o que acontecer, nao faça saques do seu montante guardado. Quando pensar em ir numa balada cara, comprar coisas supérfluas lembre-se que aquele dinheiro poderá pagar uma(s) diaria(s) ou algum passeio.

realmente, se é apenas juntar p realizar sonho é o modo mais simples e fácil.

Os demais é pra quem quer investir, gerar e arriscar

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Cara, no meu caso eu abri mão de carro, moto, saídas mais caras como baladas e grandes eventos. 

Opto sempre por comer em casa, evito gastar com comidas na rua, pois podem parecer baratas, mas no montante consome uma boa quantia.

Não abro mão das coisas que gosto de fazer como um churras com os amigos, uma ceva de leve, jiu-jitsu, yoga, viagens menores, passeios.

Minha grana deixo numa poupança, rendendo pouco, mas rendendo. Pode optar por uma aplicação de baixo risco que rende quase o mesmo que uma poupança.

Não tem muito mistério, o negócio é não gastar com o que não precisa, isso que precisa se perguntar: Este custo é realmente necessário??? Se sim, gaste; Se não, não gaste.

 

 

 

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Uma coisa que estávamos comentando hoje lá no escritório, é quanto que comida de rua e lanche consome do orçamento...

A história começou com o vale refeição que todos funcionários recebem e que é o mesmo valor para todo mundo, R$ 450 por mês.

Eu comentei que no final do mês sempre me sobra uns 30 ou 50 reais de saldo no vale-refeição, e que esta sobra eu gasto jantando fora em algum final de semana todo mês.

Já o meu colega que senta na mesa do lado, que ganha o mesmo valor de vale-refeição, comentou que o vale-refeição dele nunca passa do dia 20, que todo mês ele gasta todo o saldo do vale-refeição e tem que complementar com com uns 150 a 200 Reais para fechar o mês.

Eu não como mal, e nem como pouco, e nem almoço em lugares ruins, vou almoçar quase todos os dias em restaurantes melhores que este meu colega, mas a diferença é que eu uso o vale refeição só para almoçar, o lanche do meio da tarde, eu sempre levo uma fruta ou coisa que eu comprei no supermercado bem mais barato.

Já este meu colega para o qual sempre falta vale-refeição no final do mês, todo dia na hora do cafezinho da tarde ele desce na cantina e volta com um pastel, uma coxinha, um salgadinho, um refrigerante, um lanche, etc, tudo comprado na lanchonete, que é bem mais cara...

Não parece muito, mas estes 150 Reais que ele gasta todo mês para complementar o vale refeição, no final de um ano rendem uma economia de R$ 1.800.

R$ 1.800 foi o que eu paguei mês passado numa passagem para os EUA, ou seja, o dinheiro que este meu colega gastou em pastel e coxinha e refrigerante, pagaria a minha passagem para os EUA...

 

  • Gostei! 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Eu tenho carro, e poderia muito bem ir trabalhar de carro, seria bem mais cômodo para mim, mas também custaria muito mais, pois teria gasto com gasolina, estacionamento, manutenção extra, etc...

Apesar de não ser tão confortável como ir com o meu carro, e nem tão rápido, eu prefiro ir de ônibus, por que no meu caso é muito mais barato ir de ônibus do que pagar gasolina e estacionamento, e eu tenho um pouco de sorte de o ônibus também não demorar tanto tempo a mais do que o carro...

Novamente a economia não é muito grande, mas são outros 200 Reais de economia todo mês, ou uns R$ 2.500 por ano, o suficiente pagar 4 ou 5 dias em New York...

Ou seja, só o dinheiro que alguns dos meus colegas gastam em pastel e refrigerante e por não abrir mão de ir trabalhar de carro, paga uma viagem para New York por ano.

Eu também não deixo de fazer as coisas legais que eu gosto, como sair tomar uma cerveja com os amigos, comprar um bom vinho para tomar, visitar os meus pais que moram em outra cidade a cada 2 ou 3 meses, passar um final de semana na praia com alguns amigos, etc...


E todo ano eu tenho que escutar: "Nossa você deve ganhar super bem, o seu salário deve ser bem mais do que o meu,  para poder fazer uma viagem internacional todo ano".

Mas é só questão de prioridades, e ser consciente com onde que você gasta o seu dinheiro.

 

  • Gostei! 3

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora
Entre para seguir isso  



×