Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Bota Impermeável, qual devo comprar e aonde é melhor?


Posts Recomendados

  • Colaboradores
Em 28/06/2019 em 13:47, Frederico Pires disse:

Juliana , boa tarde! Já testou a bota? Estou também querendo adquirir uma bota Vento. Obrigado.

 

Obs: Onde você comprou?

Comprei no site da Vento mesmo, e ainda consegui um descontinho! :)

Eu não cheguei a testar ela para o que ela foi feita, rs, pois a comprei faz pouco tempo.

Esta semana usei ela para subir o Morro do Gavião, mas é tão "nutela" (30 min de caminhada em caminho de pedra) que nem considerei um teste. Percebi que ela esquenta MUITO, mas eu tava com uma meia bem fininha e podre... pra vc ter ideia tirei a bota e desci descalça desse morro, hahauaha. A bota ficou bem úmida por dentro, mas tava um calor do cão!

É bem importante observar a questão da composição das meias que o @fabiomon já explicou em vídeo. Usei uma meia comum, é um erro.

 

No fim da semana inicio uma viagem por Argentina (norte) e Chile (Atacama) e aí de fato vou testá-la!

  • Gostei! 1
Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Respostas 148
  • Criado
  • Última resposta

Mais Ativos no Tópico

Mais Ativos no Tópico

Postagens Populares

Eu comprei uma Vento (titã), e concordo com o @victorprado, o atendimento é MUITO bom! Estou andando com ela pra dar uma amaciada mas vou estreá-la na trilha em alguns dias, depois conto o que ac

Salve! Não conheço esse modelo "Diagnostic" em particular, mas Caterpillar é um fabricante que foca mais em modelos para uso profissional, como EPI, que acabaram caindo no "gosto" de usuários cas

Salve! Botas.. Sempre um assunto bom e polêmico. O que serve bem e uns gostam, não necessariamente é o que servirá e será apreciado por outros. Primeira dica é sempre comprar a bota depois d

Posted Images

  • Colaboradores
Em 30/06/2019 em 10:49, Juliana Champi disse:

Comprei no site da Vento mesmo, e ainda consegui um descontinho! :)

Eu não cheguei a testar ela para o que ela foi feita, rs, pois a comprei faz pouco tempo.

Esta semana usei ela para subir o Morro do Gavião, mas é tão "nutela" (30 min de caminhada em caminho de pedra) que nem considerei um teste. Percebi que ela esquenta MUITO, mas eu tava com uma meia bem fininha e podre... pra vc ter ideia tirei a bota e desci descalça desse morro, hahauaha. A bota ficou bem úmida por dentro, mas tava um calor do cão!

É bem importante observar a questão da composição das meias que o @fabiomon já explicou em vídeo. Usei uma meia comum, é um erro.

 

No fim da semana inicio uma viagem por Argentina (norte) e Chile (Atacama) e aí de fato vou testá-la!

Obrigado pela informação!

  • Gostei! 1
Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 1 ano depois...
  • Membros
Em 07/03/2019 em 16:22, gvogetta disse:

Salve!

Não conheço esse modelo "Diagnostic" em particular, mas Caterpillar é um fabricante que foca mais em modelos para uso profissional, como EPI, que acabaram caindo no "gosto" de usuários casuais em função de seu apelo rústico e agressivo. As que já experimentei, similares em aparência a este modelo, achei em geral muito pesadas, geralmente com biqueiras de aço e outros detalhes que para uso no trekking em geral as tornam pesadas e desajeitadas = desconfortáveis. Até hoje não gostei de nenhum modelo deles no pé. Robustez, segundo relatos e avaliações contidas em sites gringos para modelos da marca, são apenas medianas, nenhum se destaca em nada. Beleza? É questão de gosto, e gosto não se discute.

Tem ainda o fator dificuldade de comprar produtos originais. É uma marca muito falsificada, então uma loja confiável para a compra seria essencial para se ter alguma garantia, e aí o preço no Brasil dispara. Talvez por isso a dificuldade de encontrar aqui no país fora dos canais mais informais de compra e venda.

Essas características, creio, façam com que a marca não seja comentada por aqui.

Sobre as outras duas botas mencionadas:

As Salomon não recomendo, vai achar polêmico, mas para mim (que já tive e tenho produtos da marca) o solado delas é pouco aderente para uso em rocha molhada e sua robustez pífia para uma bota com o seu nível de preço.

As Snake são mais honestas, no geral boas botas, mas têm seus defeitos também, conforme o modelo. Já comentei o que acho de ambas em diversos posts aqui neste tópico mesmo e pelo Mochileiros afora.

Cara, agora me deixou cheio de dúvidas kk

Se não recomenda Salomon, que marca/modelo recomenda pra compra aqui no Brasil?

Estou de olho da Ultra Trek GTX e na Quest Prime, mas agora fiquei preocupado, rs

 

 

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros
12 horas atrás, Montanhadiaria disse:

Cara, agora me deixou cheio de dúvidas kk

Se não recomenda Salomon, que marca/modelo recomenda pra compra aqui no Brasil?

Estou de olho da Ultra Trek GTX e na Quest Prime, mas agora fiquei preocupado, rs

 

 

Cada um tem uma opinião. As botas vento, muito faladas aqui no fórum, tem atendimento e renome, eu pessoalmente não uso pois a Finnisterre é uma bota com solado monobloco colado, o que pra mim trás a desvantagem dos solados colados, que seria a descolagem do mesmo por hidrólise, e a desvantagem do solado monobloco, que é o pior amortecimento. A Cronos, o último lançamento e a "bota mais confortável do mundo" tem - finalmente - solado bicomponente, o que mostra que a Vento está investindo em tecnologia, além de cabedal em peça única, muito legal. Se fosse em couro, provavelmente eu já teria adquirido, mas por se tratar de um material sintético que não amacia como o couro, nem é orgânico, fico com o pé atrás, principalmente pois as "vantagens" do Nanox, como maior resistência a abrasão e maior respirabilidade, são, na minha opinião, uma solução pra um problema que não existe, pois o couro já é excelente nesses aspectos. O gerente de produto da Vento também postou um vídeo onde fala que gosta de usar sua Cronos com o cano folgado pois a mesma machuca seu tornozelo - no fim do post -, e isso pra mim é um problema, principalmente pra "bota mais confortável do mundo", e pra mim, que gosto da bota bem apertada no tornozelo, acho que pode faltar espuma no cano desta bota, no caso. A Jackal evolution seria uma bota legal, mas poderia ser feita em couro, em vez de cordura. Tirando isso, os preços são médios, apenas.

As Salomon tem - ou tinha, não sei - o problema da cola, que pode te deixar na mão, realmente, mas todas as botas Salomon tem solado bi componente; muito preenchimento de espuma no cano, o que as tornam confortáveis mesmo apertadas; são botas mais leves que as Vento de mesmo tamanho - mesmo o couro sendo mais pesado que o Nanox -; e se o solado tem uma aderência que não chama a atenção no molhado, sendo apenas OK, no seco são muito bons, além de durarem muito, nunca usei uma Salomon até o final da sola. Inclusive o desenho do solado da Finisterre é uma cópia - pois veio depois, claro - do solado da Quest 4D 2, só que monobloco. No geral, é a marca com botas mais confortáveis que já usei. Calcei a X-tracks, a Discovery, um modelo 3d Chassis que não sei o nome e a Quest 4D 3, todas elas são exemplo de conforto, sendo que meu tornozelo é muito sensível. Fora isso, são botas com bom conforto térmico.

Eu experimentei também a TNF que, no modelo que eu adquiri, teve boa durabilidade da cola, mas o conforto não foi perfeito, além do solado - que adere bem no molhado - gastar rápido. O modelo que eu peguei é um pouquinho mais quente também. Antes da bota Verbera Lite, tive um tênis Hedgehog GTX - algo assim -, que quebrou - soltou - o ilhós de plástico no meio da vida útil, então ficaria atento ao escolher o modelo, depois desse tênis, sempre dou preferência a ilhós metálico, principalmente nessa marca. Nessa marca o GoreTex durou mais que nas Salomons tanto no tênis como na bota.

A Timberland saiu do Brasil, mas tinha modelos muito bons como o Timberland Bridgeton, que meu amigo usou por 5 anos até acabar a sola e nunca descolou nem nada, ou a Chochorua GTX, que era honesta e usa a sola da Flume, macia e aderente. Uma pena que modelos como White Ladge; Rain Forest e Flume possuam aquele passador ridículo que fez muitas pessoas acharem que a marca é péssima, com razão.

Ou seja, nada é perfeito por enquanto. Acho que uma Cronos ou uma Gaia podem ser boas opções se ficarem confortáveis no seu pé. As Salomons são excelentes, tirando o problema da cola e da durabilidade da membrana GTX. Vale lembrar que qualquer bota pode descolar se pouco usada ou se guardada úmida ou suja.

Vídeo onde o gerente fala sobre o ajuste do cano da Cronos:

PS: também não compro Vento pois o discurso do cara é bem bolsonarista, não reconhecendo o desmatamento desenfreado na Amazônia, por exemplo.

  • Obrigad@! 1
Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros
Em 06/01/2019 em 22:47, gvogetta disse:

Salve!

Botas.. Sempre um assunto bom e polêmico. O que serve bem e uns gostam, não necessariamente é o que servirá e será apreciado por outros.

Primeira dica é sempre comprar a bota depois de experimentar o modelo exaustivamente nos dois pés (em loja física, portanto). Comprar bota pela internet, a não ser que você já a conheça é a maior roubada. Depois, antes de partir para a trilha, usar na cidade alguns dias para acostumar seu pé à bota (não tem nada a ver com amaciamento, mas mais para verificar se a mesma não te machuca, não modifica sua pisada, etc.). Isso previne problemas na trilha depois e pode te poupar de .

Na minha opinião, Salomon e The North Face, por exemplo, são marcas excessivamente caras e de qualidade apenas mediana. Materiais do solado e cabedal são frágeis, não aguentam pancadaria forte. Boas para quem faz trilhas tranquilas.

Óbviamente temos hoje grande facilidade (oferta e disponibilidade em lojas nacionais) para adquirir boas botas importadas, como Columbia, Dachstein, La Sportiva, Boreal, Mammute, Vasque, dentre outras, mas os preços geralmente são proibitivos, fora da nossa realidade devido à disparidade dos preços em Dólar.

Todavia, tenho dado preferência para fabricantes nacionais, como Vento, Snake/GuarteláFeline. Nos últimos 10 anos as melhores botas que tenho usado são desses fabricantes, mesmo se comparadas às de marcas importadas - Salomon, Columbia e TNF, que também já utilizei e ainda tenho. Não perdem em nada para nenhum modelo importando, a não ser talvez no "status" do usuário, fator puramente pessoal e atécnico.

Vento (fabricante paranaense), em especial os modelos Finisterre e GS3000, ótimas botas para trekking em geral e montanhismo, e até mesmo para uso tático e profissional. Tem excelente custo x benefício, ótimo nível de conforto, proteção e de impermeabilidade, tenho em uso ainda uma Finisterre que já está com mais de 6 anos de idade e absolutamente íntegra.

Snake e Guatelá (mesma fábrica - fabricante paranaense) tem modelos muito bons, cabedal bem resistente, confortáveis, impermeáveis. Única ressalva talvez para os solados, que apesar de bem aderentes, não estão mostrando (ao menos para mim - forma de uso, talvez) grande durabilidade em atividades de rocha (montanha).

Todavia, as minhas melhores compras nos últimos 4 anos foram as botas da marca Feline (fabricante mineira). Especialmente os modelos Raptor Dry e Sabre Dry. São botas de uso tático/policial, mas totalmente compatíveis com trekking e uso em montanhismo. São impermeáveis e com excepcional nível de proteção e conforto. Gosto especialmente porque são um pouco mais rígidas (couro nobuck) do que as Vento (atualmente com cabedal em Nanox) e do que as Snake/Guartelá (couro nobuck). Especial destaque para o solado, extremamente aderente em rocha molhada, sinceramente o melhor que já usei até hoje (para quem já andou o dia inteiro dentro de rios de pedras lisas na serra do mar sabe do que falo). Todavia, não são encontradas em shoppings, apenas em lojas de equipos policiais/táticos.

Claro que essas são as minhas impressões pessoais, baseadas em mais de 30 anos de atividades e no uso que faço destes calçados tanto em travessias em montanha, de vários dias, quanto de ataques, uso em atividades aquáticas e hikings curtos.

Saudações!

Raptor Dry e Sabre Dry são respiráveis? Parecem ser bem quentes pelas fotos...

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 2 semanas depois...
  • Membros de Honra
Em 09/05/2021 em 15:24, Montanhadiaria disse:

Raptor Dry e Sabre Dry são respiráveis? Parecem ser bem quentes pelas fotos...

Sim, utilizam membrana impermeável e respirável. Não é a melhor membrana do mundo, mas resolvem bem o problema. Durabilidade tem sido excelente.

  • Gostei! 1
Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros de Honra
Em 09/05/2021 em 02:24, Montanhadiaria disse:

Cara, agora me deixou cheio de dúvidas kk

Se não recomenda Salomon, que marca/modelo recomenda pra compra aqui no Brasil?

Estou de olho da Ultra Trek GTX e na Quest Prime, mas agora fiquei preocupado, rs

 

 

A resposta é sempre: DEPENDE!
Depende principalmente do seu bolso e principalmente do tipo de uso que fará.

E é um mito a existência de UMA única bota perfeita. Sempre vai ter fatores como calce, formato do seu pé, tipo de pisada, tipo de uso, gosto, etc. Então o que para MIM é ótimo, para VOCÊ pode não ser! E isso é normal.

Lembrando que comento somente sobre o que uso ou já usei. Sem emoções, doações, compromissos  ou patrocínios, eu mesmo compro, pago e uso/avalio. Já tive dezenas de modelos de botas, das mais diversas marcas e modelos, alguns deixaram saudades, outros, mesmo caros foram pro lixo ou viraram vasos com prazer. Atualmente (operacionais) tenho 7 diferentes modelos de botas, fora tênis e sapatilhas.

Se puder experimentar e tiver $$ sobrando, invista numa Vasque ou numa La Sportiva, que para trekking pesado e em terrenos exigentes são as melhores em termos de conforto e durabilidade que conheço, mas são cara$.

Se quiser algo mais econômico e leve, para hiking ou trekking leve a médio, as Columbia tem algumas soluções interessantes (Terrebone, Daska Pass, outras) com boa relação custo x benefício. Das nacionais mais conhecidas, a Gaia ou a Cronos da Vento seriam boas escolhas também, desde que não compre do outlet deles (pois não oferecem garantia).

Dentre outras marcas nacionais menos conhecidas, indico sempre as botas táticas Feline (modelos Sabre Dry e F1 Dry), que já venho usando há alguns anos e estou bem satisfeito, sendo pra mim imbatíveis na relação custo x benefício pro uso geral que eu faço - montanhismo e atividades de trekking médio/pesado. 

Sempre experimente bem antes de comprar qualquer calçado para uso outdoor, o que hoje sei que é difícil com essa tentação de comprar tudo pela internet. Um bom calce com os dois pés, bem amarrados, com a(s) meia(s) que vai usar, com peso nas costas e algumas passadas em diferentes situações de esforço (degrau, rampa subindo, rampa descendo) não podem ser substituídas por simples comentários em blogs ou sites. Lembre disso.

Abs,

 

  • Gostei! 1
Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros
Em 24/05/2021 em 12:07, gvogetta disse:

A resposta é sempre: DEPENDE!
Depende principalmente do seu bolso e principalmente do tipo de uso que fará.

E é um mito a existência de UMA única bota perfeita. Sempre vai ter fatores como calce, formato do seu pé, tipo de pisada, tipo de uso, gosto, etc. Então o que para MIM é ótimo, para VOCÊ pode não ser! E isso é normal.

Lembrando que comento somente sobre o que uso ou já usei. Sem emoções, doações, compromissos  ou patrocínios, eu mesmo compro, pago e uso/avalio. Já tive dezenas de modelos de botas, das mais diversas marcas e modelos, alguns deixaram saudades, outros, mesmo caros foram pro lixo ou viraram vasos com prazer. Atualmente (operacionais) tenho 7 diferentes modelos de botas, fora tênis e sapatilhas.

Se puder experimentar e tiver $$ sobrando, invista numa Vasque ou numa La Sportiva, que para trekking pesado e em terrenos exigentes são as melhores em termos de conforto e durabilidade que conheço, mas são cara$.

Se quiser algo mais econômico e leve, para hiking ou trekking leve a médio, as Columbia tem algumas soluções interessantes (Terrebone, Daska Pass, outras) com boa relação custo x benefício. Das nacionais mais conhecidas, a Gaia ou a Cronos da Vento seriam boas escolhas também, desde que não compre do outlet deles (pois não oferecem garantia).

Dentre outras marcas nacionais menos conhecidas, indico sempre as botas táticas Feline (modelos Sabre Dry e F1 Dry), que já venho usando há alguns anos e estou bem satisfeito, sendo pra mim imbatíveis na relação custo x benefício pro uso geral que eu faço - montanhismo e atividades de trekking médio/pesado. 

Sempre experimente bem antes de comprar qualquer calçado para uso outdoor, o que hoje sei que é difícil com essa tentação de comprar tudo pela internet. Um bom calce com os dois pés, bem amarrados, com a(s) meia(s) que vai usar, com peso nas costas e algumas passadas em diferentes situações de esforço (degrau, rampa subindo, rampa descendo) não podem ser substituídas por simples comentários em blogs ou sites. Lembre disso.

Abs,

 

Muitíssimo obrigado pelo comentário. De fato, acho que nada substitui o teste, rs.

 

Acabei realizando a compra já, não vejo a hora de testar, rs

Mas como próxima bota vou ver se consigo comprar essa Vasque ou La Sportiva. O problema é que é difícil achar elas aqui, né?..

Bota La Sportiva acho que não encontrei em nenhuma loja próxima aqui em Curitiba; até em sites no Brasil achei um pouco difícil, mas confesso que não procurei com afinco, somente olhei por cima porque não estava entre minhas opções.

 

Por hora meu próximo investimento acho que vai ser em Sapatilha de escalada, mas acho que vou com uma nacional aqui de Curitiba.

 

Valeew!

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

×
×
  • Criar Novo...