Ir para conteúdo

Posts Recomendados

  • Colaboradores

Unboxing, Review e Como Escolher o Travesseiro Certo

 

 

Como escolher o travesseiro certo?
Meça com uma trena ou régua a distância da sua orelha até o final do seu ombro em linha reta. NO meu caso deu 16 cm a distância, ou seja, o travesseiro ideal para mim deve ser com 16 cm de espessura. É batata!

Motivação
Travesseiros já estavam surrados e minhas noites mal dormidas. E como sempre ouvi falar bem deste látex resolvi arriscar mesmo sendo bem mais caro que o convencional.

Preço
R$123,90 na Internet, em lojas físicas chegou a R$190,00.

Pontos Positivos
Confortável e que encaixa bem a cabeça ao dormir.

Qualidade do material.

Antiácaro.

Não afunda.

Vida útil maior que os concorrentes.

Pontos Negativos
Não tem ajuste de altura.

Preço salgado, porém justificável, veremos a longo prazo.

Para ser lavado requer cuidados maiores, inclusive com exposição a calores intensos por ser de látex.

Resumo da Obra
Só poderei ser mais claro daqui há pelo menos 6 meses. Um dos melhores que eu já tive foi da NASA com gel, mas depois de alguns meses ficou uma merda. Vamos ver esse. É como dizem, 1 ano dormindo com o travesseiro certo pode apostar que pode valer mais do que R$200,00, só quem tem insônia sabe do que estou falando.

  • Gostei! 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Colaboradores

Sério que vocês carregam um travesseiro na bagagem ? Hoje em dia com certa limitação de bagagem de mão ou ter que pagar 60,00 para despachar uma mala, não me imagino em uma situação de levar um travesseiro

Em praticamente todos os locais que me hospedo sempre consigo travesseiros como eu gosto, claro que raramente tem da mesma marca/modelo que uso em casa. Mas cada um com seu gosto.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa

Você pode postar agora e se cadastrar mais tarde. Se você tem uma conta, faça o login para postar com sua conta.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emojis são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.

  • Conteúdo Similar

    • Por Fora da Zona de Conforto
      Quer pretenda viajar pelo mundo ou simplesmente quer encontrar uma forma de pagar as suas próximas férias, existem várias opções disponíveis. Para este guia rápido, falamos com nômades digitais veteranos e blogueiros de viagens que têm viajado realizando mochilões pela América e outras regiões para compilar dicas práticas que você pode usar para financiar seu estilo de vida de viagem.
      Houve várias recomendações, mas para facilitar a leitura deste guia, optamos por seguir apenas 17 dicas práticas. Aqui estão 17 maneiras de financiar suas viagens.
       
         1. Torne-se uma Au Pair no exterior
      O programa Au Pair é uma oportunidade especial de intercâmbio cultural projetada para basicamente permitir que você fique em casas americanas. Como Au Pair nos EUA, você é convidada a ir a lares americanos para compartilhar sua cultura enquanto ganha uma valiosa experiência com crianças e explora a América.
      A melhor parte de se tornar uma Au Pair é que não é necessário um diploma universitário ou qualquer experiência anterior em cuidados infantis para se qualificar. Au Pair são estudantes internacionais que moram com famílias americanas e oferecem serviços domésticos leves em troca de hospedagem, alimentação e uma mesada semanal de graça.
       
         2. Ensine Inglês como Língua Estrangeira
      Esta é uma alternativa interessante para o ambiente de sala de aula tradicional. Os empregos TEFL permitem que você experimente a vida no exterior enquanto aproveita o tempo sob os holofotes.
      Embora nenhum diploma ou treinamento formal de ensino sejam necessários para ensinar inglês online, suas chances de encontrar trabalho aumentam se você for certificado. As boas notícias? A obtenção de um certificado TEFL pode ser feita de forma rápida e econômica online. Se você tem dificuldade para se destacar neste setor, seria melhor encontrar opções de trabalho relevantes que você acredita que podem corresponder às suas habilidades.
       
      Continue lendo em: Como Financiar um Estilo de Vida de Viagens: 17 Dicas de Especialistas
    • Por Birovisky
      Além das pousadas, campings e esportes radicais que também vos "rezenharei" neste post, o que Brotas tem mais a oferecer? O famoso Lado B que tanto amo explanar em minhas "rezenhas" está aqui, passeamos pelo Parque dos Saltos (um lindo lugar, todo verde com cachoeiras e uma natureza exuberante, e sabe o que é o melhor? Tudo gratuito!!!), pelo centro de Brotas com escala na Casa da Cachaça (não se engane pelo nome, lá tem de tudo o que você ama ou poderá amar!) e um merecido descanso, unido de uma supimpa diversão no Hotel Fazenda Areia que Canta, com direito a conhecer as tais areias, praticar tirolesa, comer uma abençoada e estupenda refeição e apreciar o que Deus nos concedeu de melhor, a natureza!
       
       
    • Por Rodrigo Burle
      Este chalé fica em Solčava, Eslovênia (ver foto). Ele são muito populares nas áreas montanhosas, os menores são chamados de "hut" e os maiores "dom" e custam entre 17 e 30 euros, os preços variam de país para país.   Eles estão espalhados por todas as montanhas da Europa, e uma coisa que quase todos os refúgios têm em comum é uma vista espetacular (como este da foto). A estrutura é muito semelhante a um hostel, eles têm quarto privado e quarto compartilhado, estão sempre cheios de montanhistas. Na maioria dos parques nacionais é proibido acampar e isso em toda Europa. A multa é salgada e os rangers ficam o dia inteiro a procura de barracas, inclusive com helicópteros. Se você vai para as montanhas tenha em mente que você terá que dormir nestas refúgios algumas vezes, pelo menos nas montanhas mais altas ou em parques nacionais.   Dica para economizar   Se você vai para as montanhas da Europa, não importa em qual país. Você pode se associar a ao clube de montanhismo e ganhar diversos descontos, inclusive em acomodação. O mais legal é que se tiver o selo de reciprocidade, você pode usar em qualquer país (foto 4 e 5). A maioria dos refúgios que eu fiquei custavam na faixa de 30 euros, com o cartão da associação eu pagava 15.   Se você vai passar uma semana nas montanhas a 30 euros são 180, com o desconto você paga 105. São 75 euros, a anuidade varia de clube para clube (o da Eslovênia foi o mais barato que eu achei), paguei 30 euros. Você economizaria 45 euros. E quanto mais tempo maior a economia, vale a pena. Fora isso, você tem descontos em lojas de roupas e equipamentos entre outras coisas.   O site para se associar a um clube de montanhismo na Eslovênia é: www.pzs.si   Eu já ajudei centenas de pessoas com meu livro Liberdade Nômade, onde eu conto tudo que eu fiz e dou dicas para que você não passe nenhum tipo de aperto em suas viagens aprendendo com meus erros. Eu vou te mostrar que é possível viver viajando, independente do que você faz hoje ou sua idade.   Dê o primeiro passo para a liberdade, clique no link abaixo: https://bit.ly/liberdadenomade2021   Tem um monte de fotos das minhas aventuras no instagram: https://www.instagram.com/rodrigoburle/   E não esqueça, dê o primeiro passo!  Muito obrigado! 




    • Por Fora da Zona de Conforto
      Des Moines, Iowa. A capital do estado de Iowa. Quando alguém ouve a palavra Iowa, a primeira coisa que vem à mente são campos de milho, celeiros e batatas – mesmo para quem vive nos Estados Unidos. Certo?
      Embora o Iowa tenha sua parcela de milho (mas não de batatas – na verdade, Idaho é responsável por essa parte), as muitas cidades – e Des Moines em particular – são áreas metropolitanas prósperas, com muito para ver e fazer.
      E enquanto a área de Des Moines está crescendo, as pessoas que vivem por lá mantiveram o charme e o estilo de vida tradicionais do Meio-Oeste que atraem pessoas para lá há décadas.
      Cidades como Nova York, Los Angeles e Chicago são retratadas no cinema e na televisão há anos. Des Moines? Não muito. Assim, embora os visitantes das cidades mencionadas tenham pelo menos algum tipo de ideia do que esperar ao visitar pela primeira vez, Des Moines é um mistério. Meu objetivo aqui é ajudar você a saber o que esperar da sua primeira visita.
      Sem mais delongas, aqui estão dez coisas que você deve saber antes de visitar Des Moines, Iowa.
       
      Continue lendo em: 10 Coisas que Você Precisa Saber Antes de Visitar Des Moines, Iowa
    • Por Fora da Zona de Conforto
      O sul é a parte mais visitada do Sri Lanka – ou da “Lágrima da Índia”, como essa região é popularmente chamada. Com atrações que vão desde a impressionante cidade colonial portuguesa de Galle, o litoral leste selvagem e o Parque Nacional Yala lotado de leopardos, essa é uma região do mundo que raramente deixa de impressionar quem se aventura a visitá-la.
      Este artigo irá desde as montanhas cobertas de névoa de Ella até o litoral marcado pelas ondas. Nosso objetivo? Descobrir as 10 principais atrações e passeios que você simplesmente não pode perder no sul do Sri Lanka!
      Você irá encontrar praias escondidas com ondas de surfe incríveis no sul do Sri Lanka, caminhadas extremas (e algumas nem tanto assim ) em montanhas com vista para os campos de chá e reservas naturais onde você poderá avistar alguns dos predadores mais famosos da Ásia. 
      Eu também fiz um mapa marcando todos os lugares em Sri Lanka para visitar incluídos neste artigo. Você pode encontrar esse mapa aqui ou abaixo na seção Mapa de Atrações Imperdíveis no Sul do Sri Lanka.
      Preparado? Então vamos lá…
       
      Continue lendo: 10 Melhores Coisas para Fazer no Sul do Sri Lanka – Principais Atrações
×
×
  • Criar Novo...