Relatos de viagem no Peru
#1213199 por adautosb
26 Ago 2016, 22:49
DICAS RESUMIDAS

1. Garantam e comprem as entradas a Machu Picchu o mais rápido possível, realmente elas esgotam;
2. Use o site http://ingressomachupicchu.com/ caso tenha dificuldade de compra pelo site oficial do governo. É confiável.
3. Caso não tenha cartão Visa use PayPal nas compras online com seu cartão preferido. Em Cusco e Lima não sentirá falta do Visa, Mastercard é plenamente aceitado;
4. Se você não tiver muito tempo ou queira curtir com calma as principais atrações além de Machu Picchu, priorize Sacsayhuaman, Ollantaytambo e Pisaq;
5. Se puder contrate pacote de visitação privado e não o padrão, você ganhará tempo;
6. Levem Dramin, filtro solar e comprem bastante agua (nos mercados para economizar);
7. Não entrem em tentação e aceitem comer em restaurantes que estão embutidos almoço no passeio padrão;
8. Cuidado com a pimenta e comidas exóticas, escolham restaurantes bons;
9. Vá de Trem para Machu Picchu, um dos trajetos faça com um trem de classe superior se for possível, vale a pena (Vistadome da Perurail é uma boa pedida);
10. Em Lima calcule bem os valores dos Taxis, são bem caros (para os padrões do Peru e barato pelo padrão brasileiro) e no possível tente negociar. Opte por pegar taxi indicado pelo Hotel, que você consegue agendar e são mais baratos;
11. Evite pegar Taxi nos aeroportos dos primeiros que te abordarem, tem outras opções mais baratas;
12. Prepare sua paciência e tome Dramin se você costuma enjoar. No Peru de forma geral, uma coisa é certa, buzina, má educação e transito caótico são padrão;
13. Troque seu Dólar ou Real em Cusco, as melhores taxas encontramos lá. Real em Aguas Calientes esquece, somente achamos um local e estava R$ 0,80 sendo que em Cusco estava R$ 0,96 a cada Novo Sole;
14. Em muitos ATM (caixas 24h) você pode tirar grana com seu cartão de crédito, eu fiz isso e vale a pena no desespero (mas somente no desespero);
15. Deixe teu notebook, tablet e celular bem carregado e tenha paciência no aeroporto de Lima. Agua caríssima, não tem cadeira suficiente, tomada inexiste e wi-fi você precisa de cadastrar para tem míseros 10 minutos de acesso, uma vergonha total;
16. Leve um adaptador se teu notebook tiver as tomadinhas de 3 pinos nova, detalhe mas que faz a diferença.

DICAS COMPLETAS

COMPRA BOLETO ENTRADA MACHU PICCHU
1. Compra da entrada a Machu Picchu e montanhas: compre com a maior antecedência possível, com um mês de antecedência não consegui mais boleto para a “Huayna Picchu” e uma semana antes por curiosidade consultei e não tinha mais disponibilidade nem para entrar em Machu Picchu;
2. Caso você não tenha Visa ou tenha dificuldade de comprar o boleto de entrada a Machu Picchu (http://www.machupicchu.gob.pe/) você também pode usar o site http://ingressomachupicchu.com/ que acabei comprando e recomendo. Em menos de 24h já tinha meus boletos na caixa de Correios em PDF certinho.

CARTÃO VISA / MASTERCARD / PAYPAL
1. Compre online com PayPal, principalmente se você não tiver cartão Visa Internacional. Lembre-se que você pode utilizar a Disputa para recuperar teu pagamento em caso de problema;
2. Compras físicas com cartão utilizei pouco mas não tive dificuldade alguma de utilizar MasterCard, portanto se você sobreviver sem Visa para compra online, não se preocupe quando estiver lá no Peru;

COMPRA DE PASSEIOS
1. Pacotes turísticos: lá em Cusco tem 399 mil formas de comprar pacotes, eu optei em comprar em uma lojinha onde possuía mesinha, computadores, etc. na Praça de Armas, me pareceu mais seguro. No final das contas da tudo na mesma, porque eles juntam vários grupos e Vans lotadas, onde a maioria das pessoas chegam atrasadas e é aquela correria. Se você não fizer pacote particular, prepare-se para ter bastante paciência, pois os caras são bons em desorganização;
2. Guia ou sem guia / Particular ou não: comprei um pacote com guia em conjunto com outras pessoas, não me arrependo mas como mencionado acima, isso tem um preço. São desorganizados, o pessoal que vai com você não chega nos horários e como as atrações tem limite de horário (normalmente fecha as 17:00) no fim acaba não vendo ou vê na correria algumas coisas (foi o meu caso). Os valores são aceitáveis mas caso você queira fazer um passeio mais ‘roots’, bem mochileiro mesmo, tem várias formas de economizar (nas principais atrações tem Vans que são mais baratas). Mas se você tem dinheiro, recomendo fortemente que pague particular ou na pior das hipóteses, compre o pacote que fiz com guia, já e tudo desorganizado e o stress pode bater.
3. Pacote com almoço junto (é cilada Bino): Foi a pior experiência que tive. Alguns pacotes incluem almoço que são sempre uma cilada, sempre param em lugares ruins, com comidas ruins e com falta de higiene bem aparente. E outra coisa, NUNCA mas NUNCA caia na cilada de aceitar comprar almoço que o guia diga que é bom o restaurante e quer colocar como parada no passeio. Mais detalhes no item “comida / restaurantes”;
4. Boleto turístico: o boleto turístico que dá acesso ao Vale Sagrado, etc. deve ser comprado em Cusco pessoalmente portanto não tem como antecipar;
5. Desconto estudante: caso seja estudante, tem que levar a carteirinha e uma impressão da matrícula do semestre por exemplo, somente assim conseguimos desconto para o boleto turístico e bus para subir a Machu Picchu, restante não tem desconto;

PASSEIOS
1. Visitar todos os pontos turísticos? Não há necessidade, sério. Se você tiver tempo disponível vale porque você aprende e cria aquela expectativa para o “gran finale” em Machu Picchu mas olhando você vê no final das contas que alguns são apenas para catar teu dinheiro. Se pudesse voltar no tempo, faria um outro roteiro.
2. City Tour (Catedral, Qorikancha, Sacsayhuaman, Q’enqo, Tambomachay e Pukapukara): o que vale a pena aqui mesmo é Sacsayhuaman. Lugar espetacular, grandioso, eu realmente gostei muito, os demais são dispensáveis.
3. Vale Sagrado (Pisaq, Ollantaytambo e Chinchero): com exceção de Chinchero, vale muito a pensa fazer este passeio. O trajeto é lindo, montanhosos, as vezes com neve, enfim, é o ápice das visitas antes de Machu Picchu.
4. Moray e Salineiras: valem a pena, é bem interessante visitar caso você tenha tempo e dinheiro.
5. Vale Sagrado Sul (Tipón, Andahuaylillas e Pikillakta): gostei principalmente de Pikillakta pois tem construções pré-inca e é bem impressionante, Tipón é legal e vale a pena, porém Andahuaylillas nem deveriam colocar no roteiro.
6. Qual o roteiro ideal? Se você tiver dinheiro para fazer um passeio personalizado indico fortemente em fazer Sacsayhuaman, Ollantaytambo e Pisaq. Você vai ficar o tempo necessário onde realmente vale a pena. Cada segundo nestes lugares é muito, muito precioso.

COMIDAS / RESTAURANTES
1. Escolha restaurantes bons: sério, em Cusco tem muito restaurante duvidoso, o cheiro na rua é ruim, tem muita sujeira na rua, pessoas nativas com higiene duvidosa e comida exótica, portanto escolha um restaurante bom. Isso não quer dizer caro, tem opções muito boas com um preço razoável e como o restaurante é bom você saberá se o sabor do prato novo que você está provando é o verdadeiro ou não. Sugestão minha é o restaurante “Incanto”, que é tipo... maravilhoso.
2. Cuidado com a pimenta: sempre pergunte se o prato é apimentado ou não, até em massas simples eles colocam pimenta. Peguei um prato típico como entrada e quase morri na primeira bocada. Vá com cautela.

TREM A MACHU PICCHU
1. PeruRail não tem erro: escolhi o trem Vistadome para ir e voltar e foi uma bela escolha, vagões excelentes com atendimento muito bom. Lanches bons também.
2. Posição no trem: ai está a pegadinha, por azar pegamos tanto na ida como na volta as cadeiras que ficam do lado “do mato”, isso mesmo, do outro lado todo mundo vendo os rios, montanhas lindas e do nosso lado só mato. Ainda bem que o trem é panorâmico então pelo menos as montanhas dava para ver. Realmente não lembro se temos as opções de escolha das posições na hora da compra como se faz com voos de avião, portanto não se tem como contornar isso. Favor se informem.
3. Sugestão: vá de Vistadome e voltei com outra opção mais simples para economizar. Não consegui fazer isso pois os horários não batiam, mas é uma opção.
4. Cuidado na compra: no site da PeruRail na busca não funciona como os demais sites onde você coloca “De/Por” (origem e destino) e sim no primeiro campo é “Destino”. Ou seja, este descuido me fez perder 10% das passagens, pois coloquei errado e fui perceber bem depois. No fim tive que cancelar tudo e fazer tudo novamente Demorou quase 4 semanas para me reembolsarem (com multa de 10%).

TAXI / TRANSPORTES / TRÂNSITO
1. São todos loucos: tanto em Lima quanto em Cusco os taxistas e o transito em geral são caóticos. Buzina e sinal de luz são as opções mais utilizadas no carro com certeza. De forma geral são todos mal-educados. A dica é solicitar apoio do Hotel que mantem uns contatos mais confiáveis e você pode reclamar depois. Enfim, tomem Dramin e preparem o coração pois não tem viagem sem emoção, ultrapassagem em curva é o mais simples das loucuras que se vê por lá;
2. Taxis mais caros: você será abordado por taxistas no aeroporto e estes são bem mais caros, se tiver paciência, escolha a melhor opção. Na ‘afobação’ pagamos na ida a Hotel em Lima 90 soles, na volta 60 soles (taxi do hotel e ainda de madrugada), em Cusco pagamos ida 40 soles ao Hotel e na volta apenas 20 soles. Tudo devido a afobação pois eles já chegam pegando tua bagagem as vezes.

ENJOOS / MAL DE ALTURA / SOROCHE
1. Tomem Dramin. Se você tem enjoo em ônibus, carro etc., é importante tomar pois os passeios são em Vans e ônibus pequenos que fazem trajetos bem sinuosos, além do mais os Taxistas são muito loucos;
2. Tomem Dramin 2: em alguns locais na cidade de Cusco e alguns restaurantes de beira de estrada possuem cardápios exóticos e cheiros bem ruins. Sério, o que mais me incomodou em toda a viagem foi o cheiro da cidade de Cusco. Eles fazem sopa na rua, mijam na rua, tem vomito no chão, feira com cabeça de cavalo expostas, se você tem estômago fraco já era.
3. Mal de altitude: é real e incomoda um pouco: achei que fosse frescura, mas você sente sim um desconforto. No meu caso foi como se tivesse uma pressão na cabeça e ardência no nariz. Claro que cansa mais rápido mas nada que você não consiga sobreviver e curtir a viagem. Todo Hotel tem um cilindro de oxigênio. No último dia tinha uma Alemã no oxigênio pois estava caindo pelas tabelas.

ROTEIRO COMPLETO

Dia 1 (Lima)
Avião até Lima. Lembre-se que você ganha duas horas, portanto se prepare para comer mais tarde e ter mais tempo para as coisas.
Atrações: Plaza de Armas (com troca de guarda), passeio pela Plaza San Martin e restaurante. Comemos uns pratos muito bons, próximo a Plaza de Armas. A noite fomos no Parque das Aguas.

Dia 2 (Lima)
Atrações: Huaca Pucllana (que é legalzinho comparado ao que tem por vir) e Museo Larco (muito caro [30 soles por pessoa] e caso você vá para Cusco, achei mais interessante o Museu Inca), ainda fomos no parque do Amor e a noite fomos ao Bairro Barranco. Lima o mais legal é o bairro Miraflores, pois é lindo, bem cuidado e bem seguro. Só teme cuidado que o Taxi é bem caro.

Dia 3 (Lima a Cusco – City Tour)
Inicialmente tinha deixado o dia para descanso pois não sabíamos como seria a adaptação mas no fim todos ficamos bem e fizemos já a tarde o City Tour e morre o dia.

Dia 4 (Cusco – Moray / Salineiras e Vale Sagrado)
Disparado é o dia mais interessante em Cusco. Recomendo fortemente juntar Moray e Salineiras com o Vale Sagrado. Você ganhará um dia e precisará apenas acordar duas horas mais cedo neste dia (lembrando que teu organismo ainda está acostumado com duas horas a mais kk, então vai ficar igual ao Brasil).

Dia 5 (Cusco – Vale Sagrado Sul)
É um dia curto pois as atrações são rápidas, três horas da tarde você já está livre. Portanto, você pode ir na Plaza de Armas na volta e bater fotos, ir no Museu Inca ou ir comprar lembrancinhas. No meu caso fiquei vendo a final do Brasil contra a Alemanha.

Dia 6 (Cusco – Aguas Calientes)
Até então nossos pacotes incluíam translado. Para ir de Cusco a Ollantaytambo pagamos um taxi por 110 soles pois minha esposa pegou virose e estava bem ruim mesmo e caso precisássemos parar o carro devido ao enjoo seria mais fácil para nós. Pegamos o trem Perurail (Vistadome) a Aguas Calientes em Ollanta. Compramos o bus para subir Machu Picchu e o resto do dia foi para descansar. A cidade de Aguas Calientes foi demais, gostei mesmo, me senti muito mais em casa, a cidade não tem nada mas super organizada e respira juventude e aventura. Foi uma surpresa muito boa para mim.

Dia 7 (Machu Picchu)
Acordamos as 4 da manhã para tomar café e ir para a fila e ver o nascer do sol em Machu Picchu mas algo que não prevíamos aconteceu, a chuva tomou conta, os ônibus iniciam a subir as 5:30 mas somente parou de chover umas 7:30. Fomos para a fila e somente conseguimos pegar o ônibus umas 8:45. Tinha muita gente mas foi rápido se levar em consideração a quantidade de gente na fila. Descemos e nem almoçamos pois o trem era as 13:15 e o lanche é bom. Depois pegamos uma Van por 10 soles cada e voltamos a Cusco.

Dia 8 (Cusco e Voo para POA)
Pagamos 20 soles para ir ao aeroporto de taxi, quando chegamos em Lima ao passar pela fiscalização já nos deixou estressado pois confiscaram meu creme de barbear, a agua e pegaram o passaporte até tomar todo o sorvete kk! Que piada! O aeroporto não tem wifi grátis, você precisa fazer um cadastro e 10 minutos grátis e deu pra bola, tomada não existe e agua é 9,90 soles. Isso mesmo, uma fortuna. Mas enfim, ainda bem que no avião tinha comida boa e agua a vontade.

CUSTOS PARA 3 PESSOAS
Anexos
custos_passeios_taxi.png
Custos passeios e taxi
custos_passeios_taxi.png (30.62 KiB) Exibido 1734 vezes
custos_gerais.png
Resumo geral
custos_gerais.png (14.19 KiB) Exibido 1734 vezes

#1214359 por naiani.gasparetto
31 Ago 2016, 20:07
Oi Adauto, quanto tempo dura a viagem da estação de Ollanta até Cusco de van? Tem alguma fila que atrase esse trajeto? Pois não tem mais passagem para o horário que eu precisava e vamos chegar às 20:05 em Ollanta pra pegar a van ainda e a ideia é pegar o bus pra Puno às 22h, com passagem no hostel para resgatar os mochilões. Será que dá tempo?
#1214963 por adautosb
03 Set 2016, 18:45
OLá tudo bem? Desculpe a demora, acredito que você deva ter chego em Cusco, mas espero que sirva pelo menos para alguem.

Bom la em Cusco o que mai tem é casa de cambio. A melhor cotacao que peguei foi R$ 0,98 e U$ 3,28.

juliana.teixeira2 escreveu:Olá Adauto!
Estou em Huaraz e vou para Cusco, daí queria saber onde você fez câmbio, pois no aeroporto deu 0,75 a cotação, horrível!
#1214965 por adautosb
03 Set 2016, 18:50
Olá, tudo bem? Nossa realmente ficou bem apertado. O trajeto é bem sinuoso e quando paguei um taxi o cara colocou 110 k/h e deu 1:30 de viagem. Realmente vai ser beeeem corrido pra vc! Espero que de certo.

Lembre-se que o seguinte... de Ollanta para Cusco você ou paga particular e sai na hora ou vai ter que esperar uma VAN encher para seguir. Eu esperei uns 20 minutos para sair uma VAN mas foi devido a o trem que chegou, portanto se tiver com pressa mesmo voce ira desembolsar uns 100 ou 110 soles para ir particular.

MUITO BOA SORTE.

naiani.gasparetto escreveu:Oi Adauto, quanto tempo dura a viagem da estação de Ollanta até Cusco de van? Tem alguma fila que atrase esse trajeto? Pois não tem mais passagem para o horário que eu precisava e vamos chegar às 20:05 em Ollanta pra pegar a van ainda e a ideia é pegar o bus pra Puno às 22h, com passagem no hostel para resgatar os mochilões. Será que dá tempo?
#1214967 por adautosb
03 Set 2016, 19:12
Acabei escrevendo errado.

U$ 1,00 = 3,28 Soles ou R$ 1,00 = 0,98 soles.

adautosb escreveu:OLá tudo bem? Desculpe a demora, acredito que você deva ter chego em Cusco, mas espero que sirva pelo menos para alguem.

Bom la em Cusco o que mai tem é casa de cambio. A melhor cotacao que peguei foi R$ 0,98 e U$ 3,28.

juliana.teixeira2 escreveu:Olá Adauto!
Estou em Huaraz e vou para Cusco, daí queria saber onde você fez câmbio, pois no aeroporto deu 0,75 a cotação, horrível!
#1216849 por juliana.teixeira2
12 Set 2016, 11:38
Olá Paulinha!!
Posso passar dicas sim, inclusive de agências, pois fiz cada passeio com uma diferente. Estou me preparando pra fazer um relato mas posso te enviar inclusive valores, anotei os custos por dia de viagem. Fiz Chavin, Pastoruri e a Laguna 69 e fiquei mais um dia na cidade fazendo repouso...
Abraços!!
#1216887 por Paulinha.Lima16
12 Set 2016, 13:06
juliana.teixeira2 escreveu:Olá Paulinha!!
Posso passar dicas sim, inclusive de agências, pois fiz cada passeio com uma diferente. Estou me preparando pra fazer um relato mas posso te enviar inclusive valores, anotei os custos por dia de viagem. Fiz Chavin, Pastoruri e a Laguna 69 e fiquei mais um dia na cidade fazendo repouso...
Abraços!!


Oi Juliana
Estou tão ansiosa com esta viagem que estou sonhando ::hahaha::
Semana passada passei a noite toda sonhando com quais passeios eu iria fazer ::hahaha:: ::hahaha::
Eu viajo apenas em abril, então vai dá para aguardar suas dicas.
Obrigada
#1216895 por juliana.teixeira2
12 Set 2016, 13:34
Olá Paulinha!
Eu também fiquei muuito ansiosa, mas se eu puder lhe dar apenas um conselho é: Se pretende fazer a Laguna 69, comece um condicionamento físico o quanto antes, é um passeio beeeem difícil e íngrime e com a altitude, a coisa só piora!
Já comecei meu relato com os custos e Huaraz está bem no início da minha viagem:
http://www.mochileiros.com/huaraz-lima-e-cusco-pra-casal-por-15-dias-dicas-e-custos-t133390.html

Abraços!!

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 2 visitantes