Sabores do Nordeste

Troca de informações sobre Gastronomia


Mensagem não lidapor ÓCIO » 05 Fev 2006, 13:09

Oteb e Maribr

Vcs me fizeram lembrar da família baiana do meu pai(que saiu d interior baiano com apenas 3 anos e veio parar aqui em Londrina junto com a mãe num Pau de Arara...). Minha bisavó baiana, muito inteligente, está com 94 anos e já contou muita história do sertão de onde morou.(reza a lenda que ela recusou um pedido de casamento de um rapaz que daria em troca 15 cabeças de gados p/ sua fazenda...e ela mandou o cara enfiar os gados no c[xx(][xx(][xx(]...hahaha...sempre peço p ela contar essa história novamente e toda vez caio n risada...).
Na casa da minha vó o que mais se comia(hj nem tanto pq os tempos aqui mudaram...) era carne de sol, feijão lotado de farinha(onde minha vó e minhas tias-avós comiam com a mão, tacando um naco enorme de farinha na boca sem derrubar um grãozinho n chão, coisa que no sertão, segundo eles próprios, era/é comum, e eu, quando pequeno, ficava deslumbrado com tal façanha e tentava fazer igual...[:D] ), o cuzcuz amolecido dentro da xicará de café, rabada(que eu e meu pai adoramos, com farora), mocotó, buchada(bem lembrado, Rosana, aqui é Dobradinha!!! sabe q eu nem lembrava...pq minha família é d lá e fala bucahada msm.)[:)], etc. Mas Acarajé, Vatapá e Carucu eu experimentei apenas quando estive na Bahia a 6/7 anos...mas logo, logo estarei lá e provarei de novo...principalmente o Acarajé e Vatapá...
Tapióca...tem uma amiga minha que faz aqui...gosto muito da doçe!!![:p] Abraços!!!
ÓCIO
 
Mensagens: 1
Desde: 17 Jan 2006, 17:40
Localização: Brazil

Mensagem não lidapor Sandro » 05 Fev 2006, 15:17

Tendo uma avó baiana e pai pernambucano também já me banqueteei com muitos pratos deliciosos.
Meu pai costuma fazer um "Peixe de Coco" (Tainha refogada ao molho de leite de coco fresco com óleo de Dendê, tomate, pimentão, cebola...) que é muito porreta! Dá uma moleza da bixiga depois!
Mas teve uma vez na praia de Alcobaça que eu comi tanto Bobó de Camarão que comecei a passar mal e não tinha água de coco gelada que parasse aquele suador e baixasse minha pressão.
Aqui em casa vez ou outra minha mãe faz macaxeira cozida ou inhame com carne seca picadinha e frita, cuzcuz de Milharina e coco com margarina, sopa de mandioca com bacon e tapiocas, mas nunca comi tapiocas tão saborosas quanto as que são preparadas em uma barraca em frente à Igreja de Nossa Senhora do Carmo em Olinda. São generosas em tamanho e na variedade de recheios (Charque, Carne Seca, Queijo com Coco, Camarão, Bacalhau, Doce de Leite, Chocolate, Banana com Canela e outros). Além de você poder escolher misturar os recheios.
Se não me falha a memória o nome da barraca é o mesmo da senhora que as prepara, D. Lourdes e ela monta a barraca com o marido as sextas, sábados e domingos a partir das 17:00hr.
Um suco que não agradou meu paladar foi o de Mangaba, a princípio achei o sabor semelhante à banana, mas logo se tornou enjoativo.
Hummmmmm! Por falar nisso... Deixem-me ir ali preparar um suco de Graviola! [:p]
Avatar do usuário
Sandro
Membro de Honra
Membro de Honra
 
Mensagens: 888
Desde: 01 Nov 2003, 17:33
Localização: Barueri - São Paulo

Mensagem não lidapor maribr » 06 Fev 2006, 12:26

Amo suco de mangaba, sorvete então...que dá aquele visgo nos lábios,rs. Só quem provou sabe o que é isso. Mas aqui dobradinha é uma coisa e buchada é outra. Tapioca é comum no Nordeste acho que todo. Eu faço aqui em casa de vez em qnd, e a minha é muito boa viu Sandman,rs. Mas cuzcuz de milho, a minha mãe faz todo domingo de manhã com ovo frito e "serafina" (aquela linguiça fininha) de vez em quando. Mas e cuzcuz de tapioca? com leite de coco? ai, lá vou embora p/ almoçar. Hj vou a um butequinho de um amigo nosso que chamamamos de Baixinho, êta comida boa...bjo²
Avatar do usuário
maribr
Membro de Honra
Membro de Honra
 
Mensagens: 207
Desde: 15 Abr 2004, 19:43
Localização: Brasil

Mensagem não lidapor lilianescp » 25 Set 2006, 12:53

Nossa, ler este topico me deu tanta saudade da comida da minha terra, sou Soteropolitana, mas vivo em SP atualmente...
Sou completamente apaixonada pela comida Baiana... nossa como 3 acarajes facilmente, cuzcuz toda manha com bastante manteiga e ovo frito, quebra-queixo (um doce de castanha, amendoim caramelado), cocada branca, bolinho de estudante... BEIJU com recheio de queijo ou coco e leite condensado (aqui o pessoal costuma chamar de Tapioca), bolo de carimã, de tapioca, mungunza.... AFFF que saudade, to salivando :D
Avatar do usuário
lilianescp
 
Mensagens: 23
Desde: 21 Jul 2006, 13:14
Localização: São Paulo

Mensagem não lidapor michel » 26 Set 2006, 15:10

Apesar de meu sangue não ter nada de nordestino e pouco de brasileiro eu adoro a cozinha do nordeste, tanto os peixes e frutos do mar do litoral quanto a carne seca, galinha, bode e farinha do sertão. Felizmente já estive em quase todos os estados nordestinos e comi muito por lá, só que tenho uma observação triste a fazer: os nordestinos estão deixando de comer a comida nordestina.

Tá mais fácil encontrar nuggets do que carne seca, fazem mais filé de frango do que galinhada, batata frita ao invés de mandioca, sorvete de passas ao rum do que de siriguela... Em cidades grandes como Fortaleza, Teresina e Itabuna isso é evidente, mas cidades pequenas também estão mudando os hábitos :(

Em uma visita a um "mercado popular" (mercadinho com alimentos subsidiados pelo governo) tinha até hamburger da perdigão !! A velocidade dessa mudança só não é maior porque a distribuição desses alimentos é difícil por conta do transporte.

Pelo visto mais uma parte da cultura brasileira tá indo pro buraco e me parece que no final se alguém quiser comer comida típica nordestina terá que vir a São Paulo. :cry: :cry:
MICHEL
Avatar do usuário
michel
Membro de Honra
Membro de Honra
 
Mensagens: 1492
Desde: 30 Jan 2003, 01:25
Localização: Sampa, SP, Brasil

Pizza Integral no forno de Pedras

Mensagem não lidapor Frida_ssa » 09 Out 2009, 15:23

Olá Mochileiros,

Estou aqui para falar de uma das delícias do Vale do Capão (Caeté Açu), um povoado pertencente à cidade de Palmeiras na Região da Chapada Diamantina - Bahia. A "Pizza na Pedra" como é conhecida. Massa integral com molho de tomate, cenoura, azeitona picada, oregáno, totalmente natural, acompanha um delicioso mel com pimenta ( é uma delícia mas arde bastente!). Tudo isso na Pizzaria do querido Thomas e da "nossa vereadora" Linalda! O local é super aconchegante, atendimento familiar realizado pelos filhos do casal, nota 1.000!!!

Curiosidade: A pizza integral é cortada na forma de uma Mandala. ::otemo::

Imagem Imagem
Fernanda Diogo - Colaboradora: Salvador, Litoral Norte, Recôncavo, Chapada Diamantina (Bahia).
Relatos: mochilao-cultural-em-salvador-bahia-por-frida-ssa-t54067.html
as-trilhas-do-vale-do-capao-t47621.html#p506912
Hospedagem no Vale do Capão: chapada-diamantina-hospedagem-t29279.html#p585630
Avatar do usuário
Frida_ssa
Colaborador
Colaborador
 
Mensagens: 1037
Desde: 08 Out 2009, 16:48
Localização: Salvador-Ba

Pastel de Palmito de Jaca

Mensagem não lidapor Frida_ssa » 09 Out 2009, 16:13

Olá Mochileiros,

Quando eu ouvir falar do tal pastel de palmito de jaca pela primeira vez, fiquei pensando como seria o recheio... pensei que fosse a parte de dentro do caroço da jaca. Sempre viajei para o Vale do Capão mas nunca tive coragem/interesse de experimentar ... sei lá... eu nem gosto tanto de jaca... Bom, um belo dia resolvi experimentar e qual não foi a minha surpresa ao me deparar com um dos sabores mais marcantes da Chapada Diamantina... hummmm!!

o tal palmito da jaca é picado e temperado normalmente, uma delícia!! bem assadinho, o pastel de palmito de jaca émacio e saboroso! Eu recomendo a todos que estiverem de viagem marcada para a Chapada Diamantina que experimente! A iguaria pode ser encontrada em qualquer "venda" ou buteco lá no Povoado do Vale do Capão (Caeté Açu) - Diatrito de Palmeiras - Bahia.

Para quem estiver voltando da trilha do Vale do Paty, pode chegar naquelas "vendas" do Bomba que vaiencontrar feito na hora! Por sinal acho que os pastéis mais gostosos ficam nesta localidade do vale do Capão, o Bomba.

E aí, vão experimentar?

Um abraço!
Fernanda Diogo - Colaboradora: Salvador, Litoral Norte, Recôncavo, Chapada Diamantina (Bahia).
Relatos: mochilao-cultural-em-salvador-bahia-por-frida-ssa-t54067.html
as-trilhas-do-vale-do-capao-t47621.html#p506912
Hospedagem no Vale do Capão: chapada-diamantina-hospedagem-t29279.html#p585630
Avatar do usuário
Frida_ssa
Colaborador
Colaborador
 
Mensagens: 1037
Desde: 08 Out 2009, 16:48
Localização: Salvador-Ba

Lasanha de Soja do Vale do Capão

Mensagem não lidapor Frida_ssa » 09 Out 2009, 16:50

Hey Mochileiros!

Antes mesmo de escrecer este tópico já estou com água na boca. Eu não sou vegetariana (ainda, não) e nem gostava muito destas comidas de vegetarianos e vegans pois achava muito sem graça e sem sabor, até que conheci a Lasanha de soja do Vale do Capão.

Gente, o sabor maravilhoso!!

Segundo Ana Carla de Almeida (Aninha) a lasanha é feita com tomate cereja e orégano da horta orgânica da Pousada Candombá, no Capão.

Imagem


Vale ressaltar que não pretendo aqui fazer propaganda desta ou daquela pousada, e sim dar informação gastronômica, pois todas as pousadas do Vale do Capão têm suas delícias, e não vai faltar oportunidade de escrever aqui sobre cada uma delas. (Isso eu estou escrevendo e pensando na lasanha de ricota e alecrim da pousada Lendas do Capão - hummmm!!!!)

Bom ... mas voltando à vaca fria... a "Lasanha Candombá" é vendida na Pousada Candombá e os ingredientes são da horta orgânica. Suzana Almeida, a proprietária da pousada diz que o segredo é deixar a soja de molho na água quente, expremer e tostar com alho.


Receita completa da Lasanha Candombá (porção para 6 pessoas).

500 gr. de massa de lasanha integral
500 gr. de queijo mussarela
200 gr. de queijo parmesão ralado
200 gr. de proteína de soja
500 gr. de polpa de tomate
500 gr. de tomate cereja
1 cebola
1 pimentão
1 cabeça de alho
1 maço de orégano fresco
1 maço de manjericão
10 gr. de sal
1 pitada de açúcar
1 copo de água

(*)"A carne de soja deve ficar de molho na água quente com sal, alho e orégano, por cerca de uma hora. Depois, ferver dois litros de água com um fio de óleo, acrescente a massa de lasanha, mexa um pouco e deixe cozinhar por sete minutos. Escorra e solte, lavando com bastante água. Para o molho, frite a cebola em óleo, acrescente o pimentão, a metade do alho e o molho de tomate. Frite a outra parte do alho e acrescente a carne de soja. Coloque os temperos verdes, os demais ingredientes e desligue o fogo. Alterne massa, queijo e molho em uma assadeira retangular, colocando por último uma camada de mussarela. Asse em forno quente e sirva imediatamente. Outra opção é colocar na geladeira por duas horas e depois congelar, para uso posterior, colocando mais molho e ervas frescas na hora de servir. " *(site:infochapada.com)

É isso aí galera, recomendo que experimentem mais essa delícia da Chapada Diamantina!


Imagem
Fernanda Diogo - Colaboradora: Salvador, Litoral Norte, Recôncavo, Chapada Diamantina (Bahia).
Relatos: mochilao-cultural-em-salvador-bahia-por-frida-ssa-t54067.html
as-trilhas-do-vale-do-capao-t47621.html#p506912
Hospedagem no Vale do Capão: chapada-diamantina-hospedagem-t29279.html#p585630
Avatar do usuário
Frida_ssa
Colaborador
Colaborador
 
Mensagens: 1037
Desde: 08 Out 2009, 16:48
Localização: Salvador-Ba

Re: Pastel de Palmito de Jaca

Mensagem não lidapor Sandro » 11 Out 2009, 17:34

Legal Frida! Eu também já provei e recomendo! ::otemo::
A textura e sabor lembram mesmo palmito, alguns dizem que parece frango e isto se deve ao caldo de galinha que é um dos ingredientes no tempero.
Moradores também levam o pastel em um isopor para venderem aos visitantes no alto da Cachoeira da Fumaça.
Em algumas vendas há também a torta, tão saborosa quanto o pastel.

Fotos do Bomba quando passei com um grupo de amigos vindos do Paty e paramos para saborear o pastel com caldo de cana:

Imagem Imagem

Abaixo três vídeos onde o Sr. Paulo nos conta a história do Palmito de Jaca e como se prepara o pastel.
Palmito de Jaca – Parte 1
Palmito de Jaca – Parte 2
Palmito de Jaca – Parte 3

Abraços.
Avatar do usuário
Sandro
Membro de Honra
Membro de Honra
 
Mensagens: 888
Desde: 01 Nov 2003, 17:33
Localização: Barueri - São Paulo

Re: Pastel de Palmito de Jaca

Mensagem não lidapor Frida_ssa » 13 Out 2009, 10:04

Olá Sandro, nossa vendo essas fotos aí, e os vídeos... Cara, que saudade do Capão! Eu sou fã deste pastel aí do Bomba, hummm é o mais gostoso!!!não desmerecendo os demais. E vc quando volta?

beijos!
Fernanda Diogo - Colaboradora: Salvador, Litoral Norte, Recôncavo, Chapada Diamantina (Bahia).
Relatos: mochilao-cultural-em-salvador-bahia-por-frida-ssa-t54067.html
as-trilhas-do-vale-do-capao-t47621.html#p506912
Hospedagem no Vale do Capão: chapada-diamantina-hospedagem-t29279.html#p585630
Avatar do usuário
Frida_ssa
Colaborador
Colaborador
 
Mensagens: 1037
Desde: 08 Out 2009, 16:48
Localização: Salvador-Ba


Lambreta* da Ribeira

Mensagem não lidapor Frida_ssa » 13 Out 2009, 17:21

Olá Mochileiros,

(*) Antes de mais nada gostaria de esclarecer que lambreta não é uma moto, não aqui neste post. É um marisco delicioso e com poderes afrodisíacos.

Feriadão, sem grana... Resolvi colocar a mochila nas costas e andar pela minha cidade, Salvador, desci a Ladeira de Nanã e subi a Ladeira do Pepino (é...aqui tem muita ladeira e os nomes são os mais variados possíveis! rs) e tomei o primeiro buzu (ônibus) que passou: RIBEIRA. Adoro esta minha praticidade. A Ribeira é um bairro antigo de Salvador, localizado na Cidade Baixa, onde moravam as famílias ricas no século passado. Hoje é um bairro bem calmo e tranquilo, cuja beira mar é um convite para um trekking urbano, presenteado com sombra de árvores centenárias, o que ajuda bastante os mochileiros de plantão pois o sol aqui de Salvador não é brinquedo! Existe na Ribeira um Porto Náutico onde ficam atracados os barcos de passeio e também barcos dos pescadores locais.


Imagem

Na região concentra-se grande quantidade de bares que servem as mais variadas moquecas, que são deliciosas mas uma iguaria se destaca entre tantas desta Bahia: LAMBRETAS DA RIBEIRA.


Imagem

Imagem

O que diferencia as lambretas servidas na Ribeira para as demais eu não sei explicar, apenas sei que as pessoas daqui de Salvador se deslocam dos mais variados bairros para comer o bichinho na Ribeira, em especial às segundas feiras, um dia aparentemente morto mas na Ribeira é super disputado: SEGUNDA FEIRA GORDA DA RIBEIRA.

A lambreta é preparada num Agdá (Tacho de barro) com bastante cebola, tomate, pimentão, coentro e azeite doce (aqui em Salvador a gente fala "azeite doce" para designar azeite de oliva já que tem o seu concorrente: azeite de dendê hehe), acrescenta-se água e sal a gosto, o ideal é que seja cozida no vapor. Você pode dar um toque especial no sabor espremendo limão e uma boa pimenta! Vale ressaltar que este marisco é afrodisíaco! o seu caldo tem poderes especiais e levanta até defunto!!! (risos!) e o sabor ....hummmmm!

PS: Quem não gosta de sabores fortes possivelmente não irá gostar.

A dúzia da lambreta custa em torno de de R$ 6,00 a R$ 8,00 e pode ser encontrada em toda beira mar da Ribeira.

Não deixem de experimentar!! E contem se realmente funciona como afrodisíaco!!! rs ::lol4::
Fernanda Diogo - Colaboradora: Salvador, Litoral Norte, Recôncavo, Chapada Diamantina (Bahia).
Relatos: mochilao-cultural-em-salvador-bahia-por-frida-ssa-t54067.html
as-trilhas-do-vale-do-capao-t47621.html#p506912
Hospedagem no Vale do Capão: chapada-diamantina-hospedagem-t29279.html#p585630
Avatar do usuário
Frida_ssa
Colaborador
Colaborador
 
Mensagens: 1037
Desde: 08 Out 2009, 16:48
Localização: Salvador-Ba

Mariscada

Mensagem não lidapor Frida_ssa » 13 Out 2009, 17:57

Olá Mochileiros,

Estava aqui pensando em escrever sobre as deliciosas moquecas da Bahia, eu teria que escrever a mesma coisa apenas mudando tipo de "bichinho do mar" servido, pois os ingredientes básicos para as moquecas são iguais: cheiro verde, pimentão, cebola, tomate, leite de coco e azeite de dendê, com os devidos toques pessoais de quem tá fazendo, que é mesmo uma frescura pois é tudo igual mesmo!

Mas existe uma moqueca aqui que eu acho super curiosa, aliás sempre achei: MARISCADA. A marsicada é uma mistura com todos os peixes e mariscos possíveis e nem sempre consegue-se um sabor que agrade o paladar de todos, em razão da grande diferença nos tipos de gosto dos mariscos e peixes. É uma misturada de "bichinhos do mar". Uma vez comi uma mariscada que tinha uma estrela do mar (!!!) ... Eu não consegui comer a pobre coitada mas os meus amigos famintos lamberam os "beiços".

A mariscada é feita da seguinte forma: os mariscos com sabores mais ativos e/ou afrodisíacos são ferventados separadamente, por exemplo: a ostra, o chumbinho, sururu etc.

Num Agdá (tacho de barro) coloca-se as postas de peixe, arrumadas no fundo, em seguida acrescenta-se o siri mole, os camarões, lagosta, pitú; coloca-se o leite de coco, o azeite de dendê e os temperos, quando estiverem próximos de ferver, junta-se os mariscos que foram pré cozidos, após cerca de 20 minutos em fogo baixo está pronta a mariscada, que pode ser servida com pirão e arroz branco, além de um molho lambão (molho de pimenta com limão e temperos). Para decorar pode pegar a carapaça da lagosta. O toque especial vc inventa, eu por exemplo, na última viagem para acampar na Vila do Diogo, litoral norte da Bahia, acrescentei pedaços de manga e tb água do mar ! Os pedaços de manga aprendi com Dona Joana, cozinheira do Restaurante Sombra da Mangueira, até pouco tempo atrás o único da Vila do Diogo.

Imagem

Imagem

Imagem

A Mariscada custa em torno de R$ 50,00 (para 4 pessoas). Na Vila do Diogo é servida no Restaurante Sombra da Mangueira. Foi inaugurado recentemente um outro Restaurante na região mas eu não sei informações acerca do mesmo.
Fernanda Diogo - Colaboradora: Salvador, Litoral Norte, Recôncavo, Chapada Diamantina (Bahia).
Relatos: mochilao-cultural-em-salvador-bahia-por-frida-ssa-t54067.html
as-trilhas-do-vale-do-capao-t47621.html#p506912
Hospedagem no Vale do Capão: chapada-diamantina-hospedagem-t29279.html#p585630
Avatar do usuário
Frida_ssa
Colaborador
Colaborador
 
Mensagens: 1037
Desde: 08 Out 2009, 16:48
Localização: Salvador-Ba


Re: Mariscada

Mensagem não lidapor kaabah » 13 Out 2009, 18:26

Pra quem gostar da mariscada minha sugestão é a torta capixaba! É mais ou menos essa idéia: muitos mariscos e a "cobertura".




Ahhh... e moqueca é só capixaba, o resto é peixada! hahahaha!!! ::lol4:: ::otemo::
Colaborador Equipamentos | Trekking

"O que eu espero senhores, é que depois de um razoável período de discussão, todo mundo concorde comigo". (Winston Churchill)
Avatar do usuário
kaabah
Colaborador
Colaborador
 
Mensagens: 340
Desde: 02 Set 2008, 14:39
Localização: MG

AnteriorPróximo

Voltar para Gastronomia



Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 0 visitantes