Troca de informações sobre Gastronomia
#654184 por Frida_ssa
18 Nov 2011, 10:42
Olá Mochileiros,

De volta ao incrível Recôncavo da Bahia, tive a oportunidade de experimentar pela primeira vez uma receita muito falada por meu saudoso pai e meus avós, o Efó.

Efó é uma beleza africana trazida para a Bahia e que aqui ganhou espaço também por uma questão de sobrevivência. Os escravos achavam as folhas, cortavam, faziam refogado e muito se comia. O negócio é que a taioba parece com uma planta venenosa, a cocó, e por isso muito se morria também. “Chamavam esse prato de Deus nos proteja
Fonte: Revista Muito
:arrow: http://revistamuito.atarde.com.br/

Receita:
4 xícaras de língua de vaca aferventada
2 xícaras de camarões defumados descascados
1 xícara de castanha de caju e amendoim
2 cebolas grandes
1 xícara pequena de azeite de dendê
1 xícara de leite de coco
sal, pimenta e gengibre à vontade

Modo de preparar:
Corte as folhas de língua de vaca aferventadas.
Esprema as folhas, deixando bem abertas para evaporar toda a água.
Refogue a cebola no dendê.
Adicione o camarão e refogue bem.
Coloque o amendoim e a castanha continue refogando.
Coloque as folhas, o sal a pimenta, o gengibre e cozinhe por 20 minutos ou até as folhas ficarem macias.
Ao final do cozimento adicione o leite de coco e deixe ferver por 10 minutos.

OBS: A lingua der vaca pode ser substituída por taioba, bertalha, mostarda ou espinafre.

Eu comi numa das barracas do mercado de farinha de santo Amaro da Purificação. Recomendo!! uma delícia!! hummmmmmmm ::otemo::


Imagem
Foto: Fernando Vivas

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 0 visitantes