Troca de informações e relatos de trilhas e travessias na região sudeste do Brasil. Espírito Santo, Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo.
#399279 por Jorge Soto
03 Set 2009, 08:59
agua na mochila nunca e demais.. em montanha entao, e preferivel pecar pelo excesso q pela falta! alem de ter bom senso em saber dosar diante da incerteza de sua proxima obtencao, pra nao faltar depois justamemnte pra quem teve esse discernimento em guardar pora si... tomando agua dos outros.

#399371 por Fábio Borges
03 Set 2009, 13:45
Augusto,

na carta topográfica com a trilha plotada que baixei do seu site tem vários rios que descem a montanha... mas também não arriscamos ir buscar...
Acho que para quem quer fazer essa trilha e não sabe o caminho deve carregar muiiiiita água mesmo...

quanto ao contato que falho conosco, não vou colocar o nome dele aqui pq houve um desencontro... pq ficamos de ligar para ele da base do itaguaré, porém não conseguimos falar no celular dele... E pensando bem, nós também falhamos ao não falar para estar independente de ele receber nossa ligação... sei lá.. não quero atrapalhar a vida dele... acho que todos podem errar. Vamos dar um crédito para essa pessoa, caso ela volte a falhar e chegue ao meu conhecimento... eu conto a história...
Afinal deu tudo certo para nós e na verdade quem perdeu alguma coisa foi ele, já a grana que pagaríamos para ele foi para o tiozinho da brasoca rsrs

Estou devendo o contato dele, a Vivi disse que está vendo... já já eu posto

Jorge,

sem dúvidas que levarei algumas lições desta travessia... as vezes é complicado economizar água quando se perde muita água através da transpiração. O jeito quando o tempo estiver muito quente e a trilha não tiver água vai ser carregar uns 10l de água kkk
Estou até vendo como será a travessia da serra fina... meu deus...
abraços a todos
#399509 por Fábio Borges
03 Set 2009, 21:39
Esta aqui o telefone do tiozinho da brasilia para quem precisar do resgate ou quiser mais aventura kkkk
(35) 9993-5606 Djalma
Editado pela última vez por Fábio Borges em 03 Set 2009, 22:27, em um total de 1 vez.
#399515 por Augusto
03 Set 2009, 21:58
Blz Fabio.

Pelo que eu li em alguns relatos, o melhor ponto para acesso à algumas nascentes que se iniciam lá na crista é próximo à Pedra Redonda.
Em uma emergência é uma boa opção para quem está sem agua.

Vc viu lá que tem a trilha que vem da Pousada do Maeda? Ela tá bem demarcada?
No site da pousada ele menciona essa trilha.
De vez em qdo é uma outra opção para se fazer essa travessia, evitando entrar pela Ranchonete, não é.

E valeu pelo telefone do resgate.
Pode ser útil para muita gente.


Valeu.
#399521 por Fábio Borges
03 Set 2009, 22:26
Augusto,

a única indicação para pousada do Maeda que eu vi foi no Marinzinho, tem uma placa gigante lá e varias setas na pedra indicando abrigo... é essa trilha que você diz ou tem outra que sai da pedra redonda? essa eu não sei, pois os relatos que eu estudei não citavam essa saída para pousada Maeda.
Bem, espero ter ajudado e qualquer outra dúvida podem perguntar..

abraços
#399531 por Augusto
03 Set 2009, 23:23
Sim, a trilha que vem da Pousada é essa mesma. Mas não imaginava que ele colocou placas na trilha. ::otemo:: ::otemo::
Se vc quiser ver no google earth a pousada dele:
latitude=-22.469444, longitude=-45.128611

No meio da travessia não existe trilha para um eventual resgate. Ou vc volta para o inicio ou segue até o fim.

O site dele é esse aqui e nas fotos que estão lá dá p/ ter uma idéia de como a trilha que sai da Pousada sobe até o Marinzinho.
http://br.geocities.com/hmaedacec/index.html

Abcs



Fábio Borges escreveu:Augusto,

a única indicação para pousada do Maeda que eu vi foi no Marinzinho, tem uma placa gigante lá e varias setas na pedra indicando abrigo... é essa trilha que você diz ou tem outra que sai da pedra redonda? essa eu não sei, pois os relatos que eu estudei não citavam essa saída para pousada Maeda.
Bem, espero ter ajudado e qualquer outra dúvida podem perguntar..

abraços
#399536 por Fábio Borges
03 Set 2009, 23:36
Tem uma placa lá sim... e está bem sinalizada... depois eu olho a pousada dele no google earth... obrigado.

Realmente, nessa travessia se ocorrer alguma coisa ou você segue lutando ou fica ali esperando resgate, por isso acho que seria prudente sempre faze-la acompanhado... nunca se sabe quando pode virar um pé... pisar em uma pedra solta.. enfim... inúmeras coisas podem acontecer... eu não queria estar sozinho se sofresse um acidente lá em cima...


abraços.

Augusto escreveu:Sim, a trilha que vem da Pousada é essa mesma. Mas não imaginava que ele colocou placas na trilha. ::otemo:: ::otemo::
Se vc quiser ver no google earth a pousada dele:
latitude=-22.469444, longitude=-45.128611

No meio da travessia não existe trilha para um eventual resgate. Ou vc volta para o inicio ou segue até o fim.

O site dele é esse aqui e nas fotos que estão lá dá p/ ter uma idéia de como a trilha que sai da Pousada sobe até o Marinzinho.
http://br.geocities.com/hmaedacec/index.html

Abcs



#399537 por Augusto
03 Set 2009, 23:46
Então Fabio.
Já passei por varios perrengues ali.
Em um deles já cheguei a perder a capa da barraca lá na travessia (tava no sentido marins-itaguaré). ::lol4:: ::lol4:: ::lol4:: ::lol4:: ::lol4::
Tive que improvisar qdo acampei lá no Itaguaré, mas como o clima não tava tão frio, não tive problemas.
E fiquei sem lanterna durante a noite na descida do Marinzinho (no sentido itaguaré-marins).
Não foi facil viu chegar lá no riacho da base do Marins.

E ali na descida do Marinzinho, como vcs encontraram a corda?
Tava em bom estado?
#399597 por Fábio Borges
04 Set 2009, 09:47
Blza Augusto.

a corda na minha opinião está na metade da vida útil dela, pois ela está bem ressacada e dura, mas não apresenta risco por enquanto, pois não tem nenhuma sinal de desgaste. Desci tranquilo por ela.

Dizem que o Maeda faz a manutenção na corda, não é? Se não me falhe a memória, o tiozinho da Brasoca mencionou algo do tipo, aliás esse tiozinho tem uma pousada ou área de camping que fica ao lado da pousada Maeda. Ele comentou que a diária custa R$ 25,00 com direito a café da manhã colonial. Almoço e Janta de comida típica mineira você paga R$ 10,00 e come a vontade... Imagina o alvoroço que ele causou entre nós ao dizer isso? 3 dias só comendo miojo e macarrão... Eu e a Vivi queríamos ficar de qualquer jeito e só voltar na segunda a tarde depois de comer bem e nadar em uma cachoeira, mas nosso motorista tinha compromisso, sendo que ele faz serviço de guia para as cachoeiras de Marmelopolis também, aliás vi umas fotos das cachoeiras que tem lá, fiquei na vontade de ir até lá para fazer algo mais ligth ::lol4::


Perder a capa da barraca no meio da travessia é chato heim? ainda bem que não choveu... Apesar deste perrengue que passei adorei o local, se der tempo e pintar um oportunidade quero vontar este ano lá ainda, caso não consiga, volto com certeza o ano que vem.

abraços

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 0 visitantes