8 dias no Peru - Lima, Cusco, Ollanta e Machu Picchu (maio/2016) com valores

Relatos de viagem no Peru
lqueiroz
Mensagens: 8
Registrado em: 15 Ago 2005, 11:51
Localização: Brazil

23 Mai 2016, 21:37  

Acabei de chegar de viagem e como peguei muitas dicas aqui vou tentar retribuir.
Viajamos em 3 pessoas.
A passagem foi comprada para Cusco na Avianca numa promoção por US$ 190 com direito a stop over em Lima.
Todas as acomodações foram em quarto triplo.

13/05 - Sao Paulo - Lima pela Avianca, chegando em Lima as 9:00
Pegamos um taxi green com o Sr Luis por 60 soles (luis27rb@gmail.com ou 95527-2241).
Deixamos as malas no Kingdom Hotel (R$ 176 pelo Expedia) e fomos direto
para o restaurante Punto Azul em Miraflores, o ceviche Punto Azul é ótimo e serve bem 2 pessoas.
Ah! No restaurante eles colocam na mesa para beliscar uns milhos fritos que são crocantes e deliciosos.
Encontramos esses mesmo milhos no mercado Wong do Larcomar por 5 soles.
Este mesmo mercado Wong do Larcomar vende sorvete 8 soles duas bolas, o de chocolate é ótimo.
Em dois dias visitamos a praça Kenedy, o centro antigo, o Larcomar e os museus de antropologia (10 soles)
e o museus Raphael Larco (30 soles), alem do circuito das aguas (7 soles).

15/05 - Lima - Cusco, chegando a Cusco as 10:05.
Pegamos o taxi no aeroporto (20 soles) e fomos para o Munaycha casa de hospedagem (R$ 220 pelo booking).
Bom, vale dizer que a pousada é maravilhosa, quarto limpo e agradavel, jardim interno maravilhoso e
a Erica que nos recebeu é um amor de pessoa, preparou um cha de coca e deu varias dicas.
Fomos caminhar pela cidade para almoçar e achar uma boa opção de tour pelo vale sagrado.
Queríamos fazer Pisac, Maras, Moray e terminar em Ollantaytambo no final da tarde pois iríamos
dormir lá.
As agencias cobram em media 70 soles pelo tour basico que não inclui Maras e Moray, sem contar que Ollanta
fica no meio do tour e depois passa em Chincheiro na volta para Cusco.
Para um tour privado pediram 450 soles.
Finalmente encontramos um taxista com uma carro novo (toyota yaris), que pediu 180 soles para fazer o tour
que nos deixaria em Ollanta no final da tarde.
O taxista se chama Carlos e o whatsap dele é +51 940 184 277.
O cara é ótimo, pontual, dirige com calma e conhece todos os caminhos.

16/05 - Cusco - Ollantaytambo (passando pelo vale sagrado)
Saimos as 8:00 de Cusco, fomos em direção a Pisac, no caminho Carlos parou num local de onde se ve as
ruinas de Saqsaywaman, não entramos só vimos por fora.
Depois paramos num local onde uma comunidade trabalha com lã de alpaca.
Entrada gratuita, pudemos conhecer um pouco sobre as variedades desses animais nuns cartazes na entrada,
tambem existem animais vivos que vc pode alimentar.
Vimos como o pessoal trabalha a lã, havia mulheres fiando e tecendo com roupas tipicas.
Claro que existe uma loja para comprar os produtos.
Seguimos em frente e paramos no meio do caminho para tirar fotos do vale sagrado num mirante.
Mais um pouquinho e as 9:30 chegamos em Pisac, compramos o boleto turistico (130 soles) na entrada.
Rodamos pelas ruínas que são incriveis e saimos por volta das 11:30.
Almoçamos em Pisac, quando se chega nas lojas de artezanatos e de prata tem um restaurante pequeno e
simples, mas a comida era bem farta (15 soles).
Rodamos mais de 1 hora para chegar em Maras, inclusive passamos por uns lugares onde umas senhores
oferecem Cuy assado no espeto em plena rodovia. (bom pra tirar fotos)
Maras é o local onde existe uma salineira, bem interessante, 10 soles pra entrar não faz parte do boleto turistico.
Saimos de Maras as 14:00 em direção a Moray.
Moray é um lugar bem interessante onde os Inkas faziam pesquisas de plantação, faz parte do boleto turistico.
Saimos de Moray as 16:00 em direção a Ollantaytambo.
Chegamos em Ollanta as 17:00, ficamos no Kamma Guest House (R$ 230 pelo booking).
Vale acrescentar que o hostel é ótimo, quarto e banheiro limpo, café da manhã muito bom com omelete e
o melhor, fica em frente a uma das melhores trilhas de Ollanta, gratuita por sinal.
Jantamos no restaurante Uchucuta com 15% de desconto que conseguimos no hostel.
Jantar maravilhoso com file de alpaca e risoto de quinoa.

17/05 - Ollantaytambo - Aguas Calientes (chagada a AC as 17:00)
depois do café da manhã fizemos a 1a. trilha que por sinal fica em frente ao hostel.
A trilha é gratuita e não tem placas, mas apesar de rustica é facil de seguir o caminho.
Depois de 3 horas de trilha fomos almoçar e fazer a 2a. trilha pelas ruinas "oficiais".
Essa ruina está incluída no boleto, é bem interessante tb, tem o templo do sol e das aguas,
vale a pena.
Pegamos o trem de Ollanta para Aguas Calientes as 15:37 (65 dolares cada).
Chegamos em AC as 17:00 e fomos direto para o hostel Casa Machu Picchu (R$ 120 pelo booking).
O hostel é barato e só. Fica ao lado da linha do trem, durante a noite os trens passam fazendo muito
barulho e o hostel treme todo. O café é satisfatório. Vale a pena dizer que o espaço para o café da
manhã tem uma linda visto do rio.
Para jantar tem uma ladeira que começa na praça Manco Tapac que tem varios restaurantes um colado ao outro.
Os caras ficam na porta te mostrando os cardapios e tentando te colocar pra dentro.
Os preços são bons, menu turistico por 15 soles com direito a sopa ou salada de entrada e um prato principal.
Se vc ficar parado na frente olhando por 1 minuto o cara vai te dar um pisco sour na faixa.
Eu recomendo os restaurante Inti House (boa pizza) e o La Nusta. Ficam um do lado do outro no lado
esquerdo da rua pra quem está subindo.

18/05 - Machu Picchu (ingresso Machu Picchu + montanha MP por 142 soles)
Compramos o ticket do onibus (24 dolares cada) e fomos para Machu Picchu.
Vale uma dica, a fila do onibus começa antes das 5:00, fica absurda lá pelas 6:30, mas diminiu muito por volta das 8:00.
Machu Picchu é linda e impressionante, mas não vale a pena ir pra lá as 6:00 e voltar as 15:00 pq vc vai pegar muita
fila na ida e na volta, então é melhor pegar o onibus as 8:00 e voltar as 16:30, super tranquilo.
Chegamos em MP as 8:30, subimos Machu Picchu Montanha e foi uma trilha bem tranquila.
Claro que tem muita subida e cansa, mas a escada é larga e com degraus de altura normal.
Depois de tirar muitas fotos descemos para a cidade de MP, rodamos por lá e foi demais.

19/05 - Machu Picchu (ingresso Machu Picchu + Wayna Picchu por 142 soles)
Pegamos o onibus mais cedo pq voltariamos para Cusco no final da tarde.
Chegamos as 6:00, muita fila, mas as 7:00 conseguimos embarcar, chegamos na entrada de Wayna PIcchu
as 8:00, subimos a montanha sagrada e a trilha é um pouco mais dificil, mas muito gratificante.
Os degraus são estreitos e desiguais, mas da metade pra frente vc já vai vendo MP e parece que isso vai
animando a gente. No topo da montanha sagrada tem uma pedra que parece um trono onde todos tiram fotos.
Descemos da montanha e ainda deu tempo de dar mais uma volta por MP.
Voltamos para Aguas Calientes a tempo de almoçar e tomar mais uns pisco sour (promoção 4 por 20 soles
na maioria dos restaurantes da ladeira).
Pegamos o trem as 16:45 direto para Cusco estação Poroy (85 dolares cada).
Chegamos em Cusco as 20:25 onde nosso taxista e amigo Carlos nos esperava (30 soles ate o hostel).
Ficamos hospedados no Feel At Home (R$ 180 pelo booking).
O local é simples, a entrada é estranha pois fica dentro de uma galeria onde funciona uma feira de artesanato,
mas a localização é muito boa a uns 200 metros da catedral e da plaza das armas, sem contar que o colchão
e os travesseiros eram novos e muito confortaveis.
O café da manhã é servido no Don Cafeone que fica quase em frente a pedra dos 12 angulos e foi muito bom.

20/05 - Cusco
Depois do café, rodamos pela cidade a pé, fomos em Koricancha, no mercado de artesanato que fica na av
do sol e tem por sinal os melhores preços, de lá passamos no mercado San Pedro que é muito rustico e
assustador, mas depois de alguns minutos vc percebe que é onde os nativos vão.
Muitas frutas, grãos e farinhas inclusive Maca peruana por bom preço.
Saimos de lá e ainda deu tempo de passar na Cucharitas pra tomar sorvete e comer um crepe.
Pegamos as mochilas no Hostel e partimos pro aeroporto (15 soles).

Foi isso, se eu pudesse mudar algo, acho que trocaria meus 2 dias em Lima por mais tempo em Ollantaytambo.
abs
Viver é a maior viagem!

Avatar
FabianaPes
Mensagens: 6
Registrado em: 23 Nov 2016, 14:25
Localização: Recife, PE

24 Nov 2016, 16:29  

Oi Iqueiroz, boa tarde. Vi que você foi em maio/2016, como vou em maio/2017, queria ter ideia das temperaturas que você pegou. Choveu? Obg

Avatar
dalila.viana
Mensagens: 8
Registrado em: 06 Mar 2010, 15:36

21 Dez 2016, 11:40  

lqueiroz escreveu:Acabei de chegar de viagem e como peguei muitas dicas aqui vou tentar retribuir.
Viajamos em 3 pessoas.
A passagem foi comprada para Cusco na Avianca numa promoção por US$ 190 com direito a stop over em Lima.
Todas as acomodações foram em quarto triplo.

13/05 - Sao Paulo - Lima pela Avianca, chegando em Lima as 9:00
Pegamos um taxi green com o Sr Luis por 60 soles (luis27rb@gmail.com ou 95527-2241).
Deixamos as malas no Kingdom Hotel (R$ 176 pelo Expedia) e fomos direto
para o restaurante Punto Azul em Miraflores, o ceviche Punto Azul é ótimo e serve bem 2 pessoas.
Ah! No restaurante eles colocam na mesa para beliscar uns milhos fritos que são crocantes e deliciosos.
Encontramos esses mesmo milhos no mercado Wong do Larcomar por 5 soles.
Este mesmo mercado Wong do Larcomar vende sorvete 8 soles duas bolas, o de chocolate é ótimo.
Em dois dias visitamos a praça Kenedy, o centro antigo, o Larcomar e os museus de antropologia (10 soles)
e o museus Raphael Larco (30 soles), alem do circuito das aguas (7 soles).

15/05 - Lima - Cusco, chegando a Cusco as 10:05.
Pegamos o taxi no aeroporto (20 soles) e fomos para o Munaycha casa de hospedagem (R$ 220 pelo booking).
Bom, vale dizer que a pousada é maravilhosa, quarto limpo e agradavel, jardim interno maravilhoso e
a Erica que nos recebeu é um amor de pessoa, preparou um cha de coca e deu varias dicas.
Fomos caminhar pela cidade para almoçar e achar uma boa opção de tour pelo vale sagrado.
Queríamos fazer Pisac, Maras, Moray e terminar em Ollantaytambo no final da tarde pois iríamos
dormir lá.
As agencias cobram em media 70 soles pelo tour basico que não inclui Maras e Moray, sem contar que Ollanta
fica no meio do tour e depois passa em Chincheiro na volta para Cusco.
Para um tour privado pediram 450 soles.
Finalmente encontramos um taxista com uma carro novo (toyota yaris), que pediu 180 soles para fazer o tour
que nos deixaria em Ollanta no final da tarde.
O taxista se chama Carlos e o whatsap dele é +51 940 184 277.
O cara é ótimo, pontual, dirige com calma e conhece todos os caminhos.

16/05 - Cusco - Ollantaytambo (passando pelo vale sagrado)
Saimos as 8:00 de Cusco, fomos em direção a Pisac, no caminho Carlos parou num local de onde se ve as
ruinas de Saqsaywaman, não entramos só vimos por fora.
Depois paramos num local onde uma comunidade trabalha com lã de alpaca.
Entrada gratuita, pudemos conhecer um pouco sobre as variedades desses animais nuns cartazes na entrada,
tambem existem animais vivos que vc pode alimentar.
Vimos como o pessoal trabalha a lã, havia mulheres fiando e tecendo com roupas tipicas.
Claro que existe uma loja para comprar os produtos.
Seguimos em frente e paramos no meio do caminho para tirar fotos do vale sagrado num mirante.
Mais um pouquinho e as 9:30 chegamos em Pisac, compramos o boleto turistico (130 soles) na entrada.
Rodamos pelas ruínas que são incriveis e saimos por volta das 11:30.
Almoçamos em Pisac, quando se chega nas lojas de artezanatos e de prata tem um restaurante pequeno e
simples, mas a comida era bem farta (15 soles).
Rodamos mais de 1 hora para chegar em Maras, inclusive passamos por uns lugares onde umas senhores
oferecem Cuy assado no espeto em plena rodovia. (bom pra tirar fotos)
Maras é o local onde existe uma salineira, bem interessante, 10 soles pra entrar não faz parte do boleto turistico.
Saimos de Maras as 14:00 em direção a Moray.
Moray é um lugar bem interessante onde os Inkas faziam pesquisas de plantação, faz parte do boleto turistico.
Saimos de Moray as 16:00 em direção a Ollantaytambo.
Chegamos em Ollanta as 17:00, ficamos no Kamma Guest House (R$ 230 pelo booking).
Vale acrescentar que o hostel é ótimo, quarto e banheiro limpo, café da manhã muito bom com omelete e
o melhor, fica em frente a uma das melhores trilhas de Ollanta, gratuita por sinal.
Jantamos no restaurante Uchucuta com 15% de desconto que conseguimos no hostel.
Jantar maravilhoso com file de alpaca e risoto de quinoa.

17/05 - Ollantaytambo - Aguas Calientes (chagada a AC as 17:00)
depois do café da manhã fizemos a 1a. trilha que por sinal fica em frente ao hostel.
A trilha é gratuita e não tem placas, mas apesar de rustica é facil de seguir o caminho.
Depois de 3 horas de trilha fomos almoçar e fazer a 2a. trilha pelas ruinas "oficiais".
Essa ruina está incluída no boleto, é bem interessante tb, tem o templo do sol e das aguas,
vale a pena.
Pegamos o trem de Ollanta para Aguas Calientes as 15:37 (65 dolares cada).
Chegamos em AC as 17:00 e fomos direto para o hostel Casa Machu Picchu (R$ 120 pelo booking).
O hostel é barato e só. Fica ao lado da linha do trem, durante a noite os trens passam fazendo muito
barulho e o hostel treme todo. O café é satisfatório. Vale a pena dizer que o espaço para o café da
manhã tem uma linda visto do rio.
Para jantar tem uma ladeira que começa na praça Manco Tapac que tem varios restaurantes um colado ao outro.
Os caras ficam na porta te mostrando os cardapios e tentando te colocar pra dentro.
Os preços são bons, menu turistico por 15 soles com direito a sopa ou salada de entrada e um prato principal.
Se vc ficar parado na frente olhando por 1 minuto o cara vai te dar um pisco sour na faixa.
Eu recomendo os restaurante Inti House (boa pizza) e o La Nusta. Ficam um do lado do outro no lado
esquerdo da rua pra quem está subindo.

18/05 - Machu Picchu (ingresso Machu Picchu + montanha MP por 142 soles)
Compramos o ticket do onibus (24 dolares cada) e fomos para Machu Picchu.
Vale uma dica, a fila do onibus começa antes das 5:00, fica absurda lá pelas 6:30, mas diminiu muito por volta das 8:00.
Machu Picchu é linda e impressionante, mas não vale a pena ir pra lá as 6:00 e voltar as 15:00 pq vc vai pegar muita
fila na ida e na volta, então é melhor pegar o onibus as 8:00 e voltar as 16:30, super tranquilo.
Chegamos em MP as 8:30, subimos Machu Picchu Montanha e foi uma trilha bem tranquila.
Claro que tem muita subida e cansa, mas a escada é larga e com degraus de altura normal.
Depois de tirar muitas fotos descemos para a cidade de MP, rodamos por lá e foi demais.

19/05 - Machu Picchu (ingresso Machu Picchu + Wayna Picchu por 142 soles)
Pegamos o onibus mais cedo pq voltariamos para Cusco no final da tarde.
Chegamos as 6:00, muita fila, mas as 7:00 conseguimos embarcar, chegamos na entrada de Wayna PIcchu
as 8:00, subimos a montanha sagrada e a trilha é um pouco mais dificil, mas muito gratificante.
Os degraus são estreitos e desiguais, mas da metade pra frente vc já vai vendo MP e parece que isso vai
animando a gente. No topo da montanha sagrada tem uma pedra que parece um trono onde todos tiram fotos.
Descemos da montanha e ainda deu tempo de dar mais uma volta por MP.
Voltamos para Aguas Calientes a tempo de almoçar e tomar mais uns pisco sour (promoção 4 por 20 soles
na maioria dos restaurantes da ladeira).
Pegamos o trem as 16:45 direto para Cusco estação Poroy (85 dolares cada).
Chegamos em Cusco as 20:25 onde nosso taxista e amigo Carlos nos esperava (30 soles ate o hostel).
Ficamos hospedados no Feel At Home (R$ 180 pelo booking).
O local é simples, a entrada é estranha pois fica dentro de uma galeria onde funciona uma feira de artesanato,
mas a localização é muito boa a uns 200 metros da catedral e da plaza das armas, sem contar que o colchão
e os travesseiros eram novos e muito confortaveis.
O café da manhã é servido no Don Cafeone que fica quase em frente a pedra dos 12 angulos e foi muito bom.

20/05 - Cusco
Depois do café, rodamos pela cidade a pé, fomos em Koricancha, no mercado de artesanato que fica na av
do sol e tem por sinal os melhores preços, de lá passamos no mercado San Pedro que é muito rustico e
assustador, mas depois de alguns minutos vc percebe que é onde os nativos vão.
Muitas frutas, grãos e farinhas inclusive Maca peruana por bom preço.
Saimos de lá e ainda deu tempo de passar na Cucharitas pra tomar sorvete e comer um crepe.
Pegamos as mochilas no Hostel e partimos pro aeroporto (15 soles).

Foi isso, se eu pudesse mudar algo, acho que trocaria meus 2 dias em Lima por mais tempo em Ollantaytambo.
abs

Olá, você comprou os ingressos para Machu Picchu e o trem, antecipados?

Cahhhalves
Mensagens: 11
Registrado em: 16 Abr 2017, 22:06

17 Abr 2017, 03:27  

FabianaPes escreveu:Oi Iqueiroz, boa tarde. Vi que você foi em maio/2016, como vou em maio/2017, queria ter ideia das temperaturas que você pegou. Choveu? Obg


Olá, td bem? Que dia vc irá? Estou procurando Cia
Qualquer me adc no whats 1195342-7895
Estou querendo ir no começo do mês de maio.



  •   Informação
  • Quem está online

    Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 0 visitante