Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Arquivado

Este Post foi arquivado e está fechado para novas respostas.

edsouza

Rio de Janeiro: Arquivo

Posts Recomendados

aqui, bateu uma dúvida.

Estão cobrando a entrada em Petrô também?

Achei que fosse só em Teresópolis.

Compartilhar este post


Link para o post

Olá Raquel, beleza?

 

Olha, pelo que entendi ao ler o site do PARNASO, é isso mesmo - apesar dessa norma não estar escrita de forma explícita lá. Essa dúvida também surgiu lá no Mochilaventura. De todo modo, para quem vai fazer a travessia, certamente os pernoites tem de ser pagos de qualquer maneira, mesmo que o boleto seja apresentado somente na portaria de Teresópolis. Acho que você tem dúvidas é se alguém for pernoitar só no Açu, sem fazer a travessia, né? Aí, na incerteza - e para não gastar dinheiro à toa - , é melhor levar o dinheiro para pagar na hora, ao invés de fazer o pagamento antecipado (porém, só pode entrar a partir das 08h00).

 

Eu acho que tem de ser pago em Petrópolis porque o horário antecipado vale para as duas portarias, e só é possível entrar a partir das 06h00 com o boleto já pago - pelo menos, PARA FAZER A TRAVESSIA. Já na subida só ao Açu, aí não tenho certeza. Só o IBAMA pode dirimir essa dúvida (ou alguém que passe por lá nesses dias e poste aqui...)

 

Na última vez em que subi o Sino, notei que os guardas ficam p... da vida com algumas pessoas que entram de graça pelo Açu e tentam chegar de madrugada na portaria de Teresópolis, com o intuito de não pagar nada pela travessia. Eu estava na portaria quando vinha chegando um grupo no carro da segurança (estavam sendo escoltados para que houvesse a certeza de que pagariam na portaria), e toda hora os guardas esbravejavam que tudo seria mais fácil se a cobrança já tivesse sido feita em Petrópolis. Pode ser que o desejo deles tenha se realizado...

 

Um abraço!

 

P.S.: no site do IBAMA, mais uma dica de como chegar à portaria de Petrópolis - na rodoviária de Correias, pegar o ônibus 611(Bonfim) que tem o ponto final a cerca de 1 quilômetro da portaria, ou o 616(Pinheiral), que chega mais perto, até a Escola Rural do Bonfim.

Compartilhar este post


Link para o post

Só para registrar...

 

No site do PARNASO, link RESERVAS, tem instruções de como preencher o formulário para a entrada no parque. Lá diz o seguinte:

" (...) 2 - Quem pretende acampar nas áreas de montanha do parque (PEDRA DO SINO, AÇU, etc) deve pagar apenas a taxa de montanha (R$ 12,00). A taxa de camping (R$ 6,00) refere-se apenas ao uso das áreas de camping nas sedes Teresópolis e Guapimirim;

 

3 - Para fazer jus ao DESCONTO de morador dos municípios de Teresópolis, Petrópolis, Magé e Guapimirim é preciso apresentar na portaria comprovante de residência, ALÉM DO COMPROVANTE DE PAGAMENTO DO BOLETO " (...)

 

Fiz uma simulação no formulário e vi que esse desconto é de 50%, e o pagamento tem de ser feito inclusive para quem entrar pelo Bonfim e não for pernoitar no parque ou fazer a travessia (nesse caso, o ingresso para quem não é morador desses municípios custa R$ 3,00, e para os moradores sai a R$ 1,50, com o desconto).

 

Abraços

Compartilhar este post


Link para o post
Visitante

Postado pela usuária Mochilera argentina

em 02/03/2005 23:19:54

mensagem

Olá pessoal! Ouvi falar muito bem de Trindade -Paraty-

To querendo ir desde Buenos Aires na semana santa, por uma semana.

Se alguem pode me enviar referencias e dicas, posso trocar por boas dicas de lugares muito legais que tb conheco!!

valeuuuuuu!!

Ka

 

 

 

Replies:

 

 

 

 

-----------------------------------------------------------------------------------------------------

Postado pelo usuário trotatorres

em 03/03/2005 00:18:52

mensagem

Oi KArina, tudo bem?

primeiramente te dou as boas vindas, vejo que é nova por aqui, legal, como vc adora o meu pais, eu adoro o seu...hehe, de la quiaca a ushuaia..

bem, trindade, como vc sabe aqui é feriado, e estará completamente tomada, bem cheio mesmo...se vc não se importar com isso, é um bom lugar.

Trindade até poucos anos era quase uma vila de pescadores, frequentada por poucos...mas aos poucos tb chegaram as estradas asfaltadas, onibus direto de paraty e mais e mais gente...

 

lugares que conhecer:

toda praia que vai do cepilio ao rancho, praia do meio, caixa d'aço, praia brava e cia...

 

bem, o que vc quer saber especificamente?

 

saludos

leo

 

 

 

 

 

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Postado pelo usuário Ever

em 03/03/2005 09:10:28

mensagem

hola Karina, como trotatorres disse, nos feriados Trindade fica bastante cheio e os preços para hospedagem e alimentação ficam um tanto mais altos. Mesmo assim vale a pena, Trindade tem praias muito lindas. Aproveite que vai passar uma semana e dê uma esticada também para outras praias na região, sem falar é claro da cidade de Paraty que é bem charmosa. Em Ubatuba também há praias muito lindas.

Se for se hospedar em uma pousada, é conveniente fazer reservas com antecedência.

 

 

 

 

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------

Postado pela usuária jpa

em 03/03/2005 13:15:28

mensagem

Hei Karina!

 

Vá sim para Trindade, mas evite feriados! Estive lá por 15 dias há um tempo atrás e foi uma das melhores viagens que eu fiz...viajei sozinho e lá fiz muitos amigos, frequentei autênticos LUAUS na praia do meio somente com a iluminação da fogueira que fizemos no meio de 8 violões, foram noites mágicas... além de um forrozinho para balançar o esqueleto que rolou na praia do Rancho... na baixa eu paguei a bagatela de R$ 15,00 o quarto/sem café na alta isso vai para uns R$ 40,00 até mais.

Como boa mochileira coma PF's (não tem muito opçõa por lá) e quando for para Paraty antes de entrar no centro histórico vire a direita e vá no restaurante panela de barro (onde os guias comem), lá é mais barato e a comida boa...fora isto é muito caro qualquer prato, se puder faça o passeio de escuna que parte de manhã e volta no final da tarde, mas compre o passeio na boca do cais, examine antes as condições do barco e o que ele oferece, lembre-se faça isso antes de comprar o passeio, çpois eu comprei assim e me prometeram um monte de coisa entre algumas, me disseram que teria mascara de mergulho e não tinha, me falaram que teria uma cesta de frutas e na tal cesta só tinha banana.

 

Precisando de mais dicas é só pedir.

Bjs e abraços

JP

 

 

 

 

 

----------------------------------------------------------------------------------------------------------

Postado pelo usuário khumbu_

em 09/03/2005 22:42:16

mensagem

Manero, boto fé,também toh nessa, pretendo passar o feriado por lá, alguém indica um bom camping pra ficar? lugares para conhecer????

valeu!

 

 

 

 

 

 

-----------------------------------------------------------------------------------------------------

Postado pelo usuário rameno

em 17/03/2005 17:56:04

mensagem

Qnto ao camping, depende da grana disponível. Eu fui com minha mina uma vez e fiquei num de R$15,00 (Camping Guaiamum - q é mto bom) mas era primeira vez q ela acampava ai eu paguei. Mas no carnaval eu fiquei no camping da associação e entrei sem pagar.

 

Um lugar que vale a pena ir é na cabeça do indio. A trilha é a mesma que vai pro cachadaço só que ao inves de descer o barranco escorregadio, vc sai à direita. A trilha é meio fechada mas da p/ ir de boa. OS nativos costumam desencorajar!

 

 

Abraços:

Rameno

Compartilhar este post


Link para o post

vc tem q ir a prainha e grumari são praias protegidas ambientais e tem como fazer umas trilhas e tem guias lá só q não da pra chegar de ônibus pq os ônibus não passam por lá dentro então ou vc pega um ônibus q vá te deixar na pria da macumba ou no posto um do recrio isso se vc vem da zona sul ou se vc vem da zona oeste vc pega um ônibus pra barra da de guaratiba e disposição pra andar pq a vista é ótima

Compartilhar este post


Link para o post

Pretendo fazer a travessia mais ou menos na última semana de junho.

 

Por favor, preciso de algumas informações básicas:

 

Ponto pacífico que é melhor fazer Petrópolis-Teresópolis, certo?

 

Quais os melhores lugares para se acampar (pernoitar)?

 

Vou passar vários dias lá, então não há pressa. Quem puder indicar roteiros/paradas/lugares interessantes para se curtir bem e sem pressa o caminho, por favor...

 

Bom, é isso, como perguntou o BrunoMA (abaixo), seria legal listar coisas/informações indispensáveis para quem vai (principalmente pela 1ª vez, como eu)...

Compartilhar este post


Link para o post

ah, tenho certa experiência em caminhadas, mas minha namorada não. Como vamos ficar bastante tempo, sem pressa, acho que não há problema, certo? errado?

Compartilhar este post


Link para o post

E aí est, tudo bem?

 

Antes de mais nada, para quem vai fazer a travessia pela primeira vez é altamente recomendável arranjar um guia experiente. O trecho entre o Açu e o Sino não é demarcado e subestimá-lo não é muito "saudável".

 

O melhor é subir por Petrópolis, por dois motivos: a cadeia de montanhas é vista frontalmente (portanto, é mais bonito) e é mais fácil transpor o "lance do cavalinho", que é um obstáculo que fica já bem próximo à pedra do Sino.

 

Da portaria de Petrópolis, os mais cansados ou os que adentraram na trilha muito tarde costumam acampar no Ajax, uma pequena área de camping com fonte de água que fica a cerca de 2 horas do início da trilha. Para os que ainda estão com fôlego e com tempo, o normal é pernoitar o primeiro dia no Açu, a quatro horas de subida a partir do Ajax.

 

No caminho entre o Açu e o Sino, há pelo menos duas áreas utilizadas para camping: o vale do Paraíso e o Vale das Antas. Pode-se ter a opção de visitar os portais do Hércules e depois acampar em uma dessas áreas.

 

O vale das Antas já fica perto do "lance do cavalinho", lugar que exige prudência na sua transposição - e, portanto, imprescindível que se faça com tempo bom. De lá, alcança-se rapidamente a pedra do Sino, onde também pode-se pernoitar. Na bifurcação da trilha, subindo chega-se ao cume, onde venta muito, mas tem um grande visual. Se não quiser acampar lá, é só descer na bifurcação que se alcança em meia hora o abrigo 4 (um pequeno chalé que tem área de camping e camas para pernoite). Nas proximidades do abrigo, pode-se alcançar a pedra da Baleia e outros picos vizinhos.

 

A uma hora do abrigo 4, já descendo em direção a Teresópolis, há uma área gramada, que é o abrigo 3. De lá até o final da trilha, são mais ou menos 3 horas até atingir a barragem, local onde fica a trilha suspensa (com 600m de extensão) e começa a pista de asfalto (uns 4 km de extensão) que levará até a portaria de Teresópolis. No caminho, há uma área de camping e uma piscina natural, esta já perto da entrada.

 

É bom lembrar que fogareiros a gás não funcionam em sua plenitude nessas altitudes, e é vital ter uma barraca imperméavel e agasalhos e sacos de dormir eficientes para enfrentar o frio.

 

Não deixe de ler o roteiro descritivo feito pelo IBAMA, no seu site, sobre a travessia.

 

Um abraço, e boa travessia!

Compartilhar este post


Link para o post

alguém aí pode me explicar essas paradas de taxa?

o oteb disse q tem taxa de camping, no site do ibama disse q são 12 reais por dia q vc ficar no parque...

hehehe mto complicado.....alguem ajuda?

Compartilhar este post


Link para o post

E aí the lost, tudo bem?

Realmente, é um pouco complicado e ainda ajudei para enrolar um pouco mais. Vou tentar descomplicar!

 

1 - ENTRAR NO PARQUE, EM QUALQUER UMA DE SUAS PORTARIAS (GUAPIMIRIM, TERESÓPOLIS, PETRÓPOLIS): R$ 3,00

 

3 - FAZER TRILHA NA MONTANHA (Sino, Açu, travessia): R$ 12,00 por dia/pernoite (os R$ 3,00 da entrada já estão incluídos). Por exemplo: subir o Sino e descer no mesmo dia: R$ 12,00; Subir o Sino ou o Açu, pernoitar lá e voltar no dia seguinte: R$ 12,00;

 

3 - ESTACIONAMENTO: R$ 5,00 (por cada automóvel) e R$ 3,00 (por cada moto). Exemplo: foi só passar uma manhã de domingo no parque, indo de carro: R$ 3,00 (entrada)+ R$ 5,00 (estacionamento); foi fazer a travessia em 3 dias e deixou o carro na sede de Teresópolis: R$ 24,00 da travessia + R$ 5,00 do estacionamento (o estacionamento só é cobrado uma vez, independentemente do número de dias que se fique no parque);

 

4 - CAMPING: R$ 6,00 por dia (só há áreas de camping nas sedes de Guapimirim e Teresópolis - ATENÇÃO: o acampamento nos abrigos 3 e 4, no Açu ou em outra área ao ar livre que esteja DENTRO DO PERCURSO DA TRAVESSIA não paga essa taxa, pois o pernoite ao ar livre nessas áreas já está incluído nos R$ 12,00) . Exemplo: a pessoa chegou de carro ao parque, acampou na área de camping interna e foi embora no dia seguinte - pagará R$ 3,00 da entrada, R$ 5,00 de estacionamento e mais R$ 6,00 pelo camping;

 

Daqui a pouco complemento...

Compartilhar este post


Link para o post
Visitante
Este post está impedido de receber novas mensagens


×
×
  • Criar Novo...