Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Arquivo - Cidadania Italiana - Procedimentos


Posts Recomendados

  • Membros de Honra
quote:Originally posted by jbmazzo

 

Pessoal,

 

Gostaria de saber se as certidoes do Italia(retiradas na Italia) e tb a certidao negativa de naturalização precisam ser legalizadas?

Valeu pela atenção

Jorge


id="quote">
id="quote">

 

A legalização é o seguinte:

Não tem como a IT reconhecer a validade de um documento brasileiro. Não há como!

 

Portando os documentos (certidões de registro civil, diplomas, divórcios etc) devem passar pelo consulado da Itália no respectivo país para que sejam legalizados (reconhecidos como oficiais). O consulado tem como averiguar os documentos e sobretudo o reconhecimento das firmas.

 

Então, deve-se traduzir e legalizar a Certidão Negativa de Naturalização sim. Inclusive ela deve conter todos as variações do nome de seu ancestral aqui no BR.

 

Por exemplo quando era na IT Domenico Modugno, mas em algumas certidões figura como Domingos Modugno, Domenico Modunho etc.

 

As certidões italianas não precisam de legalização.

Link para o post
  • Respostas 1,5k
  • Criado
  • Última resposta

Mais Ativos no Tópico

Mais Ativos no Tópico

Posted Images

  • Membros

Caríssimos Wagner Rio e Thiago Suppa...

 

Vamos por parte:

 

- Minha irmã por parte de pai fez sua cidadania aqui no Brasil, no Consulado de SP;

- Tenho o numero do protocolo (da pasta dela); dizem, mas ainda naum consegui confirmar, que parentes podem ter acesso a esta pasta no Consulado...

- A intenção de meu filho é ver se realmente estão transcritos no comune de Rive D'Arcano a documentação de meu bisnono e meu pai...

- Uma informação que me foi passada e naum sei se confirma, é a de que os documentos transcritos vão todos para Roma...

- Finalizando... se os documentos estiverem transcritos, pode-se utiliza-los la na IT pelo meu filho, não???

- Acho que não teria lógica buscar toda documentação novamente se podemos dar continuidade... está incluso nos arquivos do próprio consulado (2 Caso que alguém da família já obteve o reconhecimento da cidadania não é necessário fornecer todos os documentos acima indicados, apenas aqueles que ainda não foram apresentados relativos ao próprio núcleo familiar. (Ex.: Um primo já obteve o reconhecimento. Isso significa que os documentos do avô já foram apresentados e assim a documentação a ser entregue começa com a Certidão de Nascimento do pai ou da mãe que transmite a cidadania)...

- Agradeço se for possível deixarem mais claro este pensamento...

 

 

Um grande abraço a todos...

Link para o post
  • Membros
quote:Originally posted by PingaSC

 

Caríssimos Wagner Rio e Thiago Suppa...

 

Vamos por parte:

 

- Minha irmã por parte de pai fez sua cidadania aqui no Brasil, no Consulado de SP;

- Tenho o numero do protocolo (da pasta dela); dizem, mas ainda naum consegui confirmar, que parentes podem ter acesso a esta pasta no Consulado...

- A intenção de meu filho é ver se realmente estão transcritos no comune de Rive D'Arcano a documentação de meu bisnono e meu pai...

- Uma informação que me foi passada e naum sei se confirma, é a de que os documentos transcritos vão todos para Roma...

- Finalizando... se os documentos estiverem transcritos, pode-se utiliza-los la na IT pelo meu filho, não???

- Acho que não teria lógica buscar toda documentação novamente se podemos dar continuidade... está incluso nos arquivos do próprio consulado (2 Caso que alguém da família já obteve o reconhecimento da cidadania não é necessário fornecer todos os documentos acima indicados, apenas aqueles que ainda não foram apresentados relativos ao próprio núcleo familiar. (Ex.: Um primo já obteve o reconhecimento. Isso significa que os documentos do avô já foram apresentados e assim a documentação a ser entregue começa com a Certidão de Nascimento do pai ou da mãe que transmite a cidadania)...

- Agradeço se for possível deixarem mais claro este pensamento...

 

 

Um grande abraço a todos...


id="quote">
id="quote">

 

Pinga, tenho uma pessoa próxima na mesma situação.

veja bem, na IT cada comune trabalha de uma forma. são imprevisíveis.

não há como saber se o comune mantém ou não os documentos, nem por quanto tempo. a não ser que vc escreva uma carta/e-mail ou telefone lá pra saber...

com relação ao acesso à pasta no consulado, esqueça. isso é lenda e não funciona.

agora com relação ao restante dos documentos, veja bem, o custo é menor agora que vc está no BR doq se vc arriscar ir sem eles e ter que:

ou voltar ao BR pra fazer tudo;

ou ficar lá pagando aluguel ($$$) e ainda ter que fazer tudo no BR.

é claro que pode também dar certo, mas cá entre nós, vale a pena arriscar?

 

boa sorte pra vc!

Link para o post
  • Membros de Honra

THIAGO E PINGA, vocês estão se enrolando raciocinando com termos errados.

 

Vamos lá:

 

PINGA, esqueça os documentos arquivados no consulado de SP.

A mensagem que diz: "caso algum parente".... vale para pessoas que agora estão dando entrada num consulado no BR e sabem que existe um processo anterior no BR.

 

Se a pessoa vai dar entrada na IT, NÂO existe essa carona de um processo na IT em relação a um processo no BR.

 

O que vocÊ DEVE fazer é verificar com o comune quais TRANSCRIÇÔES foram feitas à época da cidadania de sua parente.

 

Peça ao Comune um Estratto di Nascita con eventuali annotazioni di matrimonio e morte em nome de seu ancestral italiano.

Peça também para eles verificarem se não existe um Atto di Nascita em nome de seu pai no comune. Peça para procurararem na Parte II (=parte seconda) que são os livros onde ficam registradas os atos (TRANSCRIÇÔES) dos italianos nascidos no estrangeiro.

 

(Sim, há algum tempo as transcrições eram feitas em Roma. Teremos que esperar a resposta do Comune di Rive D'Arcano)

 

THIAGO, os documentos brasileiros arquivados no comune ela não vai aproveitar mesmo não.

 

O que ela deve tentar são as TRANSCRIÇÔES, que ficam registradas no comune e das quais podem se extrair Estrattos.

 

Wagner, RJ.

Link para o post
  • Membros de Honra

É extremamente importante ter essas respostas.

 

Muito provavelmente pelo menos as atualizações dos atos do ancestral (matrimonio e óbito) já estarão registradas na IT.

 

As do pai nao sei!

 

Caso estejam em Roma, será um problema porque a maioria dos atos enviados pelos consulados para serem transcritos lá estão arquivados e NUNCA foram transcritos de fato.

 

----

 

Estar em posse de TRANSCRIÇÔES de atos é muito importante porque se evitam as legalizações (necessárias para documentos brasileiros)

Link para o post
  • Membros de Honra
quote:Originally posted by Flama

 

Sabem se no caso de o ascendente italiano ser vivo é necessário apresentar negativa de naturalização ou basta a cópia da carteira de identidade de estrangeiro? Valeu!


id="quote">
id="quote">

 

Os roteiros dos consulados informam que basta apresentar a RNE (carteira do Registro Nacional de Estrangeiros).

 

Lembre-se que é importante seu ancestral italiano comparecer ao consulado sem demora para apresentar a certidão de casamento dele (para que seja registrada na IT) e para se inscrever no cadastro AIRE (italianos residentes no estrangeiro).

 

Wagner Maiolino, RJ.

Link para o post
  • Membros

ola Wagner, obrigado pela resposta,

Ja estou com todos os docs ok, so falta chegar a certidao negativa,mas se possivel gostaria de esclarecer mais uma duvida:

Antigamente me parece que era pedido na Italia a reeservista militar traduzida e legalizada, mas tenho ouvido falar que nao precisa mais, isso é verdade?? pois ja estou com todos os docs prontos e retificados para legalizar( menos a reservista ) e o pessoal da junta militar esta dizendo que pelo fato de eu ter menos de 30 anos minha reservista retificada vai demorar uns 3 meses, mas, se nao for preciso a reservista na Italia eu nem vou mexer com isso...entende?

Obrigado

Jorge

Link para o post
  • Membros
quote:Originally posted by jbmazzo

 

ola Wagner, obrigado pela resposta,

Ja estou com todos os docs ok, so falta chegar a certidao negativa,mas se possivel gostaria de esclarecer mais uma duvida:

Antigamente me parece que era pedido na Italia a reeservista militar traduzida e legalizada, mas tenho ouvido falar que nao precisa mais, isso é verdade?? pois ja estou com todos os docs prontos e retificados para legalizar( menos a reservista ) e o pessoal da junta militar esta dizendo que pelo fato de eu ter menos de 30 anos minha reservista retificada vai demorar uns 3 meses, mas, se nao for preciso a reservista na Italia eu nem vou mexer com isso...entende?

Obrigado

Jorge


id="quote">
id="quote">

 

não é mais necessário apresentar esse documento.

 

boa sorte!

Link para o post
Visitante
Este tópico está impedido de receber novos posts.

×
×
  • Criar Novo...