Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Posts Recomendados

  • Membros de Honra

Em função de várias dúvidas a respeito da obrigatoriedade do seguro carta-verde bem como dos países que exigem tal documento, estamos abrindo este tópico colocando um pouco da história deste documento que esperamos seja útil a todos aqueles que viajam de carro ou moto pelo MERCOSUL.

 

Um pouco de história:

 

O Mercado Comum do Sul ( Mercosul ) foi criado em 26/03/1991 com a assinatura do Tratado de Assunção no Paraguai. Os membros deste importante bloco econômico do América do Sul são os seguintes países : Argentina, Brasil, Paraguai, Uruguai e Venezuela (entrou em julho de 2006).

 

Embora tenha sido criado apenas em 1991, os esboços deste acordo datam da década de 1980, quando Brasil e Argentina assinaram vários acordos comerciais com o objetivo de integração. Chile, Equador, Colômbia, Peru e Bolívia poderão entrar neste bloco econômico, pois assinaram tratados comerciais e já estão organizando suas economias para tanto. Participam até o momento como países associados ao Mercosul.

 

SEGURO CARTA-VERDE

 

A Resolução n.º 120/94, do Grupo Mercado Comum do MERCOSUL, aprovou, em caracter obrigatório, a partir de 01.07.95, um seguro que cubra a Responsabilidade Civil do Proprietário e/ou Condutor de Veículos Automotores Terrestres (automóvel de passeio - particular ou de aluguel), não matriculados nos países de ingresso em viagem internacional- danos causados a pessoas ou objetos NÃO TRASPORTADOS. Inicialmente tal obrigatoriedade não se aplicou ao Paraguai, o que deveria acontecer somente em 2006. Todavia, as Seguradoras brasileiras já incluíram o referido país no rol dos paises com cobertura.

As coberturas do seguro são: Morte e/ou danos pessoais e despesas médico hospitalares e danos materiais causados a terceiros NÃO TRANSPORTADOS e derivados do contrato de seguro;

Garante também, honorários do advogado de defesa do segurado e custas processuais, decorrentes de ações cíveis e desde que o profissional seja escohido e fixados seus honorários de comum acordo com a Seguradora.

Os riscos não cobertos são, de forma geral, os mesmos constantes das apólices de seguro de Responsabilidade Civil de Veículos, entre os quais: a direção em estado de embriaguez ou sob influência de qualquer droga; condução por pessoa não habilitada; danos causados o próprio Segurado, seus ascendentes, descendentes, colaterais ou cônjuge e pessoas que residam ou dependam economicamente do Segurado, etc.

As importâncias seguradas são:

MORTE, DESPESAS MÉDICO HOSPITALARES e/ou danos pessoais US$ 40,000.00 por pessoa

DANOS MATERIAIS US$ 20,000.00 por terceiro

 

MORTE, DESPESAS MÉDICO HOSPITALARES e/ou danos pessoais..... US$ 40,000.00 por pessoa;

DANOS MATERIAS.................................................................. US$ 20,000.00 por terceiro.

No caso de várias reclamações decorrentes do mesmo acidente (catástrofe), as importâncias seguradas são limitadas a US$ 200,000.00 para danos pessoais e US$ 40,000.00 para os danos materiais;

Saliente-se que haverá que estar caracterizada e comprovada a responsabilidade do Segurado/ Motorista, para liberação de qualquer indenização.

As Seguradoras emitentes das apólices/certificados devem ter, obrigatoriamente, convênios com Seguradoras dos demais países, para o atendimento e encaminhamento dos sinistros (acidentes) porventura ocorridos e cobertos pelos seguros emitidos.

A comprovação, perante as Autoridades, se faz através do Certificado Bilingüe, em original e sem rasuras, o qual, obrigatoriamente, as Seguradoras devem entregar aos Segurados, no modelo padrão aprovado.

Embora os seguros de RCTR-VI-Danos e Terceiros e RCTR-VI-Danos a Carga abranjam os países do CONESUL (Argentina, Chile, Paraguai, Uruguai, Peru, Bolívia e tabém a Venezuela), o seguro CARTA VERDE se refere somente aos países do MERCOSUL, Argentina, Paraguai, Uruguai e o Brasil, quando emitidos naqueles países.

A aceitação, prazos e custos do seguro dependem de cada Seguradora.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 5 meses depois...

  • Respostas 135
  • Criado
  • Última resposta

Mais Ativos no Tópico

Mais Ativos no Tópico

Postagens Populares

Na Bolivia é um outro tipo de seguro chamado de SOAT - Seguro Obrigatório Acidentes de Trânsito que é semelhante ao seguro carta-verde, utilizado pelo países membros do Mercosul, dá coberturas para g

Posted Images

  • Membros

Enio e Michel,

Este tópico "Seguro Carta Verde", em meu entender, trata de uma bandidagem um tanto diferente - foi algum belo dia semeado - o seguro - por algum incauto qualquer de seguradora - e colou !

Acho que, se possível e de interesse 'geral', devia ser mais debatido.

Vamos deixar barato - nós que queremos pegar o nosso carro aqui no brazyl - e sair por aí visitando os lindos e interessantíssimos países hermanos Uruguay, Argentina, Chile, Bolivia, e Paraguai - que nos quedemos em casa por causa deste enorme indício de corrupção a que estamos tanto acostumados no brazyl ?

Como é possível que uma seguradora - do ramo seguradoras, a côsa mais lucrativa já inventada, pode ter inventado um seguro maluco e caríssimo, que passam os anos ( ou años ), e continua a nos extorquir a todos - ou - o que é muito pior - NOS IMPEDIR DE VIAJAR E CONHECER E CONVIVER COM OS NOSSOS IRMÃOS DO URUGUAI, ARGENTINA, CHILE, BOLIVIA, PARAGUAI.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros de Honra

Zepelim

 

Como citado no tópico o seguro carta-verde se originou de uma Resolução do Grupo Mercosul e não de alguma seguradora como vc mencionou. Imagine vc o tamanho da bronca que seria vc se envolver em algum acidente no exterior e não tiver um seguro que lhe dê cobertura? Imagine ainda vc aqui no Brasil tendo seu veículo danificado por algum estrangeiro o tamanho da incomodação que vc teria para ser ressarcido pelos danos? Percebe? É aí que entra o seguro com suas coberturas. Eu vejo o seguro carta-verde como um facilitador para as viagens de carro e ele não nos impede de viajar e conhercer os países "hermanos". Pelo contrário, acho que nos dá uma segurança e tranquilidade maiores.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros de Honra

Só estou colocando este link

http://www.iadc-club.com/portuguese/a_faq.asp

Para ver que o mundo inteiro esta fazendo seguro devido os acidentes e também para o Policial saber o que a carteira do paíz em pauta habilita o motorista a dirigir.

 

Os Detrans e Ciretrans também falam a respeito. O assunto é complexxo e deve ser divulgado.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

beier, eu concordo totalmente contigo! o seguro carta-verde é algo ótimo! só fica um pouco oneroso para aqueles que moram em cidades fronteiriças e que vão sempre ao país vizinho. quanto àqueles que vêm e vão eventualmente é uma boa atitude.

alguém sabe se, para o Chile é necessário, também, algum tipo de seguro?

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros de Honra
beier, eu concordo totalmente contigo! o seguro carta-verde é algo ótimo! só fica um pouco oneroso para aqueles que moram em cidades fronteiriças e que vão sempre ao país vizinho. quanto àqueles que vêm e vão eventualmente é uma boa atitude.

alguém sabe se, para o Chile é necessário, também, algum tipo de seguro?

 

Pipino

 

O Chile por enquanto não é um país membro do Mercosul, somente um associado e, portanto, o seguro carta-verde não é exigido para aquele país. Sei que algumas seguradoras já extendem a cobertura do seguro para o Chile também mas, por enquanto, a obrigatoriedade é para: Uruguay, Argantina e Paraguay.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Colaboradores

Viajei para Argentina, Chile, Uruguai e Bolívia de carro há 1 ano e meio e a polícia de Argentina e Uruguai solicitaram tal documento, e no Chile todas as vezes que fomos abordados mostramos aos guardas os documentos do carro, a carteira internacional de motorista e a carta-verde.

Foi meu noivo quem comprou o seguro, na Hdi Seguros, em Curitiba, por telefone a atendente pegou os dados depois mandamos a documentação via fax. chegou pelo correio, como depois decidimos comprar por mais tempo fizemos uma nova, dessa vez comprada no HSBC.

A carta verde pode ser comprada por prazos, tipo 15 dias/ 30 dias/ 45 dias....etc...viajamos com uma válida por 30 dias e outra por mais 4 dias.

 

no próprio documento consta cobertura em Argentina,Uruguai, Paraguai e Chile, meu noivo me ajudou a editar e colocarei em anexo a carta verde aqui.

Vejam os anexos.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 2 semanas depois...
  • Membros de Honra

Fábio

 

Qualquer seguradora está habilitada a fazer o seguro carta-verde, escolha uma de sua preferêcia e faça um contato pedindo informações. Pode acontecer que algumas seguradoras façam o seguro somente para aqueles que já tem outro tipo de seguro com elas.

 

Não é necessário a Permissão Internacional para dirigi no Chile, a nossa CNH é aceita sem problemas.

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

×
×
  • Criar Novo...