Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Posts Recomendados

  • Membros de Honra

Olá Gribel!

 

 

Então, vou te passar algumas impressões minhas, bem atualizadas, sobre o Block4000 - quentinhas (ou geladinhas, rsrs!), já que fiz uma travessia (Urubici-Bom Jardim da Serra = Expedição "Era do Gelo") com ele no feriadão. Otávio Luiz estava lá e sabe das condições climáticas enfrentadas.

 

O Block4000 é uma peça muito versátil. Ele está mais para um fleece do que para um anorak, com a vantagem de que é um excelente corta-vento. A textura interna dele é muito agradável ao toque da pele e transpira bem, o que a meu ver já é muito positivo em relação a qualquer anorak (com aqueles toques "plásticos", gelados, fora o barulho). Ele também proporciona uma boa retenção de calor/isolamento. Nesta travessia enfrentamos frio dos bons. Chegamos a pegar -11ºC na relva ao raiar do dia.

 

De manhã, antes de aquecer o corpo durante a caminhada e no fim de tarde, antes mesmo do sol baixar no horizonte, o vento gelado castigava e, mesmo em movimento, carregando uma cargueira, se fazia necessário um abrigo para não passar frio. O Block4000 foi perfeito, pois esquentava e deixava transpirar, sem passar aquela sensação de frio que o ar gelado traz. Usei ele nestas condições todos os dias apenas sobre uma camiseta de tecido sintético dry, manga longa, e à noite, quando o frio pegava forte mesmo, acrescentava uma segunda pele X-Power como camada intermediária, e só. Como não pegamos chuva, o anorak que levei ficou guardadinho na mochila, nem senti falta dele (usaria o anorak como reserva para esquentar, caso fosse necessário, além da proteção contra chuva). A umidade presente à noite foi dominada pelo tecido impermeável sem qualquer problema. Na primeira e segunda noites (mais frias) ainda usei ele antes de dormir, dentro do SD, para me esquentar.

 

A verdade é que o tecido dele é show de bola. Tá certo que falar de marcas é complicado, mas temos que reconhecer os esforços das marcas nacionais para desenvolver e fabricar produtos de qualidade técnica aqui em nosso país sem dever nada às marcas gringas. Parabéns à Conquista por este produto, ainda que o preço não seja dos mais acessíveis. Sujei de barro, molhei, suei pacas dentro dele com mochila nas costas, ralei ele em vara-matos e, no final de 4 dias, ele estava paracendo novo (um pouco fedido, é vero, ::lol4:: ), fora o que já falei sobre o conforto térmico e impermeabilidade. Um excelente produto.

 

Obviamente faria o mesmo que fiz nesta travessia com qualquer fleece, independentemente da marca, possivelmente sofrendo um pouco mais com o calor e umidade e muito provavelmente com a necessidade de sacar o anorak da mochila à noite para "selar" o conjunto de vestuário. Falando em fleece, endosso as palavras do Otávio sobre os Fleeces da Quechua, que são bem honestos pelo preço a que são vendidos.

 

 

Grande abraço!

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Respostas 326
  • Criado
  • Última resposta

Mais Ativos no Tópico

Mais Ativos no Tópico

Postagens Populares

Olá Batata, acho que texto vai ajudar bastante na sua dúvida sobre Fleece:   Denominado "fleece pile" é uma categoria de tecidos com um tipo de construção definida, largamente utilizada para

Bom só para deixar claro algumas dúvidas quanto aos Thermos e Softs, os Thermos para serem usados como segunda camada para serem eficientes devem ser ajustados ao corpo, não podendo ser largos ou com

Depende, zero grau com sol sem vento? Talvez, com uma segunda pele boa. Ventando? Não, talvez com segunda pele e anorak. Frio é relativo, vai depender da resistência de cada pessoa. Alimentação, idad

Posted Images

  • Membros de Honra

 

...

 

:arrow: vejo pessoas perguntando qual marca usar, se marca X eh melhor que marca Y ::putz:: , vamos analizar, qual eh melhor, o fleece termal pro da NTF ou o fleece termal pro da marca X ? nem um nem outro, se o material eh o mesmo, ambos terao o mesmo desempenho, portanto um desses da marca NTF e um costurado aqui pela costureira da rua terao o mesmo desempenho, pois o tecido eh o mesmo. a diferenca eh que cada marca tem o seu "corte". nao se procupem muito com a marca e sim com a qualidade do tecido ::cool:::'>

 

...

 

 

Salve Peregrino!

 

 

Bacana ter ver por aqui discutindo equipamento!

 

Concordo em parte com o que disse. O fato é que atualmente temos assistido a uma grande gama de produtos feitos com tecnologia de tecidos "patenteados", que obrigam a quem quer usá-los para fabricar um produto, a pagar royalties ao detentor da patente - vide como exemplo os famosos e-Vent, Gore-Tex, e outros. A própria Cordura (nylon resinado reforçado) hoje tão comum em mochilas já teve seus tempos de obrigatoriedade de pagamento de royalties à DuPont... Isso em grande parte acaba igualando os fabricantes na questão preço, pelo menos lá fora. Às vezes surge algum tecido ou material "similar" a um patenteado e que é "lançado" no mercado para concorrer com aquele consagrado, nem sempre sendo um efetivo concorrente no desempenho, mas apenas no preço, e é aí que surgem as dúvidas do pessoal.

 

Falando de preços, aqui no Brasil temos como principal questão na composição de custos a desgraçada miríade de tributos que incidem sobre nossos produtos, tornando-os pouco competitivos mesmo no mercado interno, em relação aos produtos estrangeiros similares (ainda que estes sejam também sobretaxados na importação), o que torna a discussão muito complexa. Prefiro nem entrar nesse assunto, pelo menos não aqui.

 

Grande abraço!

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros de Honra

Getúlio

A gente acostuma a por a culpa nos impostos e esquece de por a culpa no enorme lucro dos fabricantes ou revendedores, ano passado saiu uma matéria sobre os preços dos carros (http://www.webmotors.com.br/wmpublicador/yahooNoticiaConteudo.vxlpub?hnid=45643) que pode ser resumida a:

 

Lucro Brasil faz consumidor pagar o carro mais caro do mundo

"Por que baixar o preço se o consumidor paga?", pergunta um executivo de montadora.

 

O mesmo argumento pode ser levantado para explicar os preços de câmeras fotográficas na FNAC e de artigos de aventura em lojas e em artesãos e cuteleiros. No caso dos carros, a margem de lucro é três vezes maior que em outros países, imagine quanto não é a margem para os equipamentos que usamos (aliás, dá pra imaginar sim, basta olhar no EBay)

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros de Honra

E aí Getulio!

 

Voce conhece o Fleece da Solo Jaqueta Nordic Polartec - Thermal Pro 300?

eu tenho esse, comprei pra usar na cidade mesmo, moro em Caxias e aqui é frio pra [email protected]@$ho!!!! Mas acho que devo ser muito friorenta, porque nao cheguei a pegar temperatura negativa ainda com ele, mas sempre uso com uma 2ª pele por baixo e ainda uma jaqueta bem grossa que comprei na Patagonia!

 

nao que o Fleece nao seja bom, ao contrario, antes de ter ele eu usava umas 5 camadas de roupa, agora to só com 3, hehehe!!!

 

Mas queria te pedir desse que tu falou da Conquista Block 400, tu acha que ele segura mais o frio do que esse da Solo?

 

tá o mesmo preço das duas, a da Solo e da Conquista, e vou te dizer que nao acho caro. Claro que se tu for comprar fora vai conseguir muito mais barato, mas se for comparar com as roupas "normais" que temos a venda por aqui, o preço é só um pouquinho mais caro mas com muito mais benefícios!

Acho que compensa! Só tenho que reclamar do tamanho, eu que sou mais gordinha fica dificil achar alguma coisa que fique bem.

Obrigada!

Déia

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros de Honra

Então pessoal, a título de informação e comparação vou relatar como foi minha experiência a -11ºC... ::Cold::::Cold::::Cold::

Primeiro que pegar -11ºC no Brasil foi um privilégio; esperávamos frio, mas nem tanto.

Segundo que minhas roupas funcionaram a contento, fui com o que tinha em mãos: 2º pele X-thermo da Solo (calça) e blusa da Kailash. Fleece Quechua Forclaz 50 e outro da Mont Blanc antigão, acho que é gramatura 300, e por cima de tudo um anorak Lafuma soft shell. Nas pernas além da 2º pele, ceroula de lã e uma calça de nylon respirável da Lafuma sem forro, luva e gorro de fleece e meias Quechua Forclaz 400. Não senti frio, nem mesmo no segundo dia quando acampamos no alto e ventou um pouquinho.

Talvez o fleece forclaz 50 pudesse ficar em casa, mas ele foi muito útil quando começávamos a caminhada, pois de manhã o frio pedia um agasalho, mesmo caminhando com a cargueira nas costas. Pensando melhor, ainda bem que ele foi, ocupa pouco espaço e é bem leve.

O maior problema foi o volume, a mochila ficou o tempo inteira enorme, apesar de que eu era o mais leve entre os homens, tirar as etiquetas vale a pena... :mrgreen::mrgreen::mrgreen: ... e claro, todo e qualquer peso desnessário.

Menos peso, mais alegria, ultralight forever!!! ::otemo::

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros de Honra
E aí Getulio!

 

Voce conhece o Fleece da Solo Jaqueta Nordic Polartec - Thermal Pro 300?

eu tenho esse, comprei pra usar na cidade mesmo, moro em Caxias e aqui é frio pra [email protected]@$ho!!!! Mas acho que devo ser muito friorenta, porque nao cheguei a pegar temperatura negativa ainda com ele, mas sempre uso com uma 2ª pele por baixo e ainda uma jaqueta bem grossa que comprei na Patagonia!

 

 

 

Déia, eu passei um tempo em Caxias do Sul durante o inverno. O problema é a umidade muito alta devido à neblina densa, ou cerração, que se alia com temperaturas baixas para roubar o calor do corpo. Aí tem que usar uma camada externa que mantenha a gente seco por dentro, deve ser isso que a sua jaqueta está fazendo e mantendo o polartec sequinho. ::otemo::

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros de Honra
Getúlio

A gente acostuma a por a culpa nos impostos e esquece de por a culpa no enorme lucro dos fabricantes ou revendedores, ano passado saiu uma matéria sobre os preços dos carros (http://www.webmotors.com.br/wmpublicador/yahooNoticiaConteudo.vxlpub?hnid=45643) que pode ser resumida a:

 

Lucro Brasil faz consumidor pagar o carro mais caro do mundo

"Por que baixar o preço se o consumidor paga?", pergunta um executivo de montadora.

 

O mesmo argumento pode ser levantado para explicar os preços de câmeras fotográficas na FNAC e de artigos de aventura em lojas e em artesãos e cuteleiros. No caso dos carros, a margem de lucro é três vezes maior que em outros países, imagine quanto não é a margem para os equipamentos que usamos (aliás, dá pra imaginar sim, basta olhar no EBay)

 

 

Salve!

 

Meio off topic mas lá vai...

 

É Trauco, não deixo de concordar com você, mas já fui empresário e esse negócio de margem de lucros, num país caótico (em vários aspectos) como o nosso acaba sendo uma espécie de "colchão" contra fatores direta ou indiretamente tributários. Acabamos recaindo no mesmo e original problema: tributos, contribuições "sociais", "risco país", "custo Brasil" e similares. É mais complexo do que parece.

 

Como tu explicaria, na composição de custos, uma potencial ação trabalhista num país como o nosso, em que o funcionário não trabalha (nunca pôs os pés) na empresa e mesmo assim o "patrão" acaba condenado a indenizá-lo e pagar salários "atrasados"? É um extremo, mas já vi situações assim mais de uma vez... Acaba inflando os "lucros".

 

Abraço!

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros de Honra
E aí Getulio!

 

Voce conhece o Fleece da Solo Jaqueta Nordic Polartec - Thermal Pro 300?

eu tenho esse, comprei pra usar na cidade mesmo, moro em Caxias e aqui é frio pra [email protected]@$ho!!!! Mas acho que devo ser muito friorenta, porque nao cheguei a pegar temperatura negativa ainda com ele, mas sempre uso com uma 2ª pele por baixo e ainda uma jaqueta bem grossa que comprei na Patagonia!

 

nao que o Fleece nao seja bom, ao contrario, antes de ter ele eu usava umas 5 camadas de roupa, agora to só com 3, hehehe!!!

 

Mas queria te pedir desse que tu falou da Conquista Block 400, tu acha que ele segura mais o frio do que esse da Solo?

 

tá o mesmo preço das duas, a da Solo e da Conquista, e vou te dizer que nao acho caro. Claro que se tu for comprar fora vai conseguir muito mais barato, mas se for comparar com as roupas "normais" que temos a venda por aqui, o preço é só um pouquinho mais caro mas com muito mais benefícios!

Acho que compensa! Só tenho que reclamar do tamanho, eu que sou mais gordinha fica dificil achar alguma coisa que fique bem.

Obrigada!

Déia

 

Olá Déia!

 

Então, esse fleece Nordic Polartec da Solo é bom, mas não oferece proteção contra o vento, um dos agentes que mais nos faz perder calor (e consequentemente passar frio). Tem que procurar um produto similar em características...

 

A jaqueta Conquista Block 4000 está mais para a Stratus Windstopper da Solo. Ela possui camada externa protetora (corta vento), isso com certeza aumenta o conforto térmico nessas circunstâncias, dispensando até o uso de uma jaqueta impermeável em muitas situações. Só alerto que as costuras delas (tanto da Solo quanto da Conquista) não são seladas, portanto não dispensariam o uso de um anorak 100% impermeável (ou a necessidade de carregar um na mochila), que faria a camada de proteção contra chuva. No exterior se encontram várias marcas com esse tipo de tecido/membrana (chamada de soft shell), nos EUA por exemplo, há variedades de peças com este tipo de tecido da Columbia, North Face e Marmot por bons preços.

 

E quanto aos tamanhos, não se preocupe pois ao menos a grade da Conquista vai até o EG, até porque a modelagem destas peças geralmente é um pouco mais justa no corpo mesmo.

 

Abraço!

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Silnei unpinned this tópico

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora
  • Conteúdo Similar

    • Por donita
      olá mochileiros!
      no próximo inverno, pretendo realizar uma viagem de moto pela américa do sul (salar de uyuni, atacama e machu picchu). pelo frio e ventos constantes (acredito que pegarei temperaturas negativas), estou um pouco preocupada com a qualidade do fleece que comprarei. já li e reli os tópicos do fórum relacionados a fleece e proteções contra o frio no geral, mas ainda estou muito indecisa quanto ao modelo. listarei a seguir os produtos que mais me despertaram interesse até o momento. estou aberta a novas sugestões e opiniões. deixo claro que pretendo usar esses produtos em conjunto com segunda pele, além da jaqueta de moto propriamente. 
      acham necessário um produto com uma gramatura mais alta? como esses: 
      https://www.fieroshop.com.br/fleece-termico-feminino-para-neve-frio-extremo/p - fiero 
      https://loja.solo.ind.br/jaqueta-termica-wooly-feminina-solo-mescla-navy - solo 
       ou um intermediário já dá conta? como esses: 
      https://loja.solo.ind.br/jaqueta-de-isolamento-termico-microfleece-ii-feminina-solo-PRETA - solo
      https://loja.solo.ind.br/blusa-ziper-de-isolamento-termico-microfleece-ii-solo-preta - solo 
      https://www.decathlon.com.br/blusa-fleece-feminina-de-trilha-mh520/p - quechua
      https://www.decathlon.com.br/blusa-fleece-de-trilha-mh120-integral-feminina-quechua/p - quechua
      grata! 

×
×
  • Criar Novo...