Ir para conteúdo
Mochileiros.com

índice - Manual do Mochileiro de 1ª viagem

Posts Recomendados

Para mochilar mundo afora não basta só colocar uma mochila nas costas e sair por aí, é preciso planejar a viagem com antecedência e pesquisar bastante sobre os destinos que pretende visitar. Quanto maior for o seu conhecimento sobre os destinos, melhor (e mais barata) será sua viagem.

 

As dúvidas abaixo são as mais frequentes feitas por mochileiros de primeira viagem. Se elas não responderem suas dúvidas, faça uma pesquisa utilizando o campo de busca que aparece no cabeçalho do site. Na busca você pode inserir perguntas e palavras chave da maneira que achar melhor.

 

Para dúvidas rápidas e pontuais, abra um tópico no fórum Perguntas Rápidas e não esqueça que o título do tópico deve ser a pergunta.

 

Por onde começar:

 

1 - Planejamento Antecipado e Documentação

2 - Como criar um Roteiro de Viagem

3 - Como Economizar em Transporte

4 - Como Economizar em Hospedagem

5 - Como Economizar em Alimentação

6 - Levar dinheiro, cartão pré-pago, crédito ou débito?

7 - Dicas sobre Segurança

8 - Como acampar pela Primeira vez

9 - FAQ - Perguntas frequentes

  • Curti 2
  • Gratidão! 1
  • Amei 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Visitante
Este tópico está impedido de receber novos posts.

  • Conteúdo Similar

    • Por Mochileiros.com
      DICAS SOBRE SEGURANÇA
      A segurança é uma das principais preocupações de quem pretende mochilar pela primeira vez. O fato de viajar com uma mochila nas costas de forma econômica e independente (sem contratar uma agência), não acrescenta risco à sua segurança, ao contrário, pode até representar mais segurança se você fizer a lição de casa e pesquisar muito para obter o máximo possível de informações sobre os locais para onde irá viajar. Se informando bem, você estará muito mais seguro do que qualquer cliente de operadora e saberá o que evitar ou não. Portanto não tenha medo de botar o pé na estrada e siga as dicas abaixo:
       
      1. MANTENHA SEU PASSAPORTE EM LOCAL SEGURO
       
      Em muitos países existem quadrilhas especializadas em roubo de passaportes e o passaporte brasileiro é um dos mais valiosos do mundo, afinal, qualquer um pode se passar por brasileiro. Para protegê-lo, muitos viajantes utilizam “doleiras”, também conhecidas por “money belt“, que é uma espécie de cinto com um bolso que ficará grudado ao seu corpo por debaixo das roupas. Existem também as leg wallets, que são uma espécie caneleiras com bolsos.
       
      2. NÃO DÊ INFORMAÇÕES DE SUA VIDA PRIVADA E NÃO DIVULGUE SEU ITINERÁRIO PARA ESTRANHOS
       
      É comum (e saudável) fazer amizades ou conversar com pessoas sentadas ao seu lado no avião ou ônibus, especialmente se for uma viagem longa. Porém não transforme sua vida e sua viagem em um livro aberto. Você estará empolgado, com bom astral e portanto socialmente suscetível e isso o tornará uma vítima perfeita para golpistas e afins. Se limite aos assuntos superficiais desde que ele não seja sobre o seu itinerário ou sua vida privada, ou qualquer outra informação que possam usar para armar algo contra você. Como dizem por aí, boca fechada não entra mosquito!
       
      3. FECHE BEM A MOCHILA
       
      É importante fechar muito bem a mochila com cadeados e capas de proteção para impedir que algo seja roubado ou que ela seja usada por terceiros para transportar produtos ilícitos, como drogas ou qualquer outro tipo de contrabando.
       
      4. CUIDADO COM O DESLUMBRAMENTO
       
      Viajar é uma das melhores coisas da vida e durante a viagem em muitas situações você estará deslumbrado com algo. Isso o tornará uma presa fácil. Desfrute muito, mas siga vigilante e atento.
       
      5. NÃO OSTENTE
       
      O pior de todos os comportamentos de risco sem dúvida é a ostentação. É o querer parecer diferente, querer destaque. Durante sua viagem você irá ver mochileiros do mundo todo sempre com roupas simples, sem penduricalhos ou outros objetos que chamem atenção, essa é a receita. O ideal sempre é não destoar muito da população local, ser apenas mais um na multidão. Seja discreto e sobretudo circunspecto, essa é a receita de sucesso!
       
      6. FIQUE DE OLHO NO MAPA DO CRIME E NOS GOLPES CONTRA TURISTAS
       
      As pessoas costumam evitar locais com altos índices de criminalidade até mesmo nas cidades onde moram e durante uma viagem isso não deve ser diferente. É bom saber quais locais evitar ou que tipo de golpes são aplicados em turistas nos destinos que irá visitar. Há diversos mapas na internet com esses dados, procure no Google pelas palavras chave: “nome do destino + Crime Map”. Em várias cidades do mundo há gangs especializadas em aplicar golpes contra turistas, por isso é bom saber antecipadamente como evitá-los. Para isso mais uma vez o Google pode ser uma ferramenta útil. Busque por “tourist scams in + nome do destino”, exemplo “tourist scams in Paris” e você irá encontrar diversas publicações sobre os principais golpes praticados contra turistas no destino que irá visitar.
    • Por Mochileiros.com
      Como fazer com a grana no exterior? Qual moeda comprar? Quanto levar em cash? Qual a opção de cartão com menor taxa? O que é VTM?
       
      Nunca leve em espécie tudo que irá gastar. Espalhe seu orçamento em outras formas de pagamento.
      O que levar em espécie divida em várias partes. Exemplo: coloque uma parte em um Money Belt, outra em um Leg Money Belt, uma terceira parte em alguma peça de roupa na mochila (que ficará sempre perto de você, não na despachada ou que ficará no hostel) e a quarta parte para fazer pequenos pagamentos, na carteira ou bolso ou faça da maneira que achar melhor mas “nunca deixe todos os ovos na mesma cesta“.
       
      QUAL MOEDA LEVAR?
      As recomendações atuais para levar dinheiro em cash são as seguintes:
      Para Zona do Euro = Compre Euro
      Para Inglaterra = Compre Libra
      Para Argentina = Leve Reais e troque por pesos
      Para os EUA e demais países = Compre dólar.
       
       
      CARTÕES PRÉ-PAGOS
       
      Cartões pré-pagos são cartões que você “carrega” uma quantidade dinheiro e pode fazer saques em outras moedas mundo afora. O VTM ou Visa Travel Money foi um dos primeiros lançados no Brasil e ainda é muito utilizado por viajantes brasileiros, porém hoje há diversos outros cartões do gênero. Basta procurar no Google por “Cartão pré-pago internacional” que você irá encontrar uma infinidade deles. Encontre um que ofereça as melhores vantagens e coloque parte do seu orçamento nele. A cada carga ou recarga são cobrados 6,38% de IOF.
       
      CARTÕES DE CRÉDITO E DÉBITO
       
      Cartões de débito e crédito internacional também são opções. Os da Rede Cirrus são aceitos em 210 países. Neste link você irá encontrar uma busca por ATM’s (Caixas eletrônicos) em todo o mundo. A rede VISA atende 170 países e neste link abaixo você encontrará um sistema de busca por estes ATM’s. A cada saque são cobrados 6,38% de IOF. Se o seu cartão não é internacional peça um ao gerente de seu banco.
      É importante avisar antecipadamente ao seu gerente que haverá saques e ou compras no seu cartão (de crédito e ou débito) em outro(s) país(es), para evitar eventuais bloqueios bem naquela hora que você mais precisa.
    • Por Mochileiros.com
      A alimentação é mais um item que vai levar boa parte do seu orçamento e, caso você venha a dar um pequeno vacilo com qualquer coisa que comer ou beber durante a viagem, a chance de ficar de molho por alguns dias por conta de intoxicação alimentar é grande.
       
      Os casos da chamada Diarreia do Viajante são muito comuns, alguns sites dizem que chegam a afetar até 50% dos viajantes. A causa provavelmente é a mudança temporária de hábitos, temperos, sabores, descuidos alimentares e da bactéria Escherichia Coli.
       
      Para evitar a contaminação, além dos cuidados básicos de higiene e de alimentação, hoje há também uma vacina tomada de forma oral chamada Dukoral que além da Escherichia Coli, também protege contra a Cólera.
       
      Tópicos Relacionados:
      - Diarréia do Viajante - Guia Prático de Tratamento Fundamental.
      - Medicina do viajante - Consulta grátis e pouco divulgada
      - Diarréia do viajante - Perguntas e Respostas
       
      CAFÉ DA MANHÃ INCLUSO + SUPERMERCADO: A DUPLA DE SUCESSO!
       
      Se hospede em lugares que ofereçam café da manhã incluso e cozinha coletiva. Geralmente a maior parte dos hostels oferece as 2 opções, assim você já elimina este custo do café da manhã e pode se virar pra cozinha seu almoço ou jantar. Escolher apenas uma das duas opções pra conhecer a gastronomia local é outra forma de economizar (aí vale a dica abaixo).
       
      FUJA DOS “RESTAURANTES PARA TURISTAS”
       
      Os restaurantes frequentados por moradores certamente terão os pratos da gastronomia local a preços bem menos salgados. Se você não curtiu a comida local por algum motivo, mais uma vez o mercado entra em cena.
×