Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Posts Recomendados

Saudações!
Tem um vídeo legal que inspire ou oriente na arte de viajar? Bóra compartilhar!

  • Documentário: VOLTA & MEIOS (27min57s)
    Seis pessoas, cinco meios de transporte, um desejo: dar a volta ao mundo. No documentário independente "Volta & Meios", os viajantes Antonio Olinto, Grace Downey e Robert Ager, Paulo Cirillo, Raphael Karan e Raimundo Nascimento contam experiências e ensinamentos sobre suas viagens a bicicleta, carro, carona, moto e barco. Recheado com fotos e vídeos do próprios aventureiros, o filme é o primeiro documentário de Ana Carolina Marques e Jéssica Stuque, estudantes de jornalismo da ECA-USP.

 

  • Documentário: 456 DIAS - UMA VIAGEM DE BICICLETA PELO BRASIL (15min28s)
    456 Dias - Uma Viagem de bicicleta pelo Brasil", é um documentário do Projeto Pedalar é Preciso sobre uma aventura de 10.000 km pelo Brasil, envolvendo música, interação social e sustentabilidade.

 

  • Curta Metragem: DEUMROLE (7min41s)
     Este curta metragem foi produzido pelo 'Coletivo Beleza da Margem' para as almas inquietas de pé quente e cabeça fria.

 

  • Entrevista: MALUCOS DE BR - RAFAEL LAGE - 1ª PARTE - TV GAMBIARRA (18min58s)
    Entrevista com o fotógrafo e artesão Rafael Lage. Assuntos como estilo de vida, artesanato, liberdade, estrada, ocupação do espaço público, mídia e TV.

 

  • Curta Metragem: MALUCOS DE ESTRADA - A RECONFIGURAÇÃO DO MOVIMENTO "HIPPIE" NO BRASIL (08min06s)
    Imagine a oportunidade de mostrar num filme um modo de viver que poucos conhecem e capaz de inspirar tanta gente! Sonhos, arte, poesia, cooperação, liberdade, revolução, desapego, igualdade, lutas... Sentimentos e ações que muitas vezes reprimimos em razão dos padrões sociais pré-estabelecidos, mas que são vividos intensamente por homens e mulheres que botaram uma mochila nas costas e o pé na estrada. Mas quem são eles? Como vivem? No que acreditam? O filme "Malucos de estrada: a reconfiguração do movimento hippie no Brasil" é uma iniciativa inédita que busca esclarecer a sociedade sobre a riqueza de valores deste universo cultural e colocar em discussão o atual processo de repressão que os artesãos vêm sofrendo.
    *** Este curta deu origem ao documentário "Malucos de Estrada II: Cultura de BR" que vocês podem assistir completo (01h39min42s)  aqui: https://www.youtube.com/watch?v=E2xYfyEANMw&t=99s ***

 

  • Documentário: CICLOVIDA (01h16min24s)
    Ciclovida conta a história de um grupo de pequenos agricultores cearenses que atravessou a América do Sul pedalando por mais de dez mil km na campanha de resgate das sementes naturais. Os viajantes documentaram adominação dos agrocombustíveis no campo e o deslocamento de milhões de pequenos agricultores e comunidades indígenas. O documentário foi escolhido o melhor documentário na categoria Conservação do Green Screen Environmental Festival Film/2010 e selecionado para o Blue Planet Film Festival emLos Angeles, EUA e Byron Bay Film Festival na Austrália.

 

  • Playlist: DICAS DE CICLOTURISMO - com Antonio Olinto e Rafaela Ospino

 

Sabe de mais algum? Compartilhe com a gente! :) 

 

  • Gostei! 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Ótimo post, não tinha visto nenhum desses vídeos ainda! Achei esse documentário relacionado aos vídeos do post no YouTube

Muito bom!

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa!

Você pode ajudar esse viajante agora e se cadastrar depois. Se você tem uma conta,clique aqui para fazer o login.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emoticons no total são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.


  • Conteúdo Similar

    • Por Paulonishi
      11/03/2020
      Fundada em 28 de maio de 1543, Valladolid ainda guarda o ar da arquitetura colonial e é uma cidade fundamental para quem quer explorar a região e o principal sítio arqueológico Maia, Chichén Itzá!
      O terminal de ônibus da empresa ADO (aquela da mulher falando sem parar nos terminais 🥴) fica bem no centro da cidade, facilitando muito o deslocamento. 

      As cidade em si é bem tranquila e pude perceber que é bem policiada. Isso é um aspecto bem legal das cidades da região, pois a sensação de segurança é muito grande e o povo muito amistoso.
      Escolhi um hostel bem próximo ao terminal e também estrategicamente localizado para conhecer as principais atrações da cidade, bem como próximo a supermercados. Nas minhas pesquisas por hospedagem, além desses itens mencionados, vejo as facilidades disponíveis como cozinha compartilhada! Isso dá uma baita ajuda para baratear os custos, pois faço compra nos mercados e cozinho algo mais saudável.

      A cidade tem como atrativo principal as construções da época do período colonial, vários Cenotes nas proximidades e sítios arqueológicos importantes, como Chichén Itzá e Ek Balam.


      Um detalhe importante é que o horário local é 1 hora a menos do que o de Cancún. Assim que cheguei fiquei perdido quanto a isso...

      O post aqui é bem resumido, pois preferi fazer um vídeo mais detalhado:
      Mochilão por Valladolid


    • Por Denis Paulo Costa Reis
      Chegar ao topo de uma montanha ou se refrescar em uma cachoeira isolada na natureza é algo que todo bom aventureiro deseja. Esse é o objetivo que muitos amantes das atividades outdoor tem buscado para relaxar corpo e mente e apesar de proporcionar experiências incríveis e inesquecíveis, essa busca pode ser muito perigosa, uma vez que acidentes podem acontecer. E se, de repente, toda essa alegria virar medo ao se deparar com uma cobra venenosa? E se o pior acontecer, você for picado por essa cobra, o que fazer? Esse post irá trazer algumas respostas importantes para essas e outras perguntas, além de situações vividas por mim e alguns colegas de aventura, confere ai:
       
      - Dei de cara com uma cobra, o que fazer?
      - Antes de tudo, mantenha a calma. Sei que para a maioria não é tão simples assim mas não entrar em pânico e evitar movimentos bruscos são atitudes corretas para esses momentos.
      - Agora que conseguiu manter a calma, se afaste lentamente e procure ficar a uma distância segura e deixar que ela siga o seu caminho, na maioria das vezes é isso que vai acontecer caso a cobra não se sinta ameaçada.
      - Jamais toque na serpente. É melhor tratar toda cobra como venenosa e não correr esse risco desnecessário. Independentemente de conter veneno, uma picada pode ser muito dolorosa e gerar infecção.  
       
      - Fiz tudo isso e a cobra continua no mesmo lugar, e agora?
      - Em nenhuma hipótese provoque a serpente jogando pedras, cutucando com algum objeto ou até mesmo batendo o pé, isso irá soar como uma ameaça e pode terminar em um acidente.
      - Se for possível mude sua rota, faça um caminho diferente. Lembre-se, somos visitantes nesses ambientes e devemos ter o máximo de respeito.
      - Se o caminho for muito apertado e não tiver outra saída, terá que fazer o seguinte:
      - Procure um galho firme e que garanta uma distância segura e faça movimentos leves para que a cobra se desloque. Possivelmente isso irá resolver seu problema.
       
      - O pior aconteceu, fui picado, o que devo fazer?
      - Em primeiro lugar, mantenha a calma(mais uma vez, rsrsr). A maioria das cobras não são venenosas, portanto a chance de você ter sido picado por uma cobra não venenosa é maior do que o contrário.
      -  Outro alívio é que, mesmo a cobra sendo venenosa, nem sempre os acidentes são letais. Não adiante entrar em desespero, isso irá complicar muito a sua situação.
      -  Estando calmo, agora é o momento de realizar os primeiros socorros e procurar o mais rápido possível um serviço médico. Lembre-se que a vítima não pode se locomover com os próprios meios, isso fará o veneno se espalhar mais rápido.
       
      O que NÃO fazer:
      Não faça sucção do veneno Não faça torniquete ou garrote Não jogue pó de café, álcool ou qualquer outra substância no ferimento O que fazer:
      Lave o local com água e sabão Mantenha-se hidratado Procure o atendimento médico mais próximo  
      - Se gosta de atividades outdoor, se previna, evite acidentes:
      - Antes de realizar qualquer atividade ao ar livre, faça um planejamento e isso inclui saber qual estabelecimento médico mais próximo e que atenda a esse tipo de acidente.
      - Sempre utilize equipamentos apropriados para cada situação. No caso do trekking, seguem algumas dicas:
      Utilize calçados fechados e calça comprida. Se for um local conhecido por ter bastante cobra, utilize botas de cano alto e calças mais resistentes; Sempre que for utilizar as mãos para se apoiar, preste muita atenção; Mantenha-se sempre alerta para possíveis encontros indesejados; Ao armar sua barraca, procure limpar ao redor. As cobras podem estar escondidas em folhas ou gravetos ou até procurar alimentos nesses lugares; Jamais deixe sua barraca aberta. Além de cobras, outros animais peçonhentos podem entrar e você não vai querer que isso aconteça.  
      E pra finalizar esse post vou contar uma das experiências que tive com serpentes:
      Ao iniciar a trilha para o Vale do Pati, na chapada diamantina, subindo a serra do ramalho, me deparei com uma Cascavel e como ela estava próximo a folhas secas não a identifiquei antes de dar o último passo em sua direção, foi quando se sentiu ameaçada e quase um acidente acontece. Nesse momento procurei tomar as medidas indicadas acima. Me afastei lentamente e imediatamente a linda Cascavel seguiu o seu caminho. Foi um encontro assustador e ao mesmo tempo incrível. Foi demais poder ficar tão perto de uma cobra tão linda e ao mesmo tempo assustadora. Cada um seguiu o seu caminho e nossas histórias continuaram.
       
      E você, já teve um encontro inesperado assim? Conta ai pra gente...
      Gostou das dicas? Tem algo que poderia contribuir para nosso aprendizado? Vamos lá, o objetivo desse post é que os aventureiros tenham mais segurança e evitem sempre os acidentes. É curtir a natureza com maior prudência para que essa história dure muitos anos.
      "Da natureza nada se tira além de fotos, nada se deixa além de pegadas e nada se leva além de lembranças"
      Instagram - @denis.reis
      Segue um post sobre um tema muito intessante.... 
       
       
    • Por Birovisky
      Cinéfilo? Campista? Procura conforto em sua casa? Não deixe de ver essa análise review com as vantagens e desvantagens, para você comprovar se vale a pena ou não comprar uma Poltrona Cama de Luxo Intex e um inflador Bestway Sidewinder, afinal de contas, você vai precisar de um inflador elétrico, uma vez que encher com uma bombinha manual vai transformar o que era para ser um momento de lazer em cansaço e stress.
      Vídeo com review completo:
       
      Motivação para compra da Poltrona Inflável Cama de Luxo

      Um assento confortável para levar nas acampadas, uma vez que minha esposa está grávida e necessita de algo confortável para relaxar, seja em casa assistindo filmes ou nas acampadas.

      Preço da Poltrona Inflável Cama de Luxo Intex:
      R$299,00.

      Pontos Positivos Poltrona Inflável Cama de Luxo Intex

      Qualidade do material e bastante espaço, até para uma pessoa grande. Dimensões: 221 cm x 107 cm x 66 cm | 42" x 87" x 26".
      Possui dois encostos para o pé, permitindo que a poltrona se transforme em uma cama ou que a poltrona possua almofadas mais reforçadas, concedendo ainda mais conforto. Os encostos são individuais, ou seja, necessitam ser enchidos separadamente da poltrona, isso é bom e ruim, bom porque se um fura, não influencia em nada, ruim porque perde-se muito tempo enchendo um de cada vez.
      Possui porta copos (nem meu sofá tem isso!!!).
      Extremamente confortável, fácil de montar e desmontar. Pode ser levado para qualquer lugar, tanto vazia como cheia é muito leve.

      Pontos Negativos Poltrona Inflável Cama de Luxo Intex

      Os bicos dos encostos poderiam ser com a mesma qualidade da poltrona, mas são aqueles bem simples. Fora isso nada a reclamar, talvez que o produto fosse um pouco mais barato.

      Resumo da Obra Poltrona Inflável Cama de Luxo Intex

      Vale a pena comprar. Se você procura uma poltrona confortável e que não ocupe muito espaço quando você quiser compactar sua sala, essa é a opção perfeita. Além do que, vou sempre levá-la nas acampadas, baita de uma aquisição.  Para assistir filmes ou maratonar aquela série então... nem se fala!
    • Por cassizanon
      Fala galera, depois de 8 anos tentando viajar pra Argentina, FINALMENTE VOU AAAAAA, E SOZINHO!! To quase fechando meu roteiro pra Buenos Aires, mas gostaria da opinião e pitaco de vocês sobre minha distribuição de dias pros bairros.    Desculpa pelo post gigante pessoal, mas primeira viagem sozinho, minha cabeça ta a milhão e tem coisa que não to conseguindo pensar sozinho.   Meu negócio é fazer tudo com mais calma, absorvendo a atmosfera e querendo aprender tudo que der sobre a cultura e história do lugar, então bastante museu, locais históricos, arquitetura, e sem ficar correndo de um lugar ao outro pra ver tudo num dia. Não estou cheio da grana também, então vou economizar onde der, principalmente alimentação, pra poder esbanjar uma ou duas vezes. A cada dia vou fazendo comentários específicos:   5 de Maio - Terça-feira: 19:25 - Vôo de Porto Alegre 21:10 - Chegada no aeroporto El Palomar Noite - Chegar no Circus Hostel San Telmo, e jantar?   Aqui que vou chegar tarde no hostel, largo as coisas e dou uma voltinha pelos arredores até pra comprar coisas de higiene, e já jantar de repente?   6 de Maio - Quarta-feira Manhã: - Cambio no Mais Brazucas e comprar chip de celular na Claro 10:30 - Free Recoleta Tour no Teatro Colón Tarde: Palermo   Da tempo de sair cedo do hostel, ir até a Florida, fazer cambio, comprar chip, e ir até o Teatro Colon as 10:30? O  Free walk tour da recoleta vale a pena como primeira introdução? Depois do tour, a tarde, eu iria conhecer melhor o Cemitério, a Recoleta e Palermo. Com calma dá pra fazer isso num dia? Ou melhor separar?   7 de Maio - Quinta-feira Manhã: - Dar uma volta em San Telmo e ir a La Boca. 14:30 - Tour histórico/antropológico de 3 horas (P. Lezama, monumento Mendoza, C. Defensa, Dorrego, Mercado San Telmo, CGT, Praça perón, Santo Domingo, Plaza de Mayo) - Show de Tango   Aqui vou tirar a manhã pra dar uma voltinha pelas redondezas do hostel em San Telmo, e ir pra La Boca. Dá pra fazer La Boca até o começo da tarde? As 14:30 marquei um tour de 3 horas com um antropólogo e historiador pelo Airbnb, saindo do Parque Lezama e indo até a Plaza de Mayo, onde ele vai explicar sobre as colonizações, a história por tras dos locais, e sobre imigração, etc. É o que mais estou empolgado, pois vou ter um ótimo contexto da cidade. Depois de andar um monte, lá pelas 17:30, não sei se vale a pena fazer algo lá pelo Centro, ou volto pro hostel e me arrumo pro Tango a noite, estou vendo de ir no Esquina Homero Manzi.   8 de Maio - Sexta-feira - Retiro - Congresso - Centro   Esse dia vai ser pra turistar pela região do centro. Tudo o que tiver por ali to fazendo uma lista. Mas não sei se vai ficar pesado e corrido tudo isso, parando nos palácios, museus, fazendo tour por dentro dos prédios, etc. (EX: Catedral, Centro cultural Kirchner, Galerias Pacifico, Museu numismatico, Palacio Barolo, Palacio del congresso, Palacio de las aguas corrientes, Palacio Paz, etc)   9 de Maio - Sábado - Tigre 14:00 - Tour histórico de 3 horas caiaque pelo delta.   Aqui ta tudo encaminhado. Vou passar o dia em Tigre e a tarde fazer um passeio de caiaque com um antropólogo, ao invés de fazer paseio de catamarã, assim posso aprender melhor sobre a região e conhecer os lugares mais afastados.   10 de Maio - Domingo Manhã: - Puerto Madero - Costanera Sur 15:16 - Vôo para Bariloche (El Palomar) 17:38 - Chegada   Aqui penso em conhecer Puerto Madero de manhã e o Costanera Sur. As 15:16 tenho voo para Bariloche, volto pra BsAs dia 23. Porém aqui da pra trocar as atividades com outro dia, como o dia 24 ou 25.   23 de Maio - Sábado 15:55 - Voo de Bariloche para Buenos Aires 17:57 - Chegada em Buenos Aires (El Palomar) Noite: Puerto Madero   Chego no fim da tarde em Buenos Aires de novo, e pensei em deixar as coisas no hostel e ir conhecer Puerto Madero a noite, pq dizem que é legal ver tanto de dia quanto a noite. Ou daria pra fazer outra coisa. Sugestões?   24/5 - Domingo San Telmo (+ feira) Feria de Mataderos   Mais um dia que envolve São Telmo, dessa vez pra curtir a feira e o bairro, e também a Feria de Mataderos. Vale a pena separar um dia só pra isso? Ou daria pra incluir algo mais?   25/5 - Segunda-feira FERIADO Chacarita Belgrano Balvanera Caballito ou Programação do feriado (existe?)   OK, aqui é onde tenho mais dúvidas. Vou estar em Buenos Aires BEM NO FERIADO DA REVOLUÇÃO DE MAIO. Isso me parece ser bem significativo. Esse ano cai numa segunda-feira, quando museus geralmente não abrem. Vocês sabem como será esse ano? Vale a pena eu dedicar o dia pras comemorações/temática da época, ou daria pra turistar normalmente? Pensei em deixar esse dia pra conhecer estes bairros menos visitados, até pra ver o museu de Gardel, o Cemitério onde ele está, etc. Mas também, se as coisas estiverem fechadas, não valeria a pena. O que acham?   26/5 - Terça-feira Talvez revisitar algum lugar ou o que faltou 17:05 - Vôo para Porto Alegre (El Palomar) 18:40 - Chegada em Porto Alegre   Último dia, e pensei em deixar em aberto pra voltar pra algum lugar que gostei, ou usar ele pra aliviar algum outro dia que ficaria muito corrido. ________________   Ufa, é isso. Não coloquei os detalhes de pontos turísticos e tal porque não queria estender, e já tenho uma noção do que fazer, só queria acertar os dias, pra já ter um planejamento mais claro, e pra poder ajeitar meu financeiro. De novo, foi mal pelo post gigante, mas to lutando pra reunir o máximo de informação possível, qualquer ajudinha será muitíssimo bem-vinda, e trago uma lembrancinha ainda hahahaha Abração!  
    • Por mmateusmelo
      Link para acessar o mapa: https://drive.google.com/open?id=14dJy4IDZ-S-jFvyPZ-cm8LYx_u1HbKWg&usp=sharing 


×
×
  • Criar Novo...