Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

  • 0

Tomando o chá de coca e a medicação local para os problemas com a altitude, os maus estares passam?


Pergunta

  • Membros

Meu marido e eu viajaremos ao Peru pela primeira vez, e escolhemos Cusco como a cidade base. Sairemos do Brasil dia 06/03 com destino à Cusco e retornaremos dia 17/03. Temos muitas dúvidas sobre  altitude, moeda, roteiro, resistência física e época das chuvas, mas não tinhamos outra alternativa para a viagem que não março. Assim, gostaria de saber:

1- Tomando o chá e a medicação local para os problemas com a altitude, os maus estares passam?

2- Devemos levar Dolar? O real é muito desvalorizado? Alguém poderia estimar um valor diário para despesas com alimentação e transporte, sem luxo, mas uma despesa normal de mochileiro? 

3- Como fazer um roteiro que não seja cansativo, mas ao mesmo tempo imperdível, para um casal de 60 e 55 anos? 

4- O que é possível ver e fazer na época das chuvas? 

5- Haverá alguma festividade em março, em Cusco? Vi na página oficial do governo peruano que o carnaval poderá se estender até março, mas não há referencias sobre 2018. 

Aguardamos as respostas com ansiedade. Obrigada! 

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Respostas 21
  • Criado
  • Última resposta

Quem participou mais

Quem participou mais

Postagens Populares

Oi, Jaqueline, tudo bom?   1- Tomando o chá e a medicação local para os problemas com a altitude, os maus estares passam? Os sintomas que você vai ter dependem muito da pessoa. Eu vi ge

Prezada Jaqueline,  Vou te responder a pergunta nº1 com base na minha experiência no Atacama. Sim, o chá de folha de coca é ideal para enfrentar os efeitos da altitude. Existem outros produtos à

Ficou devendo a última... rsrsr, mas suas orientações foram uteis. Obrigada! 

Posts Recomendados

  • 0
  • Membros

Oi, Jaqueline, tudo bom?

 

1- Tomando o chá e a medicação local para os problemas com a altitude, os maus estares passam?

Os sintomas que você vai ter dependem muito da pessoa. Eu vi gente que teve sintomas sérios e gente que não teve nada. Eu tive dor de cabeça, insônia e falta de ar, e como não era nada sério, optei por tomar só o chá de coca. Continuava com um pouco de dor de cabeça, mas nada demais. Só lembre de não tomar muito de uma vez e não tomar perto da hora de dormir, senão o problema da insônia piora. Também, seguindo as dicas de um amigo peruano, evitei carne e álcool nos primeiros dias, e comi refeições bem leves.

2- Devemos levar Dolar? O real é muito desvalorizado? Alguém poderia estimar um valor diário para despesas com alimentação e transporte, sem luxo, mas uma despesa normal de mochileiro? 

Eu levei dólar e arrependi. É bom levar um pouco, por exemplo se você quiser comprar obilhete de ônibus para subir para Machu Picchu, mas em geral leve real mesmo. Tem como trocar em todo lugar, e trocar dinheiro duas vezes (Dólar-real real-soles) quase nunca é um bom negócio.

Eu gastei em torno de 32 soles por dia com alimentação. Com transporte, acho mais difícil dizer, porque to olhando no meu app e lá tá incluído aquele trem caríssimo para Machu Picchu. Mas na região de Cusco, fora ele, gastei pouquíssimo. Quando fui para outras cidades, como Ollantaytambo, fui de táxi dividido, e é barato.

3- Como fazer um roteiro que não seja cansativo, mas ao mesmo tempo imperdível, para um casal de 60 e 55 anos? 

Não sei responder bem. Eu cheguei em Cusco e fiz pouquíssimo nos dois primeiros dias, fiquei só pela praça principal, que era do lado do meu albergue, para acostumar com a altitude.  Depois fui fazendo tudo no meu ritmo, e explorando mais o Vale Sagrado. Só recomendo que você não deixe nada importante para depois de MP, porque ele ofusca tudo.

4- O que é possível ver e fazer na época das chuvas? 

Eu fui na época de chuvas e não me incomodou nada. Chove, mas só peguei chuvinha fina, e em alguns momentos do dia. Eu andava com um casaco impermeável e era tranquilo, e a cidade fica bem menos cheia que na época seca. 

5- Haverá alguma festividade em março, em Cusco? Vi na página oficial do governo peruano que o carnaval poderá se estender até março, mas não há referencias sobre 2018. 

Curti muito o carnaval de Cusco! Tem danças tradicionais nas ruas e guerrinhas de água e spray de neve. Foi bem divertido! 

Vou deixar um link do meu relato, se te interessar: https://asdistancias.wordpress.com/2017/06/25/como-e-o-carnaval-no-peru/

  • Gostei! 1
Link para o post
Compartilhar em outros sites

  • 0
  • Membros

Se já estou me divertindo lendo as respostas, imagino quando estivermos lá! 

Acho que vai ser uma viagem inesquecível, pois adoramos verde, água, montanha e cultura local, história e artesanato. Vou ficar torcendo para que o carnaval se estenda até março, Julia BM! Qualquer duvida, aciono voce de novo! Vou lá, ver seu post! 

Acho que voce foi precisa nas respostas. Muito obrigada mesmo! 

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 0
  • Membros

Prezada Jaqueline, 

Vou te responder a pergunta nº1 com base na minha experiência no Atacama. Sim, o chá de folha de coca é ideal para enfrentar os efeitos da altitude. Existem outros produtos à base da folha de coca (balas, doces e etc) que ajudam, mas o chá ou mascar a própria folha ajudam bastante.

Espero ter ajudado.

Abraços.

  • Gostei! 1
Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 0
  • Colaboradores

 Chá de coca é a grande enganação dos Andes,como um tal de soroche pilas. [Editado] Estive várias vezes na região é nunca senti nada.Porém, uma vez desmaiei pela altitude em La Paz e fui muito mal até sido,pois os hospitais de lá são do tempo da guerra.Que saudade do SUS!Com8 resultado,entrei em cima,quase morri,por falta de oxigénio, que então me deram e voltei a vida.Um juiz ,que foi comigo 1 vez a Arica,é posteriormente ao Parque Lauca tomou esse soroche pills,disse que sentiu muito mal,mas já havia tomado.Quando é para acontecer, acontece, essas porcarias não servem para nada,

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 0
  • Membros
7 horas atrás, Mateus Carvalho Soeiro disse:

Prezada Jaqueline, 

Vou te responder a pergunta nº1 com base na minha experiência no Atacama. Sim, o chá de folha de coca é ideal para enfrentar os efeitos da altitude. Existem outros produtos à base da folha de coca (balas, doces e etc) que ajudam, mas o chá ou mascar a própria folha ajudam bastante.

Espero ter ajudado.

Abraços.

Esse problema com a altitude me estressa um pouco, pois tenho problemas no ouvido. Então, temo chegar em Cusco e ficar literalmente "avariada", o que acabaria estragando um pouco a viagem. Mas espero que as indicações e vivências sugeridas aliviem essas dúvidas. Obrigada! 

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 0
  • Membros
7 horas atrás, D FABIANO disse:

 Chá de coca é a grande enganação dos Andes,como um tal de soroche pilas. [Editado] Estive várias vezes na região é nunca senti nada.Porém, uma vez desmaiei pela altitude em La Paz e fui muito mal até sido,pois os hospitais de lá são do tempo da guerra.Que saudade do SUS!Com8 resultado,entrei em cima,quase morri,por falta de oxigénio, que então me deram e voltei a vida.Um juiz ,que foi comigo 1 vez a Arica,é posteriormente ao Parque Lauca tomou esse soroche pills,disse que sentiu muito mal,mas já havia tomado.Quando é para acontecer, acontece, essas porcarias não servem para nada,

Acho que saber que tem o chá, as pílulas, o oxigênio e uma intervenção hospitalar para casos mais graves serve como efeito placebo. Mas é bom saber o que poderá ser feito, caso isso vier a acontecer, mas não escondo que tenho medo de altitude. Tomara que dê tudo certo! Muito obrigada, Fabiano! 

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 0
  • Membros

Olá. Além do chá de coca e da medicação, para mim e para meu marido, o que mais funcionou foi chegar a Cusco e descansar. Literalmente. Chegamos lá pelas 9 da manhã em Cusco, fomos direto para o hotel e dormimos a tarde toda. Isso abreviou muito os malestares recorrentes. Ainda assim, à noite meu marido teve uma leve queda de pressão, que voltou logo com um pouco de ar fresco e água, e eu senti até o fim da viagem uma sensação de estômago cheio (comia pouquinho sempre srsrs). Mas não tivemos mais nada. Descansar no primeiro dia é primordial, a meu ver.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 0
  • Membros
33 minutos atrás, fefa.esp disse:

Olá. Além do chá de coca e da medicação, para mim e para meu marido, o que mais funcionou foi chegar a Cusco e descansar. Literalmente. Chegamos lá pelas 9 da manhã em Cusco, fomos direto para o hotel e dormimos a tarde toda. Isso abreviou muito os malestares recorrentes. Ainda assim, à noite meu marido teve uma leve queda de pressão, que voltou logo com um pouco de ar fresco e água, e eu senti até o fim da viagem uma sensação de estômago cheio (comia pouquinho sempre srsrs). Mas não tivemos mais nada. Descansar no primeiro dia é primordial, a meu ver.

Concordo! Descansar é fundamental! :)

Como todos já disseram, o corpo de cada um reage de uma forma diferente.

Pela minha experiência (não sou médico), tomar alguma coisa pode ajudar a atenuar os sintomas, mas não vai substituir o período de adaptação que é necessário ao organismo.

Fui em Maio deste ano e percebi uma pequena vantagem em se tratando dos dólares por dois motivos:

1 - nos locais onde fiz o câmbio, a cotação era mais favorável ao dólar

2 - em muitos locais no Peru vc pode optar por pagar as despesas em dólar mesmo (a maioria dos hostels em que fiquei aceitava). Ao pagar em reais, vc acaba gastando mais porque a cotação que o comércio usa é muito desfavorável ao real

Sobre como montar um roteiro Jaqueline, aconselho a ler os relatos aqui no fórum, assistir vídeos no youtube e procurar em Cusco o centro de informações turísticas que pode te ajudar a organizar o seu roteiro. Muitas vezes, pode ser melhor fazer um tour por conta do que depender de agências, já que vc pode determinar o ritmo. Por exemplo, o passeio conhecido como "city tour", que passa por alguns locais históricos nos arredores de Cusco, pode ser feito de transporte público ou de táxi.

Se não comprou as passagens, pode ser interessante voltar por outra cidade, por exemplo, Lima. Procurando com antecedência, a passagem de avião entre Lima e Cusco pode ser comprada por um preço menor do que a passagem de ônibus.

De resto, espero que tenha uma excelente viagem!

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

×
×
  • Criar Novo...