Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

  • 0
JAQUELINE ROCHA

Tomando o chá de coca e a medicação local para os problemas com a altitude, os maus estares passam?

Pergunta

Meu marido e eu viajaremos ao Peru pela primeira vez, e escolhemos Cusco como a cidade base. Sairemos do Brasil dia 06/03 com destino à Cusco e retornaremos dia 17/03. Temos muitas dúvidas sobre  altitude, moeda, roteiro, resistência física e época das chuvas, mas não tinhamos outra alternativa para a viagem que não março. Assim, gostaria de saber:

1- Tomando o chá e a medicação local para os problemas com a altitude, os maus estares passam?

2- Devemos levar Dolar? O real é muito desvalorizado? Alguém poderia estimar um valor diário para despesas com alimentação e transporte, sem luxo, mas uma despesa normal de mochileiro? 

3- Como fazer um roteiro que não seja cansativo, mas ao mesmo tempo imperdível, para um casal de 60 e 55 anos? 

4- O que é possível ver e fazer na época das chuvas? 

5- Haverá alguma festividade em março, em Cusco? Vi na página oficial do governo peruano que o carnaval poderá se estender até março, mas não há referencias sobre 2018. 

Aguardamos as respostas com ansiedade. Obrigada! 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Posts Recomendados

  • 0

1- Tomando o chá e a medicação local para os problemas com a altitude, os maus estares passam?

Não! Nunca funcionou pra mim. Já estive duas vezes na Bolívia e duas no Peru. Pra mim o melhor ainda continua sendo uma hidratação forte e tempo!

2- Devemos levar Dolar? O real é muito desvalorizado? Alguém poderia estimar um valor diário para despesas com alimentação e transporte, sem luxo, mas uma despesa normal de mochileiro? 

Leve com certeza dólares ao invés de reais. Vai perder menos dinheiro. Sobre os gastos diários é muito difícil dizer, mas planeje um gasto semelhante ao que teria se estivesse viajando no Brasil. Dez anos atrás viajar na Bolívia era muito barato, hoje em dia está quase no mesmo. O Peru segue a mesma linha.

3- Como fazer um roteiro que não seja cansativo, mas ao mesmo tempo imperdível, para um casal de 60 e 55 anos? 

Foque em Voe direto para La Paz, gaste lá 3 dias para conhecer os principais pontos históricos e naturais, reserve mais dois para Copacabana (incluindo viagem). No Peru reserve dois para Puno (incluindo viagem) e mais quatro dias para Cusco, incluindo a viagem. De lá ainda pode dar um pulo em Lima que tem um ótimo roteiro gastronômico. Se tiver interesse e disposição para visitar o Salar de Uyuni acho que vale a pena.

4- O que é possível ver e fazer na época das chuvas? 

Creio que tudo, mas você correrá o risco de ter que cancelar algum passeio de sopetão!

5- Haverá alguma festividade em março, em Cusco? Vi na página oficial do governo peruano que o carnaval poderá se estender até março, mas não há referencias sobre 2018. 

Essa vou ficar te devendo! :)

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

  • 0
23 horas atrás, fefa.esp disse:

Olá. Além do chá de coca e da medicação, para mim e para meu marido, o que mais funcionou foi chegar a Cusco e descansar. Literalmente. Chegamos lá pelas 9 da manhã em Cusco, fomos direto para o hotel e dormimos a tarde toda. Isso abreviou muito os malestares recorrentes. Ainda assim, à noite meu marido teve uma leve queda de pressão, que voltou logo com um pouco de ar fresco e água, e eu senti até o fim da viagem uma sensação de estômago cheio (comia pouquinho sempre srsrs). Mas não tivemos mais nada. Descansar no primeiro dia é primordial, a meu ver.

Boa dica: descansar, pois chegaremos à Cusco por volta das 6:18 hs, e depois de muita espera, troca de avião e cansaço. Então, é bom saber que umas horas de sono mlehora tudo. Obrigada! 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 0
22 horas atrás, Eduardo_JK disse:

Concordo! Descansar é fundamental! :)

Como todos já disseram, o corpo de cada um reage de uma forma diferente.

Pela minha experiência (não sou médico), tomar alguma coisa pode ajudar a atenuar os sintomas, mas não vai substituir o período de adaptação que é necessário ao organismo.

Fui em Maio deste ano e percebi uma pequena vantagem em se tratando dos dólares por dois motivos:

1 - nos locais onde fiz o câmbio, a cotação era mais favorável ao dólar

2 - em muitos locais no Peru vc pode optar por pagar as despesas em dólar mesmo (a maioria dos hostels em que fiquei aceitava). Ao pagar em reais, vc acaba gastando mais porque a cotação que o comércio usa é muito desfavorável ao real

Sobre como montar um roteiro Jaqueline, aconselho a ler os relatos aqui no fórum, assistir vídeos no youtube e procurar em Cusco o centro de informações turísticas que pode te ajudar a organizar o seu roteiro. Muitas vezes, pode ser melhor fazer um tour por conta do que depender de agências, já que vc pode determinar o ritmo. Por exemplo, o passeio conhecido como "city tour", que passa por alguns locais históricos nos arredores de Cusco, pode ser feito de transporte público ou de táxi.

Se não comprou as passagens, pode ser interessante voltar por outra cidade, por exemplo, Lima. Procurando com antecedência, a passagem de avião entre Lima e Cusco pode ser comprada por um preço menor do que a passagem de ônibus.

De resto, espero que tenha uma excelente viagem!

Acho que, se o real é desvalorizado no Brasil, imagina em outros países! No incio do ano estivemos na Argentina, e os preços são absurdamente mais caros por lá! Suas orientações foram muito uteis, pois reforçou a ideia de que andar sem dolar não vai ser uma boa opção. Obrigada! 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 0

Respondendo a sua primeira pergunta. Estive agora no inicio de dezembro na bolivia, fiz o tour de 4 dias pelo salar do uyuni, e logo no primeiro dia chegamos a altitude mais alta do passeio que foi em Geiser sol da mañana, sao 4900 m de altitude, depois do almoco( um pouco pesado) passei muito mal, tive um leve apagão, enjoo e uma dor de cabeça que me acompanhou ate o final do dia. O que no meu caso foi de grande ajuda a amenizar isso foi o chá da coca, mastigalas foi uma péssima idéia(kkkk) possui um gosto horrível e so me deu mais ânsia. Recomendo entao também evitar comidas pesadas e dar uma descansada( nao tivemos tempo pra isso)

Boa viagem.

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 0
Em 08/11/2017 em 13:09, Eduardo_JK disse:

Concordo! Descansar é fundamental! :)

Como todos já disseram, o corpo de cada um reage de uma forma diferente.

Pela minha experiência (não sou médico), tomar alguma coisa pode ajudar a atenuar os sintomas, mas não vai substituir o período de adaptação que é necessário ao organismo.

Fui em Maio deste ano e percebi uma pequena vantagem em se tratando dos dólares por dois motivos:

1 - nos locais onde fiz o câmbio, a cotação era mais favorável ao dólar

2 - em muitos locais no Peru vc pode optar por pagar as despesas em dólar mesmo (a maioria dos hostels em que fiquei aceitava). Ao pagar em reais, vc acaba gastando mais porque a cotação que o comércio usa é muito desfavorável ao real

Sobre como montar um roteiro Jaqueline, aconselho a ler os relatos aqui no fórum, assistir vídeos no youtube e procurar em Cusco o centro de informações turísticas que pode te ajudar a organizar o seu roteiro. Muitas vezes, pode ser melhor fazer um tour por conta do que depender de agências, já que vc pode determinar o ritmo. Por exemplo, o passeio conhecido como "city tour", que passa por alguns locais históricos nos arredores de Cusco, pode ser feito de transporte público ou de táxi.

Se não comprou as passagens, pode ser interessante voltar por outra cidade, por exemplo, Lima. Procurando com antecedência, a passagem de avião entre Lima e Cusco pode ser comprada por um preço menor do que a passagem de ônibus.

De resto, espero que tenha uma excelente viagem!

Muito grata pelas orientações! 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 0
Em 08/11/2017 em 12:24, fefa.esp disse:

Olá. Além do chá de coca e da medicação, para mim e para meu marido, o que mais funcionou foi chegar a Cusco e descansar. Literalmente. Chegamos lá pelas 9 da manhã em Cusco, fomos direto para o hotel e dormimos a tarde toda. Isso abreviou muito os malestares recorrentes. Ainda assim, à noite meu marido teve uma leve queda de pressão, que voltou logo com um pouco de ar fresco e água, e eu senti até o fim da viagem uma sensação de estômago cheio (comia pouquinho sempre srsrs). Mas não tivemos mais nada. Descansar no primeiro dia é primordial, a meu ver.

Chegaremos em Cusco por volta das 6 da manhã, então teremos tempo e necessidade de descansar. Sua indicação reforça as sugestões anteriores. Obrigada! 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 0
Em 31/12/2017 em 16:56, webillt disse:

Respondendo a sua primeira pergunta. Estive agora no inicio de dezembro na bolivia, fiz o tour de 4 dias pelo salar do uyuni, e logo no primeiro dia chegamos a altitude mais alta do passeio que foi em Geiser sol da mañana, sao 4900 m de altitude, depois do almoco( um pouco pesado) passei muito mal, tive um leve apagão, enjoo e uma dor de cabeça que me acompanhou ate o final do dia. O que no meu caso foi de grande ajuda a amenizar isso foi o chá da coca, mastigalas foi uma péssima idéia(kkkk) possui um gosto horrível e so me deu mais ânsia. Recomendo entao também evitar comidas pesadas e dar uma descansada( nao tivemos tempo pra isso)

Boa viagem.

Puxa! Deve ter sido horrível! Não omito que tenho medo desse mal estar, mas estou lendo todas as orientações e  indicações com muito carinho e responsabilidade. Obrigada! 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 0

Para fechar o roteiro Peru, ainda preciso de ajuda para definir:

- Meio de transporte possível de Águas Calientes à Pisac. Estou vendo aqui, e parece que não há trem. 

- Alguém fez reservas pelo AirBNB em Allantaytambo e em Águas Calientes? Se utilizou, poderia compartilhar as impressões; se foi um bom negócio; se o preço em pousadas e hoteis nas duas cidades citadas para 3 pessoas é praticável? O que sugere? 

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 0
Em 31/12/2017 em 16:56, webillt disse:

Respondendo a sua primeira pergunta. Estive agora no inicio de dezembro na bolivia, fiz o tour de 4 dias pelo salar do uyuni, e logo no primeiro dia chegamos a altitude mais alta do passeio que foi em Geiser sol da mañana, sao 4900 m de altitude, depois do almoco( um pouco pesado) passei muito mal, tive um leve apagão, enjoo e uma dor de cabeça que me acompanhou ate o final do dia. O que no meu caso foi de grande ajuda a amenizar isso foi o chá da coca, mastigalas foi uma péssima idéia(kkkk) possui um gosto horrível e so me deu mais ânsia. Recomendo entao também evitar comidas pesadas e dar uma descansada( nao tivemos tempo pra isso)

Boa viagem.

Vou lembrar disso, pois tenho sensibilidade gustativa aguçada também. Obrigada! 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa!

Você pode ajudar esse viajante agora e se cadastrar depois. Se você tem uma conta,clique aqui para fazer o login.

Visitante
Responder esta pergunta...

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emoticons no total são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.




×
×
  • Criar Novo...