Ir para conteúdo
  • Cadastre-se
Breno Alves Neves

EUROPA 78 dias: Dinheiro e Mochila

Posts Recomendados

Buenas viajantes!

Experiência zero com mochilões, gostaria de esclarecer umas dúvidas que eu tenho.

Minha namorada e eu, estamos planejando está viagem para o inicio de 2019.

Os dias estão distribuídos assim:

Londres (30 dias) - Paris (6 dias) - Bruxelas (6 dias) - Amsterdã (6 dias) - Berlim (6 dias) - Praga ( 6 Dias) - Varsóvia (6 dias) - Viena (6 dias) - Budapeste (6 dias)

Nos programamos para deixar pagos antes de sairmos do Brasil: A passagem ida e volta Brasil > Europa , todas as hospedagens e todos os deslocamentos de um país para o outro.

Nossa dúvida é a seguinte, para gastos como alimentação, transporte dentro das cidades e atracões. Quanto levar de euro por dia ? 

Salientando que nosso intuito não é focar nas atrações pagas, claro que uma ou outra nos interessa também. 

Outra pergunta, qual tamanho ideal de mochila levar?

 

Desde já, agradeço a ajuda de todos!

 

Boas viagens!

 

Compartilhar este post


Link para o post

Eu costumo dividir dois tipos de despesa, as fixas e variáveis.

As fixas são as mais fáceis de estimar, são as passagens de ida e volta, deslocamento entre as cidades-bases e hoteis de pernoite.

As variáveis são muito difíceis de estimar, dá pra chegar muito próximo somente se vocês planejarem tambem os roteiros diários, o que dá bastante trabalho, precisa pesquisar preço de transporte público, passagens dos bate e voltas, preços de museus e outras atrações, média de custo dos restaurantes que vocês planejam ir e etc

Qualquer coisa fora disso é chute , ainda mais porque o estilo de viagem de cada um é bastante variável. Tem gente que não topa comida de rua, outros que não comem em restaurante e por aí vai. Para ajudar , vai alguns parâmetros para vocês se basearem.

Londres :

- Transporte público é caro e inevitável. A cidade é gigante e nem tudo fica próximo. Comprem um oyster card e carreguem com libras ou utilizem um travelpass para 7 ou mais dias.

- Alimentação mais barata é em supermercados se tiverem como preparar comida no hotel. Em pub, se come uma pizza ou fish and ribs por menos de 10 libras em horários de happy hour. Comida etnica e chinesa também se consegue por esse preço ou menos.

- Atrações : Caríssimas, privilegie parques e os dias que os museus aceitam visitas gratuitamente. Praticamente todos eles tem. O passe 2x1 tambem ajuda naquelas atrações que não tem como não pagar.

Paris :

- Transporte : Se ficarem bem localizados, precisarão usar pouco transporte público, dá pra fazer bastante coisa a pé.

- Alimentação mais barata é em supermercados se tiverem como preparar comida no hotel. A dica é passar em uma patisserie , fazer um sanduba e levar para um picknick nos parques . Carrefour ajuda muito com lanches. Dá pra gastar menos de 10 euros nessas situações. Em restaurante tradicional francês, uma refeição mais em conta não sai por menos de 20~25 euros.

- Atrações : Alguns museus não cobram visita ou tem dias de visitação gratuita.

Bruxelas :

- Transporte dentro de bruxelas é dispensável. Mas precisa gastar com trens nada baratos para Bruges e Ghent ou Antuérpia. A dica é que passagens no fim de semana são mais baratas;

- Alimentação em restaurante é cara também. O negócio é comer muita batata frita, chocolate e lanche de supermercado . 

- Atrações : Não tem muita coisa que seja obrigatório pagar ingresso, até mesmo o atomium é questionável se vale a pena pagar para entrar.

Amsterda :

- Transporte publico tem um cartao valido por dias consecutivos, não é tão caro e vale a pena.

- Alimentação parecida com a de Bruxelas

- Atrações : Nada de obrigatório também, mas tem museus interessantíssimos, mas muito caros.

Berlin :

- Transporte publico tem um cartao valido por dias consecutivos, não é tão caro e vale a pena.

- Alimentação mais barata que as anteriores. Comida farta em restaurante , dá pra achar pratos com menos de 10 euros. Muita opção de comidinha de rua e em supermercados também.

- Atrações : Tem mais museu que amsterda e alguns não são tão caros

Praga :

- TRansporte publico dispensável

- Alimentação mais baratas que anteriores, inclusive Berlin. Com o equivalente a 10 euros se procurar bem dá pra comer muito bem.

- Atrações : Idem a Bruxelas.

As demais cidades eu não conheço bem para opiniar.

Agora se não disso funcionar chute uma média de 50 euros por dia que provavelmente vai dar certo, pelo menos dá para mim =)

Compartilhar este post


Link para o post

Doido, 30 dias em Londres e 6 em Paris? Tá certo isso? rs Fui com a minha Lya nas duas cidades, e invertendo os números, 30 Paris e 6 Londres, faltará dias para Paris e sobrará uns 2 em Londres.rs. Sério agora, acredito que 30 em Londres vão custar mais que o restante da sua viagem. Londres é uma cidade muito mais cara que as outras que vc listou, mas se é seu sonho, oui. As libras  costumam ser mais caras e lá se gasta bem para comer. Os museus e parques são free, mas alimentação e transporte, te custará umas 15 a 25 libras por pessoa, considerando um padrão médio baixo das refeições. Se quiser fazer uma média com a woman, aí o caldo engrossa. hehe.

Enfim, não conheço as outras cidades além de Paris e Londres do seu roteiro, mas acredito que talvez seja viável, se quiser reduzir custos, reconsiderar os dias em Londres. Valeu

Compartilhar este post


Link para o post
21 horas atrás, Breno Alves Neves disse:

Buenas viajantes!

Experiência zero com mochilões, gostaria de esclarecer umas dúvidas que eu tenho.

Minha namorada e eu, estamos planejando está viagem para o inicio de 2019.

Os dias estão distribuídos assim:

Londres (30 dias) - Paris (6 dias) - Bruxelas (6 dias) - Amsterdã (6 dias) - Berlim (6 dias) - Praga ( 6 Dias) - Varsóvia (6 dias) - Viena (6 dias) - Budapeste (6 dias)

Nos programamos para deixar pagos antes de sairmos do Brasil: A passagem ida e volta Brasil > Europa , todas as hospedagens e todos os deslocamentos de um país para o outro.

Nossa dúvida é a seguinte, para gastos como alimentação, transporte dentro das cidades e atracões. Quanto levar de euro por dia ? 

Salientando que nosso intuito não é focar nas atrações pagas, claro que uma ou outra nos interessa também. 

Outra pergunta, qual tamanho ideal de mochila levar?

 

Desde já, agradeço a ajuda de todos!

 

Boas viagens!

 

80 euros por dia com tudo pago anteriormente seria minha base, gosto de cerveja hahaha .. seria 80 a 100 euros, claro que economizado, mas tbm não ficaria na vontade!

o seguro também pode incluir ai !!!

 

Compartilhar este post


Link para o post
20 horas atrás, Robson & Lya disse:

Doido, 30 dias em Londres e 6 em Paris? Tá certo isso? rs (...)

Pois é... estou imaginando que o @Breno Alves Neves  queira fazer algum curso em Londres, ou visitar amigos/parentes, e depois use o tempo para visitar outras cidades.

Breno: você pretende visitar alguma cidade do interior? Fazer bate-volta? Ou ficar só mesmo nas capitais? É que, no caso da Polônia - para citar um exemplo -, o interior é mais interessante do que a capital - pelo menos segundo a maioria dos relatos daqui.

Mas tem gente que prefere ficar nas capitais pela maior oferta de voos... por isso a pergunta.

Compartilhar este post


Link para o post

Pessoalmente eu acho 6 dias em Varsóvia bem exagerado se você não tiver nada específico programado para lá.

Eu fiquei 2 dias em Varsóvia, e meio que até sobrou tempo, no primeiro dia visitei quase tudo o que eu queria, na manhã do segundo visitei o resto, e a tarde de segundo dia fiquei de "folga", sem muito o que visitar, então voltei a alguns locais que gostei para uma última foto...

E no inverno é pior ainda, por que muitas das coisas interessantes que tem para se fazer em Varsóvia são ao ar livre, e estes passeios ficam bem prejudicados com o frio e clima horrível que faz em Varsóvia durante o inverno europeu.

Se não tiver nada específico programado para Varsóvia, eu sugeriria trocar Varsóvia por Cracóvia, que é um local com bem mais atrativos turísticos para se preencher 6 dias do que Varsóvia.

 

Compartilhar este post


Link para o post

Se o plano de vocês é viajar no início de 2019, vocês vão viajar no inverno europeu, e vai estar um frio horrível na maioria destas cidades, com vários dias nublados e com uma chuvinha leve, que é pior que uma chuva torrencial, pois ela lhe deixa todo molhada do mesmo jeito mas costuma ser mais frio, e também corre o risco de pegar neve em muitas destas cidades.

Depois de 30 minutos na rua, provavelmente você vai estar louco para entrar em algum lugar quentinho e seco, longe do frio, vento e garoa gelada, então ficar fazendo muito programa na rua, ao ar livre, em parques, praças, etc geralmente não dá muito certo quando você viaja durante o inverno.

O problema, é que a grande maioria das atrações indoor cobra ingresso, ou se você for num café ou bar, fica meio chato você passar 4 horas lá e não consumir nada, ou pedir só um café de 2 euros...

Então pense e reflita bem se o tipo de viagem que vocês tem um mente, se realmente é uma boa ideia realiza-la bem no meio da pior parte do inverno europeu, pode ser bem diferente do que você estão esperando ou vendo nos relatos da internet.  

Então pense bem a respeito do clima, do que esperar e o que fazer, para não acabar voltando de lá frustrado por não ter conseguido fazer muitas das coisas que você achou que poderia fazer.

Talvez até seja interessante enxugar um pouco esta viagem, diminuir a quantidade de dias em algumas cidades que estão com tempo "sobrando", para sobrar mais dinheiro para vocês gastarem em atrações indoor pagas, fugindo do frio, garoa, vento gelado e neve,  e conseguir aproveitar melhor a viagem.

Compartilhar este post


Link para o post
Em 09/03/2018 em 16:16, mariojr disse:

Eu costumo dividir dois tipos de despesa, as fixas e variáveis.

As fixas são as mais fáceis de estimar, são as passagens de ida e volta, deslocamento entre as cidades-bases e hoteis de pernoite.

As variáveis são muito difíceis de estimar, dá pra chegar muito próximo somente se vocês planejarem tambem os roteiros diários, o que dá bastante trabalho, precisa pesquisar preço de transporte público, passagens dos bate e voltas, preços de museus e outras atrações, média de custo dos restaurantes que vocês planejam ir e etc

Qualquer coisa fora disso é chute , ainda mais porque o estilo de viagem de cada um é bastante variável. Tem gente que não topa comida de rua, outros que não comem em restaurante e por aí vai. Para ajudar , vai alguns parâmetros para vocês se basearem.

Londres :

- Transporte público é caro e inevitável. A cidade é gigante e nem tudo fica próximo. Comprem um oyster card e carreguem com libras ou utilizem um travelpass para 7 ou mais dias.

- Alimentação mais barata é em supermercados se tiverem como preparar comida no hotel. Em pub, se come uma pizza ou fish and ribs por menos de 10 libras em horários de happy hour. Comida etnica e chinesa também se consegue por esse preço ou menos.

- Atrações : Caríssimas, privilegie parques e os dias que os museus aceitam visitas gratuitamente. Praticamente todos eles tem. O passe 2x1 tambem ajuda naquelas atrações que não tem como não pagar.

Paris :

- Transporte : Se ficarem bem localizados, precisarão usar pouco transporte público, dá pra fazer bastante coisa a pé.

- Alimentação mais barata é em supermercados se tiverem como preparar comida no hotel. A dica é passar em uma patisserie , fazer um sanduba e levar para um picknick nos parques . Carrefour ajuda muito com lanches. Dá pra gastar menos de 10 euros nessas situações. Em restaurante tradicional francês, uma refeição mais em conta não sai por menos de 20~25 euros.

- Atrações : Alguns museus não cobram visita ou tem dias de visitação gratuita.

Bruxelas :

- Transporte dentro de bruxelas é dispensável. Mas precisa gastar com trens nada baratos para Bruges e Ghent ou Antuérpia. A dica é que passagens no fim de semana são mais baratas;

- Alimentação em restaurante é cara também. O negócio é comer muita batata frita, chocolate e lanche de supermercado . 

- Atrações : Não tem muita coisa que seja obrigatório pagar ingresso, até mesmo o atomium é questionável se vale a pena pagar para entrar.

Amsterda :

- Transporte publico tem um cartao valido por dias consecutivos, não é tão caro e vale a pena.

- Alimentação parecida com a de Bruxelas

- Atrações : Nada de obrigatório também, mas tem museus interessantíssimos, mas muito caros.

Berlin :

- Transporte publico tem um cartao valido por dias consecutivos, não é tão caro e vale a pena.

- Alimentação mais barata que as anteriores. Comida farta em restaurante , dá pra achar pratos com menos de 10 euros. Muita opção de comidinha de rua e em supermercados também.

- Atrações : Tem mais museu que amsterda e alguns não são tão caros

Praga :

- TRansporte publico dispensável

- Alimentação mais baratas que anteriores, inclusive Berlin. Com o equivalente a 10 euros se procurar bem dá pra comer muito bem.

- Atrações : Idem a Bruxelas.

As demais cidades eu não conheço bem para opiniar.

Agora se não disso funcionar chute uma média de 50 euros por dia que provavelmente vai dar certo, pelo menos dá para mim =)

Bom dia Mário.

Muito obrigado pelo resumo das cidades. 

Exatamente isso, as despesas fixas, nós conseguimos calcular (hospedagem, transporte entre os países, passagem brasil europa e seguro viagem).

Nossa dificuldade é saber o valor a levar para as outras despesas, e o que acontece é que nos blogs que já li, varia muito dependendo das pessoas. Já vi que 30 euros seria o suficiente por dia e também já li que 100 euros seria um valor razoável. Aí fica aquela dúvida enorme!

Nossa intenção é aproveitar as atrações free mesmo, museus, parques , entre outros.

 

Agradeço a ajuda!

Compartilhar este post


Link para o post
Em 09/03/2018 em 17:49, Robson & Lya disse:

Doido, 30 dias em Londres e 6 em Paris? Tá certo isso? rs Fui com a minha Lya nas duas cidades, e invertendo os números, 30 Paris e 6 Londres, faltará dias para Paris e sobrará uns 2 em Londres.rs. Sério agora, acredito que 30 em Londres vão custar mais que o restante da sua viagem. Londres é uma cidade muito mais cara que as outras que vc listou, mas se é seu sonho, oui. As libras  costumam ser mais caras e lá se gasta bem para comer. Os museus e parques são free, mas alimentação e transporte, te custará umas 15 a 25 libras por pessoa, considerando um padrão médio baixo das refeições. Se quiser fazer uma média com a woman, aí o caldo engrossa. hehe.

Enfim, não conheço as outras cidades além de Paris e Londres do seu roteiro, mas acredito que talvez seja viável, se quiser reduzir custos, reconsiderar os dias em Londres. Valeu

Bom dia Robson.

 

Pois é , a libra está realmente mega salgada mesmo. Temos a intenção de cursar por lá, mas é algo de pensar em remanejar para baratear a viagem.

Em relação a fazer uma média com o amorzão vai ficar pra uma próxima hahaha, nos dias de hoje seria meio difíci! Mas quando vê um dia ou outro seria legal também hahah!

 

Muito obrigado 

Compartilhar este post


Link para o post

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora


×