Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Não tem espera que dure 100 anos: Colômbia!


Posts Recomendados

  • Membros

Estimados viajantes, vejo que aqui tem poucos relatos da Colômbia por isso tenho um gosto de contar-lhes deste pais o cual é muito especial para mim.

A princípio meu interesse pela Colômbia nasceu quando Shakira veio à televisão e rádio russas, em 2002. Ela me encantou e entendi que tal mulher simplesmente não podia nascer num pais, digamos, pouco interessante. E resultou que isso era verdade. Empecei ler muito da Colômbia e soube que este pais tem uma grande riqueza e diversidade natural e histórica. Na Internet fiz amigos com alguns colombianos aos quais tive o gusto de conhecê-los na realidade, ou seja, pessoalmente, e pois tanto meus amigos e amigas quanto a gente colombiana em geral são de coração aberto e acolhedores. Graças à cantora barranquillera apreendi a língua espanhola e quanto ao demais, tenho um acento espanhol bogotano, ou da capital colombiana – da Bogotá.

Por certo, falando do nome de meu relato: tais expressões são bastante populares no pais porque vêm da famosa obra “100 anos de solidão” de Gabriel García Márquez. Outra frase conhecida é “não tem mal que dure 100 anos nem corpo que o agüente”. Pois minha espera durou 8 anos =)

As preparações para a viagem: não tem vôos diretos desde a Rússia à Colômbia, pode-se fazer uma escala na Espanha, Alemanha, França ou nos Estados Unidos. Optei pelo último pais porque gosto muito da cidade de Nova Iorque, é tão louca e sua vida nunca se para. Para poder chegar aos EEUU tive de conseguir um visto para entrar. Obtive um visto de 2 anos (é a duração mais larga que pode obter um russo) ainda que com um problema – paguei por um visto de 2 anos mas me emitiram um de 1 ano, foi um error da embaixada estadounidense de Moscou. Esperei como 10 dias para que o corregessem. Alguns dos vôos locais os comprei diretamente no website da empresa aérea colombiana Avianca, os restantes os comprei vía expedia.com, o que passa é que Avianca não processou todas as transações. Aos EEUU voei com Delta, esta companhia aérea oferecia vôos mais baratos. Se quiserem, logo posso lhes aconselhar algo sobre as companhias aéreas colombianas (qualidade, preços gerais, etc). Hospedei-me em casas de meus amigos ou em hoteis.

Claro, quando meus amigos russos e pais souberam de que iria à Côlombia nada me dizeram além de que era louco e não entendiam como podia me atrever ir a um pais tão “perigoso”. Quando regressei à Rússia e lhes contei de belezas colombianas eles entenderam que se equivocavam e logo pararam de crer em mitos produzidos pela imprensa marrom. Logrei convencê-los que Colômbia não é um pais onde assassinam, roubam e vendem narcóticos todos os dias. Bem, não nego que o pais ainda segue sufrendo alguns problemas mas a Colômbia os resolve pouco a pouco.

Pois, 28 de Julho cheguei à Nova Iorque onde fiquei 2 noites, desfrutei da cidade e também me encontrei com uma amiga que vive lá. Passamos muito bem certo tempo juntos e 30 de Julho, de manhã, voei à capital colombiana, à formosa cidade de Bogotá. O vôo durou aproximadamente 6 horas.

 

0_4033a_249f59cf_XL.jpg

 

0_4033b_e2a70911_XL.jpg

 

Ao chegar à Bogotá as nuvens por fim se dissiparam e pude começar a ver as terras colombianas.

 

0_4033c_ed51ddaa_XL.jpg

 

0_4033d_22ae53_XL.jpg

 

…continuará…

 

P.S. Peço-lhes que corrijam meus errores do português porque não o falo bem, obrigado por anticipado. Quero apreender esta bela língua, a portuguesa)

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Respostas 37
  • Criado
  • Última resposta

Mais Ativos no Tópico

  • Membros de Honra

Dr. Parcero, para quem não fala português, o seu relato está muito bem escrito!!!!

Claro que possui alguns erros, mas está perfeitamente compreensível! Parabéns!

E quanto à Colômbia, é mais um Belíssimo país sulamericano que é alvo de muitos preconceitos, mas que guarda uma riqueza natural incrível!

Faz parte dos meus planos ir até a Colômbia em breve.

 

Abraço.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

Maria, obrigado) Vou continuá-lo!

Pdavid, obrigado! Estou estudando o portugues faz como uns 4 mêses mas este tempo já me é suficiente para me expressar porque falo ingles e espanhol. E Colômbia não tem só uma riqueza natural, também uma histórica.

Linneker, na verdade estranho que aqui tenha poucos relatos deste pais, pois o Brasil está perto da Colômbia jeje Ou bem, mas perto que a Rússia.

Samanthavas, muito obrigado!!!

 

Pois sigo contando-lhes...

 

Na Bogotá fiquei perto da Zona T (posteriormente ficaría em outras zonas da cidade também) – nesta zona tem bares, clubs, ou seja é um lugar bom para ir de rumba, como dizem os colombianos. Este lugar colimita com outra zona de diversão, a Zona Rosa e seu ponto de referencia é o centro comercial Andino. Por certo, estas zonas estão no norte da cidade. Como a capital colombiana está à altitude de 2600 m, a princípio senti uma dispneia leve mas no dia seguinte terminou. Bogotá está na Cordilheira Oriental dos Andes, na Savana de Bogotá. Todo este conjunto de montanhas e vales que abarca os departamentos Cundinamarca (cuja capital é Bogotá) e Boyacá (sua capital é Tunja) se chama o Altiplano Cundiboyacense. Nesse altiplano viveu o povo pré-colombiano muísca.

 

Primeiras impressões da Bogotá:

 

0_40343_c95545e0_XL.jpg

 

0_40346_2e4a8d84_XL.jpg

 

0_40345_e4924b30_XL.jpg

 

Estos ônibus pequenos se chaman “alimentadores” porque realizam o transporte de gente aonde não vão os principais veículos da cidade – os da rede Transmilenio. Estos ônibus costumam estar tão cheios de passageiros que os mesmos bogotanos os chaman “transmiLLENOS (um jogo de palabras no espanhol: lleno significa “cheio”)”. Por certo, ainda que oficialmente os habitantes da capital se chaman bogotanos também se conhecem como os rolos ou cachacos (mas os cachacos são todos os que não vivem na costa colombiana, ou seja os que não são costeños).

Cheguei à Bogotá como às 13 PM e logo pela tarde me encontrei com meus amigos rolos, passamos tempo muito bem todos juntos.

 

0_40364_5c5f9e7f_XL.jpg

 

...continuará...

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

No dia seguinte um par de meus amigos e eu fomos desde Bogotá, o departamento Cundinamarca, ao outro departamento colombiano – Boyacá, a sua povoação formosa – Villa de Leyva – via a cidade cundinamarquesa Zipaquirá.

 

A última tem fama por sua Catedral de Sal.

 

0_40347_efa705a2_XL.jpg

 

0_40348_b1f7d174_XL.jpg

 

0_40349_48546dc6_XL.jpg

 

0_4034a_9ecc45be_XL.jpg

 

0_40365_8430e79_XL.jpg

 

Pois em Zipaquirá ainda estamos no Cundinamarca, na Cordilheira Oriental dos Andes. Aqui faz um clima bastante temperado, assim como na Bogotá – 15-20 grados de dia e 10-13 de noite. Aqui fican os páramos. Faz como 100 milhões de anos, durante o período Cretácico, o território, que corresponde ao Cundinamarca e Boyacá atuais, foi o fundo dum mar, logo o mar se secou e em 80 milhões de anos nasceriam os Andes. No mar antigo habitavam dinossauros e agora nestas regiões colombianas se encontram muitos fossis. O mar antigo se secou e deixou muita sal, extraem-a desde faz muitos séculos. Não posso dizer que a Catedral de Zipaquirá seja realmente uma catedral (porque não é uma Sé) mas é recomendável conhecê-la.

 

Seguimos com nosso itinerário. Fomos via campos agrícolas.

 

0_4034c_c4c3ba48_XL.jpg

 

Atravessamos a vila Ubaté, a capital leiteira da Colômbia.

 

0_4034b_682ef6e7_XL.jpg

 

E pois por fim entramos no departamento de Boyacá.

 

0_4034d_446eeca0_XL.jpg

 

Paramos num restaurante pintoresco.

 

0_4034e_55a50230_XL.jpg

 

“Siga, pois, sua Mercê”

 

Ainda que a frase está escrita num espanhol tosco, mostra uma peculiaridade interessante – no Boyacá ainda se usa o tratamento antigo – Su Merced (Sua Mercê), isto se conservou desde os tempos coloniais.

 

0_40352_aa5a171f_XL.jpg

 

“Sua Mercê está aqui” jeje

 

À noite chegamos à Villa de Leyva.

 

0_40353_36aee1ec_XL.jpg

 

Na praça central se reuniram dançarinos de todo pais.

 

0_4034f_5fb084ce_XL.jpg

 

0_40350_879192c5_XL.jpg

 

0_40351_633cb606_XL.jpg

 

Fazia algo de frio e tomávamos aguardente (os colombianos o chamam “guaro”) jeje Por certo, o guaro é uma bebida adequada para acompanhar um homem que está sofrendo “despecho” (despeito), uma separação com sua namorada. Segundo entendo no português isso se chama “estar com saudade de alguém”, verdade? Espero sua resposta)

 

Um exemplo de música do estilo despecho:

 

http://www.youtube.com/watch?v=cd9v1IFFb5c

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 2 semanas depois...
  • Membros

vim ler o relato por causa do título, me deparei com sua nacionalidade inusitada. Muito bom ver o ponto de vista de alguém de tem uma cultura tão diferente da nossa latina, nos faz pensar em como temos coisas preciosas por aqui e acabamos deixando-as de lado. Aguardo o resto, abraços !

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros de Honra

Interessante achar este relato agora. Estou em Medellin a 5 dias e devo ficar aqui entre indas e vindas pro Brasil pelos proximos 6 meses.

A minha impressao sobre a cidade mudou logo que desembarquei no aeroporto. O povo é amavel, a cidade limpa e muito bem policiada. A sensação de segurança é muito boa. A comida é barata e apesar de tudo ter abacate como acompanhamento, aqui pode-se comer o nosso arroz com feijão na maioria dos restauarantes. O transporte é barato, inclusive os taxis ( a diaria de um taxisita esta em torno de 24 reais ). As ruas são limpas e o povo em sua maioria muito educado. Como estou a trabalho, ainda nao andei muito alem dos limites do escritório-apartamento ( Estou em um apartamento da empresa no Patio Bonito, um bairro de padrão classe media alta ). Parabens ao nosso amigo Russo pelo relato.. Esta muito bom pra quem é de uma cultura tao diferente da nossa. Aguardo continuaçao.

 

Abs

 

 

Léo

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

×
×
  • Criar Novo...