Ir para conteúdo

Qual melhor opção viagem e roteiro para Peru?


Ronaldo Sousa

Posts Recomendados

  • Membros

Cara, esta pergunta é muito vaga e relativa. O Peru tem tantas opções para tantos gostos diferentes. Mas eu te dou uma dica mesmo assim, baseada no meu gosto. Em relação a multi trechos ou ida e volta, na minha experiência das viagens ao Peru, eu fui de multi trechos duas vezes. Vou contar 7 dias inteiros no Peru, excluindo a ida e a volta:

01 - chegada a Cusco - passear pela cidade para fazer cambio, contratar passeios, comprar boleto turístico e aclimatação

02 - manhã livre. Passear pela cidade, ir a algum museu, ir a san blas ou ao mercado san pedro. Tarde: city tour

03 - vale sagrado. Pode terminar o dia em Ollantaytambo ao invés de voltar a Cusco para pegar o trem para Aguas Calientes, se for esta sua opção, ou ir de van até a hidroelétrica (não usei esta opção, então não conheço a logística)

04 - Machu Picchu

05 - manhã livre para descanso. Tarde: maras e moray

06 - montanha colorida

07 - este dia vc pode descansar e passear pela cidade, comprar lembranças, ou ir a museus. Pode ir na laguna humantay, se tiver perna, ou pode pegar o avião para casa no fim do dia.

Isto é o que eu faria se fosse pela primeira vez ao Peru. É um roteiro meio gradativo no que diz respeito ao esforço, para que vc não sinta tanto a altitude. Tem pessoas que não sentem nada, tem pessoas que sentem muito. Então eu deixaria para comprar todos os passeios em Cusco, porque além de ser mais barato, é tranquilo de conseguir os passeios, pois são muitas agências vendendo e fazendo os mesmos tours, e vc pode decidir no dia a dia dependendo de sua condição física, do clima e da vontade.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Colaboradores

Eu prefiro o norte,ha que ir a Lima,tomar o Cruz del Sur a Trujillo,aonde esta a incrível cidade de Chan Chan e depois ir a Chiclayo ver os museus dos senhores de Sican e de Sipan.Tudo não falado aqui,não sei o motivo que brasileiros vão pouco a esses lugares lindos e Patrimônio da Humanidade também.

  • Gostei! 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros
8 horas atrás, D FABIANO disse:

Eu prefiro o norte,ha que ir a Lima,tomar o Cruz del Sur a Trujillo,aonde esta a incrível cidade de Chan Chan e depois ir a Chiclayo ver os museus dos senhores de Sican e de Sipan.Tudo não falado aqui,não sei o motivo que brasileiros vão pouco a esses lugares lindos e Patrimônio da Humanidade também.

Muito obrigado pelas dicas, além de ir nos lugares que o amigo anterior citou, incluirei os seus também. Acredito que cada viagem é uma experiência.Desde já obrigada pelas dicas.

 

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros
9 horas atrás, schitini disse:

Cara, esta pergunta é muito vaga e relativa. O Peru tem tantas opções para tantos gostos diferentes. Mas eu te dou uma dica mesmo assim, baseada no meu gosto. Em relação a multi trechos ou ida e volta, na minha experiência das viagens ao Peru, eu fui de multi trechos duas vezes. Vou contar 7 dias inteiros no Peru, excluindo a ida e a volta:

01 - chegada a Cusco - passear pela cidade para fazer cambio, contratar passeios, comprar boleto turístico e aclimatação

02 - manhã livre. Passear pela cidade, ir a algum museu, ir a san blas ou ao mercado san pedro. Tarde: city tour

03 - vale sagrado. Pode terminar o dia em Ollantaytambo ao invés de voltar a Cusco para pegar o trem para Aguas Calientes, se for esta sua opção, ou ir de van até a hidroelétrica (não usei esta opção, então não conheço a logística)

04 - Machu Picchu

05 - manhã livre para descanso. Tarde: maras e moray

06 - montanha colorida

07 - este dia vc pode descansar e passear pela cidade, comprar lembranças, ou ir a museus. Pode ir na laguna humantay, se tiver perna, ou pode pegar o avião para casa no fim do dia.

Isto é o que eu faria se fosse pela primeira vez ao Peru. É um roteiro meio gradativo no que diz respeito ao esforço, para que vc não sinta tanto a altitude. Tem pessoas que não sentem nada, tem pessoas que sentem muito. Então eu deixaria para comprar todos os passeios em Cusco, porque além de ser mais barato, é tranquilo de conseguir os passeios, pois são muitas agências vendendo e fazendo os mesmos tours, e vc pode decidir no dia a dia dependendo de sua condição física, do clima e da vontade.

Cara muito obrigada pelas dicas e pelas sugestões de passeios. Quando li a novamente minha pergunta realmente estava vaga, mas o importante é que você conseguiu entender sobre o assunto que queria tratar.

Sobre comprar destinos separados ou multi trechos fiz as simulações e compra separado estava saindo mais barato. Mas como você é veterano irei seguir suas orientações.

Irei seguir todo seu roteiro , era isso mesmo que eu estava querendo saber.

Se caso você tiver dicas e locais hospedagem mais baratos e que sejam bons , me enviando ficaria ainda mais grato que já estou.

 

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros

Em relação a passagem de avião, realmente varia muito. O problema é que se vc comprar uma passagem para Lima, por exemplo, e depois comprar um para Cusco, vc para uma taxa de embarque de mais de 300 reais em Lima. Esta taxa é menor se vc comprar o trecho todo de uma vez (Brasil-Cusco e volta). De qualquer maneira, varia muito por época e por empresa. Quando fui era assim, 2020 pode ser diferente.

Em relação ao norte do Peru, não dá para ir a Cusco e ao norte em 7 dias de forma econômica. Uma viagem de ônibus dura mais de 8 horas de ida, e de avião tem a famigerada taxa de embarque. Deixei de ir lá justamento por isso. Não tinha tanto tempo assim e não queria pagar 700 reais só de taxa para 2 dias de passeio em Trujillo.

Quando estiver em Cusco, existem várias locais com comida razoável onde se pede o menu turístico (entrada, prato principal, sobremesa e bebidas por 25 soles). É razoável se vc estiver sozinho. Se estiver acompanhado, tem um restaurante muito bom chamado La Cusqueñita, que fica próximo ao centro, que, além do prato do dia que sai bem mais em conta, tem os pratos principais que vem muita comida (dava para mim e minha esposa um prato só) e saía por 30 a 40 soles. A comida é muito melhor do que nos menus turísticos.

Uma agência que usei nos meus passeios foi a Orellana Tour, localizada na Calle Garcilaso 202. Achei preços bem bons e com a vantagem de eles fazerem os passeios (quando fui lá) com guias e ônibus deles, o que não acontece com todas. No dia do vale sagrado, por exemplo, quando paguei 80 soles pelo passeio para mim e minha esposa, já estava incluía a refeição. No ônibus foram pessoas que compraram o passeio em outras agências também, e estes não tinha refeição incluída. Na hora do almoço, o ônibus parou em dois lugares diferentes para as pessoas que não tinham refeição incluída escolherem. Era 50 soles só o almoço. Quando fui na empresa, contratei apenas o vale sagrado e o city tour e disse que queria fazer outros passeios, mas só contrataria depois, se os passeios que fiz fossem compensadores. Consegui um bom desconto em todos os passeios.

O hotel que usei foi o Tierra Viva Cusco Centro. É bem confortável, muito bem localizado. Na época eles me buscaram no aeroporto de graça e ainda quardaram minha bagagem nos dias que eu estava fora (por exemplo, quando fiz salkantay em 6d/5n, não reservei o hotel, e eles guardam a bagagem para mim sem custo). O café da manhã é excelente, mas ele é um pouco caro. Mais ou menos 100 dólares de diária. Como fui com minha esposa, queria mais conforto. 

Perto da plaza de armas tem várias casas de câmbio, cada uma com uma cotação diferente, mas nenhuma com boa cotação para o real. É melhor trocar dólar. No mais, as dicas são a que todo mundo fala: beba muita água, cuidado com o esforço físico até estar aclimatado, não ingira chá ou folha de coca após as 17 horas, pois pode atrapalhar a dormir. Além disso, leve em conta que após as 5 horas faz muito frio (o sol se põe às 5.30 em junho) então tenha sempre uma blusa à mão nos passeios. E, por fim, quando vc passa para a área de embarque do aeroporto de Lima, eles jogam fora qualquer água que vc tiver. E lá dentro da área de embarque não tem bebedor e a água custa 2 ou 3 dólares a garrafa. Então beba água antes de entrar na área de embarque.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa

Você pode postar agora e se cadastrar mais tarde. Se você tem uma conta, faça o login para postar com sua conta.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emojis são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.

×
×
  • Criar Novo...